Segunda-feira, 31 de Agosto de 2009

OS MEUS DIAS SÃO MAIS VELOZES QUE A LANÇADEIRA DO TECELÃO

Job 7:1-10                                                                  Job 7:6

 

                    Já paraste para pensar como a tua vida passa rapidamente, como é frágil e curta? "A duração da vida são setenta anos e se alguns, pela sua robustez, chegam aos oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado,  pois passa  rapidamente e nós voamos" (Salmo 90:10).

 

                     Somos pó, porque do pó fomos tirados, ao pó voltaremos, mas o espírito volta a Deus, que o deu (Eclesiastes 12:7). Neste mundo, a vida passa veloz como a lançadeira do tecelão (Job 7:6); somos como a flor da erva, que cedo se seca e cai (Job 14:1-2; I Pedro 1:23-25); é rápida como uma peregrinação (Genesis 47:9); curta como uma sonho que se esvai (Salmo 79:20); como um conto ligeiro, que se conta a uma criança (Salmo 90:9); passageira como um  nevoeiro que aparece e logo desaparece (Tiago 4:14).

 

                      Diante da realidade da fragilidade e rapidez da vida física, que espécie de pessoas nos convém ser e que atitudes devemos tomar para vivermos na esperança da vida eterna? O apóstolo João responde -- convem-nos crer no Senhor Jesus Cristo, pois quem crê n'Ele tem a vida eterna, não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida (João 5:24). Quem crer n'Ele ainda que esteja morto viverá (João 11:25).

 

                       A vida é fragil e passageira; a morte é certa, pois "aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo". Por isso, preparai-vos para vos encontrardes com Deus, mediante a confissão, o arrependimento e o abandono do pecado e a fé no todo suficiente sacrifício de Cristo na cruz do Calvário. Então, não sereis mais como os que não têm esperança, mas sereis dos eleitos, bem-aventurados, de Deus.

 

publicado por archote às 07:39

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 30 de Agosto de 2009

ASSIM, HÁ ESPERANÇA PARA O POBRE

Job 5:12-18                                                          Job 5:16

 

                   Em Deus, o Deus da Providência, há esperança para o pobre, pão para o faminto, água fresca para o sedento, paz para o atribulado de coração (Mateus 11:28-30).

 

                   Sim, em todas as circunstâncias da vida dos Seus filhos, "Deus proverá" (Genesis 22:8) o que for necessário, por isso, o salmista dizia: - "Fui moço e agora sou velho, nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão" (Salmo 37:25).

 

                 Possivelmente, alguns, dos que estão a ler esta pequena nota, estarão passando por problemas de vária ordem.  É natural. Esta vida terrena é um verdadeiro vale de lágrimas, mas o Senhor está atento às necessidades dos Seus filhos! Confia no Senhor e faz o bem; não te amargures por aqueles que tudo têm, mas entrega o teu caminho nas mãos do Senhor, confia n'Ele e Ele cuidará de ti em cada dia. Tão somente, confia no Senhor e "abre bem a tua boca e Eu ta encherei" daquilo que precisas (Salmo 81:10).

 

                   O nosso Deus é o Deus da esperança. Não há ninguém que vá a Ele com  fé (ainda que a mesma seja só do tamanho de um grão de mostarda) que não seja maravilhosamente abençoada e recompensado.

 

                    Experimenta exercitar a tua fé e vai a Jesus! Verás, por ti mesmo, que os resultados são compensadores.

 

                     Tu podes falhar, mas Deus nunca falha. Vai até aos Seus pés e põe-O à prova!...

 

publicado por archote às 07:44

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 29 de Agosto de 2009

TOCA-LHE NA CARNE E VERÁS SE NÃO BLASFEMA DE TI

Job 2:1-6                                                           Job 2:4-5

 

                   "Pele por pele e tudo quanto o homem tem dará pela sua vida.  Estende a tua mão sobre os ossos e sobre a carne de Job e verás se não blasfema de ti na tua face!"

                   

                    Esta  era a nefanda e execrável proposta da Satanás, apresentada a Deus sobre a fidelidade de Job. Satanás sabia como Job era fiel ao seu Deus, porém não desistia dos seus intentos perversores.

 

                    Enganou-se Satanás (ele não sabe tudo; sabe muito apenas por ser velho) àcerca de Job, que foi fiel no muito e fiel no pouco; fiel na abundância e na fome; fiel quando tinha bons amigos e quando estes se voltaram contra ele; fiel nas piores circunstâncias da vida, quando, contra tudo e contra todos, disse: - "Eu sei que o meu Redentor vive e que, por fim, se levantará sobre a terra, e eu, depois de consumida a minha pele, ainda em minha carne verei a Deus" (Job 19:25-26).

 

                    Em toda esta guerra de Satanás com Job (Job 1:11; 2:4-5), Job não pecou com os seus lábios, nem com sua vida, contra o Senhor Deus, pelo que aprouve ao Senhor recompensá-lo, virando o seu cativeiro, enquanto orava, e dando-lhe o dobro de tudo quanto antes possuía (Job 42:10-12) e abençoando o seu último estado mais que o primeiro.

 

                   Deus nunca falha, pois "não pode negar-Se a Si mesmo; passarão os céus e a terra, mas a Minha Palavra (com as Minhas promessas) não passará" (Mateus 24:35).

 

                    "Ao que guardar as Minhas palavras, Eu guardarei na hora da tentação, que há de vir  sobre todo o mundo e o farei coluna no templo de Deus, e escreverei sobre ele o nome de Deus... e lhe darei um novo nome" (Apocalipse 3:10-12).

 

                    "Sê fiel até à morte e dar-te-ei a coroa da vida" (Apocalipse 2:10)

 

publicado por archote às 07:14

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Agosto de 2009

NU SAÍ DO VENTRE DA MINHA MÃE, NU TORNAREI PARA LÁ...

Job 1:14-21                                                                    Job 1:20

 

                    Esta é uma das frases mais emblemáticas do livro de Job -- "Nu saí do ventre da minha mãe e nu tornarei para lá; o Senhor o deu, o Senhor o tomou, bendito seja o Seu Santo Nome".

 

                     Nós nada temos. Tudo quanto julgamos ter veio de Deus e, um dia, ao partirmos para a eternidade, tudo deixaremos cá. Nada poderemos levar connosco.

 

                     Não confieis nas riquezas, porque elas são deste mundo e cá ficarão. Nós, ou ajuntamos tesouros no céu, onde nem a traça, ferrugem ou ladrões destroem, ou ficaremos paupérrimos no sofrimento eterno.

 

                     Job entendeu isto mesmo e, depois de ter perdido todos os seus bens, não estava amargurado, antes, louvava a Deus dizendo "o Senhor o deu, o Senhor o tomou".

 

                      Estou a lembrar-me de um homem rico, que comia e bebia regaladamente, vertia-se de púrpura e linho finíssimo, mas acordou no inferno, miserável, cego e nu, que nem uma gota de água tinha para lhe refrescar a língua. Outro, porém, que, nesta terra, nada teve e que sempre viveu nas maiores necessidades, foi levado para o céu pelos anjos, onde, feliz, se alegrava no seio de Abraão (Leia-se Lucas 16:19-31).

 

                      Que grande visão a de Job! Qual é o teu pensamento àcerca das riquezas? O que é que significam para ti? Tens posto nelas a tua confiança? Ou são elas apenas meios para atingires os fins de glorificação do Criador?

 

                       Job tinha uma concepção muito concreta dos bens deste mundo. Usá-los da forma mais digna, e já chega.

 

publicado por archote às 07:23

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009

SE DE TODO TE CALARES, SOCORRO E LIVRAMENTO DE OUTRA PARTE VIRÁ

Ester 4:13-17                                                                     Ester 4:14a

 

                   Neste contexto, os judeus estavam em grande aflição por causa do ódio de Haman, o agagita, conselheiro do rei Assuero. Ele planeava matar todos os judeus.

 

                    Ester, judia casada com o rei Assuero, estava numa situação privilegiada para escapar à maldade de Haman, porém ela tinha responsabilidades para com o seu povo e Mardoqueu, seu tio, lhas fez lembrar -- "... não imagines em teu ânimo que escaparás em casa do rei, mais do que todos os outros judeus, porque, se de todo te calares, neste tempo, socorro e livramento (Deus) se enviará para livrar os judeus, mas tu e a casa de teu pai perecerão! E, quem sabe se para este tempo, e para um evento como este, chegaste a este reino..." (Ester 4:13-14).

 

                     Os salvos, filhos de Deus,  nunca podem alijar as suas responsabilidades. Têm que assumi-las e cumpri-las, pois, caso contrário,  serão responsabilizados diante do Pai. Como filhos do Rei dos reis, temos muitos privilégios, mas também temos responsabilidades inalienáveis.

 

                      Ester, rainha dos persas, mas filhinha de Deus, assumiu as suas responsabilidades, ainda que com muitos riscos para a sua integridade física.  Ficou demonstrado que, para aquele momento de salvação dos judeus,  Ester tinha chegado àquele reino e àquela posição de rainha.

 

                        Deus tem um plano de salvação para os Seus e, por isso, prepara todas as coisas para que ele se cumpra. É assim também com a tua vida. Quem sabe se para um momento como este Deus te colocou na posição em que estás? Talvez para seres uma bênção, um aviso, um vector de direcção para alguém.

 

publicado por archote às 08:04

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Agosto de 2009

ÁGUA LHES DESTE NA SUA SEDE E COM PÃO OS SUSTENTASTE NO DESERTO...

Neemias 9:15-22                                        Neemias 9:20-21

 

                    Neste capítulo está descrita uma reminiscência de Neemias sobre as muitas bênçãos que Deus tinha dado ao Seu povo de Israel, no deserto, e de como, durante quarenta anos, eles tiveram água, pão, direcção, segurança e vitória sobre os inimigos.

 

                      Na Tua misericórdia, não os deixaste no deserto:

  • a coluna de nuvem os guiou durante o dia e a de fogo durante a noite
  • deste-lhes o Teu bom Espírito para os guiar e ensinar
  • deste-lhes o Teu maná como pão para a boca
  • água da rocha para a sua sede
  • seus vestidos não se envelheceram
  • seus pés não se incharam durante as tremendas e duras caminhadas
  • deste-lhes reinos, povos e bênçãos lhes repartiste

                        Obrigado, Senhor, por tudo o que nos deste e, agora, de novo nesta terra. dá-nos corações gratos e vidas disponíveis para Te servimos e fé para crermos que Tu és o mesmo hoje como, então, nos dias de Moisés.

 

                       Senhor, confessamos o mal que temos feito e pedimos a Tua misericórdia e a Tua bênção para que sejamos o exemplo e não o opróbrio dos povos.

 

                       Temos visto e concluído que, hoje, a caminhada também não é fácil, mas cremos que Tu és o mesmo Deus ajudador, misericordioso e presente para nos ajudar.

 

                       Por favor, segura a nossa mão e nós iremos cumprir a Obra que nos confiaste.

publicado por archote às 08:33

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 25 de Agosto de 2009

NO PRIMEIRO ANO DE CIRO, REI DA PÉRSIA, PARA QUE SE CUMPRISSE A PALAVRA DO SENHOR

Esdras 1:1-5                                                            Esdras 1:1

 

                    É tão maravilhoso sabermos que somos servos de um Deus que cumpre tudo quanto promete! Nunca falha, ainda que não seja no tempo que, porventura, imaginámos.

 

                    No nosso texto, Esdras relata-nos que, no primeiro ano do reinado de Ciro, rei da Pérsia, e depois de mais de setenta anos, de espera de alguns, de dúvidas  de outros e mesmo de total descrença de outros, Deus levantou a Ciro como rei da Pérsia e este decretou, e fez passar pregão por todo o seu reino, que o povo do grande Deus, que fez os céus e a terra, devia voltar a Jerusalém e construir uma casa para Sua honra e glória.

 

                     Tinham passado mais de duzentos anos que Deus tinha predito isto ao profeta Isaías (Isaías 45:1) e mais de setenta que tinha acontecido o cativeiro, nos tempos do velho profeta Jeremias. Agora era o seu cumprimento total. Deus não falha!

 

                      Deus não falhou em relação ao fim do cativeiro dos judeus, nem em relação à reconstrução do templo em Jerusalém, nem à vinda do Messias, a nascer em Belém, nem em relação à Sua morte e ressurreição (Isaías 53), Deus não falhará em relação à segunda vinda de Jesus, para estabelecer o Seu Reino e dirigir o Seu povo para todo o sempre.

 

                      Estai, pois, apercebidos, vigiai e orai porque Jesus voltará como o ladrão de noite, para levar para Si os Seus e, com eles, reinar para todo o sempre.

 

 

 

publicado por archote às 08:04

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Agosto de 2009

DÁ-ME, POIS, AGORA, CONHECIMENTO E SABEDORIA

II Crónicas 1:10-12                                                 II Crónicas 1:10

 

                    Que sábio e prudente pedido Salomão fez a Deus! Podia ter pedido muito ouro e prata; podia ter pedido glória e honrarias; podia ter pedido a morte dos seus inimigos; mas não! Pediu a Deus sabedoria e conhecimento para governar o seu povo.

 

                    Se Deus te fizesse a mesma proposta, que é que tu Lhe pedirias? Saúde, dinheiro, longos anos de vida ou sabedoria, como pediu Salomão?

 

                     Pode parecer que Salomão foi tolo ao fazer tal pedido, mas, de facto,  ele fez o pedido mais excelente e, por isso, Deus o tornou o homem mais sábio de então, acrescentando-lhe ainda riquezas, glória, prestígio e o respeito do seu povo. Foi o melhor pedido, que teve de Deus uma resposta plena.

 

                    "Se alguém tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nunca  lança em rosto" aquilo que dá (Tiago 1:5). Hoje é tempo de rogarmos a Deus que nos encha da Sua sabedoria e da capacidade de discernir para O seguirmos como Senhor e Salvador. Só assim seremos felizes e nos sentiremos verdadeiramente realizados.

 

                      Estás numa encruzilhada, num beco sem saída? Caíram sobre ti pesadas responsabilidades e não te sentes com sabedoria e força para corresponderes? Estás doente e temes a morte e o dia do juízo? Dobra os teus joelhos, conta a Deus o que te aflige, pede-Lhe força e sabedoria e ELE RESPONDERÁ, como respondeu a Salomão.

 

publicado por archote às 07:44

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 23 de Agosto de 2009

TUDO QUANTO FIZESTES A UM DESTES PEQUENINOS A MIM O FIZESTES

Mateus 25:32-45                                          Mateus 25:40

 

                    Qual não será a surpresa de muitos, no dia do juízo, quando virem as suas perspectivas goradas, porque exercitaram uma fé espúria e realizaram obras mal direccionadas. Sim, porque os critérios de julgamento de Deus não são aqueles que muitos estão à espera.

 

                     Jesus diz claramente que seremos julgados por aquilo que fizermos de facto e não por aquilo que aparentamos fazer, ou por aquilo que dissermos que fizemos.

 

                      Deus quer que O sirvamos na pessoa da nosso próximo, especialmente dos pequeninos mais carenciados. Aqui (esta vida) é o terreno de provas, onde Deus verifica o que nós fazemos para Ele e como o fazemos, na providência das necessidades dos mais símplices da vida.

 

                      Tudo quanto fizerdes a um destes pequeninos, mesmo sem vos aperceberdes, será lançado na vossa conta corrente e lembrado pelo nosso Deus, na consumação dos séculos.

 

                      O juízo do nosso Senhor é diferente do juízo dos homens, por isso, estai apercebidos e jamais deixeis passar uma oportunidade de fazer o bem a quem quer que precise. Deus vos recompensará.

 

publicado por archote às 08:28

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 22 de Agosto de 2009

QUEM ME DERA DA ÁGUA DO POÇO DE BELÉM...

I Crónicas 11:16-19                                                I Crónicas 11:17

 

                    Este era um grande desejo de David, no calor daquela refrega entre israelitas e filisteus. Mas beber  da água da fonte que estava à entrada de Belém era humanamente impossível. Os filisteus tinham ali o seu quartel-general e a fortaleza de Belém estava bem guardada.

 

                   No entanto, três dos maiorais que combatiam ao lado de David dispuseram-se a ir, com risco das suas próprias vidas, por entre o arraial dos filisteus, em busca da dita água, que trouxeram ao seu senhor e chefe.

 

                  Água da fonte de Belém, a quantos satisfez e a quantos continuará a satisfazer... David aceitou o esforço dos seus adjuntos, mas não a quis beber, antes a derramou diante do Senhor, em culto de acção de graças. Acção de graças pela cooperação dos seus soldados e acção de graças pela maravilhosa vitória que Deus lhes iria conceder.

 

                  Era um culto de acção de graças pela vitória que, pela fé, já tinham conquistado. Qual o alcance da nossa fé?

 

                 A fonte de Belém (Jesus nasceu em Belém) ainda hoje jorra abundantemente para quem, pela fé, quiser beber dela. É água viva que dessedenta e satisfaz plenamente.

 

                  Não precisas de sacrifícios para beber da fonte de Belém. Mas, tens fé para ir até lá e, em Jesus, matares a sede que te atormenta?

 

                  Vai a Jesus confiadamente e satisfaz a tua alma para sempre, e louva a Deus por uma tão grande salvação.

 

publicado por archote às 07:37

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds