Segunda-feira, 30 de Abril de 2012

TENHO-VOS DITO ISTO PARA QUE O MEU GOZO PERMANEÇA EM VÓS E O VOSSO GOZO SEJA COMPLETO

João 15:7-12                                           João 15:11

 

- Bem, eu quero é gozar a vida! Gozá-la em plenitude  e em todas as vertentes - sexo, experiências radicais, boa casa, bom automóvel, viagens pelos quatro cantos do mundo, desporto... tudo, tudo experimentar tudo "ao mais alto nível".

 

- Mas, repara, esqueceste, nos teus desejos, experimentar as alegrias e o gozo das coisas espirituais, como, por exemplo, o gozo da paz com Deus; viver o presente sem ter medo do futuro, a doçura de criar uma família, ver crescer as crianças num ambiente estável, pacífico e sem ilusão; a alegria de te alimentares diariamente com o pão do céu...

 

- Isso é para os fanáticos, para os "pobres de espírito", para os inadequados, para os que não têm ambições e se contentam com pouco, para os mentecaptos. Eu não vou nessas lérias!...

 

Esta era a conversa entre dois jovens com visões diferentes da vida. Um materialista, pensando apenas na matéria, nas coisas físicas, como se amanhã não tivesse de morrer. O outro era um jovem no princípio da sua vida cristã, mas que já sabia que há vida para além da morte e que é preciso estarmos preparados para o dia em que ela chegar.

 

Infelizmente não demorou muito tempo para se provar que o jovem cristão tinha razão. Logo na sua viagem experimental do seu novo carro, o jovem materialista perdeu o controlo do mesmo e enfeixou-se numa árvore à beira da estrada. Não morreu, mas está tetraplégico, e dificilmente algum dia poderá dar seguimento aos desejos da sua juventude. Ficaria amarrado para sempre a uma cadeira de rodas.

 

Visitado pelo amigo cristão, respondia asperamente, irritado contra tudo e contra todos - foi o destino, foi a malvada da vida, porque eu não posso acreditar num Deus, que dizes ser amor e me atirou, como um traste sem valor, para esta cadeira de vergonha.

 

Nós diremos, não foi Deus que o mutilou, mas foi a sua falta de cuidado, a sua inexperiência, a sua arrogância e desprezo por Deus, que lhe não permitiu pedir ajuda Ao que podia livrá-lo. Deus ainda quer salvá-lo e dar-lhe o gozo da salvação. Basta que creia em Jesus.

 

Se não crer, mais tarde ou mais cedo virá a morrer e a acordar no inferno da sua incredulidade.

 

Deus quer que o Seu gozo se cumpra em nós, basta que aceitemos a Sua oferta de paz.

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 29 de Abril de 2012

AOS CHAMADOS PARA SEREM SANTOS

I Coríntios 1:1-4                                                   I Coríntios 1:2

 

Ao ler esta saudação de Paulo aos crentes salvos da Igreja de Corinto, dobro os meus joelhos em gratidão diante da Majestade de Deus, porque me teve, a mim também, como capaz para ser santificado e tornado membro do Seu corpo - a Sua Igreja - eu, que sou um tão grande pecador.

 

Minha alma canta, agradecida a Deus, porque, embora não houvesse nada de bom em mim, Ele, em Sua graça, achou por bem salvar-me, tornar-me ovelha do Seu redil e cuidar de mim todos os dias, de uma forma tão amorosa. Obrigado, Senhor!

 

Eu sei que ainda estou em processo de santificação, até atingir a estatura do varão perfeito, que é Cristo Jesus, o Senhor.  Mas, todos os dias Lhe agradeço porque Ele me ajuda a subir mais um degrau na escalada do aperfeiçoamento. Sozinho não era capaz, mas, com Ele a segurar a minha mão, "sou mais que vencedor".

 

Não é fácil esta caminhada da santificação, mas é muito gratificante subir com Jesus! Nunca falhamos. Cada passo é uma batalha, que se torna numa vitória. Por isso, eu gosto de caminhar com Jesus, pois o meu coração fica sempre alegre quando caminho, quando trabalho para Ele, quando oro perante Ele.

 

Tenho que confessar que, às vezes, o "meu mesquinho EU" fica indignado e me diz que a carga é grande, que o caminho é para fanáticos, que isto de ter uma vida de oração tira-me a liberdade, que sou um escravo, etc., etc..

 

Contudo, no fim, verifico que é tão bom ser escravo de Jesus! É melhor ser escravo de Jesus do que príncipe do inferno! É melhor levar o jugo de Jesus (que, com a Sua ajuda, é tão leve) do que gozar as folgas diabólicas que, no fim, trazem tão nefastas consequências.

 

Jesus, dá-me a Tua mão e as Tuas forças para continuar a seguir-Te nos caminhos da santificação!

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 28 de Abril de 2012

NÓS TEMOS A MENTE DE CRISTO

I Coríntios 2:12-16                                        I Coríntios 2:16

 

Há dias lembrei-me de uma velha canção que o "padre Zézinho" cantava e que dizia, mais ou menos assim: - "andar como Jesus andou, pensar como Jesus pensou e amar como Jesus amou... "  e pus-me a meditar: - será que, se tivéssemos a mente de Cristo, este mundo estaria da maneira que está? Será que haveria tanta gente avarenta, presunçosa. soberba, egoísta, desobediente a pais e a mães, ingrata, adúltera, assassina, caluniadora, incontinente, devassa e blasfemadora do santo Nome de Deus? Estou convencido que este mundo seria bem diferente (ler II Timóteo 3:1-9).

 

Mas, que poderemos fazer para ter a mente de Cristo e pensar como Ele pensou? Antes de mais, precisamos de nascer de novo, da água e do Espírito, para sermos novas criaturas e as coisas velhas não comandarem mais as nossas vidas (II Coríntios 5:17). Depois, precisamos mesmo de amar como Ele amou, que, mesmo diante da acusação, da calúnia, da traição, podia orar: - "Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem" (Lucas 23:34).

 

Finalmente, penso que  precisamos de ter uma vida cheia, saturada do Espírito Santo, que nos convence do pecado, da justiça e do juízo (João 16:7-10) e isto produzirá em nós uma vida de oração sem cessar (I Tessalonicenses 5:17). Oração motivada pelo amor a Deus e ao próximo e que traz consigo confissão, arrependimento, abandono do pecado e um constante louvor a Deus.

 

Mantenha o hábito de orar sem cessar, orações de louvor, adoração e petição pelos que sofrem, e sua vida será mais parecida com a vida de Cristo, onde o mundo pode ler o "Santo Evangelho".

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Abril de 2012

TU, Ó DEUS, PERDOADOR, CLEMENTE... JAMAIS NOS DESAMPARARÁS

Neemias 5:15-21                                           Neemias 5:17

 

Graças Te damos, ó Deus, porque não há outro Deus perdoador, clemente, misericordioso, tardio para Se irar e grande em beneficência, como Tu. Somente Tu és Deus, que nunca nos desamparas, não obstante as nossas maldades e transgressões

 

Graças Te damos, Senhor, porque Tu és um Deus de perdão e grande misericórdia.  Onde estaríamos nós se não fosse o Teu perdão e a Tua beneficência? Certamente estaríamos a afundar-nos nas areias movediças que conduzem ao inferno, lugar de  afastamento e sofrimento eternos.

 

O nosso Deus é Deus perdoador. Isto significa que Ele cobre os nossos pecados com a justiça de Jesus e esquece para sempre o mal com que O ofendemos. Ele lança os nossos pecados para tão longe como o Oriente está longe do Ocidente, para nunca mais se lembrar deles. Foi assim no tempo de Neemias em relação ao povo prevaricador. Isso é assim hoje, para connosco. O sangue do Senhor Jesus cobre para sempre os nossos pecados.

 

E tu, meu amigo, quando alguém peca contra ti, te magoa profundamente, qual é o teu procedimento? Perdoas e esqueces para sempre ou fica-te atravessado na "garganta" para na primeira oportunidade lançares em cara como pedra de arremesso?

 

Faz como o Senhor Deus faz contigo - perdoa e esquece e tu serás bem mais feliz do que se andares com "engulhos na garganta".

 

Àquele que não perdoa ao seu irmão também Deus lhe não perdoará os seus pecados.

 

publicado por archote às 07:08

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Abril de 2012

HAVIA ENTRE OS JUDEUS UM HOMEM CHAMADO NICODEMOS

João 1:1-11                                      João 1:1-2

 

Nicodemos, cujo nome significa vitorioso sobre o povo, era um fariseu, líder em Israel e membro do colégio religioso que governava o povo. Era um homem erudito e bem instruído na Lei de Deus (mestre em Israel), mas, pelo que parece, era um coração insatisfeito, faminto do verdadeiro Deus.

 

Durante a noite, ele foi procurar Jesus, para saber sobre a vida eterna. Foi em busca do verdadeiro alimento para a sua alma.

 

É bom cairmos em nós, vermos as nossas falhas, os nossos pecados e procurarmos Aquele que nos pode aliviar, esclarecer e suprir todas as nossas faltas. Foi assim com Nicodemos, de tal maneira que ele foi um dos senadores que não concordou com a morte do Senhor Jesus. Também ele e José de Arimateia trataram de todas as formalidades para o funeral do Senhor.

 

Nicodemos foi ter com Jesus, aceitou-O como Senhor e foi-Lhe fiel. 

 

Já procuraste Jesus para resolução dos teus problemas? Já recebeste d'Ele a salvação da tua vida? Nicodemos teve uma maravilhosa experiência com Jesus! Marcou a sua vida para sempre.

 

Por três vezes, no ministério de Jesus, Nicodemos esteve ao lado do Mestre da Galileia, para O defender. O que é que acontece connosco quando temos de ficar ao lado de Jesus? Acobardamo-nos num mutismo ou defendemo-lO? -  Pode alguém ser condenado sem ser julgado? (João 7:50-52); ou afastamo-nos, negando-Lhe os nossos préstimos? (João 19:39-40)

 

Bem-aventurados os que crêem e esperam no Senhor, mesmo em circunstâncias terminais, porque eles serão consolados e recompensados.

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Abril de 2012

SAI DEPRESSA PELAS RUAS E BAIRROS DA CIDADE, PELOS CAMINHOS E VALADOS, E TRAZ AQUI OS POBRES, MANCOS, ALEIJADOS E FORÇA-OS A ENTRAR

Lucas 14:15-23                                        Lucas 14:22-23

 

Este texto, conhecido pela parábola da grande ceia, é de grande significado, pois nele vemos que muitos dos convidados para a festa foram ingratos e arranjaram vários pretextos para se negarem a estar na festa do grande rei.  Algumas desculpas até pareciam verdadeiras, mas a verdade é que todas traziam o ferrete do desafio, da arrogância, do pouco interesse que tinham para com o seu senhor.

 

O senhor compreendeu a mensagem que lhe levava aquela recusa ostensiva e mandou os servos para que fossem por caminhos e valados, pelos becos e ruas insalubres da cidade e trouxessem para a sua festa todos aqueles que encontrassem - cegos, mancos, aleijados, todos, todos, para que a sua festa se enchesse e nenhum dos dignitários convidados provasse da sua ceia, nem viesse a rir-se por a festa ficar vazia.

 

Ide, realmente, a todos os que precisam, trazei-os e forçai-os a entrar, para que gozem as delícias da festa do Senhor. Hoje, a história repete-se e os "importantes", os "sábios", os senhores desta vida não aceitam o convite, mas nem por isso as festas do Senhor terão menos brilho e louvor. Esses convidados não são dignos da tão maravilhosa festa e, por isso, ficarão de fora.

 

Quando quiserem não haverá mais lugar, será demasiado tarde para partilharem das bênçãos do Senhor. Ficarão apenas com aquilo que engoliram neste mundo (Lucas 16:24) e isso será realmente muito pouco.

 

O que é que escolhes? Ver campos que ficarão cá quando partires? Experimentar juntas de bois que morrerão ainda antes de te darem alguma satisfação? Casar e descasar, como é costume deste mundo de pecado? Tudo isso é muito pouco em comparação com o que Deus tem preparado para os que respondem ao convite e o aceitam.

 

O que é que tu escolhes? Os bens deste mundo, que passarão juntamente com ele (II Pedro 3:7-11) ou as bênçãos celestes que Cristo dá e permanecem para sempre?

 

Eu já fiz a minha escolha. E tu?

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 24 de Abril de 2012

DEUS NOS RECONCILIOU CONSIGO MESMO E NOS DEU O MINISTÉRIO DA RECONCILIAÇÃO

II Coríntios 5:14-21                                           II Coríntios 5:18-20

 

Em virtude do pecado que em nós reina, todos nós, os impenitentes,  somos pessoas irreconciliadas com Deus. Estar nesta posição significa que, se morrermos agora, estamos condenados a receber o salário do pecado, que é a morte eterna.

 

Por isso, precisamos de, imediatamente, acertarmos as nossas contas com Deus. Precisamos de pôr cobro a toda a situação de pecado, que nos torna opositores de Deus. Precisamos de nos reconciliar já com Deus, porque amanhã pode ser tarde.

 

Deus já abriu todas as portas, aplainou todos os montes de problemas e, por Jesus Cristo, Seu amado Filho, preparou tudo, todas as coisas, bastando agora que nós abramos os nossos corações e aceitemos, pela fé, a reconciliação com Ele, deixando para trás todas as coisas velhas.

 

Reconciliados com Deus, andando lado a lado com Deus, como nova criação, sentindo e vivendo todas as boas influências de Deus em nossas vidas. Isto é bom, é doce, é como que viver um presente feliz e saber que o futuro será ainda mais pleno de graça e felicidade.

 

Mas, repara ainda uma coisa mais:  Ele nos deu este ministério da reconciliação para que o exerçamos. Devemos disponibilizar toda a nossa vida, tempo, sentimentos e bens para exercermos este ministério da reconciliação para com o nosso próximo, para que ninguém fique na ignorância de Cristo e se perca, antes que todos conheçam a graça de Cristo e sigam nos santos caminhos da reconciliação com Deus.

 

Deus, na Sua graça, reconciliou-nos Consigo mesmo, para que nós, com espírito de gratidão, amor e trabalho, levemos outros a este mesmo caminho de paz perfeita com Deus, com o nosso próximo e connosco mesmo.

 

Estás disponível para seres embaixador, da parte de Cristo, para anunciar o tempo da reconciliação com Deus?

publicado por archote às 07:08

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Abril de 2012

SENHOR, SE TU O LEVASTE, DIZ-ME ONDE O PUSESTE E EU O LEVAREI

João 20:11-18                                                   João 20:15

 

Foi na manhã da ressurreição de Cristo! Jesus tinha saído triunfante da morte e o anjo de Deus tinha-se sentado sobre a grande pedra que fechava a porta do sepulcro (Mateus 28:2). Maria Madalena foi ao sepulcro com outras mulheres (sendo ainda escuro), para prestarem uma última homenagem ao seu Santo Senhor.

 

As santas mulheres ficaram aterrorizadas e voltaram correndo para dar a notícia aos discípulos. Estes foram e, nas pessoas de João e Pedro, viram que era assim. Os lençóis estavam no chão e o lenço que atara a Sua cabeça estava cuidadosamente dobrado num lugar à parte. João viu e creu. Pedro viu e ficou na expectativa. Maria Madalena ficou chorando, fora, mas perto do sepulcro. Ela "viu dois anjos vestidos de branco, assentados no lugar onde Jesus jazera, um aos pés e outro à cabeceira", que lhe disseram: "Porque choras? Ele não está aqui, já ressuscitou!"

 

Depois, ela voltou-se para trás, viu alguém e, não sabendo quem era, pensando que era o hortelão, perguntou-lhe: "Senhor, se tu O levaste, diz-me onde O puseste e eu O levarei!"

 

Que grande fé a de Maria Madalena! Como poderia ela levar um corpo morto, pesado, sem qualquer ajuda? Ela O levaria para onde? E como faria isso se o dia já clareava e breve outras pessoas tomariam conta do seu segredo? Só uma grande fé poderia, de facto, ter um rasgo destes.  Qual é o tamanho da nossa fé? Em circunstâncias idênticas que faríamos nós?

 

Felizmente Jesus estava vivo, ressurrecto, glorioso e pronto para ajudar, sem precisar de ajuda. Foi Ele que confortou Maria! Foi Ele que anunciou, deu instruções, orientou os Seus, que estavam sem luz e sem norte. Jesus está aqui, comigo e contigo, para nos dizer que fazer, como agir e ainda para nos dar forças para voltarmos. Graças a Deus que nos deu Jesus!

 

Cuidado, porque como Jesus fez com Maria, Ele o faz sempre connosco. Dá-se sempre a conhecer, guia, abençoa e faz obra em nós. Os mercenários que por aí andam a dizer que são os verdadeiros, os bons, os melhores, são ladrões e salteadores. Cuidado com eles, pois só os pelos são de cordeiro, o coração é de lobos devoradores.

 

Vai para meus irmãos e diz-lhes que Eu vivo e vós vivereis. Vai cumprir a tua missão indispensável aos perdidos. Vai e não percas tempo com contemplações, com mensagens superficiais, com fábulas e questões loucas, etc.

 

Vai e anuncia que Cristo ressuscitou e está vivo, pronto para salvar, ajudar e guiar para o céu.

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 22 de Abril de 2012

O SENHOR JESUS, NA NOITE EM QUE FOI TRAÍDO, TOMOU O PÃO...

I Coríntios 11:23-29                                 I Coríntios 11:23, 25

 

Este texto de Paulo aos coríntios relata-nos um dos momentos mais solenes e significativos do ministério do Senhor Jesus - a instituição da "Ceia do Senhor".

 

Foi na noite anterior à Sua morte na cruz. Jesus mandou fazer os preparativos para a ceia pascal, que deveria partilhar com os Seus discípulos, como bom judeu que era. Foi num grande cenáculo mobilado, onde foram feitos os preparativos, e, chegada a hora, pôs-se à mesa com os Seus discípulos, não sem primeiro ter dado um exemplo de grande humildade, lavando os pés aos Seus seguidores e exortando-os a buscarem essa virtude.

 

Tudo indica que foi depois de Jesus ter dado o bocado molhado a Judas, que saiu para a noite, que o Mestre instituiu este santo memorial. Não queremos entrar em pormenores, mas gosto de pensar que Judas, o traidor, já tinha saído para entregar Jesus, quando o Senhor, tomando o pão e o vinho, os apresentou como símbolos do Seu corpo e do Seu sangue, dizendo que eles deveriam fazer isso como lembrança da Sua morte pelos nossos pecados.

 

Jesus disse : - "Fazei isto em memória de Mim, porque, todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice, anunciais a morte do Senhor, até que venha".

 

Assim, a celebração da "Ceia do Senhor" é a comemoração da Sua morte pelos nossos pecados e o anúncio de que Ele há de vir, assim como para o céu foi visto ir.

 

Esta celebração deve ser feita, não como um mero rito religioso, não para obtermos qualquer graça especial do Senhor, não com irreverências e extravagâncias, mas com o sentimento de gratidão pelo que Jesus fez por nós e como anúncio de que Ele há de vir, para julgar os vivos e os mortos.

 

Partilhemos da "Ceia do Senhor" com gratidão, discernindo o corpo do Senhor, com louvor e acção de graças.

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 21 de Abril de 2012

OLHA, JOSUÉ, TENHO DADO NA TUA MÃO A CIDADE DE JERICÓ

Josué 6:1-10                                          Josué 6:2

 

O Senhor Deus disse a Josué que entregaria nas suas mãos a forte e orgulhosa cidade de Jericó, que apoiava a sua segurança nas fortes e altas muralhas que a circundavam. Fortes, altas, grossas, mas que iriam abaixo com o toque de algumas trombetas sacerdotais e o grito ordenado de um pequeno povo.

 

Quão frágeis e débeis são as defesas humanas ante o poder do Deus dos céus e da terra! Não confieis em muralhas, cavalos, aviões e mortíferas bombas termonucleares, porque, aos olhos do Deus Poderoso, não valem nada. Ficam  avariados, inutilizados e sem qualquer poder.

 

Ao ler este texto com um pouco de atenção, pensei no quão ridículo e ineficaz deve ter parecido aos senhores de Jericó aquelas marchas diárias, com trombetas, ao redor da cidade. Aqueles milhares de "fraldisqueiros" sem armas, sem munições, sem escadas para subir as muralhas, sem catapultas para a destruição dos muros, sem... deveriam ter enlouquecido, certamente. Mesmo tomados de medo pelo que os israelitas tinham feito aos reis do outro lado do Jordão, aquilo tocava as raias da insanidade.

 

E no sétimo dia? Foi marcha após marcha desde a madrugada até à tarde, num "silêncio ensurdecedor". Que queria aquilo dizer?

 

Os habitantes de Jericó não sabiam que o Deus do céu e da terra escolhia as coisas fracas para confundir  e envergonhar as fortes  (I Coríntios 1:27). Eles não sabiam que a fé age de uma maneira diferente da força; eles não conheciam a força da fé, nem o que Deus faz a quem n'Ele confia.

 

E foi assim que, naquele dia, à sétima volta à cidade, o povo parou, voltado para as muralhas,  as trombetas soaram e o povo gritou com grande voz, e as muralhas, como se fossem uma simples vedação de caniços, caiu e o povo do Senhor entrou na cidade, destruindo-a por completo.

 

Não há Jericós, Lisboas (1755) ou Jerusaléns (70 DC) que resistam ao poder do Senhor. Quando Deus quer, faz.

 

Irmãos amigos, eis aí diante de vós tantas e tantas cidades e vilas afundadas na lama do pecado. Há que usar as armas da fé, da oração e do trabalho, para que as suas muralhas venham abaixo e Cristo reine no coração dos homens.

 

Para nós é impossível, mas para Deus não é. Ergamos as nossas vozes, em uníssono, a Deus e, como em Jericó, Ele vencerá.

publicado por archote às 07:12

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds