Sexta-feira, 30 de Setembro de 2011

PASSEMOS PARA A OUTRA BANDA

Marcos 4:35-41                                    Marcos 4:35

 

 

Nem sempre é fácil passar para a outra banda. São incómodos que podem acontecer, é tempo que se gasta, é dispêndio de forças, são contra-tempos e, às vezes, para nada. Estamos aqui tão bem, porque haveremos de passar para a outra banda? Os que lá estão que se arranjem, que tratem da sua vida. Nós já temos preocupações que cheguem.

 

Esta é uma posição egoísta. Jesus, embora soubesse que ia ali para libertar uma só alma, pois todos os outros O rejeitariam e mandariam embora, foi.  Foi, expulsou os demónios do homem, libertando-o, e voltou. Tanto esforço por uma só alma, mas Jesus foi. Enfrentou o mar encapelado, enfrentou a fúria dos que se dedicavam ao  mercado ilícito da criação de porcos, mas foi e salvou aquele homem. Para Deus, para Jesus, uma alma vale mais que o mundo inteiro.

 

Pelo Seu acto de amor, libertando aquele homem do poder do maligno, violento e tumultuoso, que escravizava aquela alma, Jesus tornou-se "persona non grata" naquele lugar e teve de voltar ao ponta de partida. Deixou para trás um homem libertado de Satanás, um salvo, uma testemunha do que Jesus pode fazer. Valeu a pena ter "passado para a outra banda".

 

É fácil fazer o que muitos de nós fazemos - acomodados, sem fazer nada, sem, despertar reacções contrárias. O que é difícil é passar para a outra banda. Jesus passou, enfrentou as forças contrárias, venceu. Nós, como Seus discípulos e imitadores, também devemos atravessar o lago das dificuldades e fazer a obra do Senhor, na certeza de que com Jesus vale sempre a pena.

 

Jesus passou para a outra banda, sofreu dificuldades, operou a salvação de um endemoninhado e voltou para continuar a obra que tinha começado do lado de cá.

 

Vale a pena seguir o exemplo de Jesus, ainda que seja custoso. Os resultados valem as dificuldades.

publicado por archote às 07:19

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Setembro de 2011

GUARDARAM O SEPULCRO SELANDO A PEDRA

Mateus 27:57-66                                      Mateus 27:66

 

 

Normalmente costumam pôr epitáfios sobre as sepulturas ou na frente dos jazigos. Sobre a pedra que fechava a porta do sepulcro de Jesus, em vez de um epitáfio ou inscrição tumular, dando testemunho de algum acto especial do morto ou salientando a saudade e o amor de alguns pelo defunto, puseram um selo, com as armas de Roma, para que pudessem condenar quem violasse aquela entrada. Triste e mesquinho raciocínio o dos homens, como se pudessem vencer Deus!

 

Se tivesse que ter um epitáfio, qual seria o apropriado para Jesus? Ele, que espalhou a paz, a consolação, a cura dos doentes, que é o pão e a água da vida, que é o caminho, a verdade e a vida, que enxugou tantas lágrimas, deu tanta alegria a milhares de pessoas, que sempre abençoou e nunca amaldiçoou; Ele, que salvou e ajuntou a Si tantas almas famintas e sedentas, etc., etc., que elogio fúnebre devíamos pôr na Sua tumba?

 

Se fosse um dos apóstolos a fazer essa inscrição, ou se fosse Maria Madalena, ou o cego de Jericó, ou Lázaro, a quem ressuscitou dos mortos, ou o centurião, a quem ressuscitou a filha, ou a mulher adúltera, a quem perdoou os pecados, se fosse eu, que escreveria nessa pedra tumular?

 

E se fossem os inimigos, os fariseus e saduceus, que  O odiavam furiosamente, qual a mensagem que lá deixariam?

 

Mas, a verdade é que, por esquecimento, ingratidão, ódio, malvadez, Ele não teve epitáfio na Sua pedra tumular, apenas o selo romano, para que não fosse roubado. Nada mais!

 

Mas, pergunto-me, seria correcto pôr um epitáfio no túmulo de Jesus? Não! Não! Mil vezes não, porque isso é para os mortos e Jesus não é um morto. Morreu, porém não está morto. Ele está vivo e bem vivo. Aleluia!

 

Até aqui os grandes homens são celebrados com louvores, elogios, epitáfios, depois de mortos.  Mas com Jesus não pode ser assim. Ele está vivo! Há que celebrá-lO, não com panegíricos, mas com cânticos de louvor e adoração, porque Ele é o Salvador que sobreviveu à batalha com a morte.

 

Vencido foi, ó morte, o teu aguilhão. Onde está, ó inferno, a tua vitória"

publicado por archote às 07:33

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Setembro de 2011

DEUS AMOU O MUNDO DE TAL MANEIRA QUE DEU...

João 3:9-21                                                     João 3:11

 

 

A salvação não é apenas libertação do pecado, nem uma simples experiência de santificação, nem ainda só uma experiência da graça. É tudo isso, mas ainda muito mais.

 

A salvação é a total libertação para uma união total e perfeita do salvo com Deus. Significa que o Espírito Santo nos colocou em contacto com a personalidade de Deus, o que nos leva a vibrar com algo infinitamente maior do que nós próprios, envolvendo a entrega que Ele faz de Si mesmo em Cristo Jesus, para propiciação dos nossos pecados.

 

Dizer e ter consciência de que somos salvos é também sentir que fomos chamados a proclamar Jesus Cristo como nosso Salvador e Salvador do mundo. Salvação significa que já não somos de nós mesmos, mas pertença do Deus do céu.

 

Leia outra vez o texto de João 3:16 e deleite-se no facto de Deus ter dado a Sua vida para o salvar. Louve, agradeça e reentregue-se totalmente para Deus . Nós somos pertença do Senhor, para  glorificação do Seu Nome aqui na terra.

 

Deus deu-se por nós e a nós, sem reservas. Entreguemo-nos totalmente a Ele, para que Ele nos trabalhe.

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 27 de Setembro de 2011

NO ANO EM QUE MORREU O REI UZIAS, EU VI O SENHOR

Isaías 6:1-9                                          Isaías 6:1

 

 

Esta foi uma maravilhosa visão do profeta Isaías, no ano que morreu o rei Uzias. Ele viu o Senhor assentado num alto e sublime trono. Viu o Seu séquito angélico, que O servia com devoção, respeito e trabalho. Ouviu das preocupações do céu com o homem perdido - "a quem enviarei e quem há de ir por nós?"

 

Deus sempre se preocupou com o homem, desde a criação. Criou-o com esmero, perfeição, espiritual e com capacidade de escolher por si próprio. Preocupou-se com ele,  quando ele entrou em pecado e rebelião; preocupou-se com ele,  sacrificando animais e vestindo-o com suas peles; preocupou-se com ele, impedindo-o de comer da árvore da vida (depois de pecar)... Foi um nunca mais acabar de cuidados com o homem.

 

No texto de hoje, Deus preocupou-se  em arranjar um arauto de "boas novas", com capacidades morais e espirituais para essa obra. Foi preciso purificar e santificar Isaías, para que este pudesse ir e anunciar.

 

Esta visão de Isaías teve um alto preço:

  • Isaías viu a glória do Senhor, sentindo que nada era, além de um verme de lábios impuros
  • Isaías reconheceu a sua miséria e incapacidade para a obra
  • o anjo do Senhor purificou seus lábios e vida, com uma brasa viva, tirada do altar do Senhor
  • a brasa queimou os lábios de Isaías e ele, então, foi capacitado

Pago este preço, Isaías podia dizer: - "eis-me aqui, Senhor, envia-me a mim". Estou pronto, Senhor. "Eu quero fazer o que queres, Senhor, fá-lo-ei sustentado por Ti. Quero dizer o que queres, Senhor, que o servo Teu deva dizer" (298 C.C.).

 

E nós, que estamos fazendo? O rei Uzias já morreu. Ficámos pobres, doentes, afectados pelos cataclismos da vida. Que faremos? Desistir? Ficar desanimados? Entregarmo-nos ao desalento? De maneira nenhuma! Procuremos ver o Senhor, ter uma visão do céu, a que preço for, e continuemos revestidos do Seu poder e graça, anunciando ao mundo que há vida, há vida em Jesus, vida que nunca acaba.

 

Deixemos Deus ocupar o nosso coração, purificar-nos de todo o pecado e continuemos a pagar o preço, mas anunciando que Jesus é o Único Nome, dado debaixo do céu, pelo qual devemos ser salvos.

publicado por archote às 07:32

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Setembro de 2011

PASSANDO DALI... CHEGOU A BETEL, EDIFICOU UM ALTAR E ADOROU O SENHOR

Génesis 12:1-9                                    Génesis 12:8

 

 

Nós fomos salvos para louvor da glória do Senhor (Efésios 1:4). Não admira que Abraão, tendo ouvido e respondido à chamada do Senhor, tivesse como preocupação prioritária achar um lugar para edificar um altar para adorar e servir ao Senhor.

 

Que pena nem todos os salvos se predisporem para este fim, pois nisso encontrariam sensação de dever cumprido e  felicidade íntima.

 

Adorar é dar a Deus o melhor que Ele nos tem dado. É preciso dar-Lhe o melhor do nosso coração e não as sobras requentadas do que já demos a alguém. Deus quer o nosso melhor, a nossa adoração honesta e sincera.

 

Sempre que recebamos uma bênção de Deus, devolvamo-la envolvida na adoração do nosso coração. Deus receberá com prazer.

 

Nós somos o templo do Espírito Santo, "Betel", Casa de Deus. Assumamos o nosso privilégio e que Deus resplandeça em nós por todos os poros, atitudes, palavras, obras, amor ao próximo. O valor da nossa actuação para Deus no mundo é medido pela comunhão real que temos com Ele. A pressa é um erro que podemos evitar, adorando na tenda da nossa adoração por longos dias.

 

Tenhamos disciplina no tempo da nossa adoração, louvor, meditação, reflexão da Palavra, trabalho na execução da Sua vontade.

publicado por archote às 07:15

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Setembro de 2011

QUE FAREI DE JESUS, CHAMADO O CRISTO?

Mateus 27:11-26                                        Mateus 27:22

 

 

A decisão a tomar sobre Jesus, chamado o Cristo,  é uma decisão que tem consequências eternas.  Pilatos estava perante um grande dilema - soltar Jesus e declará-lO justo e sem pecado ou aceitar as mentiras diabólicas dos fariseus, sofrendo as consequências de desprezar a Cristo - a condenação eterna.

 

Pilatos optou por mandar matar o Cristo de Deus e mandar soltar Barrabás, criminoso assumido e conhecido por toda a cidade. Não lhe foi suficiente "lavar as mãos do caso", pois, segundo a tradição, teria morrido agarrado a uma capa escarlata, clamando : - derramei sangue inocente! A sua consciência jamais o deixou descansar em paz.

 

Naqueles dias o povo foi conivente com Pilatos e pediu : - "crucifica-O, crucifica-O e o Seu sangue caia sobre as nossas cabeças e sobre as cabeças dos nossos filhos" Pilatos fez-lhes a vontade e, poucos anos depois (47), a cidade de Jerusalém foi arrasada pelas tropas romanas e o sangue dos judeus correu como água pelas ruas de Jerusalém. E durante mais de 1878 anos os judeus não tiveram pátria (anos 70 - 1948 A.D.).

 

Tiveram o que pediram, sem dúvida, mas menos de que mereciam, pois, ao longo dos anos de sofrimento, Deus sempre preservou a sua identidade e os guardou para um final muito particular - reconhecerem o Cristo de Deus como o verdadeiro Messias.  Esta é uma profecia que ainda está por se cumprir (Ler Zacarias 8-14)

 

Tu, que me lês hoje, quem vais escolher? Barrabás, e tudo quanto ele representa de diabólico, ou Jesus, chamado o Cristo? Desta escolha depende a tua perdição eterna ou a tua salvação.

publicado por archote às 07:33

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 24 de Setembro de 2011

FOI-ME DADA A GRAÇA DE PREGAR AS INSONDÁVEIS RIQUEZAS DE CRISTO

Efésios 3:6-13                                            Efésios 3:8

 

 

Como sabemos pela descrição dos Evangelhos, Jesus era rico, mas fez-se e nasceu pobre para que nós enriquecêssemos (II Coríntios 8:9). Nasceu de um casal de eleitos de Deus, na cidade de Belém, e essa "pérola de preço inexcedível" foi deitada numa humilde manjedoura, envolvida em panos, pois não havia lugar para Ele na estalagem (Lucas 2:7).

 

Era rico, riquíssimo, mas foi dado a pais pobres. A "jóia" mais rica dos "céus de Deus" repousando sobre as tábuas simples de um comedouro de animais! Que grande e maravilhoso amor o de Jesus! Podia ter rejeitado, mas aceitou todas essas humilhações até à cruz, para nos tornar participantes da Sua glória.

 

E a mim, o mais miserável de todos os santos, me foi dada a graça de anunciar, no mundo, o Evangelho e as riquezas insondáveis de Cristo. Insondáveis, sim, mas não inacessíveis, pois Cristo é um maravilhoso tesouro ao alcance de todos os homens.

 

Ele foi deitado numa manjedoura, não num berço de ouro, numa estrebaria, não num palácio, mas cedo os pastores e os magos Lhe trouxeram presentes e acabaram por ser ricamente abençoados, voltando às suas vidas com novas riquezas - as riquezas permanentes que Cristo dá.

 

Se tu estás pobre, vai ter com Jesus agora. Ele enriquecerá a tua vida com Seus tesouros maravilhosos e insondáveis. Jesus não quer mendigos no Seu Reino. Quer príncipes, sacerdotes e reis, cheios das bênçãos celestiais.

 

Abre o teu coração para Jesus. Não O deixes na estrebaria, mas recebe-O como teu Salvador e Ele te  enriquecerá com Seus tesouros que não têm fim.

 

 

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Setembro de 2011

SOBRE TUDO O QUE SE DEVE GUARDAR... É O CORAÇÃO

Provérbios 4:23

 

 

É do coração que procedem as saídas da vida, tanto as boas, quanto as más. E porque o coração do homem é mau desde o princípio, enganoso mais do que todas as coisas e perverso, é preciso guardá-lo do que é mau aos olhos do Senhor.

 

Jesus ensinou que devemos guardar o nosso coração para que haja em nós o mesmo sentimento que houve n'Ele, que deixou Sua morada na glória, tomou um corpo em tudo semelhante ao nosso, para poder salvar-nos do pecado e poder apresentar-nos a Deus, justificados e aptos para vivermos para sempre com Ele (Filipenses 2:5-7).

 

Como poderemos guardar o nosso coração? Pondo-o sob a protecção e guarda de Jesus. Ele nos guardará de todo o mal e nos levará pelo caminho que devemos andar. Deixa que Ele tenha autoridade sobre ti e confia-Lhe o teu coração.

 

Se quisermos, Jesus também guardará a nossa mente da entrada de maus e perigosos pensamentos, guardando o nosso corpo, alma e espírito de todo o mal. Ele será nossa protecção contra toda a espécie de pecados.

 

Não permitas que o teu coração seja rebelde. Submete-te inteiramente a Jesus e Ele guardará a tua vida para o Pai.

 

Qual é o pensamento que está enchendo a tua vida e que impede a completa autoridade de Jesus? Arranca-o para fora de ti e enche-te totalmente de Cristo, e, assim como dois corpos não podem ocupar simultaneamente o mesmo espaço, assim o pecado não pode ocupar o lugar já ocupado por Jesus.

publicado por archote às 07:27

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Setembro de 2011

TIVE FOME E DESTES-ME DE COMER

Mateus 25:33-40                                       Mateus 25:35

 

 

O povo do Senhor tem um sinal pelo qual é conhecido em qualquer parte - o AMOR.

 

Deus é amor, os feitos filhos de Deus pelo novo nascimento, operado pelo Espírito Santo, têm que impreterivelmente ser marcados com este sinal. Quem é de Deus ama, pois é uma nova criatura, nascida para ter nela o fruto do amor, da bondade, da benignidade, longanimidade, paz, mansidão, temperança, fé, sendo a  maior o amor.

 

Portanto, o sinal dos salvos não é  ser bonito ou feio, não é ter formação académica ou ser ignorante, não é ser rico ou pobre, homem ou mulher, preto ou branco, ter uma igreja para frequentar ou não, talentos, tesouros ou esperanças. Nada disso. O sinal dos salvos é o amor e, portanto, a sua identificação com Deus, que é amor.

 

Os verdadeiros crentes devem praticar  em todo o tempo e serem conhecidos pelo amor. "Nisto conhecerão que sois Meus discípulos, se vos amardes uns aos outros, como Eu vos amei a vós".

 

Neste tempo de crise há que partilhar tudo o que de bom Deus nos dá. Enquanto eu tiver um euro, metade é para ti. Dar de comer a quem tem fome e de beber a quem tem sede. Seguir o exemplo de Jesus e fazer como Ele fez durante a Sua estada na terra. Agora somos nós os seguidores da Sua Obra.

 

Sem espalhafatos, sem balbúrdia, sem toque de trombeta, amar, amar e servir a Deus na pessoa do próximo.

publicado por archote às 07:43

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Setembro de 2011

JUDAS, ARREPENDIDO, TROUXE AS TRINTA MOEDAS... E FOI ENFORCAR-SE

Mateus 27:3-5

 

 

Muitas vezes confundimos remorso com arrependimento, o que, além de ser um grande erro, é um grande perigo. O nosso texto de Mateus 27:3 diz que Judas levou de volta as trinta moedas de prata que tinha recebido para trair Jesus - "trouxe arrependido as trinta moedas que atirou para o templo; retirou-se  e foi-se enforcar".

 

Terá sido arrependimento o que Judas sentiu? Porque  não se arrependeu aos apelos santos de Jesus?

  • um de vós me há de trair (Mateus 26:21)
  • o que mete comigo a mão no  prato me há de trair (Mateus 26:23)
  • Judas disse "por ventura sou eu, Rabi?"  - " Tu o disseste" (Mateus 26:25)
  • é um dos doze que mete comigo a mão no prato (Marcos 14:20)
  • é aquele a quem eu der o bocado molhado; e molhando o bocado o deu a Judas (João 13:26)
  • o que fazes, fá-lo depressa (João 13:27)
  • Judas, com um beijo trais o Filho do homem? (Lucas 22:48)
Judas não sentiu nenhum destes apelos de Jesus para o seu arrependimento, como se arrependeria agora que o diabo tinha entrado nele? (João 13:27)
Penso que Judas nunca se arrependeu, por isso, procurou uma figueira para se enforcar. Quem atenta contra a sua vida, matando-se, comete pecado e vai para a condenação (Êxodo 20:13).
Entre o remorso e o arrependimento vai uma distância tão grande como a que vai do céu ao inferno. Assim, rogo-te, pelo amor de Deus, arrepende-te dos teus pecados, muda de mente e coração e não te contentes com enganadores remorsos, que apenas "embotam" a consciência, tirando-lhe a sensibilidade . Arrepende-te e crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, até mesmo "in extremis".
publicado por archote às 07:19

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds