Domingo, 10 de Junho de 2012

ABRAÃO CREU NO SENHOR E ISTO LHE FOI IMPUTADO POR JUSTIÇA

Génesis 15:1-7                                         Génesis 15:6

 

Crer do Senhor é o caminho para a lavagem e regeneração dos nossos pecados (Tito 2:2) e plena justificação, diante de Deus, dos mesmos pecados cometidos contra a santidade de Deus (Romanos 5:1)  - "Sendo justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo".

 

Abraão não compreendia como, com aquela idade, tanto ele como sua esposa, poderiam ter um filho para herdar a terra da promessa. Segundo a sua visão míope e limitada, seria a descendência de seu servo  Eliaser, o damasceno, que herdaria tudo aquilo. Mas Deus tinha outros planos. Deus via mais longe, via a realidade e seria à sua semente, na pessoa de Isaque, que Deus daria aquela maravilhosa herança. Abraão creu na promessa do Senhor e isso lhe foi imputado como justiça.

 

Ainda havia de passar algum tempo. Ainda nasceriam dúvidas no coração de Abraão e de Sara, sua mulher. Ainda haveria muitos obstáculos a vencer. Mas, finalmente, a fé venceu! Não podia ser de outra maneira, porque, como está escrito, a fé é a vitória que vence o mundo (I João 5:1). 

 

Qual o tamanho da tua fé? Até onde é que alcança a tua fé? Lembra-te que "a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não vêem". Abraão não via ainda a concretização da chegada do seu filho, mas cria como se já o visse.

 

Vale a pena depositar, firmar a nossa fé no Senhor que tirou Abraão de Ur dos Caldeus, no Senhor Criador e Sustentador dos céus e da terra, que, por Sua natureza, é fiel e não pode negar-Se a Si mesmo. Se Ele promete, dá, e nós somos vencedores!

 

Deus gratificou a Abraão pela sua fé, dando-lhe o seu filho Isaque, verdadeiro protótipo de Jesus, que veio ganhar-nos o reino e a salvação eterna. Para que sejas um vencedor, basta que tenhas fé como um grão de mostarda, pois, com tua fé posta no alicerce inabalável, tu terás vida em abundância e vida de qualidade, como só Deus pode dar-te.

 

Põe a tua fé em Jesus e ela te será imputada como justiça.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 9 de Junho de 2012

EIA, DESÇAMOS E CONFUNDAMOS A SUA LÍNGUA

Génesis 11:7-9                                          Génesis 11:1

 

Esta passagem, além de nos explicar a razão da existência de muitas línguas (até ali  era uma mesma língua sobre toda a terra - Génesis 11:1), leva-nos a um pensamento mais alto e sublime acerca da Pessoa do nosso Deus.

 

Vemos que é uma personalidade plural - "desçamos e confundamos as línguas". Dá uma ideia de Deus plural, pois os verbos "descer" e "confundir" encontram-se no plural. Não podemos invocar o argumento do plural "majestático"porque a cultura não era ainda tão desenvolvida para se fazer uso de tal sofisma. Era mesmo a afirmação de um Deus plural - Pai, Filho e Espírito Santo.

 

Já anteriormente, aquando da criação do homem, Deus tinha dito : - "Façamos o homem à nossa imagem e conforme a nossa semelhança" (Génesis 1:26). E outra vez : - "eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal..." (Génesis 3:22).

 

Temos ainda nas Escrituras Sagradas a demonstração efectiva de um Deus trino, que se manifesta como o Pai eternamente trabalhando, o Filho, eternamente salvando, e o Espírito Santo, eternamente convencendo do pecado, da justiça e do juízo e aplicando às nossas necessidades o plano redentor de Deus Pai, consumado por Jesus, o Filho de Deus na cruz do Calvário (Leia-se Mateus 3:13-17; Marcos 9:5-7; João 12:28-29).

 

Não sabemos explicar a triunidade de Deus; não sabemos explicar como é que um só Deus é simultaneamente o Pai, o Filho e o Espírito Santo; não sabemos explicar a doutrina da Trindade de Deus - três um, um em três: mas sabemos que isso é a verdade de Deus. Porque havemos de ficar admirados de não compreendermos Deus no Seu todo? Há tantas coisas que não entendemos, como, por exemplo, a água/gelo, a água/gasosa, a água líquida; o ovo - casca, gema e clara; etc.

 

Disto temos a certeza, temos um Deus que nos ama e nos chama pelo nosso nome para sermos Seu povo (Isaías 41:1-8); temos um Deus Filho que nos ama, salva, consola e está connosco todos os dias até à consumação dos séculos e temos um Deus Espírito Santo, eterno Consolador, que aplica às nossas vidas toda a Obra redentora de Jesus, convencendo-nos do pecado, da justiça e do juízo.

 

Temos um Deus-Uno-Triuno, a quem ninguém se pode comparar. É Único, é Senhor, Redentor, Salvador. Aleluia!

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Junho de 2012

ENQUANTO A TERRA DURAR, SEMENTEIRA E SEGA, FRIO E CALOR... NÃO CESSARÃO

Génesis 8:15-22                                   Génesis 8:22

 

O Senhor Deus, na Sua eterna  misericórdia, prometeu que, enquanto a terra durar, sementeira e sega, frio e calor, verão e inverno, dia e noite jamais cessarão. Esta promessa de Deus é uma bênção maravilhosa, uma doce esperança, porque implica a presença do Senhor no controlo de todas as coisas, contudo, faz lembrar ao homem que esta terra não é para sempre.

 

O Senhor Deus diz "enquanto a terra durar...", o que implica que, um dia, ela vai desaparecer, deixar de durar, deixar de ser um "jardim regado" com as bênçãos do céu e ser destruída, porque os homens que nela habitam não conheceram o tempo da visitação de Deus.

 

Na segunda carta de Pedro capítulo 3:7-10, o apóstolo dá-nos o tempo de Deus para o cumprimento da profecia implícita em Génesis 8:22, quando diz: - "mas os céus e a terra que agora existem, pela mesma palavra se reservam... para o fogo, no dia do juízo e da perdição dos homens ímpios... os céus passarão com grande estrondo e os elementos, ardendo, se desfarão e a terra e as obras que nela há se queimarão".

 

Agora ainda é tempo de semear, colher, tempo de viver, atentando para as coisas do Senhor, porque o tempo do Senhor julgar o mal chegará! Não sabemos quando, mas virá. Sabemos que "o que está escrito" se cumprirá.

 

Pedro, em jeito de conclusão, pergunta: - "Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas nos convém ser, em santo trato, piedade e esperança?"

 

Certamente nos convém ser pessoas rectas, santas e preparadas para viver na presença de Deus, pelo novo nascimento na família dos santos, ou, então, estaremos irremediavelmente perdidos.

 

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Junho de 2012

NOÉ ACHOU GRAÇA AOS OLHOS DE DEUS

Génesis 6:8, 13-22                                      Génesis 6:8

 

Noé foi salvo das águas do dilúvio, Ele, sua esposa, seus três filhos (Sem, Cam e Jafté) e suas esposas. Ao todo salvaram-se oito pessoas (I Pedro 3:20), pela infinita graça de Deus.

 

Hoje, como ontem, o homem só é salvo pela graça, por meio da fé em Jesus Cristo que, no dilúvio, era representado pela arca, que a todos protegia das águas em convulsão.

 

Quer acreditemos quer não, não há outro meio de salvar o homem além da maravilhosa e "estranha" graça de Deus. Podemos ser religiosos, podemos ter uma certa imaginação de Deus e do que Ele quer de nós, podemos realizar as mais bonitas boas obras, mas tudo isso não passará de trapos velhos e imundos aos olhos de Deus (Isaías 64:6). Só e exclusivamente salvos pela graça de Deus.

 

Noé, velho patriarca do Velho Testamento, procurava ser justo e recto, em suas gerações, aos olhos de Deus. Andava com Deus e temia o Seu Santo Nome (Génesis 6:8-9). Era um homem obediente ao Senhor. Procurou assimilar a Sua vontade e cumpri-la conforme a sua consciência, tendo feito tudo quanto Deus lhe ordenara (Génesis 7:5), pelo que Deus o salvou juntamente com os seus familiares.

 

Quantos de nós nos preocupamos com a vontade de Deus? Quantos nos dispomos a cumpri-la de boa vontade? A quantos de nós dá prazer cumprir a vontade de Deus? Noé, embora não entendesse tudo quanto Deus lhe mandava, fez tudo como Deus queria. No fim do dilúvio Deus o recompensou.

 

Noé foi um pregoeiro da Palavra de Deus, enquanto construía a "arca da salvação", dizendo aos seus contemporâneos: arrependei-vos das vossas maldades, pois Deus vai destruir a terra com as águas de um dilúvio.  Quantos terão zombado dele? Quantos o teriam prejudicado na sua obra? Contudo, Noé não desistiu, até que a arca ficou pronta, os animais, mandados por Deus, entraram nela para os seus compartimentos e, por fim, Noé, sua mulher, seus filhos e suas noras entraram também, e Deus fechou a arca por fora (Génesis 7:16).

 

Vai ser assim connosco, quando pregamos o Evangelho da graça. Mas, no tempo próprio, Deus fechará o caminho para o céu e os que não tiverem sido salvos pela graça, como Noé, ficarão entregues a si mesmos para a grande tribulação do fim dos tempos.

 

Agarra esta oportunidade e vai a Cristo, agora, recolhe-te n'Ele, pela Sua graça, para que não se dê o caso da repentina volta do Senhor e tu venhas a ficar de fora, perdido para sempre.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Junho de 2012

DESPREZAS AS RIQUEZAS DA BENIGNIDADE DE DEUS... IGNORANDO QUE ELAS TE LEVAM AO ARREPENDIMENTO?

Romanos 2:1-12                                         Romanos 2:4

 

Paulo, neste capítulo, faz uma série de exortações aos judeus para que eles abram os seus olhos e vejam a justiça de Deus, que não pode deixar de ser executada só porque eles são judeus, e os outros bárbaros ou gentios. A justiça de Deus é para ser executada.

 

O juízo de Deus é sobre a verdade absoluta e, por isso, não muda, razão porque Jesus morreu na cruz para, com Seu sangue, pagar as nossas transgressões e nos justificar dos nossos pecados.

 

Julgas tu, ó homem, que, com tua alma manchada, podes confrontar-te com o juízo de Deus? Não. Não podes, pelo que tens de atentar para as riquezas  da Sua benignidade, para a Sua paciência infinita, para a Sua longanimidade, pois só essa benignidade de Deus te pode levar ao arrependimento e à fé e assim não confrontar-te com o juízo de Deus, mas, por Jesus Cristo, escapares a esse juízo! (Romanos 2:3-4).

 

Querido leitor, não desprezes, por orgulho ou auto-suficiência, o muito que Deus te tem disponibilizado. Lembra-te que o muito que tu possas ter é "zero" aos olhos de Deus.

 

Lembra-te que Deus não faz distinção de pessoas. Podes ser judeu, orgulhoso da tua religião; católico, ufano dos teus mitos, riquezas e número de seguidores; protestante, impante da tua história; evangélico, arrogante da tua "pureza", etc.. Deus é igual para todos no exercer do Seu juízo - ou aceitas Jesus e Sua maravilhosa graça ou nunca jamais poderás ficar de pé diante do Seu Santo juízo.

 

Repara que um dia Deus há de julgar os segredos dos homens, por Jesus Cristo, segundo o Seu Evangelho (Romanos 2:15-16).

 

Deixa que a justiça de Cristo, em Sua benignidade, te envolva e, assim, possas permanecer justificado diante de Deus. Que bênção tão grande já ninguém poder apontar os nossos pecados pois Cristo os pagou na cruz.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 5 de Junho de 2012

METUSALEM VIVEU 969 ANOS... E MORREU

Génesis 5:1-32                                                      Génesis 5:27

 

A morte é inevitável. Deus disse: - "no dia em que dela (árvore da ciência do bem e do mal) comeres, certamente morrerás". Ninguém pode escapar. O grande, o rico, o pobre, o sábio, o médico, o supremo das religiões, todos morrerão, ninguém pode fugir à morte. Está escrito: - "os homens  morrerão uma vez, vindo, depois disso, o juízo" (Hebreus 9:27).

 

Ao longo dos milénios, pessoas têm vivido muitos anos, outras poucos, outras apenas alguns dias e outros nem sequer chegaram a nascer - mataram-nos antes de nascer ou morreram antes de ver a luz do dia, por outras razões inexoráveis.

 

A morte física é algo a que não podemos fugir, pois Deus assim o determinou. O nosso corpo, em seu tempo, voltará para o pó, de onde foi tomado, e o espírito volta para Deus, que o deu (Eclesiastes 12:7). O espírito volta a Deus para prestar contas da sua mordomia aqui na terra.

 

Porque a morte é certa e o juízo diante de Deus também, é preciso que nos preparemos, durante a nossa peregrinação aqui na terra, para comparecermos a juízo diante de Deus.

 

Esta é a razão de tantas, e cada vez mais, religiões no mundo. Religião é uma palavra que vem do latim "reli+gare" e significa ligar o circuito, restabelecer a ligação que perdemos com Deus, em virtude do nosso pecado.

 

Apesar dos milhares de religiões, elas não servem para nada. Nunca jamais conseguirá refazer a ligação quebrada. Não há justiça no homem que chegue às alturas de Deus. Religião é como alguém estar dentro de um profundo poço a atirar uma corda para chegar ao céu. É impossível.

 

Para isso, Deus mandou o Seu Filho Unigénito à terra, onde nasceu, viveu como homem, padeceu, morreu, foi sepultado, ressuscitou e ascendeu ao céu com o circuito restabelecido. Quem quiser ser salvo tem que confiar em Cristo e subir pela corda (caminho) que Ele estabeleceu para que cheguemos a Deus.

 

É tão fácil quanto isto. Jesus veio do céu à terra para buscar e salvar o que se havia perdido - o homem. Para ser salvo basta ter fé na Sua Obra vicária.

 

Cristo não é uma religião. É Deus a buscar o homem perdido. Confia n'Ele e viverás.

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Junho de 2012

SEREIS BAPTIZADOS COM O ESPÍRITO SANTO

Actos 1:5-8;  2:1-13                                              Actos 1:5

 

O tema "Baptismo com o Espírito Santo" tem sido assunto de vários estudos, que, infelizmente, tem levado a dividir igrejas e dar campo para o diabo actuar. Penso que é isto que o diabo quer e, portanto, nós não devemos querer, porque já fomos comprados por bom preço, para Deus o Pai.

 

É ponto assente que a regeneração da nossa alma, o novo nascimento, é obra do Espírito Santo. Todo o salvo foi infundido no Espírito Santo e, por isso, teve, e deve continuar a ter, uma estreita relação com Ele.

 

Também é verdade que há crentes que se têm identificado mais com o Espírito Santo, enquanto outros se vão deixando envolver com as coisas carnais e, por isso, entristecem o Espírito de Deus, mas não significa que O mandaram embora da sua vida. Apenas O entristecem, O deixam coberto com as cinzas dos problemas da vida, mas, lá no fundo, há ainda a brasa da vida, que acabará por se reacender. "Aquele que vem a MIm de maneira nenhuma o lançarei fora" (João 6:37).

 

Os santos de Deus, regenerados pelo Espírito Santo e lavados pelo sangue de Jesus, devem preocupar-se com coisas bem mais sérias do que "este tem o Espírito Santo", "aquele é baptizado com o Espírito Santo", ou não é, pois o que é preciso não é "definição de termos", mas vidas saturadas pelo Espírito Santo.

 

"Ninguém vos julgue pelo comer ou beber, pelos dias de festa, luas nova ou sábados, porque são sombras, mas o corpo é Cristo. Ninguém vos domine com pretexto de humildade, culto aos anjos... metendo-se em coisas que não viu, estando debalde inchado com a sua sabedoria...", pois isso tudo perece, são subtilezas vãs, tradições e ensinos de homens falíveis, rudimentos do mundo (Leia Colossenses 2:1-23).

 

Enchei-vos do Espírito. Procurai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Vivei como nova criação em Cristo, dominados pelo Espírito Santo. Vivei com Cristo e em Cristo, e o Espírito de Deus habitará em vós.

 

Deixemo-nos do que é aparente e apeguemo-nos ao que é real, sujeitando-nos sempre à Sua vontade e o Espírito Santo se alegrará em nós, produzindo o fruto de que somos d'Ele (Gálatas 5:22).

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 3 de Junho de 2012

A CARNE COBIÇA CONTRA O ESPÍRITO E O ESPÍRITO LUTA CONTRA A CARNE

Gálatas 5:16-18                                           Gálatas 5:16

 

Esta luta do velho homem (inconverso) com o novo homem, salvo por Jesus, que se desenrola dentro de nós, na nossa mente, faz-me lembrar a luta de dois cães por um osso. Às vezes é uma luta que chega à morte de um dos contendedores. É aquele desejo que temos de fazer o mal, em luta com a nova natureza que Cristo nos deu. "Aquele que está em Cristo nova criatura é, as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo"  (II Coríntios 5:17).

 

"Não te deixes vencer pelo mal, mas vence o mal com o bem" (Romanos 12:21).

 

Irmão, não te esqueças que o cão que vencerá a luta que se trava dentro de ti é aquele que tu alimentares melhor. Alimenta o homem novo com o "Pão da vida" - Jesus. Dá-lhe a beber da fonte da vida - Jesus. Lê diariamente as Escrituras Sagradas e vive no espírito de oração constante (I Tessalonicenses 5:17). O que for assim alimentado será vencedor.

 

Paulo mostra aos Gálatas que todos os que já nasceram de novo, são uma nova criação, crucificaram a carne, com todas as suas paixões e concupiscências (Romanos 5:24) e, por isso, não estão mais na carne, mas no Espírito.

 

Esta não é uma nova vida fácil de viver, pois somos humanos (ainda estamos no corpo), mas o Espírito Santo, que habita em nós, nos fortalece e nos dá o poder para vencermos o homem velho com toda a sua maldade.

 

Lutemos com todas as nossas forças e Cristo nos dará poder para permanecermos n'Ele e produzirmos o fruto do Espírito, que o mundo precisa e quer ver em nós - amor, fé, gozo, paz, longanimidade, bondade, mansidão e temperança.

 

Fomos novamente gerados para vencer e produzir o fruto do Espírito. Não desiludamos o nosso Deus e Pai.

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 2 de Junho de 2012

DAVID FEZ COMO O SENHOR DEUS LHE ORDENARA

I Crónicas 14:1-17                                         I Crónicas 14:16

 

É assim que todos nós devemos agir. Fazer tudo quanto Deus nos tem mandado e o Senhor porá o Seu temor sobre todas as gentes.

 

Deus promete, Deus faz, porque Ele é fiel e não pode negar-Se a Si mesmo. Naquela altura, os filisteus ficaram sabendo que Deus escolhera David para rei de Israel e quiseram tomar a primazia para surpreenderem e derrotarem o povo do Senhor.  Mas a verdade é que Deus já lá estava em David e nas suas tropas para os desbaratarem completamente.

 

Quando paramos para meditar nesta passagem, e noutras semelhantes,  sobem-nos à mente perguntas como esta: - Mas, Deus quer a guerra? Deus incita os Seus filhos à guerra? Ele faz guerreiros?

 

Meus amados leitores, Deus faz a guerra contra o pecado e equipa e adestra os Seus filhos para esta guerra, por causa do Seu carácter justo e santo.  Ele odeia o pecado e vai acabar com ele, com o seu grande promotor - Satanás - e com todos aqueles que o seguem.  No caso destes povos que habitavam Canaan, eles tinham, há muito, ultrapassado os limites, tinham enchido a medida, como os antediluvianos, e, por isso, era preciso destruí-los. Eles tinham desprezado e blasfemado de Deus, com suas vidas, que não podiam ser mais tolerados. Era o pecado da incredulidade, o pecado contra o Espírito Santo!

 

É assim ainda em nossos dias. Há pessoas e nações inteiras que vivem desafiando a Deus com seus pecados imundos, não dando ouvidos aos clamores do Espírito Santo. Por isso, o seu dia de condenação e de morte chegará. É preciso fazer tudo quanto Deus nos tem mandado, ensinando-lhes que "o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Deus".

 

Agora é tempo de levarmos a mensagem de aviso, "fazendo tudo quanto Ele nos manda". Amanhã será o dia da condenação dos que permanecerem em pecado e o dia da emancipação dos que creram em Jesus.

 

"Crê no Senhor Jesus Cristo e será salvo"

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Junho de 2012

BEM AVENTURADO O HOMEM QUE ENCHE DE FILHOS A SUA CASA (ALJAVA)

Salmo 127                                     Salmo 127:5

 

Hoje é o dia da criança. As crianças são o que de mais precioso Deus nos dá e seria bom que por elas vivêssemos em acção de graças e louvor ao Senhor. Como pais, tem,os a obrigação e o dever de os instruir e encaminhar nos caminhos do Senhor, para que, mesmo quando já idosos, se não afastem deles (Provérbios 22:6).

 

Devemos incutir  em suas vidas toda a lei do Senhor, para que aprendam a amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmos, e nunca venham a envergonhar-nos com as suas palavras e acções, mas sejam verdadeiros adoradores de Deus. 

 

A lei de Deus ensina a amá-lO e a respeitá-lO de coração, em obediência (Êxodo 20:1-10); ensina também a honrar o pai e a mãe, como respeitar o seu semelhante, a sua vida e propriedade.

 

Mas, para que serve, hoje, o dia da criança? Para lhes ensinar os seus privilégios e deveres para com Deus, seus pais e seu próximo? Para lhes ensinar a Santa Lei de Deus? Para lhes ensinar os valores da vida cristã? Para lhes ensinar os valores cívicos, morais e espirituais?

 

Infelizmente, não serve para isso, já que esses valores e princípios são esquecidos e votados à "lei da morte" e do já não existem, porque foram do passado. Hoje, o "dia da criança" não serve para nada, como para nada serve o dia do pai, o dia da mãe, da árvore, do ambiente ou da Pátria. É apenas um dia de folga assinalado por passeios (nem sempre pedagógicos), lanches especiais... nada de positivo, como os dias de tanta coisa que por aí se observam.

 

Como cristãos que somos, devemos fazer sobressair o valor dos novos homens e mulheres que Deus depositou nas nossas mãos, para que os burilemos, lapidemos, facetemos, para que possam reflectir toda a luz de Deus. Se falharmos nisto, falhamos no nosso privilégio de sermos pais.

 

"Bem aventurado o homem que enche de filhos a sua aljava" (vida) e os educa nos princípios do bem, para os devolver a Deus com a capacidade de reflectirem a luz do céu.

publicado por archote às 07:08

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds