Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

TENHO-VOS CHAMADO AMIGOS

João 15:15                                                     João 15:7-16

 

Ser amigo de Jesus é uma coisa maravilhosa. Ele, na pessoa dos Seus discípulos, chamou-nos de amigos, porque nos tem feito conhecer toda a Palavra do Pai.

 

Essa Palavra ensina, corrige, dirige, disciplina, conforta. É uma palavra maravilhosa que todos os filhos de Deus devem amar, estudar e meditar.

 

Entrega a tua vida a Jesus e logo o Espírito Santo operará em ti, transformando-te de dentro para fora, regenerando-te e dando-te a alegria de seres um filho de Deus. Criar-se-á, então, uma amizade, melhor, um amor de Pai para filho e de filho para Pai, que jamais acabará. Conhecemos a Deus por Jesus, e que coisa mais magnífica e maravilhosa pode haver?

 

És amigo e discípulo de Jesus ou mero seguidor, que, como alguns,  diante das verdades mais profundas O deixaram, dizendo: - "duro é este discurso, quem o pode ouvir?" Serás seguidor como Judas, apenas por interesses materiais?

 

Se és amigo de verdade, de alma e coração, então cumpre os Seus mandamentos, que não são difíceis de cumprir. Quando isso acontece, ficamos com uma grande satisfação na alma, por cumprirmos o nosso dever.

 

Por vezes, Satanás procura meter, no meio do nosso amor por Jesus, algumas desconfianças, dúvidas, desânimos. Tem cuidado. Não te iludas. Satanás é o pai da mentira e só faz aquilo que lhe é próprio, Resiste-lhe firme. Usa toda a armadura de Deus, especialmente a espada do Espírito, e tu vencerás.

 

Intermediários entre nós e Jesus são indesejáveis e prejudiciais. Guerreia-os, vence-os e fica bem longe deles, pois, com Jesus, serás vencedor.

 

Ele estará sempre contigo, para te alentar, para te tirar todos os medos, para te ensinar o caminho, para tirar os escolhos e pedras pesadas e ainda para ser o teu confidente a todo o instante.

 

Por favor, preserva esta amizade com Jesus, porque vale a pena. Jesus é fiel, nunca falha para connosco.

publicado por archote às 07:00

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 27 de Julho de 2014

SOU DEVEDOR TANTO A GREGOS COMO A BÁRBAROS

Romanos 1:14                                          Romanos 1:13-17

 

"Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para Apóstolo e separado para o Evangelho de Cristo" sentia-se devedor no anúncio do Evangelho aos judeus, bárbaros e gentios, porque todos deveriam ter conhecimento das Boas Novas, e ele, embora "se gastasse e deixasse gastar a favor das almas perdidas", não chegava para todos.

 

Paulo estava pronto a anunciar a mensagem de salvação na Roma dos Césares, como já o tinha feito em Jerusalém, Antioquia, Atenas, Corinto e tantas outras cidades. Sentia-se devedor a todos, porque a Boa Nova do Evangelho é para todos. Mesmo que muitos a rejeitem, têm direito de a ouvir.

 

Paulo sentia que tinha uma dívida para com o  mundo inteiro. "O mundo era o seu campo", embora não pudesse chegar a todos. Como precisamos, hoje, de uns quantos "Paulos" em cada Continente!

 

Não serás tu um desses "chamados", mas que estás a dizer "não" a Deus? Temos deveres para com cada alma não salva. Estamos em débito. Entreguemo-nos nas mãos do Senhor para que Ele nos use para Sua glória.

 

Nós não somos de nós mesmos. Somos escravos de Cristo. Somos salvos para servir. Ele nos comprou por bom preço - o Seu precioso sangue, a Sua vida - por isso, somos devedores ao  mundo inteiro.

 

Deixa-te gastar pelas almas perdidas. Fala a tempo e fora de tempo, porque Deus ainda tem muito povo no  mundo para salvar. Deixa de te consumir por ti mesmo e gasta-te como uma vela que morre para iluminar os outros.

publicado por archote às 07:07

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 26 de Julho de 2014

ESTIMULEMO-NOS AO AMOR E ÀS BOAS OBRAS

Hebreus 10:24                                        Hebreus 10:23-25

 

O comodismo espiritual a que muitos crentes se entregam é um dos grande males que ainda conservamos nas nossas comunidades. Nunca deveríamos parar, quer pela palavra, quer pela prática, de nos estimularmos ao amor a Deus e ao amor fraternal, bem como à prática das boas obras.  As boas obras não salvam ninguém, mas são o sinal, a marca distintiva dos verdadeiros cristãos.

 

Infelizmente, todos nós somos potencialmente comodistas espirituais.  Não temos tempo para nos envolvermos nas actividades da Igreja, reclamamos que mais que uma ou duas reuniões por semana é demais, que os ensaios são uma seca, que a evangelização pessoal não é precisa porque Deus acaba por salvar todos os Seus, etc., etc.. Queremos tempo para nós, mas não estamos disponíveis para Deus, logo a Ele que é o "dono" do tempo e que pode acabar com o "nosso tempo" de um momento para o outro. Sejamos coerentes, demos tempo a Deus e Deus nos dará tempo a nós.

 

Entretanto, segundo o nosso texto, devemos estimular-nos uns aos outros e mantermo-nos unidos na prática do amor e das boas obras, porque isto é agradável ao nosso Pai do céu.

 

O verdadeiro teste à nossa espiritualidade e à nossa comunhão com Deus mostra-se quando num mundo mau, ingrato, comodista, tumultuoso, somos capazes de amar com amor não fingido, sofredor, benigno, que não busca os seus interesses, que não folga com a injustiça (ler I Coríntios 13) e que está sempre pronto a perdoar e a não ficar com ressentimentos.

 

Estimulemo-nos à prática do amor que nos leve à prática das boas obras - ajudar os órfãos, as viúvas,  cuidar dos doentes, visitar os presos, praticar toas as obras de misericórdia, como perdoar a quem nos tenha ofendido.

 

Não sejamos comodistas espirituais, pois o grande perigo de o sermos está em não querermos ser despertados para a prática do amor, do trabalho espiritual que é preciso fazer.

 

Jesus causticou este comodismo quando ordenou "ide avisar os Meus irmãos" (Mateus 28:10).

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

PARA ALCANÇAR AQUILO PARA QUE FUI ALCANÇADO

Filipenses 3:12                                                    Filipenses 3:7-12

 

Não chega alguém preparar-se para o ministério, mesmo alcançando as mais altas classificações académicas e os melhores títulos honoríficos. Tudo isso é nada se não houver uma chamada divina e uma profunda convicção dessa chamada.

 

Pode mostrar "excelentes" resultados, nos quais se reveja orgulhosamente e ouça os maiores  encómios vindos do exterior, se não for um chamado de Deus, tudo isso é palha para queimar no fogo.

 

Por outro lado, se Deus o chamou para ser obreiro da seara, se alguma vez sentiu o "ai de mim se não anunciar o Evangelho", também lhe digo que não se pode desviar para a direita ou para a esquerda, não pode fazer outra coisa, pois a sua consciência não o deixará em paz.

 

Os chamados não trabalham no ministério por decisão sua, mas porque Deus os conquistou. Estão-se gastando, prosseguindo para o alvo para que foram presos por Cristo.

 

O pastor não tem que pregar ou ensinar a sua palavra, nem demonstrar as suas próprias  inclinações naturais, mas tem que pregar a Palavra de Deus, pois é através dela que Deus desperta a fé nos ouvintes, para que o Espírito Santo os convença do pecado, da justiça e do juízo e, pela regeneração (fé e arrependimento) eles sejam feitos filhos de Deus, por crerem no Seu Nome. O pastor deve  manter-se  em plena e constante relação e comunhão com Deus, para que Ele o leve  a conquistar aquilo para que também foi conquistado.

 

É bom servir o Senhor no Santo Ministério. "Esta é uma palavra fiel e digna de toda a aceitação, que aquele que deseja o episcopado excelente obra deseja" (I Timóteo 3:1). Não há obra mais desgastante, difícil e trabalhosa, mas também não há obra mais gloriosa, pois "aquele que ganha almas sábio é, e uma só alma vale mais que o mundo inteiro".

 

Nunca dilua a Palavra de Deus. Pregue-a na sua integridade, sem omissões, nem acrescentos, e Deus fará, pela sua obra, a obra para que foi enviado.

 

Trabalhemos mais e mais para conquistar aquilo para que fomos conquistados e, no fim da carreira, Deus nos dará a recompensa.

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Julho de 2014

VÓS ME DEIXAREIS SÓ... MAS O PAI ESTÁ COMIGO

João 16:32                                                    Lucas 22:39-46

 

Jesus estava como o pardal solitário no telhado - só, abandonado por todos os Seus. Os Seus amigos  estavam dispersos, os Seus discípulos em fuga, os que tinha curado e ajudado já não se lembravam d'Ele.

 

Jesus ia enfrentar a cruz sozinho. O próprio Pai viraria d'Ele o Seu rosto, porque Ele carregava os imundos pecados da humanidade. Contudo, não desanimou. Foi blasfemado e cuspido. Foi esbofeteado e agredido com espinhos. Sofreu os "ditoches" de todos - dos grandes da religião, dos soldados romanos, da ralé mais baixa de Jerusalém - que viam naquela crucificação motivos para um gozo tolo, estupidificante mesmo.

 

Como o pardal solitário no telhado, pois os que tanto amava O desprezaram, negaram e fugiram.

 

Sozinho, mas não vacilou. "Faça-se em Mim conforme a Tua vontade". Só a vontade do Pai é importante, pois ela tem em conta a salvação dos homens perdidos.

 

Assim, só, Ele foi até à cruz, onde morreu pelos nossos pecados! Aleluia!

 

Mas, o Pai está sempre Comigo! Desviará o Seu rosto, mas não Me abandonará. É assim. O Pai nunca nos abandona e isto é um grande conforto para nós, porque, no final das nossas lutas e tormentos, Ele nos dirá: "Bem está, servo bom e fiel, sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei. Entra no gozo do teu Senhor" e ostenta para sempre a coroa da vida.

 

Certamente teremos de atravessar o vale da dor, da solidão, do abandono e do sofrimento. Assumamos que o Senhor sempre está connosco. Ele já passou por lá, sabe bem o caminho para nos ajudar e confortar.

 

Paulo escreveu certa vez: - Estive sozinho na minha defesa. Ninguém me assistiu, antes, todos me abandonaram. Mas o Senhor me assistiu e me fortaleceu (II Timóteo 4:16-17).

 

Confiemos na promessa. Nunca estamos sós. Ele é o Deus Omnipotente e Omnipresente, sempre pronto a ajudar.

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Julho de 2014

NENHUM SERVO PODE SERVIR A DOIS SENHORES

Lucas 16:13                                            Lucas 16:9-13

 

Cada um pode aceitar o que quiser --  servir a dois senhores, traindo um a favor do outro, ou traindo ambos a seu próprio favor. Eu fico-me pela verdade escriturística que Cristo nos deixou: -"Nenhum servo pode servir a dois senhores; porque ou há de  aborrecer um e amar o outro, ou há de chegar-se a um  e desprezar o outro. Não se pode servir a Deus e às riquezas".

 

No caso presente só se põe uma posição - amamos ou não amamos a Deus. Há um só Deus digno de adoração e louvor e é essa a nossa obrigação - amá-lO de todo o nosso coração, de toda a nossa alma  e de todas as nossas forças (Marcos 12:33).

 

Tudo o que for amar menos a Deus do que isto é trairmos o nosso compromisso para com Ele. É mentirmos a Ele e a nós.

 

Isto não é compromisso fácil, mas com Jesus e por Jesus seremos mais que vencedores. Não tenhamos orgulho, nem nos julguemos melhores do que os outros, mas agradeçamos a Jesus que nos fez filhos de Deus, vocacionados para o amor, porque DEUS É AMOR.

 

Este amor a Deus não pode ser um amor fingido ou hipócrita, nem mesmo invisível. O amor que temos para com Deus deve ser visto na pessoa do nosso próximo, servindo-o e amando-o como se fossemos nós mesmos - "amarás o teu próximo como a ti mesmo".

 

Temos um bom exemplo, na prática deste amor, na parábola do bom samaritano, quando  deixou todos os seus interesses para se preocupar com alguém que nem sequer era da sua etnia. Ele desceu da sua cavalgadura, limpou-lhe e cuidou das suas feridas (gastando do seu vinho e do seu azeite), tendo-o levado para a estalagem, pagando as despesas e prometendo voltar para ajustar contas.

 

Isto é amor a Deus, demonstrado na pessoa do próximo. Amor sincero e desinteressado ao contrário do que demonstraram os dois religiosos passantes, que se afastaram do ferido, talvez por ele ser judeu ou talvez porque já tinham cumprido a demonstração do seu "amor" ao serviço da religião.

 

Amemos de coração inteiro.

 

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Julho de 2014

NÃO ESTEJAIS INQUIETOS POR COISA ALGUMA

Filipenses 4:5                                                    Filipenses 4:1-9

 

Este é um texto maravilhoso para os nossos corações. Que pedidos tão significativos e ricos de significado!

  • Rogo a Evódia e a Síntique que tenham o mesmo sentimento, o mesmo alvo (servir), o mesmo amor
  • Peço-te a ti, meu companheiro, que ajudes essas mulheres, e a todos que estão empenhados no trabalho do Evangelho, para que não se prendam com coisas fúteis
  • Que todos os que estão inscritos no LIVRO DA VIDA sejam cooperadores nesta Obra
  • Regozijai-vos sempre (todos) no Senhor. Auferi o gozo de servir segundo o mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus
  • Seja a vossa justiça notória a todos os homens, para que vejam as vossas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus. Lembrai-vos que o Senhor está sempre perto
  • Não estejais inquietos por coisa alguma. O Senhor não vos deixará tentar acima do que podeis suportar. Ele está perto e Seus olhos estão atentos sobre os Seus filhos
  • Que as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus e Ele proverá  as vossas necessidades. Ele é Senhor Todo Poderoso
  • Orai com súplicas, deprecações, petições e acções de graças, limpando os vossos corações do pecado e Deus responderá com grande derrame de bênçãos

Então, depois de tudo isto, ficai certos que a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.

 

Podeis não mais estar inquietos, porque o Deus de Paz guardará as vossas vidas.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Julho de 2014

SIM, SENHOR, TU ÉS O CRISTO, AQUELE QUE HAVIA DE VIR AO MUNDO

João 11:27                                                      João 11:23-28

 

Marta disse "sim a Jesus. Não o disse de ânimo leve, como tantas vezes se faz, mas disse-o de coração. "Sim, Senhor, eu creio. Creio que Tu és o Filho de Deus". Creio que Tu és o Messias prometido para vir ao mundo preparar para Si um povo especial. "Senhor Jesus, eu creio em Ti"!

 

E tu, que me lês, podes dizer o mesmo que Marta? És tu um verdadeiro filho de Deus, por creres em Jesus ou és um daqueles que dizem que crêem com a boca, mas cujo coração está longe de Jesus? Crês em Jesus como Senhor e Salvador ou apenas crês nos bens materiais, nas vestes faustosas, na glória deste mundo, na ilusão do hoje que não deixa nada para o futuro? Eu creio em Jesus e isso dá-me tanto gozo, felicidade, certeza de vida, que não poderia viver sem esta fé n'Ele.

 

Também sei, e tenho consciência disso, que sou um pecador, que muitas vezes ofendo a meu Senhor. Faço o que não Lhe agrada. Mas cedo tomo conhecimento do meu pecado, confesso-Lho e logo sinto o Seu perdão, pois Jesus é Deus amoroso e misericordioso para com todos aqueles que O amam e d'Ele se aproximam, arrependidos e contritos. Nunca durmas sobre os teus pecados. Confessa-os, arrepende-te e fica perto d'Ele, como Salvador único, como amigo sem igual.

 

É tão bom servir ao Senhor Jesus e gastarmo-nos na Sua Obra. Lembremo-nos que Ele é recompensador (I Coríntios 15:58). Seguir ao Senhor Jesus é um acto de fé, um caminho de liberdade. É ter uma vida com rumo e direcção certos.

 

Obedecer-Lhe, servi-lO e trabalhar para Ele é uma honra e deve ser também um compromisso, assumido com responsabilidade, até que Deus nos chame à Sua glória.

 

Diz "Sim" a Jesus. Compromete-te com Ele e das Suas mãos receberás a coroa da vida.

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 20 de Julho de 2014

VOSSOS PAIS COMERAM O MANÁ NO DESERTO

João  6:31                                       João 6:31-35           

 

O maná foi um milagre de Deus para sustentar o Seu povo, peregrino durante cerca de quarenta anos. Nunca falhou, nunca se deteriorou, senão aos sábados, quando os egoístas e gananciosos colhiam mais do que podiam consumir. "Tinham mais olhos que barriga".  Ertam egoístas. Queriam tudo só para si. Deus  pune o egoísmo e a ganância.

 

O maná era uma semente esbranquiçads, miúda e semelhante às sementes de coentros, que todas as manhãs Deus fazia   descer sobre a terra. Ao sábado não havia maná na terra.  Era o dia do Senhor, o dia de descanso, por isso, o povo devia colher na sexta feira uma porção dobrada, para também ter no dia de sábado. De semana, quem, na sua ganância, colhesse demais, ,o mesmo estragava-se e ficava cheio de bichos, mas a porção do sábado era preservada por Deus. Nós temos um Deus que pensa e que faz. Não é como os ídolos de madeira, prata ou ouro.

 

Este foi o pão que Deus mandou do céu para sustentar o Seu povo. Mas, no tempo determinado, quando entraram na "terra da promessa", acabou para todos. Ali, era preciso trabalhar para comer. Deus não ajuda preguiçosos .

 

O maná que caía do céu, durante quase quatro décadas,  era um protótipo do verdadeiro pão do céu que veio poara saciar a fome de todas as nações, em todos os tempos - JESUS. Ele disse: - "Eu Sou o pão da vbida. Aquele que vem a Mim nunca mais terá fome e aquele que crê em Mim nunca mais terá sede" (João 5:35).

 

Infelizmente, como os israelitas que então enfastiaram o maná e o desprezaram, também hoje o mundo prefere as viandas venenosas  do mundo ao pão vivo que Deus mandou do céu - o Senhor Jesus.

 

A Palavra feita carne (Jesus) é proveitosa para ensinar, corrigir e instruir o homem nos caminhos da verdade e da justiça.

 

O mundo está com  fome. O que lhe estamos a dar? Novas filosofias, novas religiões, novos deuses - como a fama, o dinheiro, os divertimentos, o sexo? Isso é "acrescentar a fome à vontade de comer".

 

Só Jesus é o  pão que satisfaz. Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo.                           

publicado por archote às 07:07

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 19 de Julho de 2014

SENHOR... OUVI A TUA VOZ NO JARDIM E TEMI

Génesis 3:10                                            Génesis 3:8-10

 

Ouvir a voz de Deus é a coisa mais doce que existe. Foi assim com Abraão (Génesis 12:1-3), com Moisés (Êxodo 3:4; 20:1-12), com Samuel (I Samuel 3:4, 8, 10), com Saulo de Tarso (Actos 9:4-5). Quantas mensagens, quantos desafios, quanta orientação, quanto conforto e quanto amor demonstrados.

 

É bom estarmos alerta para ouvirmos a voz de Deus, que pode vir a nós de várias maneiras. Particularmente, lendo e meditando a Palavra. Deus tem projectos para nós. É preciso estarmos atentos.

 

Adão ouviu a voz de Deus porque a sua consciência já não estava em paz com Deus. Adão tinha pecado. No seu íntimo, ele já não tinha  paz com Deus. Foi aí que o Senhor veio ao seu encontro. "Adão, Adão, onde estás?" Deus bem sabia onde ele estava.  Sabia que ele estava tolhido pelo pecado. Tinha-se escondido no arvoredo, como se isso o pudesse esconder de Deus.

 

Deus sabe sempre onde estamos. Na verdade, só há dois lugares onde podemos estar - escondidos no folhelho do pecado (nas árvores que ainda mostram mais a nossa nudez, o nosso estado de miséria) ou, então, estamos libertos, salvos, livres em Cristo, o Salvador.

 

Tu, onde estás? Na lama do pecado ou na liberdade que Cristo dá? Onde estás? Morto no pecado (Romanos 3:23; 6:23) ou salvo em Cristo e por Cristo Jesus, o Salvador? (Tito 2:4-5)

 

Adão estava em pecado (no pecado) e, por isso, quando ouviu a voz de Deus, pela viração da tarde, fugiu e escondeu-se. Teve medo de Deus. Tomou a pior opção. Aquela que, infelizmente, ao longo dos tempos, milhões e milhões têm tomado. Deus é um Pai misericordioso, pronto a perdoar e a abraçar-nos de novo.  Não precisamos de ter medo. Temos que nos chegar a Ele, confessar-Lhe os nossos pecados, arrependidos e contritos, e crer no seu amor. Ele nos vestirá. Não com vestes de  peles de animais do campo, mas com vestes de glória, para podermos viver na Sua presença.

 

Não temas pelo pecado que te atormenta. Vai ao Pai pelo único Mediador entre Deus e os homens.  Confessa-te, arrepende-te, crê na graça de Cristo e nunca mais haverá medo do pecado, pois Cristo já venceu o pecado e a morte na Sua cruz de redenção.

 

Onde estás? Em Cristo, salvo e protegido, ou sem Cristo, perdido e condenado à morte eterna?

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
29
30
31

.posts recentes

. TENHO-VOS CHAMADO AMIGOS

. SOU DEVEDOR TANTO A GREGO...

. ESTIMULEMO-NOS AO AMOR E ...

. PARA ALCANÇAR AQUILO PARA...

. VÓS ME DEIXAREIS SÓ... MA...

. NENHUM SERVO PODE SERVIR ...

. NÃO ESTEJAIS INQUIETOS PO...

. SIM, SENHOR, TU ÉS O CRIS...

. VOSSOS PAIS COMERAM O MAN...

. SENHOR... OUVI A TUA VOZ ...

.arquivos

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds