Domingo, 31 de Março de 2013

ESTÁ CONSUMADO...

João 19:30                                                   João 19:17-30

 

Esta é a sexta palavra de Jesus, na cruz:- "ESTÁ CONSUMADO". Não foi da vontade do Espírito Santo revelar-nos o exacto sentido desta expressão de Jesus. É tão profundo, tão vasto, tão alto que o homem jamais conseguirá alcançá-lo. Ousamos, em contrição e dependência de Deus, pensar no que Ele nos quer dizer:

  • É provável que Jesus quisesse dizer: chegaram ao fim os meus padecimentos físicos, que tive de suportar, por ter aceite ser substituto do homem pecador, perante Deus
  • Está consumada e cumprida toda a Lei cerimonial e profética, que era necessário cumprir
  • Está consumado todo o conjunto de profecias que a Ele diziam respeito, sem ficar um "j" ou um "til" por cumprir
  • Esta consumada a redenção total da humanidade perdida, pois o Cordeiro de Deus, puro e perfeito, foi imolado, na plenitude dos tempos. Assim, de agora em diante, todo o homem pode ir directamente a Deus, pelo Seu Filho Jesus
  • Está consumada a Obra da salvação do homem perdido, portanto, não há que ter mais medo de Satanás, porque foi derrotado pela Obra de Cristo, nem do pecado, que foi apagado pelo sangue de Jesus, nem da Lei, que foi cumprida totalmente por Jesus. Agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus (Romanos 8:31-349

Está consumada a expiação dos pecados dos homens e nenhuma condenação há para os que são de Cristo, está consumada a dispensação da Lei (João 19:28) e está consumada e completa a humilhação de Cristo.

 

Reconhece agora os teus pecados, confessa-os a Jesus e pede-Lhe perdão; crê na suficiência da Obra que Ele consumou na cruz do Calvário e tu serás salvo.

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 30 de Março de 2013

JESUS CLAMOU EM ALTA VOZ: - DEUS MEU... DEUS MEU, PORQUE ME DESAMPARASTE?

Mateus 27:45-56                                                        Mateus 27:46

 

Havia trevas e silêncio sobre a face da terra! A natureza emudeceu perante tão grande crime perpetrado contra Deus, pelo que  cerrou as fontes de luz e silenciou de vergonha. Houve trevas sobre a face da terra. Meu Deus, perdoa-nos os nossos pecados a que acrescentámos o crime de crucificar o Teu Filho! Como fomos capazes de o fazer, meu Senhor!

 

Sim, querido Senhor, nós sabemos que não foram exclusivamente os judeus legalistas, nem os romanos, detentores do poder civil, nem Judas que Te traiu ou Pedro que Te negou! Fomos nós, com nossos pecados nefandos, com nossos crimes hediondos, com nossas imoralidades gritantes que Te levámos à cruz para sofreres tão horrenda morte! Tem misericórdia de mim, ó Deus, e lava e apaga os meus crimes, pecados e iniquidades e recebe-me no Teu amoroso peito. Eu, pecador, causador da Tua morte, que pus a minha cruz, com os meus crimes e pecados, sobre Ti (I Pedro 2:24), me confesso a Deus  e apelo à Tua misericórdia.

 

Como devia ser dura para Ti aquela hora de solidão!...  Não eram apenas os homens virando o seu rosto de Ti, não eram só os ladrões blasfemando contra Ti e acusando-Te de pecados que não cometeste, não era só o ulular ingrato da multidão, a quem tanto tinhas dado... foi também o Pai do céu, virando de Ti o Seu rosto, por causa dos nossos pecados! Devia ser tão duro... tão triste...

 

Obrigado, Senhor, porque esgotaste até à última gota o cálix que eu, que os homens deviam beber. Obrigado, porque o bebeste, sem recriminações, queixumes ou denúncias! Voluntariamente consumaste a obra da nossa redenção, derramando Teu sangue, para lavar, de uma vez para sempre, os nossos pecados!

 

Terminada a Tua Obra redentora, Tu entregaste o Teu Espírito ao Pai, enquanto permitiste que o Teu corpo descesse à terra fria, de onde, ao terceiro dia, sairias triunfante, glorioso e pleno de poder, para salvar a todos que em Ti crerem.

 

Obrigado, meu Senhor Jesus!

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Março de 2013

JESUS DISSE: - MULHER, EIS AÍ O TEU FILHO...

João 19:26                                                         João 19:17:27

 

Esta é uma das sete frases que Jesus disse durante as seis horas da Sua crucificação. Talvez a terceira ou quarta frase pronunciada.

 

O conjunto "mulher, eis aí o teu filho... eis aí a tua mãe" demonstra a grande preocupação de Jesus por Sua mãe, que ali estava junto à cruz, destroçada pela dor e carente de ajuda. Mesmo dependurado na cruz, Jesus tinha preocupação pelos outros. Ele veio para sarar nossas dores, perdoar nossos pecados e salvar nossas almas. Isto Ele fez plenamente, sem nunca pensar nas Suas próprias dores ou necessidades. Somente Deus seria capaz de agir assim.

 

Maria, mãe de Jesus, estava ali junto à cruz, chorando e pensando naquele seu filho, que tantas recordações e esperança tinha trazido à sua alma. Subiam-lhe à mente pensamentos maravilhosos, como o da visita do anjo Gabriel, dizendo-lhe que ela ia ser mãe do próprio Filho de Deus! Que perplexidade... que alegria, que sentido de responsabilidade! "Eis aqui a escrava do Senhor, cumpra-se em mim conforme a Tua vontade"! Lembrava-se do dia em que encontrou o seu filho, apenas com doze anos, nos meio dos doutores "a tratar dos negócios do Pai". Lembrava-se do dia em que Jesus, depois de um dia de trabalho na carpintaria, veio despedir-se, pois ia iniciar o Seu santo ministério. Ficara confusa, mas feliz, pois a profecia do anjo, de Simeão, de Ana, se cumpria. É verdade, aquela hora era nem mais nem menos que o cumprimento das palavras de Simeão - "... uma espada trespassará também a tua própria alma..."

 

Como se sentia dorida, amargurada, mas também quanta alegria inundava a sua alma pelo cumprimento das profecias! Era verdade, Jesus era o Filho de Deus que veio para elevação de muitos. Ela sentia isso, mas... ali estava Ele naquela maldita cruz. Que significaria?

 

João teria, com um pequeno sinal no braço de Maria, dado a sua concordância. Pode contar comigo. As palavras de Jesus, meu Mestre, serão cumpridas. Eu farei meu dever. Descanse e confie.

 

Mais uma vez o olhar de Jesus se encontrou com o de Maria, com uma mensagem de ânimo e confiança - crê e espera em Mim!

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Março de 2013

TECENDO UMA COROA DE ESPINHOS, PUSERAM-LHA NA CABEÇA

Mateus 26:29                                                     Mateus 26:22-31

 

Já era tanta a dor do azorrague, batido sem piedade, tanto o peso daquela cruz, tanta a humilhação e ridículo a que O expuseram, porquê ainda a coroa de espinhos?

 

Nas Escrituras, os espinhos simbolizam as consequências do pecado. - "Porquanto fizeste isto e comeste da árvore que te ordenei que não comesses... maldita é a terra por causa de ti, com dor comerás dela... espinhos e cardos também produzirá e no suor do teu rosto comerás o teu pão..." (Génesis 3:17-18). O fruto do pecado são espinhos, dor e maldição. Jesus levava sobre Si mesmo os nossos pecados, simbolizados naquela horrível coroa de espinhos, naquela maldita cruz, que carregou sobre os Seus ombros ("maldito é aquele que é pendurado no madeiro... Gálatas 3:13), naquele fardo de humilhação, que Ele não merecia.

 

Os soldados romanos puseram sobre a Sua cabeça aquela humilhante e dura coroa de espinhos, brincando com a ideia de que Ele era rei. Não, não é brincadeira. Jesus é Rei de alma a coração, não de um reino a apodrecer, sem valores morais, nem espirituais, mas de um Reino santo e eterno, onde se adora e serve a Deus, com verdade.  Ele disse a Pilatos : o meu reino não é deste mundo, mas é um reino espiritual.

 

Lá nesse Reino de Jesus não haverá mais injustiça, nem mentira, nem qualquer espécie de pecado, como também não haverá medo, nem ansiedade, nem stress, nem lutas, mas seremos todos um n'Ele e com Ele.

 

Os espinhos acerados têm suas consequências neste mundo de pecado, mas não no Reino de Deus. Lá haverá gozo, paz e a doce presença de Deus.

 

Volta-te agora para o Calvário e vê Jesus que carrega a nossa cruz e que tem sobre a Sua cabeça os resultados dos nossos pecados. Crê na Sua vitória, pois quem n'Ele crê jamais será confundido.

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Março de 2013

DIVIDIRAM AS SUAS VESTES... E SOBRE A SUA TÚNICA LANÇARAM SORTES

João 19:23-24                                                      João 19:17-37

 

As vestes de Jesus! Como seriam? Humildes, normais, vistosas, simples? Não sabemos. Pessoalmente, creio que seriam normais, o mais normais possível, embora eu pense que a Sua túnica seria especial. Única. Sem costuras, tecida de alto a baixo.  Íntegra, como íntegro era Aquele que a envergava.

 

Aquando da crucificação, os soldados romanos dividiram as vestes de Jesus em quatro partes, uma para cada soldado, como era da tradição. Mas, olhando para a túnica, eles acharam por bem jogá-la, lançando sortes para ver de quem seria. Foi uma coisa normal, mas também foi mais uma humilhação para Jesus. Ele suportou tudo por nós.

 

A túnica era uma veste especial, marcante e identificativa. Ana, mãe do juiz Samuel, todos os anos cerzia uma túnica nova e a levava ao filho, que servia ao Senhor, com Eli, em Siló.  Ana era orientada pela sua fé para acertar a medida da túnica com o crescimento de Samuel. Umas vezes ela terá acertado, outras vezes exagerado. Ela cria na presença de Deus junto do seu filho!

 

A tradição mandava que as jovens casadoiras recebessem da sua mãe, como prenda do dia da sua emancipação, uma túnica identificativa. Recordação do lar materno e sinal do grande amor da mãe. Não sabemos quem terá dado aquela túnica especial (mereceu a atenção e o desejo dos soldados) a Jesus. Talvez fosse uma oferta da Sua mãe. Talvez fosse obra das santas mulheres, que seguiam o Mestre. Não sabemos. Mas sabemos que era uma obra de amor, paciência e, sem dúvida, de acordo com o carácter íntegro, santo e vertical de Jesus.

 

É impressionante o que fizeram com Jesus. Tiraram-Lhe a Sua túnica de perfeição e dignidade e expuseram-nO à repugância da nudez dos nossos pecados, que carregava.  Ele tomou sobre Si a indignidade da nudez e do fracasso, carregando-os perante todos os que estavam ao redor da cruz - Seus discípulos, Seus amigos, Sua mãe, as santas mulheres. E tudo isso foi por mim e por ti, para que pudéssemos vir a vestir-nos com as vestes da Sua glória final.

 

Recebe das mãos de Jesus, por meio da fé, as vestes de salvação que Ele tem para ti.

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 26 de Março de 2013

AINDA QUE TODOS TE ABANDONEM, EU NUNCA O FAREI

Mateus 26:33                                           Mateus 26:31-35

 

Estes acontecimentos, narrados neste texto, aconteceram exactamente na noite de quinta para sexta feira, da última semana que Jesus passou na terra.  Talvez no caminho que vai do cenáculo de Maria, mãe de João Marcos, até ao Getsemani. Jesus falava com os Seus discípulos, preparando-os para os tremendos acontecimentos desse dia - a Sua morte na cruz.

 

Dizia-lhes: - esta noite, todos vós me negareis e vos escandalizareis em  mim...

 

Pedro, na sua impetuosidade, respondeu: - ainda que todos Te neguem, fujam, eu ficarei sempre Contigo. A isso, Jesus disse a Pedro: - "na verdade, na verdade, te digo que, nesta mesma noite, antes que o galo cante, três vezes me negarás". E isto aconteceu exactamente assim.

 

O Pedro que aqui se vangloriava, confiando em si mesmo, na sua espada e na sua força, acabou esta história. saindo da cena e chorando amargamente (Mateus 26:75). 

 

É sempre assim, quando confiamos em nós mesmos e não no Senhor Todo Poderoso. Perdemos.

 

Foi o galo, com seu canto estridente, que acordou a consciência de Pedro e o fez voltar à realidade. Talvez nós, hoje, estejamos incorrendo no mesmo erro de Pedro, confiando em nós. Lembremo-nos que a carne é fraca e, assim, nunca chegaremos à vitória. Confiar na carne é dar ouvidos ao diabo.

 

É em Jesus que temos que confiar, pois n'Ele seremos mais que vencedores. Sem Ele estamos perdidos, mas segurando Sua mão e pondo os olhos nos olhos de Jesus poderemos todas as coisas, incluindo vencer a carne, vencer o pecado e vencermo-nos a nós mesmos.

 

Tens diante de ti uma batalha para vencer.  Talvez na família, talvez no emprego, talvez na doença. Em quem confiar para a vitória? Em quem estás a pôr os teus olhos?

 

Põe os teus olhos em Cristo e tu serás um vencedor do diabo, do mundo de ti próprio.

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Março de 2013

NECESSÁRIO VOS É NASCER DE NOVO

João 3:3                                                 João 3:1-16

 

Sim, "necessário vos é nascer de novo, porque aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus", nem nele estar, nem dele participar.

 

Não se trata de mudar de vestes, de mudar de aparência ou de mudar de religião.  Trata-se de mudar de vida, nascer de Cima, nascer da água e do Espírito. Não, não precisamos de voltar a entrar no ventre da mãe e nascer. Mas, sim, permitir que o Espírito de Deus entre em nós, mude a nossa velha natureza e faça de nós novas criaturas, com nova vida, novos hábitos, novos alvos. É nascer pelo Espírito Santo, por meio da fé, na família de Deus.

 

Todos precisam de nascer de novo para poderem entrar no Reino de Deus e gozá-lo plenamente. É que o primeiro nascimento foi para a vida terrena, o segundo é para a vida eterna. O primeiro para receber um coração físico, o segundo para ter um coração que bate ao ritmo de Deus. O primeiro nascimento capacitou-nos para vivermos a vida terrena, o segundo capacita-nos para viver a vida eterna.

 

Amigo meu, não te preocupes com as coisas materiais, nem com as discussões teológicas e religiosas, mas busca a Deus com todo o teu coração. Crê no Senhor Jesus Cristo como teu Salvador e o Espírito Santo virá  operar em ti o novo nascimento. Pensamos que foi esta a atitude de Nicodemos, pois, posteriormente, encontramo-lo a defender Jesus perante o Sinédrio judaico (João 7:50-52) e ainda, após a crucificação, ele foi, juntamente com José de Arimateia, tratar do embalsamamento e sepultura do Senhor (João 19:38-40).

 

Isto significa que, quando nós nascemos de novo, damos fruto da nossa nova vida em Cristo (Gálatas 5:22).

 

Queres deixar de ser um simples religioso? Queres ser salvo e pertencer à família de Deus? Então, pela fé, deixa Jesus entrar na tua vida, deixa que o Espírito Santo opere em ti o novo nascimento e faça de ti uma nova criatura. Foi assim com Nicodemos.

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 24 de Março de 2013

OFERECEIS, SOBRE O MEU ALTAR, PÃO IMUNDO

Malaquias 1:7                                                   Malaquias 1:1-8

 

Parece mentira, mas é verdade! Muitas vezes nós oferecemos ao Senhor, nosso Deus, as sobras escassas dos nossos banquetes, e ainda temos a ousadia de pensar que enganamos a Deus!

 

Tenho apreciado tantas vezes a triste cena! O marido acotovelando a esposa e perguntando-lhe : Trouxeste dinheiro para a oferta? Segue-se breve conversa, que não consigo ouvir, mas que imagino: - Eu não trouxe. Pensei que tu trazias - Depois o mexer na carteira, a passagem pelas notas... o virar o porta moedas e a escolha de uma ou mais para pôr no saco das ofertas!

 

"É o pão bolorento que nós pomos na mesa do Senhor". Não é o nosso melhor, não é o que podemos é a esmola que queremos dar ao Senhor.

 

Esta é uma atitude que Deus caustica aqui no livro de Malaquias. Deus quer o nosso coração, a nossa vida e não a nossa esmola. Essa, Ele dispensa! Não precisa dela! Ele desafia-nos, dizendo: - "Trazei todos os dízimos à casa do Senhor, para que haja mantimento na minha casa, e, depois, fazei prova de mim, diz o Senhor, se eu não abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós uma bênção tal que dela vos advenha a maior abastança" (Malaquias 3:10).

 

Queixamo-nos de que as nossas orações não são ouvidas, que continuamos doentes, desempregados, tristes, etc., etc.. Estamos esquecidos que não tratámos Deus como o Senhor, mas tratámo-lO como se Ele fosse um indigente.

 

Ele sente a nossa ingratidão!

 

Não ofereçamos ao Senhor o roubado, o coxo, o enfermo, o pão bolorento, pois Ele não precisa dessa oferta, nem a recebe, porque não é dada com o coração!

publicado por archote às 07:07

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 23 de Março de 2013

DÁ-ME DE BEBER

João 4:7                                                       João 4:1-14

 

"Dá-me de beber" - Este é o pedido de Jesus, o Filho de Deus, a Fonte da Água Viva, à mulher samaritana, que foi ao poço de Jacob buscar água. É algo que não somos capazes de compreender! A Fonte a pedir água... Deus a pedir água a uma desprezível samaritana!

 

Só mesmo um Deus de amor e compaixão seria capaz de agir assim. Sem dúvida, aquela mulher, como nós também, ficou confusa. Um homem estrangeiro pedir-lhe água, a ela que era samaritana, sendo que, depois, Ele mesmo lhe oferece "água viva". Não era para compreender, era para aceitar.

 

Realmente há coisas que nós não abrangemos. Conceitos como céu, glória de Deus, eternidade, Deus feito homem, Santíssima Trindade; Jesus, sendo Deus, despojou-se da Sua glória, veio nascer, Ele que é eterno; esteve limitado ao ventre de Maria, Ele que é infinito;  amou o mundo de tal maneira... Não compreendemos, mas cremos e aceitamos como verdade.

 

Também não compreendemos que Deus precisasse de pedir água a uma samaritana. Ele podia tirá-la do poço, mas não o fez. Humilhou-se e pediu de beber à mulher, para, depois, lhe oferecer água viva que passa para a vida eterna.

 

Deus e as coisas de Deus nem sempre dão para nós os racionalizarmos. Às vezes, só mesmo pela fé; é o caso. Jesus viajou horas e horas a pé, somente para falar a uma mulher estrangeira do plano de Deus para a salvação. E a grande verdade é que esta mulher creu e foi salva. Algumas outras pessoas de Sicar creram e foram salvas e podiam dizer: "já não é pelo que tu nos disseste, mas porque nós mesmos temos visto, ouvido e crido que este é verdadeiramente o Cristo, o Salvador do mundo".

 

Na verdade, só crendo!

 

 Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, porque Ele te dará da água viva que passa para a vida eterna.

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Março de 2013

DAS PROFUNDEZAS A TI CLAMO, Ó SENHOR

Salmo 130:1                                              Salmo 130:1-7

 

Todos nós, algum dia, nos encontrámos em situações de grande aflição, como parece estar o autor do Salmo 130. Esse é, sem dúvida, o momento de humilharmos o nosso coração ao Senhor e clamarmos por socorro e ajuda do céu.

 

Talvez seja esta a situação do meu amado leitor (a). Não hesite. Dobre os seus joelhos, humilhe o seu coração, eleve os seus olhos para o Senhor e peça-Lhe ajuda. Ele, que é clemente e pleno de misericórdia, não deixará de lhe responder.  O nosso Deus não só foi misericordioso no passado, mas é misericordioso, amigo, clemente e ajudador hoje, já que Ele é o mesmo ontem, hoje e eternamente. "Confia no Senhor, faz o bem, deleita-te n'Ele e, verdadeiramente, serás ajudado" (Salmo 32:1-5)

 

Este Salmo era cantado pelos crentes judeus que seguiam para as festas em Jerusalém a  adorar e orar ao Senhor. Eles sabiam que as suas almas seriam confortadas, que as suas súplicas seriam ouvidas, pois criam nas misericórdias do Senhor. E tu, qual a tua disposição para com Deus? Confiança absoluta?  Dúvida? Incredulidade? Bem aventurado, feliz, muito feliz, aquele que se aproxima do Senhor com um coração cheio de fé. Não te esqueças que aquilo que Deus promete dá!

 

O salmista, na sua honestidade, confessa os seus pecados, não os esconde, mas confia no amor de Deus para perdoar. "Das profundezas a Ti clamo, ó Senhor. Escuta-me, perdoa-me, cura-me dos meus pecados, pois a minha alma anseia por Ti, mais que os guardas pelo romper da madrugada,sim, dos que esperam para serem rendidos na manhã..." (v.6)

 

"Perdoa-me, pois quem subsistirá peranre Ti com seus pecados? Tem misericórdia de mim, ó Deus, e apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das Tuas misericórdias... lava-me completamente da minha iniquidade e purifica-me dos meus pecados... então, estarei feliz na Tua presença e os pecadores a Ti se converterão pela Palavra que puseste nos meus  lábios..."

 

Eu espero em Ti, Senhor! Aumenta a minha fé e não permitas que o Teu servo vacile no dar louvor à Tua glória!

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds