Segunda-feira, 20 de Junho de 2011

NADA TROUXEMOS PARA ESTE MUNDO E NADA PODEREMOS LEVAR DELE

Lucas 12:13-21                                                 I Timóteo 6:7

 

 

Os bens deste mundo  --  terras, casas, rebanhos, automóveis, aviões, ouro, etc. --  não são da mesma natureza do "mundo de além". Os bens deste mundo são matéria perecível e desaparecerão com todos os elementos daqui, que, "ardendo, se desfarão" (II Pedro 3:9-11). Os bens espirituais permanecerão para sempre, portanto, trabalhai, não pelos bens que perecem, mas por aqueles que permanecem para a vida eterna (Lucas 12:19-21).

 

Leão Tolstoi conta que um certo ricaço deste mundo, querendo gratificar um seu criado, que sempre o serviu fielmente, chamou-o ao seu gabinete e disse-lhe: - Tens sido um bom servo e eu quero recompensar-te por isso. Vou dar-te a liberdade e também toda a terra que fores capaz de percorrer durante um dia de sol.

 

O criado ficou radiante, escolheu um dos maiores dias do ano e, logo ao nascer do sol, começou a demarcação da propriedade. Durante o dia nunca parou, suportou o calor do meio dia solar, comeu de pé, correu nas descidas, andou o mais depressa possível nas subidas. Quando o sol estava quase a pôr-se ele olhou uma bela vinha que estava à sua frente. Estugou o passo e conseguiu chegar ao fim mesmo quando o sol se punha. Agora tudo isto é meu, dizia ele orgulhoso e terrivelmente cansado. Não conseguiu dizer mais nada, pois o seu coração não resistiu e ele tombou morto de fadiga. 

 

O grande escritor concluiu: -  Como o homem precisa  de pouca terra - apenas sete palmos e meio de chão!

 

"Não andeis afadigados pelo que haveis de comer ou de beber, basta a cada dia o seu mal". Ajuntai tesouros nos céus, os quais serão nossos para sempre e nada os pode destruir. Lembrai-vos da exortação bíblica : - "nada trouxemos para este mundo e manifesto é que nada poderemos levar dele".

publicado por archote às 07:27

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 19 de Junho de 2011

CONFIOU NO SENHOR, ENTÃO LIVRE-O...

Salmo 22                                        Salmo 22:8

 

 

O Salmo 22 é um salmo messiânico, que fala especificamente sobre os sofrimentos, desprezo e zombaria que o Messias teria de enfrentar nas últimas horas do Seu ministério. Seria terrível para o Salvador de Israel. Foi mesmo terrível, pois Ele bebeu, até à última gota, o cálix que Lhe estava profetizado.

 

Quanto veneno e quanta maldade existe nesta zombaria: - "Confiou no Senhor?...  Então livre-O, desça da cruz e creremos n'Ele". Se tem prazer n'Ele, se O ama assim tanto, porque O deixa sofrer desta maneira?

 

Como este pensamento me traz, a mim próprio, tremendas recordações dos meus primeiros passoa com Jesus! Era tão fraquinho, tão bébé em Cristo e já todos gozavam venenosamente comigo -- "Então, és protestante e aconteceu-te isso? Então, vai para os protestantes e eles que te ajudem... Então os protestantes não te deixam fazer isto?..."

 

Foi bem difícil essa fase da minha vida. Confesso que, muitas vezes, tive desejos de voltar para trás, mas Jesus deu-me forças para vencer. Não tirou os dentes aos leões, nem as armadilhas do meu caminho, nem as más línguas sobre a minha vida, nem as perseguições, insinuações e promessas maldosas, mas deu-me o apoio dos irmãos, deu-me a humildade para resistir, deu-me ajuda para vencer. O meu amado Senhor nunca, jamais, deixou de me ajudar. Não foi como eu queria naquele momento, mas foi como Ele quis. E valeu a pena, pois hoje são os tais que olham para mim com respeito e vêem como o Senhor me ajudou e que foi bom confiar n'Ele.

 

Deus nunca abandona aqueles que n'Ele confiam. Ele sempre responde aos anseios da nossa vida e supre as nossas necessidades, Foi assim com Jesus, quando alcançou uma retumbante vitória sobre a morte, sobre o pecado e sobre Satanás. Ele foi confortado no Getsemane. Ele ressuscitou e assenteu-se à mão direita de Deus Pai, de onde há de vir como Juiz dos vivos e dos mortos. Aleluia!

 

Ali na cruz, o desprezo foi grande, mas na manhã da ressurreição a vitória sobrepôs-se a tudo o que foi negativo.

 

Jesus venceu o pecado e a morte, nós venceremos, com Ele, o pecado e a morte.

publicado por archote às 07:14

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 18 de Junho de 2011

SEM FÉ É IMPOSSÍVEL AGRADAR A DEUS

Hebreus 11:1-13                                        Hebreus 11:6

 

 

"A fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não vêem" (Hebreus 11:1). "Sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus, creia que Ele  existe e que é galardoador dos que O buscam" (Hebreus 11:6).

 

Há muitas pessoas que buscam provas da existência de Deus como se Deus fosse algo de palpável, que se pesa, mede ou se mete numa proveta para se decompor. Não. "Deus é Espírito e importa que aqueles que O buscam O busquem em espírito e verdade", através da fé que Deus dá por meio da Sua Palavra (Romanos 10:17).

 

Não busques a Deus onde Ele não está. Busca-O na Sua Palavra escrita - a Bíblia. Busca-O em Jesus, Sua revelação plena, que o Espírito Santo revelará à tua consciência. Busca-O também na maravilhosa criação que Ele fez, perfeita, e onde está bem patente a Sua Obra.

 

Aceita pela fé a Sua existência e logo todas as coisas se tornarão lógicas para ti. Os matemáticos, para chegarem às realidades da mesma, partiram de certas premissas que não estavam provadas. Partindo dessas hipóteses, eles chegaram à realidade factual. Deus deu, por meio do Seu Espírito, a Sua Palavra, que nos revela Deus. Aceita pela fé essa revelação e sente os maravilhosos resultados. Não exijas antes de começares "uma prova". Aceita a existência de Deus pela fé e parte para a maravilhosa aventura de descobrir Deus.

 

Deixa-te de religiões, denominações, movimentos, e aceita Deus Pai, como Criador Supremo, Jesus, como o Salvador credenciado, e o Espírito Santo, como guia e dissipador de todas as dúvidas.

 

Não tentes descobrir Deus pela ciência. Descobre-O pela fé.

publicado por archote às 07:35

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Junho de 2011

DAR-VOS-EI UM CORAÇÃO NOVO

Ezequiel 36:25-32                                           Ezequiel 36:26

 

 

"Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?" (Jeremias 17:9). "Do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios, os furtos, os enganos, as invejas, as blasfémias, as soberbas, as loucuras" (Marcos 7:21-22).

 

Mas graças a Deus que pode dar-nos um coração novo, com a capacidade de criar o bem e de amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos.

 

O novo coração não é igual àquele que tantos "transplantados" têm recebido ao longo dos anos, desde que isso se tornou possível em 1962. Esses continuaram as mesmas influências negativas e propensão para o pecado. Christian Barnard apenas implantou um músculo sadio e capaz de bombear o sangue para todo o corpo, mas  o "novo coração" que Deus nos dá não é de carne física, mas é algo que tem o dom de fazer nova toda a nossa vida, no pensar, no fazer, no relacionamento com o próximo e com Deus.

 

Os transplantados, "regenerados", por Cristo ficam com uma nova personalidade, uma nova imaginação (não maquinam mais o mal, mas são preparados para amar até ao cerne) e uma especial capacidade para se  relacionarem com Deus. Além disso, nunca morrem (como aqueles a quem os homens transplantam o coração), mas passam da morte para a vida.

 

Jesus é o Único médico que muda o "coração" com verdadeiro sucesso, fazendo que, além de novo, tenha também novos sentimentos que agradem a Deus.

 

"Eu lhes darei um novo coração e um espírito novo porei dentro deles, para que andem nos Meus caminhos,  guardem os Meus juízos e sejam o Meu povo e Eu seja o seu Deus" (Ezequiel 11:19-20).

publicado por archote às 07:20

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Junho de 2011

CRISTO NÃO COMETEU PECADO, NEM NA SUA BOCA SE ACHOU ENGANO

I Pedro 2:21-22

 

 

Não podeis imaginar quanto este texto conforta o meu coração. Saber que o meu Salvador é competente, é puro, verdadeiro, santo, perfeito, a todos os níveis, enche-me as medidas, torna-me feliz e dá-me desejo de Lhe seguir o exemplo.

 

Sei que não sou capaz, em virtude dos meus pecados e das minhas limitações, mas, ao menos, tenho um exemplo a seguir, tenho uma meta a atingir -- crescer até à estatura do varão perfeito (Efésios 4:13).

 

Ouvi que dois passageiros de um comboio discutiam acerca das falhas dos cristãos. Um deles, jovem insinuante e bem falante, punha de rastos os cristãos e até os seus líderes, chamando-lhes mentirosos, ladrões, devassos, adúlteros e até pedófilos. Segundo ele, não valia a pena ser-se cristão, pois eram iguais aos ímpios do mundo. O outro homem, depois de ouvir todo aquele chorrilho de maldades, disse:-  o meu caro jovem é capaz de ter razão em muitas das coisas que disse, embora eu ache que não há regra sem excepção e que, por isso, entre os milhões de cristãos, não deixará de haver alguns que não são assim e que têm vidas dignas. Eu, como cristão que sou, embora pecador, prezo-me de procurar identificar-me o mais possível com Cristo, meu Salvador e Senhor.

 

Não vou desdizer nada daquilo que disse, até porque, em muitos casos, o senhor tem razão. Contudo, diga-me, o senhor é capaz de apontar algumas dessas coisas em Jesus, o Filho de Deus?

 

O outro, gaguejando, disse:  bem... em Jesus propriamente dito, não; não estou habilitado a acusá-lo de qualquer coisa...

 

Muito bem, amigo. Foi isso que me atraiu para Jesus. Quanto mais O conheço, mais reconheço que sou diferente d'Ele e que só Ele me pode salvar e lavar dos meus pecados. Cada vez O amo mais, sinto maior desejo de Lhe obedecer e de O servir, pois Ele é o Salvador, sem pecado, e capacitado  para me salvar a mim e para salvar o mundo.

publicado por archote às 07:19

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Junho de 2011

SENHOR, QUE FAREI? E O SENHOR DISSE-ME: LEVANTA-TE E VAI...

Actos 22:5-10                                              Actos 22:10

 

 

Muitas vezes nos encontramos diante de encruzilhadas na vida, de becos sem saída, que nada mais podemos fazer do que recorrer ao Senhor e perguntar: - "Que farei, Senhor?" Para onde me irei deste caminho que tantos problemas me tem causado? Que farei?

 

A Paulo, o Senhor disse: - "Levanta-te e vai a Damasco, e ali se te dirá o que te é ordenado fazer". Paulo levantou-se e foi guiado a Damasco, a casa de um certo discípulo chamado Ananias, que o orientou nos caminhos da verdade que há em Cristo Jesus. Ananias, impondo-lhe as mãos, em Nome de Jesus, fez com que tornasse a ver e fosse cheio do Espírito Santo. Levantando-se, foi baptizado e o seu coração se mudou para glorificar a Deus na busca das almas perdidas.

 

Fazer a mesma pergunta ao Senhor e obedecer-Lhe com o coração pode transformar a vida diária de cada um de nós. Levanta-te, não fiques prostrado sobre os problemas, vai em frente e faz de acordo com a Sua vobtade. Vai, porque és um vaso escolhido para levar o Nome de Jesus diante dos gentios, dos reis e dos filhos de Israel (Actos 9:15). Talvez seja preciso sofrer pelo Nome de Jesus, mas será grande o teu galardão no céu.

 

Levanta-te e deixa que o Mestre dirija a tua vida, não só nas grandes decisões que terás de tomar, mas também no tão grande e importante ministério das coisas pequenas (Zacarias 4:10).

 

Se tu és um filho de Deus, faz a pergunta "Que farei, Senhor?" na quietude de cada manhã, na paz de cada pôr de sol e até no buliço do meio dia. Certamente obterás do Senhor a resposta que tu precisas para teu bem e a resposta que é do agrado do Salvador. Quer por meio da Bíblia, quer por meio do conjunto das circunstâncias que te rodeiam, quer no meio da dúvida ou ainda mesmo na "tua certeza", pergunta a Deus: - "Senhor, que queres que eu faça?"

publicado por archote às 07:15

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 14 de Junho de 2011

UM ABISMO CHAMA OUTRO ABISMO

Salmo 42                                               Salmo 42:7

 

 

Às vezes parece que tudo nos corre mal. Quando a roda começa a andar para trás, é preciso um grande esforço para  poder fazê-la parar. Contudo, há que não desanimar. Há que inverter o sentido negativo da vida e passar a vivê-la no sentido do bem, do positivo, da boa qualidade, que nunca dispensa Deus da sau orientação.

 

Ao lermos o Salmo 42, parece-nos que o salmista tinha caído numa profunda depressão. "Um abismo chama outro abismo", um problema chama outro problema, uma luta atrai outra luta, uma desgraça leva.nos a outra, e lá vamos nós para o fundo do poço. Foi então que ele se lembrou da frescura das matgens do Jordão, da quietude das montanhas de Hermon, da paz da casa do Senhor e da alegria ali desfrutada.

 

É assim. De noite pode vir o temporal, a frustração, o plano inclinado para o mal, que parece ninguém poder deter, mas o Senhor lembra-se que somos Seus e, por isso, as Suas misericórdias são novas cada manhã e a Sua fidelidade dura para sempre.

 

"Porque estás abatida, ó minha alma? Porque te perturbas dentro de mim?"  Espera em Deus, pois ainda O louvarás pela Sua salvação e pela Sua maravilhosa presença. Não desanimes, confia n'Ele, espera nas Suas misericórdias, pois Ele te guardará de todo o mal e não deixará vacilar o teu pé, nem te deixará tropeçar em pedra alguma. Tão somente espera e confia no Senhor.

 

Não desanimes. Pára a roda que te é contrária. Inicia uma nova caminhada na fé, confiança e amor do Senhor. Ele te dará a vitória.

publicado por archote às 07:15

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Junho de 2011

QUE É ISSO QUE TENS EM TUAS MÃOS? -- UMA VARA!

Êxodo 4:1-9                                              Êxodo 4:2

 

 

Era apenas uma vara, o cajado do pastor, que Moisés tinha na sua mão. Uma coisa de nada, sem valor, uma coisa em que não se reparava quando na mão de um pastor. No entanto, aquela vara ficaria na história de Israel.

 

Foi com essa vara especial, que Moisés estendeu sobre as águas do Egipto, que elas se tornaram em sangue, que a terra se cobriu de rãs, que o pó da terra se transformou em piolhos, que as moscas cobriram a terra do Egipto, que a saraiva destruiu as culturas da terra, que os gafanhotos comeram toda a erva verde do Egipto, que as águas do Mar Vermelho foram fendidas e o povo de Israel pode passar a pé enxuto, enquanto os egípcios se afogaram nelas (Êxodo 7:19 - 14:16).

 

A vara deixou de ser a vara de Moisés para ser a vara de Deus (Êxodo 4:20) e, com ela, muitos e maravilhosos milagres foram feitos a favor de Israel. A vara de Moisés passou a ser um bastão de comando, quase mesmo um ceptro de bênção.

 

Não era uma vara de encantamento, não tinha condão, nem magia, pois todo o poder que ela pudesse aparentar vinha de Deus, mas tinha que estar nas mãos de um homem chamado por Deus, que conhecia a Deus como ninguém e se deixava usar nas mãos do Senhor, para Sua glória e não para demonstração pessoal. Eram os milagres da fé em Deus.

 

Como é que uma vara nas mãos de um homem pode realizar tanto e tão grandes coisas? Porque ela representava toda uma vida posta nas mãos de Deus para o Seu serviço. Com aquele cajado (vara) ela fora pastor de ovelhas, no deserto de Mediam, por espaço de 40 anos; com o mesmo cajado, Moisés foi pastor de almas por outros 40 anos.

 

Deus faz coisas maravilhosas com as coisas que Lhe damos e consagramos totalmente para Ele. Pode ser uma vara, pode ser uma "rede", como as que  os apóstolos Lhe consagraram, podem ser "dois peixes e cinco pãezinhos", pode ser uma "agulha", como a de Dorcas, um "jumento", como aquele que Jesus montou para entrar triunfalmente em Jerusalém, pode ser um "vaso de alabastro com perfume", pode ser... pode ser...

 

O que é que nós disponibilizamos hoje para que Jesus use para Sua glória?

 

Disponibiliza a tua vida e deixa que Jesus a use como Ele quiser! É tão bom e gratificante, que nem imaginas. Só experimentando!

publicado por archote às 07:12

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 12 de Junho de 2011

UM SOLDADO FUROU-LHE O LADO

João 19:28-37                                       João 19:34

 

 

Tornemos a ler o texto de ontem, tão rico em significado espiritual e infinito em consolação para os nossos corações.

 

O lado de Jesus foi ferido, golpe que a multidão viu e que deixou um ferimento que impressionou profundamente Tomé, que haveria de vir a dizer: "Se eu não vir o sinal dos cravos e não meter a minha mão no lado, de maneira nenhuma o crerei", na Sua ressurreição (João 20:25). Tomé haveria de ver a perfuração feita no corpo de Jesus oito dias depois, mas, emocionado e crente, não tocaria nele. Vira e crera. Era um homem de dúvidas, como todos nós, mas convencível pela verdade. Provera a Deus que todos fossem assim.

 

Quem teria sido o autor da cruel estocada que perfurou o coração do Senhor Jesus? Crê-se que teria sido o centurião destacado para executar aquela diabólica sentença, que, para provar a morte de Jesus e não precisar de Lhe partir as pernas, como já fizera aos outros condenados. Estava escrito que "nenhum dos Seus ossos seria quebrado" (João 19:36 --> Êxodo 12:36). A Escritura Sagrada é para ser cumprida ao pormenor.

 

A tradição diz que este comando, chamado Longino, quando sentiu que o sangue de Jesus, escorregando pela lança, chegava à sua mão, se entregara a Deus, dizendo: "verdadeiramente este era o Filho de Deus". É sempre assim. Onde o sangue de Jesus chega, limpa, purifica e salva. Este homem teria morrido evangelizando o seu próprio povo na Capadócia.

 

Eis aí, no corpo de Jesus, as marcas profundas deixadas pelos nossos pecados. Parai!  Olhai e crede no precioso sangue  de Jesus, derramado para nossa salvação.

 

Olhai as marcas do Seu corpo, crede e, como Tomé, vivei a plenitude da bênção de Deus.

publicado por archote às 07:46

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 11 de Junho de 2011

PAI... AFASTA DE MIM ESTE CÁLICE... NÃO SEJA O QUE EU QUERO, MAS O QUE TU QUERES

Marcos 14:32-42                                      Marcos 14:36

 

 

Nesta especial oração de Jesus, ao Pai, há dois pedidos específicos:

  • afasta de Mim este cálice
  • não se faça a Minha vontade, o que Eu quero, mas o que Tu queres
Deus responde ao Seu Filho, não exactamente em função do pedido feito, "afasta de Mim este cálice", mas enviando um anjo do céu que O confortava (Lucas 22:48). É uma resposta diferente do que Jesus pedira, mas é a resposta de Deus! Muitas vezes nós estamos à espera de determinadas respostas, mas Deus responde-nos de outras formas. Que sejamos capazes de nos conformar - seja como Tu queres e não como eu quero.
Jesus teve no anjo quem O ajudasse a carregar, com ânimo. vontade e força, o sofrimento, e não que lhe levasse o sofrimento que Lhe estava reservado. Foi uma maravilhosa resposta. Deus "não tirou os dentes às feras", mas deu-Lhe força para as enfrentar.
Quando oramos, não devemos pensar, nem querer, que as respostas de Deus sejam exactamente as que nós criámos e queríamos. Nós não temos que impor nada a Deus, mas aceitar o que Deus quer para nós. Aceitemos a vontade de Deus para nós e ficaremos melhor servidos. A solução de Deus é sempre a melhor para nós.
Paulo pediu ao Senhor três vezes que lhe resolvesse um problema na carne. Deus não tirou o espinho, mas deu-lhe um maravilhoso bálsamo para que suportasse o espinho --  "a Minha graça te basta..." (II Coríntios 12:9).
Ai de nós se Deus atendesse sempre às nossas orações de acordo com os nossos desejos! Se a vida neste mundo já é tão difícil, então seria um manicómio.
Graças a Deus porque Ele é Deus de sabedoria e de soberania absoluta para responder  às nossas orações.
publicado por archote às 07:33

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds