Terça-feira, 30 de Novembro de 2010

SAUDAI-VOS UNS AOS OUTROS EM AMOR

I Pedro 5:10-14                                       I Pedro 5:14

 

 

                         Estes versículos (I Pedro 5:10-14) são os votos e saudação do velho apóstolo Pedro aos irmãos das diversas Igrejas dispersas por toda a Ásia Menor.

 

                        As saudações finais de uma carta são, muitas vezes,  carregadas de emoções, como a saudade, a recordação dos tempos vividos juntos, as lágrimas de gratidão choradas em momentos especiais. A hora da despedida é sempre difícil.

 

                        Pedro, ao despedir-se dos seus leitores, garante-lhes que, no meio das tribulações e sofrimentos, estará sempre presente a bênção da constante graça de Deus e a certeza do aperfeiçoamento em Cristo Jesus, o "Deus de toda a graça, que os tem chamado à Sua eterna glória".

 

                        Além do estímulo ao ânimo no meio da dor, o autor recomenda que se saúdem uns aos outros em amor, conscientes que, para além dos sofrimentos, está a certeza da nossa glória com Cristo Jesus. Neste espírito de amor, também as igrejas da Babilónia os saudavam no Espírito de Cristo.

 

                        Os santos de Deus, salvos pelo sangue de Jesus, são uma grande e maravilhosa família que tem os mesmos objectivos e que está junta em oração de gratidão e louvor ao Senhor. Estamos correndo o mesmo caminho, que é Jesus!

 

                        Nisto, conhecerão que somos Seus discípulos "se nos amarmos uns aos outros como Ele nos amou a nós".  Firmes na graça de Cristo, saudemo-nos uns aos outros na paz e no amor do Senhor.

publicado por archote às 07:35

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Novembro de 2010

TODOS TE BUSCAM

Marcos 1:29-39                                      Marcos 1:37

 

 

                    "Jesus levantou-se de manhã, muito cedo, e, fazendo ainda muito escuro, foi para um lugar deserto e ali orava" (v. 35). Jesus nunca desbaratou o tempo. Bem cedo já estava em oração ao Pai.

 

                    Como nos sentimos envergonhados e contristados quando comparamos a vida de oração de Jesus com a nossa. Quando é que nós oramos? À noite, já cansados dos cuidados desta vida? Ao meio dia, quando engalfinhados nos trabalhos e negócios, nem sempre dignos? Ou oramos de manhã cedo, de cabeça fresca e espírito desocupado das coisas do mundo?

 

                    Jesus tinha uma vida de oração e comunhão com o Pai, de tal maneira que O encontramos em oração de manhã cedo e pela noite adentro, no jardim do Getsemani, depois de despedir a multidão, quando fazia milagres, levantando os olhos ao céu, como também quando escolhia os Seus apóstolos (veja Marcos 3:13-15; João 6:15; 11:41-42).

 

                    Aqui neste texto, enquanto Jesus orava, todos O buscavam para que curasse suas enfermidades, expulsasse os demónios, lhes desse paz e consolação. Procuravam-nO porque só Jesus tem as palavras da vida eterna.

 

                    Jesus deixou-se encontrar. Para isto Ele tinha vindo ao mundo e era preciso fazer a Obra enquanto havia tempo. Os discípulos sabiam já que só com Jesus eles conheceriam o caminho e teriam a solução para os seus problemas.

 

                    Hoje ainda é tempo de procurar Jesus.  Hoje ainda O poderemos achar, mas breve, muito breve, esta oportunidade vai passar. Então, não será mais tempo de salvação, mas tempo de julgamento.

 

                   Apressa-te e clama a Jesus! Busca-O agora, pois amanhã pode ser tarde.

 

publicado por archote às 07:28

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 28 de Novembro de 2010

AMADOS, NÃO ESTRANHEIS A ARDENTE PROVA QUE VIRÁ SOBRE VÓS

I Pedro 4:12-19                                                    I Pedro 4:12

 

 

                    O salvo por Jesus deve estar sempre preparado para sofrer provas, tribulações, perseguições, fome, desprezo, etc. (João 16:33).

 

                    Jesus disse que seria assim mesmo, pois, se fizeram isso ao madeiro verde (Jesus), quanto mais o não farão a nós, Seus seguidores (Lucas 23:31). Pedro, escrevendo aos santos dispersos pela Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia, corrobora o que Jesus tinha profetizado e que muitos crentes já estavam a sentir na carne  --  sofrimento, muito sofrimento.

 

                    Sofrer é padecer dores físicas, morais ou espirituais. É suportar perseguições injustas, acusações ridículas, prisões sem razão alguma, situações adversas e agressivas. O sofrimento, seja ele qual for, tem sempre origem no pecado, portanto, enquanto estivermos neste mundo, afectado pelo pecado, estamos sujeitos ao sofrimento.

 

                   Com Cristo os nossos sofrimentos serão minorados, não porque "Ele feche a boca dos leões", mas porque Ele nos dá força e ânimo para vencer os "leões". Sofrer faz parte desta vida, mas Cristo está connosco para nos ajudar.

 

                   Talvez fosse bom pensarmos que há sofrimento porque erramos e fizemos mal, e sofrimento porque estamos a servir a Cristo. Se pelo Nome de Cristo sois vituperados e sofreis, alegrai-vos por serdes participantes das aflições de Cristo, pois bem-aventurados sois vós se sofreis pelo Nome de Cristo, pois é grande o vosso galardão nos céus e sobre vós repousa o Espírito da glória de Deus. Que nenhum de vós sofra por ser homicida, ladrão, malfeitor, desobediente às leis, adúltero, etc.. Se sofrermos como cristãos não nos envergonhemos e suportemos com alegria a bênção de termos parte nos padecimentos de Cristo.

 

                    Âs vezes não podemos fugir do sofrimento, contudo, em certos casos,  podemos decidir como e porque sofrer  --  sofrer para amenizar os sofrimentos dos outros é bom e reconfortante, mas sofrer por infligir sofrimentos aos outros é mau e digno de condenação.

publicado por archote às 07:46

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Novembro de 2010

SE TU PODES... TEM COMPAIXÃO DE NÓS E AJUDA-NOS

Marcos 9:14-29                                                Marcos 9:22

 

 

                     Depois dos momentos gloriosos no monte da transfiguração, Jesus regressou ao vale das realidades da vida. Ainda mal tinha chegado e já a dor e o sofrimento O procuravam. Ali mesmo, Jesus Se confrontou com as forças do inferno, que tinham tornado num farrapo um pobre jovem, ora atirando-o à água, para o afogarem, ora arremessando-o para o fogo, para o destruírem.

 

                    O pobre pai, em grande aflição, dirigiu-se a Jesus, dizendo: -  "se Tu podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos". Já recorri a todos os meios e nem mesmo os Teus discípulos puderam fazer alguma coisa. Se Tu podes fazer algo, tem compaixão de nós, ajuda-nos.

 

                    Jesus tem todo o poder no céu e na terra, pois é o próprio Deus. Jesus pode e quer ajudar a todos quantos a Ele recorrem. Basta que o façam com humildade e com fé. A este homem Jesus disse : - "se tu podes crer, tudo é possível ao que crê".

 

                    Tu, amigo que estás lendo esta simples reflexão, também podes ser ajudado. Basta que creias no poder e na graça de Jesus, o Salvador. Ele, que abriu os olhos aos cegos, que curou paralíticos e leprosos, que acalmou tempestades e expulsou demónios, que ressuscitou mortos, também te pode ajudar, a ti, nesta hora de tribulação.

 

                    Crê somente e verás o poder de Jesus operando na tua vida, transformando-a numa bênção, para ti e para os que contigo vivem. Crê somente, porque tudo é possível ao que crê.

publicado por archote às 07:25

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Novembro de 2010

SÓ TE FALTA UMA COISA ... SEGUE-ME

Marcos 10:17-23                                              Marcos 10:21

 

 

                     O jovem rico tinha um grande desejo de ser perfeito e digno de herdar a vida eterna. Por causa deste grande anseio da sua alma, ele, desde a sua mocidade, tinha procurado guardar os mandamentos da Lei de Deus  --  não matar, não adulterar, não roubar, não levantar falsos testemunhos, não defraudar o próximo e honrar o pai e a mãe (Marcos 10:19). Tinha ansiedade de ser santo, mas limitava-se a cumprir somente os mandamentos da segunda tábua. Nem um mínimo de preocupação no que se refere à quebra dos mandamentos da primeira tábua da Lei  --  não terás outros deuses diante de Mim, não farás, nem terás, nem adorarás imagens de escultura, não invocarás o Nome do Senhor teu Deus em vão, não farás nenhuma obra no dia do Senhor.

 

                     Não nos parece que ele fosse tão íntegro assim, que cumprisse integralmente todos os seis mandamentos da segunda tábua, mas uma coisa vemos de imediato, em relação ao primeiro mandamento  --  ele amava mais o dinheiro e os bens materiais do que a Deus (Marcos 10:22).

 

                     Por nós mesmos, sozinhos, nunca poderemos subir a montanha da Lei para cumpri-la e sermos santos, como é santo o Senhor nosso Deus (I Pedro 1:15-16; Levítico 11:45). Só seguindo a Jesus, e com o auxílio de Jesus, seremos capazes. Ele compreendeu mal, abandonou Jesus e ficou no seu estado de ímpio perdido.

 

                     Quando o Senhor Jesus chama a Si um discípulo, nunca coloca como primeira condição a santidade. Ela virá depois. Ele põe em primeiro lugar, como condição "sine qua non" a renúncia e a anulação total do nosso "ego". "Se alguém quiser vir após Mim, renuncie-se a si mesmo, toma a sua cruz e siga-me".

 

                      Para seguirmos a Jesus precisamos de auto renúncia, anulação dos nossos direitos sobre nós mesmos, identificação total com Ele -   "Já estou crucificado com Cristo; vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim (Gálatas 2:20).

 

                     Jesus olhou aquele homem e amou-o, como só Ele sabe amar, e disse-lhe : - "vai, vende tudo quanto tens... e vem e segue-me". Aquele era o "vai" para a entrega total, e o "vem" para a salvação e a verdadeira santificação.

 

                      Só uma coisa te falta  --   é a tua união com Jesus, sem nada de permeio. "Vem e segue-me" no caminho da obediência total ao Pai.

publicado por archote às 07:43

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

BEM-AVENTURADOS OS QUE LÊEM E OUVEM AS PALAVRAS DESTA PROFECIA

Apocalipse 1:1-3                                              Apocalipse 1:3

 

 

                    Talvez por causa dos livros escritos sobre o Apocalipse, talvez pela carga de catástrofes, terrores e maldições mostrados pelos filmes de terror que têm chegado até nós, talvez por más abordagens feitas  à literatura apocalíptica, a verdade é que as pessoas, hoje, não lêem este livro, têm medo da sua leitura e, com isso, perdem muitas bênçãos.

 

                    O livro do Apocalipse, ou Revelação, é maravilhoso, rico de lições e de simbolismos que enriquecem a vida cristã. Para compreender "esta profecia" e ser bem-aventurado pela sua leitura basta que leiamos, o que lá está escrito, sob a dependência do Espírito Santo, e não o façamos dizer o que não diz, nem lhe diminuamos a mensagem que Cristo tem para nós, nele.

 

                    "Bem-aventurados aqueles que lêem e ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas, porque o tempo está próximo".

 

                    O livro do Apocalipse é uma bênção para todos aqueles que já estão em paz com Deus, salvos pelo sangue da cruz, perdoados pelo Salvador Jesus. É uma consolação lê-lo, pois sabemos que, mesmo que tenhamos que passar por tribulações, o final para os crentes salvos é sempre o mesmo - ESTAR COM JESUS PARA SEMPRE.

 

                    Ouvi contar que certo pastor, no seu ministério de visitação, passou pelo hospital para procurar animar um visitante da sua igreja. Depois de alguns momentos de formalidades circunstanciais, o pastor pediu licença para ler uma passagem bíblica e orar pela saúde do doente. O enfermo respondeu à delicadeza do ministro : - sim, pastor, pode ler a Bíblia e orar, mas, por favor, não me leia nada do Apocalipse!...

 

                   Porque reagiu assim o enfermo? Só há uma resposta. Aquela pessoa ainda não era salva e estava amedrontada com o destino final da sua alma.

 

                   Se ainda és dos que têm medo da leitura do livro do Apocalipse, prepara-te para te encontrares com Deus, mediante o arrependimento e confissão dos teus pecados, crendo em Jesus como Único Senhor e Salvador.

publicado por archote às 07:20

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

TU DESTE-ME TRABALHO COM OS TEUS PECADOS

Isaías 43:24-26                                                    Isaías 43:24

 

 

                     Desde o princípio que o homem tem dado "trabalhos" ao Senhor com os seus pecados e O tem fatigado com as suas maldades. Mas Deus tem permanecido fiel ao Seu plano de graça de apagar as  transgressões do homem, porque Deus é amor.

 

                     Mas, o que é o pecado? O conceito da ideia de "Hamartia" é o de errar o alvo. O homem errou o alvo, pois deveria amar, servir e honrar a Deus e acabou no caminho da desobediência e a fazer tudo quanto desonra Deus e é mau aos Seus santos olhos. Pecado, pois, é um conceito moral e não significa apenas transgressão ou desobediência simples, mas acopla toda a sorte de erro e oposição a Deus. É algo de terrível.

 

                     Talvez por isso, muita gente gostaria de banir esta palavra do dicionário, tendo-a como ofensiva, magoante, obsoleta, mas a verdade é que ela define exactamente o que nós fazemos contra Deus. Há quem queira substituir a palavra pecado por "erro", desvio, inclinação, etc..

 

                     Mas, pecado é mesmo pecado, e implica, caso não haja pagamento adequado, morte eterna, total e definitivo afastamento de Deus.

 

                     Fugi do pecado. Abandonai os vossos pecados, lançai-os sobre Jesus, o Único Deus que pode perdoá-los e lavá-los no Seu sangue que foi vertido na cruz do Calvário (I João 1:7).

 

                    Os nossos pecados e  maldades têm dado muitos "trabalhos" e dolorosas dores a Deus, mas Ele está pronto a perdoá-los. Ele é mesmo Aquele que apaga as nossas transgressões, mas só o faz mediante algumas condições prévias:

  • que cada um de nós reconheça os seus pecados, cometidos contra Deus, contra o seu próximo e contra a natureza que Deus criou
  • que cada um de nós se arrependa dos seus pecados e os confesse a Deus, o Único que pode perdoar e apagar os nossos pecados
  • que cada um de nós esteja disponível a abandonar os seus pecados, como prova do seu arrependimento
  • que cada um de nós confesse a Jesus como Único e suficiente Salvador e creia na Sua Obra vicária

                     Se assim fizermos, então, ainda que os nossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, eles se tornarão brancos como a lã lavada (Isaías 18).

 

                     Se o fizermos, diz Deus: - "dos teus pecados me não lembrarei mais" (Jeremias 31:34).

publicado por archote às 07:36

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Novembro de 2010

QUANTO ESTÁ LONGE O ORIENTE DO OCIDENTE, ASSIM DEUS AFASTA DE NÓS OS NOSSOS PECADOS

Salmo 103:8-14                                      Salmo 103:12

 

 

                    Há poucos dias, conversando com um amigo, ele interrogava-me : - mas, como pode ter a certeza da salvação? Como pode afirmar que, se morrer, vai estar no céu com Jesus? Como pode ter a certeza do perdão de Deus?

 

                    Respondi-lhe : - porque creio na Sua santa e infalível Palavra; nela Deus garante-me isso mesmo. Jesus mesmo nos diz : - "Quem ouve a Minha palavra e crê Naquele que Me enviou tem a vida eterna, não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida" (João 5:24). Deus perdoa a todos quantos a Ele se chegam (Salmo 32:5; Jeremias 32:8). Ele diz: quem crê em Mim será salvo; eu creio n'Ele de todo o meu coração, por isso, sou salvo, pela Sua graça (Actos 16:31; Efésios 2:8). Como todos os que crêem no Seu Nome e no Seu sacrifício remidor, eu irei estar com Ele no Reino da felicidade e da paz (Lucas 23:43; João 11:25-27; I Tessalonicenses 4:17).

 

                    Eu tenho a certeza do perdão dos meus pecados, porque Cristo morreu e ressuscitou para saldar a minha dívida para com Deus. Tenho a certeza de que irei estar com Jesus em glória, porque Ele o prometeu e Ele nunca falha; Ele não pode negar-Se a Si mesmo.

 

                    "Estas coisas vos escrevi para que creiais que Jesus Cristo é o Filho de Deus e para que, crendo, tenhais n'Ele a vida eterna" (João 20:31). Eu creio nisto. "Eu sei que o meu Redentor vive e que, por fim, se levantará sobre a terra, e eu, depois de consumida a pele, ainda em minha carne verei a Deus" (Job 19:25-26).

 

                    A certeza do perdão, a realidade da salvação e a autenticidade da vida final com Jesus, estão na autoridade de Deus expressa na Sua Santa Palavra.

 

                   "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n'Ele e Ele tudo fará".

publicado por archote às 07:24

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010

TU ME SEGURAS PELA MINHA MÃO DIREITA

Salmo 73:19-28                                            Salmo 73:23

 

 

                    O autor deste Salmo devia ser um piedoso homem de Deus, pelo menos essa é a ideia com que ficamos depois da leitura desta maravilhosa peça de reconhecimento da grandeza de Deus e das limitações do homem (v. 21, 26).

 

                     Mas é exactamente aí, nas fraquezas, limitações e falências do homem, que se nos apresenta a grandeza e poder de Deus, que age não só no céu, mas também aqui na terra (v. 25-26). O salmista confiava totalmente em Deus e o Senhor segurava a sua mão direita para o sustentar e livrar de todo o mal. "Eu estou de contínuo Contigo e Tu seguras a minha mão direita  e guias-me com os Teus conselhos".

 

                    Que doce é ter assim um Conselheiro e um Protector infalível para a nossa vida!

 

                    Também o Senhor Jesus prometeu estar connosco todos os dias até à consumação dos séculos, para nos ajudar nas verdades que havemos de apresentar ao mundo, para nos guiar pelos caminhos da vida, para nos proteger dos nossos inimigos e até para, na Pessoa da Espírito Santo, nos convencer do pecado, da justiça e do juízo.

 

                   A vida neste mundo não é fácil; nele teremos aflições, tentações, traições, perigos para vencer, mas, com Ele segurando a nossa mão, em tudo seremos mais que vencedores e nada, nem ninguém nos separará do Seu maravilhoso amor.

 

                   Conta-se a história de um menino que saiu a passear pela mão de seu pai. Às tantas, a criança largou a mão do pai para apanhar uma borboleta que esvoaçava à sua frente. Inadvertidamente atravessou a rua e foi colhido por um automóvel que passava. Bastaram alguns segundos sem a mão do pai, que foram suficientes para um grande susto para o pai e para algumas escoriações no corpo da criança.

 

                  Seguremos firmemente a mão do nosso Pai e estaremos a salvo dos perigos desta vida e dos sofrimentos no além

publicado por archote às 07:15

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 21 de Novembro de 2010

PORQUE PREGAMOS A CRISTO JESUS COMO SENHOR

II Coríntios 4:1-6                                       II Coríntios 4:5

 

 

                    Este sempre foi o apanágio do ministério de Paulo --  "Não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor".

 

                    Foi este o mandato que Paulo recebeu de Cristo Jesus. É esta a ordem que nós recebemos --  pregar o Evangelho de Cristo a toda a criatura, pois este Evangelho é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê (Marcos 16:15; Romanos 1:16).

 

                   Porquê esta urgência de pregar a Cristo Jesus? Porque só Jesus morreu na cruz pelos nossos pecados (I Coríntios 15:3), só Cristo ressuscitou e venceu a morte que nos dominava (I Coríntios 15:4-5), porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual possamos ser salvos (Actos 4:12).

 

                  Não há religião alguma que possa salvar, mas Jesus, que é o Caminho, a Verdade e a Vida (João 14:6);  porque as boas obras ou obras de justiça que possamos fazer não têm valor algum para nos salvar (Efésios 2:9); porque não foi pelas obras da justiça que houvéssemos feito, mas segundo a Sua misericórdia é que Ele nos salvou, pela lavagem, regeneração e renovação do Espírito Santo (Tito 3:5).

 

                  Pregar a Cristo crucificado é responsabilidade de todo o salvo. Deve fazê-lo a tempo e fora de tempo, pois é pela loucura da pregação da Palavra que o mundo há de conhecer a Cristo, a Sua maravilhosa Obra de redenção e ser salvo. Só Jesus é que salva, por isso "crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo" (Actos 16:31).

 

                  Ficai certos da vitória, não desanimeis no vosso trabalho de semear a mensagem de Cristo, porque aquele  que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida,  com alegria, trazendo consigo os seus molhos" (Salmo 126:6).

publicado por archote às 07:33

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds