Quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

O PECADO IMPERDOÁVEL

Mateus 12:31-32                                       Mateus 12:22-32

 

Segundo os ensinamentos de Jesus em Mateus 12:31-32, a blasfémia contra o Espírito Santo de Deus é o pecado imperdoável, que nunca terá perdão, nem nesta era, nem no futuro.

 

A Bíblia regista três tipos de pecado - o pecado queda, o pecado deliberado e o pecado imperdoável. O pecado queda é aquele que a pessoa comete inadvertidamente, por falta de vigilância, como, por exemplo Pedro, quando negou a Jesus. O pecado deliberado é aquele que a pessoa comete com consciência de que está a fazer mal, como a ultrapassagem voluntária dos mandamentos da Lei de Deus - não O louvar e adorar como Ele é e quer, mentir, matar, adulterar, etc.. Podemos citar o exemplo específico de Balaão, que insistia em profetizar contra o povo de Deus, sabendo que estava a errar. Também Ananias e Safira fizeram o mesmo (Actos 5:1-10).

 

Quanto ao pecado que não tem perdão é o pecado da blasfémia contra o Espírito Santo da permanência em pecado, quando o Espírito convence da urgência de o abandonar, e mantendo a incredulidade, que Deus já mostrou ser necessário abandonar.

 

Todo o pecado tem perdão pela fé no sacrifício vicário de Jesus, que derramou o Seu sangue para lavagem e regeneração  dos que crêem, mas o negar a eficácia do sangue de Cristo, o que Ele é e o que Ele quer fazer em nós, negar a Obra do Espírito Santo, tem efeitos finais de maldição eterna. Foi o que fizeram os fariseus, dizendo que Jesus expulsava demónios pela força de Belzebú (Mateus 12:25-28).  Jesus rebateu e reduziu ao absurdo esta calúnia, avisando que estavam a incorrer em blasfémia contra o Espírito Santo - o pecado que não tem perdão.

 

Estejamos vigilantes, porque "o diabo, nosso adversário, anda ao redor de nós" procurando induzir-nos a entrar nessa de blasfémia contra o Espírito Santo.

 

O que é salvo está guardado pelo Senhor, mas isso não implica que "baixemos a guarda", antes, devemos estar em constante oração e sempre na dependência do Senhor Jesus.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

O SENHOR AGRADA-SE DAQUELES QUE O TEMEM

Salmo 147;:11                                            Salmo 147:8-20

 

O Senhor agrada-Se daqueles que O temem, ajuda-os, sustenta-os, livra-os do mal, porque são Seus, comprados por bom preço (o sangue de Jesus) e esperam nas Suas misericórdias, que nunca acabam e são renovadas cada manhã ( Lamentações de Jeremias 3:21-23).

 

O Senhor agrada-Se, sorri, fica satisfeito, quando os novamente nascidos iluminam o mundo com a Sua luz e o temperam com seu sabor a sal.

 

Temos um tratado com Deus, que devemos cumprir - louvá-lO e servi-lO na pessoa do nosso próximo. Se formos fiéis, Deus é fiel, não pode negar-Se a Si mesmo. Sejamos d'Ele para o Seu serviço, porque Ele se agradará de nós.

 

Estejamos com o Senhor todos os momentos, dias e anos da nossa vida e Ele Se agradará de nós, porque somos muito importantes para Ele.

 

O que é que estamos a fazer para agradar a Deus? Como é que estamos a demonstrar que somos d'Ele? As pessoas vêem essa diferença e falam dela? Há ou não há algo novo em nós, que leve o mundo a pensar que somos diferentes? Lá no livro de Actos dos Apóstolos, os chefes da religião e o povo interrogavam-se como é que os discípulos eram capazes de desenvolver tão grande ministério. A conclusão a que todos chegavam era que, embora fossem homens indoutos e sem letras, ELES TINHAM ESTADO COM JESUS (Actos 4:13).

 

Temos em nós as marcas do Senhor Jesus?  -  Amor, paz, bondade, longanimidade, fé, temperança? Estamos a mostrar o fruto do Espírito Santo nas nossas vidas, temendo, adorando, louvando e proclamando o Senhor Deus do céu?

 

Aleluia porque o podemos fazer!

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

VERDADEIRAMENTE, ESTE HOMEM ERA O FILHO DE DEUS

Marcos 15:39                                                  Marcos 15:21-39

 

As palavras que encimam a nossa meditação de hoje foram ditas por um centurião romano, homem duro, frio e preparado para a execução de penas, como aquela a que Jesus fora submetido. No entanto, o seu coração foi tocado pelo que viu e ouviu durante a crucificação de Cristo.  Era mais que um homem.  Só Deus podia comportar-Se assim, em tais circunstâncias.  Ainda pediu perdão para os Seus inimigos e exactores daquela pena tão injusta.

 

O centurião teria pensado: - não, Ele não era um simples carpinteiro da Galileia, nem um malfeitor e, ainda menos, amotinador das gentes.  Ele era Deus! Ali estavam as pedras fendidas, os sepulcros abertos, o véu do templo rasgado de alto a baixo, o céu negro como breu, embora fossem só três horas da tarde...

 

Não. Este não era um homem qualquer, mas, verdadeiramente, Ele era o Filho de Deus!

 

"Pai, está consumado... " "Pai, nas Tuas mãos entrego o Meu espírito". Que paz, que segurança, que sentimento de vitória! O centurião não pôde deixar de falar "Este era o Filho de Deus".  Se ele não falasse, as pedras teriam falado, ou as estrelas, ou os anjos, porque esta era uma verdade que todo o mundo deveria saber - Jesus, o nazareno, crucificado naquela cruz de maldição e vergonha, era o FILHO DE DEUS!

 

És capaz de crer nesta mensagem que o centurião nos deixou? Se fores, serás salvo. Se não quiseres crer, continuarás em teus pecados, a caminho da perdição eterna.

 

O centurião creu. Milhões têm crido, depois dele. Eu creio. Por favor, abre a porta do teu coração e crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 19 de Outubro de 2014

ACHEI DAVID, VARÃO CONFORME O MEU CORAÇÃO

Actos 13:22                                                 Actos 13:16-23

 

Este maravilhoso sermão de Paulo, pregado em Antioquia da Psídia, aquando da sua primeira viagem missionária, cita I Samuel 13:14. 

 

Paulo, antes de evidenciar a morte e a ressurreição de Cristo, e de O apresentar como o cumpridor da Lei e Salvador do mundo, fez uma referência resumida da história da nação israelita, desde o Egipto até Cristo.

 

Foi nessa apresentação histórica que Paulo apresentou David como o "varão segundo o coração de Deus", para substituir Saul, o primeiro rei de Israel, que se tinha mostrado incompetente.

 

David não era da descendência de Saul, mas Deus o escolheu, como "homem segundo o Seu coração", para reinar em Israel e ficar na árvore genealógica de Jesus.

 

Deus não deu este título de "homem segundo o Seu próprio coração" senão a David. Nem a Abraão, nem a Moisés, nem a Elias, mas só a David. A Abraão chamou de "amigo"; a Paulo, de "apóstolo"; a João, "discípulo amado"; só David foi o "homem segundo o coração de Deus".

 

Porquê? - perguntamos. David foi assim tão bom? Não teve pecados de maior? Teria sido mais santo que Asa, Josias, Elias ou Eliseu?

 

Pelo contrário, David entrou em pecado várias vezes - cobiçou  e adulterou com Bate-Seba; mandou matar Urias, seu servo fiel; foi um mau chefe de família; teve uma vida manchada por guerras sanguinárias; teve oito esposas... Mas, foi chamado o "homem segundo o coração de Deus". Porquê?

 

Desígnios de Deus! Os Meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os Meus caminhos os vossos caminhos (Isaías 55:8-9).

 

Penso que isto aconteceu para que nós vejamos o alcance da graça de Deus. A vida de David, como a vida de tantos de nós, nada teve de "santidade", mas aprouve a Deus olhar e abençoar as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes.

 

Este facto de Deus chamar a David o "homem segundo o Seu coração" permite-nos olhar com esperança e crer na graça de Deus que se estenderá também para nós.  Somos pecadores, mas cremos na maravilhosa graça de Deus.

 

Deus operou em David, em Pedro, em Paulo, também em mim... Ele operará também em ti, se fores capaz de crer, pois tudo é possível ao que crê.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 18 de Outubro de 2014

ÉREIS GENTIOS, LEVADOS AOS ÍDOLOS MUDOS

I Coríntios 12:2                                             I Coríntios 12:1-11

 

Esta meditação está inserida num estudo de Paulo acerca da diversidade de dons espirituais dados por Deus aos que, por Sua graça, foram feitos Seus filhos.

 

Todos temos dons de Deus para desenvolver e, desta maneira, tornarmos mais glorioso o Nome do Senhor Jesus.

 

Antigamente, influenciados pelo enfeitiçamento dos ídolos, íamos após eles, prestavamos-lhes culto, faziamos-lhes ofertas e sacrifícios, mas, agora, libertos desse poder maldito, tudo o que somos, tudo o que podemos e tudo o que sabemos deve ser desenvolvido de forma a tornar conhecido o Nome Salvador do Senhor Jesus. Não mais idolatria, mas Deus em Espírito e verdade.

 

Nascidos de novo, fortalecidos no Espírito Santo, desenvolvamos os nossos dons - profecia, pregação, oração, visitação, aconselhamento, ensino da Palavra, tendo sempre em mente que o maior de todos os dons é o AMOR. Tudo o que o Senhor nos permite que façamos deve ser feito em amor e com amor ao nosso próximo e no espírito de serviço ao nosso Deus.

 

Entre os membros da igreja há todos os dons.  Uma pessoa pode ter mais que um dom, mas não tem todos os dons.  Aquilo que temos deve ser desenvolvido com amor e paixão. Os dons são diversos, mas o Espírito, que os opera em nós, é só um (I Coríntios 12:11)-

 

Todos temos um dom (ou dons) para trabalhar.  Qual é o dom que Deus te deu a ti? Estás a usar convenientemente os teus dons, para crescimento do Reino de Deus?

 

Trabalhávamos para os ídolos. Tínhamos uma fé morta, num deus morto. Agora, fomos vivificados em Cristo para produzirmos, pelos nossos dons, as boas obras para Aquele que nos salvou e chamou da morte para a vida.

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

SENHOR, O POÇO É FUNDO! ONDE TENS A ÁGUA VIVA?

João 4:11                                              João 4:11-15

 

O poço é fundo!... Que grande verdade a mulher samaritana exteriorizou! Quão profundo é o poço em que caímos quando nos deixámos enganar por Satanás e fizemos o que era contrário à vontade de Deus!

 

Pensemos na profundidade e perigosidade dos "poços" que existem dentro desta natureza pecaminosa. Que perturbações? Que pecados? Que dúvidas? Que revoltas contra tudo e contra todos? Que raivas e ódios armazenados dentro do nosso coração? É, de facto, um poço muito fundo.

 

Mas, alegra-te. Jesus, em Seu poder, pode chegar ao fundo do poço, limpá-lo completamente, regenerar e purificar as nascentes, de maneira que  rios de águas vivas possam manar de ti mesmo para bênção deste mundo perdido.

 

Jesus chega lá, regenera (faz novas nascentes) e diz "não se turbe o mais o vosso coração, credes em Deus, crede também em Mim". Eu Sou o que desci do céu  e que lá estou, estabelecendo a ligação entre a morte e a vida, entre a perdição e a salvação.

 

O poço da nossa imperfeição é fundo, mas o nosso Senhor e Salvador é suficiente para chegar lá, remover toda a lama do pecado, regenerar as nascentes de maneira que a nossa mensagem seja de amor e de vida.

 

Jesus, ao contrário do que a samaritana pensava, tem poder para chegar lá ao fundo, ao mais fundo da nossa natureza, e remover o mal, instalando as nascentes de águas vivas, para todos os sedentos.

 

Jesus é maior que o pai Jacob, e maior que Moisés ou Elias e pode fazer o que só Deus pode fazer, porque Ele é Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.

 

 

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

SENHOR, O POÇO É FUNDO... NÃO TENS COMO TIRAR A ÁGUA

João 4:11                                                 João 4:4-12

 

Esta foi uma questão posta pela mulher samaritana a Jesus, quando da Sua passagem por Sicar, cidade de Samaria. Como nós somos pequeninos e supérfluos nas nossas questões para Deus!

 

Que interessava o poço ser fundo? Que importava Jesus não ter balde, nem corda, para tirar a água? Que importância tinha para o Mestre não ter vasilhame para tirar a água? Jesus é Deus Todo Poderoso. Não há impossíveis para Ele. Jesus é a água da vida. Quem d'Ele beber nunca mais terá sede.

 

Sem poço, sem balde, sem corda, Jesus dessedentou quase um milhão de pessoas e centenas de animais durante quarenta anos! Ninguém morreu à sede. Jesus, a Rocha das águas vivas, esteve sempre presente e supriu todas as necessidades daquele povo.

 

Quão mesquinhos nós somos nas nossas questões, dúvidas e problemas! Como entraremos naquela cidade? Pela porta, pois claro. Jesus é a porta e quem entrar por ela salvar-se-á. Com que armas lutaremos contra os "gigantes da nossa guerra" ? Com a Espada do Espírito, que é poderosa para ensinar, corrigir, instruir em justiça, para que ninguém se detenha diante de nós. Pode ser uma fisga, como a de David; pode ser uma queijada de um jumento, como a que Sansão usou;  pode ser um cesto de vimes, como aquele em que Paulo foi descido pelas muralhas de Damasco. Mas sempre seremos vencedores por Aquele que nos ama - JESUS.

 

Confia no Senhor Jesus! Ele não tem balde, nem corda para tirar a água do poço, mas Ele é Deus Omnipotente, tem todo o poder. Nós somos limitados, mas Jesus é infinito no Seu poder e capacidades.

 

Lança sobre Ele as tuas ansiedades! Confia n'Ele e Ele tudo fará! Acaba com as tuas dúvidas, apreensões, problemas e confia na graça e no poder de Jesus.

 

Que nunca venhas a dizer: - "Senhor, duvidei de Ti, do Teu poder, das Tuas capacidades.

 

Senhor, aumenta a minha fé!

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

NUNCA CONSEGUIREMOS ENCONTRAR CULPA ALGUMA EM DANIEL

NUNCA CONSEGUIREMOS ENCONTRAR CULPA ALGUMA EM DANIEL

Daniel 6:4                                             Daniel 6:1-12

Daniel era um fiel servo de Deus. Não dobrava os seus joelhos em adoração a deuses estranhos, de pedra, de ferro, madeira, prata ou ouro. Todos sabiam isso porque o seu testemunho era claro.

Dado que Daniel era fiel a Deus, os seus inimigos ficaram invejosos, cobiçaram a sua posição no reino dos medo/persas. Quando alguém é fiel a Deus, Ele o recompensa. Daniel, pela sua fidelidade e seu testemunho, tinha alcançado uma das mais cobiçadas posições no reino.

O diabo não estava feliz pela fidelidade de Daniel e quis arranjar maneira de acabar com a sua vida  de testemunho. Satanás, através dos sátrapas (olhinhos do rei, velhacos acusadores), bem procurou encontrar uma falha em Daniel. Vendo que isso não era possível, concluíram que só conseguiriam acabar com ele através de uma "tramoia", uma armadilha, que pusesse em oposição as crenças idolátricas do rei da Pérsia com a fidelidade do servo de Deus. "Só encontraremos ocasião de acabarmos com este Daniel se o encontrarmos em flagrante, fazendo o que o rei não quer".

Assim, levaram o rei persa a assinar uma lei diabólica em que seria seria atirado à cova dos leões todo aquele que, por espaço de 30 dias, fizesse um pedido que não ao rei. Este, orgulhoso e empantufado, como todos os reis deste mundo, assinou a lei.

Daniel, nem por isso temeu a morte, antes três vezes ao dia orava ao Senhor, junto das janelas viradas para Jerusalém. Isto valeu-lhe ser lançado na cova dos leões, porque as leis dos medo/persas não se podiam anular. Mas, na cova dos leões, Daniel não foi despedaçado como esperavam os seus inimigos, mas, antes, encontrou conforto e calor na juba dos leões. Deus o guardou das calúnias maldosas dos seus inimigos.

É sempre assim. Deus guarda sempre, com Sua eterna protecção, aqueles que n'Ele confiam e lançam sobre Ele todas as suas ansiedades e problemas.

Não renegues nunca a tua fé em Jesus e Ele te guardará de todo o mal.

 

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|

OS QUE PADECEM SEGUNDO A VONTADE DE DEUS

I Pedro 4:19                                                      I Pedro 4:13-19

 

"Os que padecem segundo a vontade de Deus, entreguem-Lhe as suas almas... fazendo o bem".  Por vezes, Deus, na Sua santíssima e sábia vontade, permite que os que são Seus padeçam sofrimentos, aflições e tribulações. Isso não é por acaso, mas para que "contribua juntamente para bem dos que amam a Deus",  uma vida de sofrimento.

 

Cuidado. Deus não quer que sejamos mártires, nem que optemos por uma vida de sofrimento. Isso é errado. Ele quer que optemos por fazer sempre a Sua vontade, mesmo que isso implique sofrimento. Foi isso que o Senhor Jesus fez no Getsemani - "faça-se a Tua vontade e não a Minha".

 

Lutar e sofrer por amor de Jesus é bom para estruturar a nossa fé e também para ajudar os irmãos mais fracos a tornarem-se amadurecidos, para glória de Deus. Importa obedecer a Deus e se a vontade de Deus for que soframos, então "entreguemos-Lhe as nossas vidas em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus".  A seu tempo Ele nos recompensará, pois o nosso trabalho nunca é vão, quando feito no Senhor e para o Senhor.

 

Deus quer que os Seus servos estejam sempre disponíveis para ocuparem o seu lugar na Sua Obra. Os crentes em Jesus devem ser os homens da "brecha", ainda que, para isso, seja necessário sofrer muito. Seja isso para glória de Deus.

 

Não nos façamos de sofredores. Mas, se for da vontade de Deus que soframos, façamo-lo de boa vontade, servindo ao Senhor e dando sempre testemunho que não há sofrimento, perseguição, etc., que Ele não tivesse experimentado.

 

Pelo caminho que Ele abriu com Sua vida de Salvador, entremos nós ousadamente. fazendo o bem a todos e d'Ele dando testemunho.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 14 de Outubro de 2014

O SENHOR, O ETERNO DEUS, NÃO SE CANSA, NEM SE FATIGA

Isaías 40:28                                            Isaías 40:28-31

 

O nosso Deus é o Criador e Sustentador dos universos. Está totalmente envolvido  com todas as coisas, mas não Se cansa, nem Se fatiga. Não há esquadrinhação do Seu pensamento. Ele é Omnipotente, tem todo o poder. Ele é Omnisciente, sabe tudo, pois, para Ele, não há passado, nem futuro. Ele é o Deus sempre presente.

 

Deus envolveu-Se na criação dos céus, da terra, dos mares e de tudo o que neles há. Não há como fugir da Sua presença, nem da influência do Seu poder. Ele mandou o dilúvio para castigar um povo corrompido, salvando apenas uma família - a de Noé. Ele chamou um homem dos confins da terra para, através dele, dar origem a um povo especial. Destruiu cidades corruptas, como Sodoma e Gomorra. Levou setenta e duas pessoas para o Egipto e fez crescer uma grande nação. Mandou pragas sobre um país poderoso - o Egipto - e libertou o Seu povo. Abriu o Mar Vermelho para que esse povo passasse e matou, no mesmo mar, os seus perseguidores. Preparou uma  terra para o Seu povo habitar, depois de o ter sustentado por quarenta anos no deserto. Usou uma funda de pastor para deitar abaixo a força de um gigante. Mandou um grande peixe para fazer com que Jonas cumprisse a Sua vontade. Dominou o poder da fornalha ardente, fechou a boca dos leões. Pôs no coração do rei Ciro o desejo de libertar o Seu povo. Ele... Ele.. Ele...

 

Ele mandou o Seu Filho para morrer pelos nossos pecados. Organizou uma pequena Igreja com homens simples, pobres e desprezados e fez com que a Sua mensagem chegasse a todo o mundo, transcorrendo os séculos e os milénios para que chegasse  aos nossos dias, poderosa e eficiente para salvar os homens perdidos e mortos em seus pecados.

 

O nosso Deus não Se cansa, nem Se fatiga e está sempre presente para ajudar e guiar aqueles que n'Ele confiam.

 

Não temas. Eu estou aqui, pronto para suprir todas as tuas necessidades e acabar com os teus temores. O Meu poder nunca acaba e a Minha presença é real, onde o Meu Nome for invocado em Espírito e Verdade.

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O PECADO IMPERDOÁVEL

. O SENHOR AGRADA-SE DAQUEL...

. VERDADEIRAMENTE, ESTE HOM...

. ACHEI DAVID, VARÃO CONFOR...

. ÉREIS GENTIOS, LEVADOS AO...

. SENHOR, O POÇO É FUNDO! O...

. SENHOR, O POÇO É FUNDO......

. NUNCA CONSEGUIREMOS ENCON...

. OS QUE PADECEM SEGUNDO A ...

. O SENHOR, O ETERNO DEUS, ...

.arquivos

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds