Quarta-feira, 16 de Abril de 2014

DEUS NÃO É DEUS DE MORTOS, MAS DE VIVOS

Marcos 12:27                                                      Marcos 12:18-27

 

Esta resposta de Jesus foi dada aos saduceus (grupo de intelectuais que não aceitavam a realidade da ressurreição), na sequência da questão de quem seria, lá nos céu, a mulher que, neste mundo, pertencera, como esposa, aos sete irmãos da família. Era uma pergunta sarcástica, irónica e maldosa, procurando apanhar Jesus em falta, para O acusarem.

 

"Vieram para tirar lã, mas saíram tosquiados", pois Jesus deu-lhes a mais sábia das respostas, e para a qual eles não tinham argumentos. "Jesus Cristo é Senhor!".

 

Nesta resposta, Jesus quis demonstrar aos orgulhosos saduceus que os valores e princípios dos céus são diferentes dos mesquinhos e limitados pensamentos dos homens. No céu a vida é para sempre com valores eternos, que não diminuem, nem cessam com a idade.

 

É preciso estarmos alerta, porque os pensamentos e crenças dos saduceus não deixaram de existir nos nossos dias. A ideia e o conceito de que morre o corpo e acabou-se tudo continuam a ser proclamados por milhões ainda hoje, e nós devemos contrariar os tais com as doutrinas bíblicas.

 

A Bíblia ensina-nos que Elias e Moisés, depois de mortos, apareceram vivos no Monte da Transfiguração, logo, há vida além da morte física. Jesus, depois de morto, ao terceiro dia ressuscitou e fez diversas aparições aos Seus discípulos, sendo que no monte das ascensão foi visto por mais de quinhentos irmãos. Logo, há vida depois da morte, logo há ressurreição de mortos, logo há eternidade na presença de Deus.

 

"Se Cristo não ressuscitou dos mortos, nós não ressuscitaremos também e seremos os mais miseráveis de todas as criaturas". Mesmo assim, se a ideia dos saduceus fosse verdadeira, nós, os que cremos, seríamos os mais felizes, pois vivemos uma vida de esperança, fazendo sempre o bem e amando o nosso próximo.

 

Nós cremos na vida no além. Não uma vida material, de vícios e paixões, mas uma vida de amor e de crescente amor a Jesus, nosso Deus.

 

Em que é que tu crês? Qual é a tua fé? Aonde chega a tua fé?

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 15 de Abril de 2014

A MINHA CASA SERÁ CHAMADA CASA DE ORAÇÃO

Mateus 21:13                                                  Mateus 21:12-13

 

Este episódio terá tido lugar no dia imediatamente a seguir à entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. "No domingo, Jesus, tendo visto tudo em redor, sendo já tarde, saiu para Betânia com os doze" e, no dia seguinte, depois da maldição da figueira estéril (Marcos 11:11-14), Ele chegou a Jerusalém. Ali, vendo o mercado ilícito que haviam instalado no templo, o Mestre doeu-se em Seu coração e derribou as mesas  e as cadeiras dos cambistas, soltou os pombos das gaiolas e disse aos vendilhões, que estavam a profanar a casa do Senhor: - "a Minha casa será  chamada casa de oração" e não de negócios.

 

Esta é a verdade de Deus. A Sua casa é casa de oração, de louvores, e não casa de compra e venda, seja do que for. Na Casa de Oração só temos que  comemorar a presença de Deus; só devemos partilhar do pão da vida, que é Jesus. O que vai além disto é contra o querer de Deus.

 

Reparemos que a venda de pombos para as ofertas ao Senhor, dos mais pobres, não era proibida, como não era proibida a venda de cordeiros ou novilhos para os sacrifícios. Muito menos era proibido o trabalho dos cambistas, já que no templo só podia entrar a moeda própria para o efeito. O que estava mal era o lugar onde estavam a fazê-lo. Certamente haveria lugares adequados  para isso, sem profanar a "casa de oração do Senhor".

 

Hoje, não é proibido, nem impróprio fazer comemorações, convívios fraternais, nem reuniões especiais com propósitos diferentes da oração, louvor, adoração, etc., mas que não sejam realizados na casa de oração. Consideramos isso uma profanação, como, aliás, Jesus o considerou.

 

"Guarda o teu pé quando entrares  na casa do Senhor e inclina-te mais a ouvir  (a Palavra) do que a oferecer sacrifícios tolos..." (Eclesiastes 5:1).

 

A Casa do Senhor é a casa de oração, adoração e louvor. Não permitamos nunca que ela seja menos do que isso.

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Abril de 2014

BENDITO AQUELE QUE VEM EM NOME DO SENHOR

Mateus 21:4                                                  Mateus 21:1-10

 

Este texto fala-nos da entrada triunfal de Jesus na cidade santa de Jerusalém, deixando-Se aclamar por centenas e centenas de pessoas e aceitando a mensagem que deixavam - "Hosana, hosana, bendito o Filho de David, bendito Aquele que vem em Nome do Senhor!... Hosana nas alturas!... " (Mateus 21:10).

 

Jesus aceitou esta proclamação de que Ele vinha em Nome do Senhor, pois se eles se calassem as próprias pedras clamariam (Lucas 19:40). Porque terá Jesus -  o Santo de Deus,   no Seu nascimento, desconhecido no tempo antes do Seu ministério, pobre, simples, humilde na vida ministerial de mais de três anos - aceite e incentivado esta manifestação de louvor e adoração?

 

É porque o Jesus que entrava em Jerusalém era mesmo o Cristo de Deus, o Salvador do mundo, o que tinha vindo, em Nome do Senhor Deus, buscar e salvar os que se haviam perdido. Ele não podia morrer no anonimato, como qualquer outra pessoa. Ele é o Rei de Israel. Ele é o nosso Profeta, Sacerdote e Rei. Todos deviam saber quem Ele era, não apenas pelas Suas palavras, que eram santas e verdadeiras, mas proclamado pelas multidões, que depois O rejeitaram  sob sua própria responsabilidade. Sabiam que Ele era o Rei, da descendência de David. Sabiam que era o que tinha vindo em Nome do Senhor.

 

Deste texto devemos aprender:

  • Como as profecias se cumprem integralmente. As que respeitam ao passado, como também as que respeitam ao presente e ao futuro, como a segunda vinda, em glória, do nosso Rei e Salvador (Ler Zacarias 9:9; Isaías 53, etc.)
  • Que não podemos confiar nos homens, nem nas suas promessas. Hoje dizem "hosana, bendito o Rei que vem..." e dias depois pedem a Pilatos "crucifica-O... crucifica-O..." (Lucas 23:21)

Confiemos e entreguemos as nossas vidas a Deus, que não muda, que é o mesmo ontem, hoje e eternamente (Hebreus 12:8) e seremos verdadeiramente vencedores.

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 12 de Abril de 2014

ENGANOSO É O CORAÇÃO, MAIS DO QUE TODAS AS COISAS...O SENHOR ESQUADRINHA E PROVA CADA UM

Jeremias 17:9                                              Jeremias 17:5-10

 

O coração do homem era puro e inocente, de tal maneira que estava nu e passeava-se nu pela viração do dia, quando Deus vinha ao jardim (Génesis 1:25; 3:8).

 

O coração do homem tornou-se impuro, mentiroso, ambicioso, ciumento e assassino, quando, enganado pelo diabo, desobedeceu a Deus, comendo do fruto da árvore proibida. A maldade no coração do homem é uma consequência da entrada do pecado nele. "Então, a maldade do homem se multiplicou sobre a terra e pesou-lhe o coração" (Génesis 6:5). Passou a não haver um só justo, nem um sequer... porque todos pecaram e ficaram destituídos da glória de Deus (Romanos 3:10, 22, 23).

 

Disto não há dúvidas. O coração do homem é enganoso, mais pérfido do que todas as coisas e só conhecido na sua totalidade por Deus (Jeremias 17:9). Basta que olhemos ao nosso redor e vejamos as terríveis consequências do pecado - homossexualidade, lesbianismo, infanticídio, aborto, pedofilia, assassínio, roubo, mentira descarada, destruição das famílias, adultério, sexo fora do casamento etc..

 

Como sairemos disto? Com boas obras? Com religiões mais sofisticadas e outras mais aberrantes? Com campanhas de boa vontade e solidariedade, onde os ladrões operam, vestidos com capas de santinhos?

 

Isto não vai lá com "paninhos quentes". Deus não quer melhorar, nem reformar o homem. Ele quer regenerá-lo. Quer fazer dele uma nova criação, com um coração novo. Ele quer lavar o homem com o sangue precioso e santo de Jesus, o Cordeiro de Deus. Ele quer que o homem nasça de novo (João 3:7). E como pode fazer-se isto?

 

Apenas com isto: - reconhecer, confessar, abandonar e arrependimento de todos os seus pecados, confessando-os a Jesus e pedindo-Lhe, pela fé, que lave a sua alma e a branqueie no Seu sangue. Receber Cristo como Salvador e Deus  fará Seus filhos aos que crerem no Seu Nome. (João

1:12).

 

Deus conhece o teu coração. Não permaneças em teus pecados. Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo.

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Abril de 2014

LOUVAI AO SENHOR, PORQUE ELE É BOM,

Salmo 107:1                                                       Salmo 107:1-16

 

Há tantas coisas porque devemos louvar, salmodiar e agradecer ao Senhor, nosso bondoso Deus e Pai. Por norma, aproximamo-nos de Deus para pedir, pedir e tornar a pedir... No entanto, achamos que temos muitos e muitos motivos para O louvar. Basta olhar para o nosso corpo. Olhar, com olhos de ver, para esta preciosidade que Deus fez e que, infelizmente, nós temos vindo a destruir cada dia.

 

O ritmo do nosso coração, fazendo levar o sangue arterial a todas as partes do nosso corpo e trazendo-o de novo para ser purificado nos nossos pulmões e ficar pronto para tornar o levar a todas as células, com oxigénio e alimentar para que vivamos. O nosso sistema nervoso, quem o pode compreender completamente?  Os nossos olhos, ouvidos, cérebro, etc., etc.. Louvemos a Deus porque Ele é bom e nos deu um corpo tão perfeito. Sejamos agradecidos e cantemos o bem que nos tem feito.

 

Louvemos a Deus porque Ele nos protege, pois aos Seus anjos tem dado ordens a nosso respeito para que nos guardem e não tropecemos em pedra alguma. Louvemos a Deus porque nos tem dado forças nas horas de tentação diabólica. Louvemos a Deus pelo pão de cada dia. Ele tem sido fiel e nos alimentará sempre, se Lhe entregarmos as nossas vidas. "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n'Ele e Ele tudo fará" (Salmo 34:5). Louvemos ao Senhor pelo ar que respiramos, pelo verde que nos rodeia, pela luz dos nossos olhos." Louvemos ao Senhor porque Ele é bom e a Sua benignidade dura para sempre".

 

O louvor ao Senhor devia um tema de todas as horas dos filhinhos de Deus.

 

Glorioso Deus, meus olhos deslumbrados

Ao contemplarem Tua criação.

Estrelas mil, marés e trovoadas

O Teu poder é revelado então.

 

Canta minh'alma

Canta ao Salvador,

Quão grande és Tu,

Quão grande és Tu!

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Abril de 2014

SEDE FIRMES, CONSTANTES E ABUNDANTES NA OBRA DO SENHOR

I Coríntios 15:58                                                 I Coríntios 15:54-58

 

Segundo os ensinos da Palavra de Deus, através do Seu servo Paulo, o tempo que nós temos para servir e cumprir o mandato do Senhor, de irmos pregar o Evangelho em todo o mundo, é pouco. Pode parecer-nos muito, olhando do século XXI para o primeiro século, em que viveu Paulo, mas não. A prová-lo é que, depois de dois mil anos de evangelização, ainda há muito povo que não ouviu falar de Jesus. Isto prova que temos feito mal e pouco.

 

Por isso mesmo, ainda hoje somos exortados (a Palavra tem o mesmo valor de então) a trabalhar firmes, sem desfalecer, com constância e abundância na obra do Senhor. Isto deve ser feito porque Ele mandou e nós sabemos que esse trabalho é preciso, e também porque o nosso trabalho não é vão no Senhor. Esse trabalho será reconhecido e recompensado.

 

Esta obra que Deus nos mandou fazer - evangelizar, levar a Boa Nova de salvação ao mundo - até aos confins da terra, é uma obra que não passa, mas permanece para sempre. Todas as obras que os homens têm feito na terra têm desaparecido, ou desaparecerão. Mas o que Deus nos manda fazer permanece para sempre. Os homens ficarão salvos ou perdidos para sempre, mediante o que tiverem feito da Obra salvadora que Jesus consumou. É preciso que todos saibam que "Cristo morreu pelos nossos pecados". Quem aceitar esta verdade será salvo. Quem passar de largo e não crer já está condenado. As obras dos homens desaparecem (Eclesiastes 1:13-15). O que Deus edifica permanece para sempre (Eclesiastes 3:14).

 

Nós, os salvos, estamos empenhados na feitura  de uma obra eterna, que ninguém pode desfazer, porque é de Deus. "As portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mateus 16:18).

 

O Pai do céu está  a trabalhar connosco até agora. O Filho está connosco para sempre nesta obra (Mateus 28:16-20). O Espírito Santo é o nosso mentor, guia e consolador. O que é que vos detém na feitura desta obra tão gratificante?

 

Trabalhemos firmes, constantes, sabendo que o nosso trabalho será reconhecido e recompensado por Deus.

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Abril de 2014

NAQUELE TEMPO ESTÁVEIS SEM CRISTO, SEM ESPERANÇA, SEM DEUS

Efésios 2:12                                             Efésios 2:10-14

 

Naquele tempo em que estávamos sem Cristo, perdidos, mortos em nossos pecados, encontrávamo-nos numa situação miserável, entregues nas mãos  de Satanás e nada podíamos fazer. Os mortos não podem fazer nada.

 

Mas, pelo grande  amor de Deus, fomos justificados por Cristo e adquirimos a Sua vida. Somos novas criaturas, "as coisas velhas já passaram, tudo se fez novo". Já não pertencemos a este mundo de violência, sem rumos e sem esperança. Já não somos gentios na carne, nem incircuncisos, nem estamos mais separados de Cristo, mas estamos n'Ele. Somos daqueles que têm verdadeira esperança.

 

Agora, Cristo, pela fé, é nosso e nós somos pertença Sua. Fomos salvos das trevas para a Sua maravilhosa luz. Luz que resplandece em nós e luz que cumpre os seus propósitos nas nossas vidas - alimenta, dá crescimento e faz frutificar para glória do Seu Nome.

 

Estávamos sem esperança e sem Deus no mundo. Estávamos desgarrados, perdidos e sem paz. Mas, agora, temos a paz que Cristo dá. A paz que não é como a paz dos homens, que vem e vai, mas é uma paz que permanece para sempre e nos torna felizes. Somos de Deus por Cristo e para Cristo.

 

Não tínhamos nada, estávamos mortos. Agora temos tudo, porque Cristo é tudo o que de mais excelente o homem pode ter. 

 

Já tens Jesus no teu coração? Não chega conhecer de Cristo. Não chega ser um seguidor das maravilhosas ideias de Cristo. É preciso aceitá-lO e crer n'Ele de todo o coração, pensamento e alma. É preciso sermos mais d'Ele, de maneira que os homens O vejam nas nossas vidas e glorifiquem a nosso Pai que está nos céus.

 

Ainda estás sem Cristo, sem esperança verdadeira, sem Deus? Este é o dia de O aceitares como teu Único e suficiente Salvador e viveres a vida de salvo e de filhinho de Deus.

publicado por archote às 07:07

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 8 de Abril de 2014

A MINHA PALAVRA É COMO O FOGO E COMO O MARTELO QUE ESMIUÇA A PEDRA

Jeremias 23:29                                                  Hebreus 4:12-13

 

A Palavra do Senhor - a Bíblia - é viva e eficaz, mais penetrante que espada alguma de dois gumes, que penetra até ao mais profundo do nosso ser. É só preciso deixá-la actuar com todo o seu poder gracioso.

 

No dizer do profeta Jeremias, a Palavra é poderosa como o fogo que ninguém pode conter e é persistente e constante como o camartelo que "bate, bate até que fura". Mesmo as pedras mais duras não resistirão à constância e paciência da Palavra de Deus, que, se a deixarmos actuar, sairá vitoriosa.

 

Já Paulo, na sua primeira carta a Timóteo 3:16, diz que "a Palavra (Escritura) divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, redarguir, corrigir e instruir em justiça, para que todo o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda a boa obra".

 

Sendo a Palavra de Deus o que é, e fazendo a obra que faz no coração dos homens, "instruindo-os para toda a boa obra", fazendo-os nova criação em Cristo, nós, os filhos de Deus, devemos pregá-la  por toda a parte; mais do que isso, devemos vivê-la e praticá-la todos os dias.  Desta forma, ela chegará aos corações mais duros e esmiuçá-los-à como o martelo que bate persistentemente sobre a pedra dura.  A Palavra perfurará a incredulidade e abrirá a alma para os ensinos de Deus, para que o homem conheça o Amor e viva  nele e para ele, deixando a vida de pecado.

 

Relembro aquela história de uma página da Bíblia que um ímpio usou para embrulhar sabão. A folha chegou à casa de uma outra família bem pobre, que, desembrulhando o sabão, leu que Deus deu o Seu Filho para morrer na cruz do Calvário, para salvar os homens perdidos (João 3:16). Essa era a paupérrima família "Colgate", que aceitou Cristo como Salvador e que veio a fundar um pequeno negócio de fabrico de sabão e seus derivados. Esta família, tornou-se grande distribuidora da Palavra, pois, principiando a dar 10 % dos seus lucros para a distribuição da Bíblia, terminou dando 90 % para que o Livro Sagrado fosse difundido.

 

Ainda hoje a fundação "Colgate" se entrega a esse glorioso ministério de distribuição da Bíblia, porque um dia alguém, desprezando o tesouro que tinha em mãos, embrulhou um pedaço de sabão na folha de uma Bíblia. 

 

"A Bíblia é a glória imortal da humanidade", é viva, eficaz e eterna, que ninguém pode destruir, pois ela é a Palavra de Deus.

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Abril de 2014

DEIXARÁ O HOMEM SEU PAI E SUA MÃE E SE JUNTARÁ À SUA MULHER E SERÃO OS DOIS UMA SÓ CARNE

Génesis 2:24                                                 Génesis 2:21-15

 

O casamento. A instituição da família, a mais importante das instituições de Deus para bem do homem, aqui na terra. O homem não estaria mais só, mas teria uma companheira na vida, osso do seu osso, carne de sua carne. Não só para sua companhia, mas também para a procriação e desenvolvimento da humanidade.

 

Deus, quando instituiu a família, entre um homem e uma mulher, teve por objectivo que as Suas criaturas não se sentissem sós, e que procriassem em ambiente de amor e respeito mútuo. Companhia, ajuda nas tarefas diárias, força nas horas difíceis, "porque melhor é serem dois do que um... porque se um cair o outro levanta o seu companheiro..." (Eclesiastes 4:9-10).

 

Penso que o casamento (união indissolúvel, até que a morte os separe) também foi instituído como remédio para o pecado. Cada homem deve viver e coabitar com uma só mulher, a sua esposa, e cada mulher com um só homem, o seu marido.

 

O casamento, na Bíblia, a Santa Palavra de Deus, apenas é aprovado entre indivíduos de sexo diferente (homem e mulher). Qualquer outra união é anátema aos olhos do Senhor (Levítico 18:22-24).

 

Unidos até que a morte nos separe. Vivendo, trabalhando, alegrando-nos nos nossos filhos e netos, andando juntos na juventude, na força da maturidade e envelhecendo juntos, com Cristo no coração, é a melhor coisa que Ele nos dá. Nem nos damos conta de que já estamos velhos. Não podemos fazer o que fazíamos, mas fazemos coisas mais pausadas, pacíficas, leves, acompanhando o crescimento e casamento dos nossos filhos e netos.

 

É bom viver uma vida a dois, com Cristo por cabeça.  Ele tira as nossas ansiedades, dores e dá-nos uma grande certeza de continuarmos a viver com Ele lá no céu.

 

Por experiência de mais de 54 anos de casados, podemos dizer : - Graças Te damos, Senhor, pela companheira que me deste para percorrer as sendas da vida.

publicado por archote às 07:07

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 6 de Abril de 2014

CRISTO PADECEU... O JUSTO PELOS INJUSTOS, PARA LEVAR-NOS A DEUS

I Pedro 3:18                                                 I Pedro 3:17-19

 

"Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um de nós se desviava pelo seu próprio caminho, mas o Senhor fez cair sobre Ele a iniquidade de nós todos" (Isaías 53:6). Deus fez cair sobre Jesus, o Seu Filho amado, o peso dos pecados de todos nós. Cristo padeceu uma vez por nós, na cruz. Pagou o preço dos nossos pecados. Ele, que era justo, pagou por nós, injustos, transgressores, para poder levar-nos a Deus.

 

Lavados pelo sangue do Justo, Jesus (o sangue de Jesus Cristo, o Seu Filho, nos purifica dos nossos pecados), podemos agora comparecer perante Deus, justificados e aprovados, para vivermos com Ele.

 

Não é isto uma mensagem reconfortante? Lavados, purificados e justificados dos nossos pecados para estarmos na presença de Deus?

 

Sabeis porque tudo isto é possível?

  • Porque Cristo foi o Cordeiro que Deus deu para ser sacrificado pelos nossos pecados (João1:25)
  • Porque, ao morrer, Cristo abriu o véu que nos separava de Deus
  • Porque, morrendo, não ficou na cruz, nem no túmulo, mas ressuscitou, glorioso, vencendo a morte e seu poder, vencendo pecado e vencendo o diabo
  • Porque Jesus ascendeu ao céu, assentando-se à direita de Deus, de onde há de voltar para julgar os vivos e os mortos
  • Porque o véu que mantinha a humanidade longe de Deus, por causa do pecado, foi removido para sempre, e agora o caminho está aberto para quem quiser andar nele

E é isto, meus amigos. Nisto está a grandeza da Obra, no facto de Ele nos amar primeiro, quando nós O odiávamos. Ele nos amou e enviou Seu Filho para pagar a nossa dívida, para propiciação pelos nossos pecados (I João4:10)

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. DEUS NÃO É DEUS DE MORTOS...

. A MINHA CASA SERÁ CHAMADA...

. BENDITO AQUELE QUE VEM EM...

. ENGANOSO É O CORAÇÃO, MAI...

. LOUVAI AO SENHOR, PORQUE ...

. SEDE FIRMES, CONSTANTES E...

. NAQUELE TEMPO ESTÁVEIS SE...

. A MINHA PALAVRA É COMO O ...

. DEIXARÁ O HOMEM SEU PAI E...

. CRISTO PADECEU... O JUSTO...

.arquivos

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds