Terça-feira, 21 de Maio de 2013

ONDE ESTÁ O SEU DEUS ?

Salmo 115:2-3                                                      Salmo 115

 

Nós respondemos, com alegria e certeza: - "O nosso Deus  está nos céus", na terra e em toda a parte, pois é infinito e enche todo o espaço. Ninguém pode tirar-Lhe este privilégio. Ele, por natureza, é infinito e omnipresente!...

 

Ao longo dos tempos, os homens, dominados por Satanás, têm procurado banir Deus da vida, mas os seus esforços têm sido vãos. Foi assim com os ditadores romanos, que pensavam que, esmagando, crucificando, maniatando nas masmorras, nas galés, etc., acabariam com os cristãos. Enganaram-se  e Constantino não teve outro remédio senão declarar a vitória de Cristo, oficializando o Cristianismo. Foi assim com Ever Hodscha que, em 1967, declarou aos microfones da Rádio Nacional da Albânia - Tirana - que tinha acabado com Cristo e com Deus.  No final, ele é que morreu. Deus está vivo e poderoso, operando, por Cristo, no coração dos homens. Desde 1992 que a Rádio Transmundial, desde Tirana, anuncia a Cristo crucificado como Salvador do mundo.

 

Deus é eterno e a Sua Obra será feita no coração dos homens até que o último "eleito" seja salvo. Nem romanos, nem Hitler algum, nem Estalines ou Hodschas, jamais poderão competir com Deus. "O meu Deus está no céu e faz tudo o que Lhe apraz". Ele só deixa fazer aos homens aquilo que é preciso para cumprir o Seu eterno plano de salvação. Ninguém vai além do que Ele permite.

 

Os ídolos dos homens são a expressão mais baixa da sua pobreza espiritual, embora sejam feitos de ouro, prata ou outras preciosidades. Acabam por ser fundidos e feitos no "vil metal", para desgraça da humanidade. 

 

Parai, reflecti e vede que não há outro Deus além do Senhor, que é justo, verdade, santidade e amor. Diante d'Ele "todo o joelho se dobrará em adoração e toda a língua confessará que Jesus Cristo é Senhor".  A bem ou a mal, de livre vontade ou obrigados, todos, um dia, o farão, porque assim está escrito (Isaías 45:22-24; Filipenses 2:9-11).

 

Como vai ser contigo? Fá-lo-ás com alegria, regozijo, louvor e de livre vontade, ou constrangido pela justiça de Deus? Lembra-te que "horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo".

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Maio de 2013

ESTOU SENDO OFERECIDO POR ASPERSÃO DE SACRIFÍCIO

II Timóteo 4:6                                                  II Timóteo 4:6-8

 

Eu estou pronto para ser oferecido. É um acto de vontade e não de sentimento ou emoções. Isto implica que, quando entregue, não há mais recuar, não há mais medo de pressões, perigos, dores. Não há mais queixas. 

 

"Estou crucificado com Cristo, vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim". Sou de Jesus para Lhe obedecer, fazer a Sua vontade, seja ela fácil ou difícil. O escravo não tem direitos, nem vontade própria. Não é de si mesmo, é do seu Senhor.

 

É isto que deve ser o "fiel, salvo por Jesus". Um escravo salvo para servir. Entregue voluntariamente, sem reservas.

 

A pergunta que se põe é esta: - Mas, valerá a pena? Será isso vida digna? No fim, o que é que vamos ganhar? Paulo, o escritor do texto sagrado onde nos baseamos, depois de muitos anos como servo de Jesus, achava que sim. Tinha valido a pena. Tinha combatido o bom combate, estava a acabar a carreira e a sua fé permanecia firme em que o Senhor, justo Juiz, tinha reservado para ele a coroa da justiça, que, finalmente, lhe iria entregar.

 

Jesus é fiel. Jesus cumpre as Suas promessas e, com Ele, ninguém fica defraudado. Todos serão devidamente recompensados, não na medida que merecemos, mas na amplitude da Sua maravilhosa graça. Ninguém ficará prejudicado. Todos são galardoados.

 

Estás tu pronto para te ofereceres ao próprio Deus, sem discutir condições? Pronto para esperar, com fé, até que seja a hora do recebimento? Queres confiar no plano gracioso de Deus para a tua reabilitação?

 

A porta está aberta. É só entregares-te e obedeceres ao Justo Senhor.

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 19 de Maio de 2013

AI DE MIM SE NÃO ANUNCIAR O EVANGELHO

I Coríntios 9:16                                                    I Coríntios 9:15-20

 

Há dias, por motivos graves de saúde e para melhor servir a Deus, e em verdadeiro e honesto convénio com Ele, decidi entregar o pastorado da Igreja Evangélica Baptista de S. Brás de Alportel a um pastor mais jovem, mais saudável e, sem dúvida, mais capacitado.

 

No fim desse culto de sucessão pastoral, um jovem irmão veio ter comigo e perguntou-me: 

 

  • E agora, irmão, o que é que vai fazer?
  •  Pregar o Evangelho de Cristo, como o fiz nos últimos 63 anos.
  • Mas entregou o púlpito da igreja...
  • Sim, é verdade, entreguei a cátedra onde ensinei e preguei a Jesus Cristo crucificado pelos nossos pecados, mas Deus não me tirou o dom de pregar o Evangelho, pois, "ai de mim se não anunciar o Evangelho". A Boa Nova não se prega apenas dos púlpitos, nos templos ou nas praças, mas também conversando com as pessoas; ensinando tudo quanto Jesus nos ensinou; vivendo a mensagem pura que Jesus nos deixou; escrevendo e divulgando folhetos com a mensagem; divulgando a Santa Palavra de Deus; indo por toda a parte semeando a preciosa semente, que dará, no seu tempo, os preciosos frutos.

De tudo isto, só perdi a capacidade de pregar, ser arauto da Palavra em voz sonante. Tudo o resto, e é tanto, Deus deixou comigo para pregar o Evangelho a toda a criatura. Eu não posso deixar de anunciar o poder de Deus para a salvação do que crê - judeu, gentio, português ou chinês.

 

Pregar o Evangelho é algo que me consome desde a minha mocidade; algo que me tem gasto, mas que me tem dado as maiores e mais doces alegrias da vida. Por mil vidas que eu tivesse aqui na terra, queria gastá-las todas ao serviço do meu Rei, pregando o Evangelho da salvação, em obediência ao Seu santo mandamento - "ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura".

 

Parece que, por agora, por "imposição" da garganta, tenho que me calar, pelo menos por algum tempo, mas não deixarei de pregar o Evangelho, nem de ser obediente à visão celestial.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 18 de Maio de 2013

BENDIGAM O NOME DA TUA GLÓRIA

Neemias 9:5                                                      Neemias 9:1-6

 

Fomos escolhidos, chamados e salvos para o louvor da Sua glória, que está levantada diante de nós. Estamos a fazê-lo? Estamos a cumprir o nosso ministério com verdade e honestidade? Estamos a "encanar a perna à rã" ou estamos a trabalhar para tornar grande e conhecido o Seu Nome?

 

O livro de Neemias é um livro de acção, de estímulo ao trabalho e à vigilância às ciladas do inimigo. É preciso estar com uma mão na massa e nas pedras da construção e ter a espada à cinta, para, na emergência, atacar os inimigos. É preciso trabalhar com afinco, mas estar no espírito de oração e confiança no Senhor. Só com a nossa força nada seremos capazes de fazer. Os trabalhadores do Senhor, trabalham mas estão confiantes no Senhor e de olho alerta. Não podem desprezar a maldade dos vizinhos.

 

Eles sabiam que tinham um grande Senhor e protegê-los, mas havia que fazer a sua parte. A grande verdade sobressaliente é que eles construíram todo o muro que cercava Jerusalém, puseram-lhe todas as portas e ferrolhos e só então os inimigos acordaram e viram que não era uma obra  que duas raposas, atadas pelo rabo, pudessem destruir. Era uma "grande obra", feita sob a protecção de um grande Nome.

 

Irmãos queridos, tomemos consciência de que temos em mãos uma grande Obra para fazer.  Uma Obra que Deus nos mandou fazer, pois Ele, neste mundo, só tem os nossos pés para irem e as nossas mãos para fazerem a Obra. Consciencializemo-nos de que não estamos sós para a fazer. Ele disse: "estarei convosco todos os dias  até à consumação dos séculos". Lembremo-nos, finalmente, que, para a feitura desta Obra, é preciso estar vigilante às astutas ciladas de Satanás, tendo sempre as mãos no trabalho e o coração em oração. Assim, não haverá inimigo que consiga desfazer esta Obra em que estamos empenhados.

 

Nós refugiamo-nos e "bendizemos o grande Nome do Senhor da glória, que está levantado sobre toda a bênção e louvor".

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Maio de 2013

CONTEMPLAREI A TUA FACE NA JUSTIÇA, SATISFAZER-ME-EI NA TUA SEMELHANÇA

 

Quer morra novo, quer morra velho, é a Sua face que primeiro contemplarei e a Sua Pessoa quem primeiro proclamarei, pois foi Ele que me salvou e é Ele que todos os dias vejo em meus sonhos e louvo em minhas orações. Ele é meu Salvador e meu Rei.  Não posso deixar de ficar feliz, alegre e satisfeito com a plenitude da Sua justiça, quando no céu eu acordar.

 

Li, algures, de certo jovem, emigrado para a Nova Zelândia no ano de 1898. Levou vários meses até chegar ao seu destino, onde ficou por 80 anos e onde aceitou Jesus como seu Senhor e Salvador. Voltou a Inglaterra, depois de uma viagem de menos de 48 horas, para verificar que também ali  podia adorar e servir da mesma maneira o seu Senhor. Era tudo diferente - os transportes, os trajes, a cultura, os livros e métodos de ensino - mas Jesus era o mesmo. Ele é  o mesmo ontem, hoje e eternamente.  Muda tudo, mas Ele e a forma de O adorarmos e servirmos é sempre a mesma.

 

Será que lá no céu também é assim? Sem dúvida. Lá no céu vamos adorá-lO e servi-lO da mesma maneira. Teremos corpos glorificados, semelhantes ao de Cristo glorificado, mas iremos adorá-lO de coração (sinceridade), em espírito e verdade, porque é assim que Ele quer que O adorem.

 

Ele não muda. Subiu da terra para o céu, foi para a presença do Pai e dos Seus anjos, mas quer que O adoremos e louvemos da mesma maneira, em espírito e verdade, e verdadeira honestidade.

 

Às vezes penso como será maravilhoso aos nossos sentidos adorá-lO com milhares e milhares de anjos, numa polifonia de sons angélicos, entoando "aleluias" ao nosso Senhor, que nos remiu dos nossos pecados e nos fez reis e sacerdotes para Deus e Seu Pai... Glória para sempre ao Cordeiro de Deus.

 

Estás tu preparado para cantar este novo cântico ao que foi morto e reviveu para nos dar tão grande salvação?

 

Ainda estás a tempo de te preparares. Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo.

publicado por archote às 07:08

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Maio de 2013

O AMOR DE CRISTO NOS CONSTRANGE

II Coríntios 5:14                                                  II Coríntios 5:11-17

 

Nunca seremos tão livres como quando Cristo nos liberta. No entanto, "o amor de Cristo nos constrange", nos força, nos amarra, nos segura com as "garras da Sua graça". Não sei explicar isto, mas sei que isto é verdade. Sinto-me livre, com capacidade de escolher, com oportunidade de fazer as coisas mais lindas e extraordinárias, e, no entanto, sou dominado e governado pelo amor de Cristo.

 

São poucos os que sabem o que é "estar preso no amor de Cristo", mas os que estão amarrados a esse amor sabem, por experiência, que é bom, salutar, doce, transcendente. Eu já estive preso pelo poder de Satanás, pelo mundanismo, pelos vícios, pelos prazeres da carne, mas, no final, não era feliz, tinha falta de algo que o diabo e os seus prazeres me não davam. Eu vivia triste, amargurado, incompleto. A alegria e os prazeres que sentia eram momentâneos, passageiros, fugazes e deixavam sempre um rasto de tortura e um ressaibo de amargura.

 

Ao contrário, quando nos refugiamos no amor de Cristo e sentimos a maravilhosa liberdade que Ele nos dá, para fazermos tudo o que é verdadeiro, tudo o que é bom, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, amável, de boa fama, como isso nos causa alegria, felicidade; como isso não deixa pesos na nossa consciência, nem nos traz trabalhos, nem incompatibilidades com a justiça dos homens! É bom estar ligado ao amor de Cristo e procurar andar como Cristo andou.

 

Somos constrangidos pelo amor de Cristo a viver e a amar como Cristo viveu e amou; constrangidos a amar os nossos inimigos como Ele fez; constrangidos a levar a paz aos que estão em guerra consigo mesmos e com o seu semelhante; constrangidos a levar a mensagem da fé a todos os homens, até aos confins da terra, porque Ele nos mandou; constrangidos a falar a todos do que temos visto e ouvido.

 

Sinto-me constrangido a levar o Evangelho ao mundo, porque sinto na minha alma o apelo e a mensagem de que não serei feliz se não anunciar o Evangelho. Ai de mim se não anunciar o Evangelho.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Maio de 2013

TODO AQUELE QUE COMETE PECADO É SERVO DO PECADO

João 8:34                                                João 8:31-41

 

Depois de uma manhã chuvosa, a tarde resplandeceu linda, seca, iluminada e convidativa a um passeio pelas ruas da cidade. Muitas foram as pessoas a aproveitarem a oportunidade de sair. Algumas levaram mesmo os seus animais de estimação.

 

Entre as pessoas que saíram estava também  uma senhora, amiga de "dar nas vistas", que aperaltou um porquinho e o levou a passear com ela. Todos ficavam admirados com o comportamento do bichinho, até que ele viu uma poça de água, à qual se haviam juntado alguns detritos da rua, e, puxando a trela, foi conspurcar-se na lama e toda a espécie  de imundícies ali juntas. O porco, apesar de ter uma veste especial, ainda era porco. A sua natureza era de suíno e sempre seria.

 

Aquele que comete pecado é escravo do pecado enquanto não tiver recebido de Deus uma nova natureza. Só "aquele que está em Cristo é uma nova criatura", pois foi despido da natureza pecaminosa e revestido da natureza santa de Cristo.

 

Não é vontade de Deus que sejamos escravos do pecado. Ele quer que sejamos novas criaturas e isto só pode acontecer pela operação do Espírito Santo em nós, mediante a fé no Senhor Jesus.

 

Deixemos que o Espírito Santo consuma em nós o velho homem, com suas imundícies, maldades, crimes, e aproximemo-nos de Jesus, que operará em nós o novo nascimento para uma nova vida na família de Deus. Se, pois, o Filho nos libertar dessa velha natureza, verdadeiramente seremos livres, para fazer tudo o que é bom e agradável aos Seus santos olhos.

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 14 de Maio de 2013

PERDOA-NOS OS NOSSOS PECADOS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS...

Mateus 6:12                                                       Mateus 6:9-13

 

Entre os pontos salientes da oração que Jesus nos ensinou, como modelo, salienta-se o "perdão dos pecados". Se queremos alcançar o perdão de Deus, temos também que perdoar a quem nos tem ofendido(Mateus 6:14-15).

 

Perdoar aos outros o mal que nos têm feito não é "pêra doce", não é fácil de fazer, contudo, é indispensável que o façamos, para termos paz com Deus e paz connosco próprios. Perdoar é mais do que não lançar em cara, "que pôr na 5ª gaveta". Perdoar é apagar, lançar fora para sempre. Perdoar é esquecer.

 

Foi assim que Jesus perdoou os nossos pecados. Havia uma cédula que nos era contrária (Colossenses 2:14), mas Ele a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz e cobriu com Seu precioso sangue o que ali nos acusava. Ele apagou, com Seu próprio sangue, os nossos crimes, ofensas, mentiras, idolatrias, devassidões, ladroíces, etc., etc. (I Coríntios 6:10; I Pedro 1:18-19; 2:24).

 

Com Sua vida pura, santa e imaculada, Cristo suportou a punição que nós não conseguiríamos aguentar. Ele amou-nos até ao extremo (de tal maneira) para nos perdoar. Estamos perdoados por Seu amor. Não seremos nós capazes de perdoar? Comemos tão maravilhosamente à mesa da graça de Deus, e não temos, ao menos, uma migalhinhas para o nosso amigo que contra nós levantar o seu calcanhar?

 

Jesus foi um modelo de perdão. Perdoou aos acusadores que o caluniaram; perdoou ao Seu povo, para quem veio, que não O recebeu; perdoou aos sacerdotes que urdiram a trama para a Sua crucificação; perdoou ao ladrão que, do alto da sua cruz, blasfemava d'Ele... perdoou ao próprio Judas que, com um beijo O traiu tão vilmente.

 

Seremos sábios escolhendo perdoar a quem nos tem ofendido e ainda mais sábios se confessarmos os nossos pecados a Deus e Lhe pedirmos perdão, por Jesus, o único mediador entre Deus e os homens.

 

Saibamos colocar acima de todas as nossas mágoas, pechas e pleitos, o amor, com que nos devemos amar uns aos outros, e perdoemos tudo e a todos que nos têm ofendido.

 

Se perdoarmos temos muito a ganhar!

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Maio de 2013

SEDE SANTOS, PORQUE EU SOU SANTO

I Pedro 1:16                                          Levítico 11:44-45

 

"A santidade é a plenitude gloriosa da excelência moral de Deus, princípio básico das Suas acções, e aferidor único das Suas criaturas" (A. B. Longstane).

 

Deus exige santidade, perfeição, da parte do homem. Santidade que exige bondade, fidelidade, pureza de sentimentos, perfeição, justiça e amor. "Sede, pois, perfeitos, como é perfeito vosso Pai que está nos céus".

 

Lembramo-nos que, no acampamento de  Israel, tinha que haver uma preocupação especial, que nada ali entrasse que contaminasse o povo. Tudo quanto era impuro, leproso, conspurcado com o pecado devia ficar fora do arraial. É com este pensamento que Paulo, em I Coríntios 6:19, nos exorta para que mantenhamos purificado e santo o nosso corpo, que é o templo do Espírito Santo. Pedro, na sua I epístola 1:14-17, é enfático no sentido de que não deixemos entrar o pecado em nós, antes, sejamos santos como é santo nosso Pai que está nos céus.

 

Sabemos que nunca atingiremos o superlativo da santidade, como Deus, mas todos nós, como filhos obedientes, não nos devemos conformar com as concupiscências deste mundo, antes, devemos deixar que o Espírito Santo de Deus trabalhe em nós, até que atinjamos a estatura do varão perfeito, que é Cristo Jesus, o Senhor.

 

Oremos como o salmista: - "Sonda-me, ó Deus,  conhece o meu coração, prova-me e vê se há em mim pecado; perdoa-me e guia-me pelo caminho da Tua santidade" (Salmo 139:23-24).

 

"Tem misericórdia de mim, ó Deus, e apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das Tuas misericórdias... Lava-me completamente dos meus pecados... cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito recto" (Salmo 51).

 

"Pai, santifica-nos na verdade... a Tua Palavra é a verdade. Dá-nos a Tua força e sabedoria para que permaneçamos na Tua verdade e experimentemos, cada dia, qual seja a boa, santa e agradável vontade de Deus.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Domingo, 12 de Maio de 2013

OS QUE ESPERAM NO SENHOR RENOVARÃO AS SUAS FORÇAS

Isaías 40:31                                                  Isaías 40:28-31

 

Como me sinto enfraquecido neste dia! Terei razões para isso? Não. Eu tenho sempre um Deus amigo e clemente ao meu lado. Eu confio n'Ele. Eu sei  que Ele não deixará vacilar o meu pé, que a Sua guarda é real e persistente; sei que a Sua sombra estará sempre sobre mim para me proteger; sei que com Ele nada me faltará, nem mesmo ajuda ao atravessar o vale da sombra da morte; sei que Ele é o timoneiro do meu barco, que é o meu pão de cada dia, a minha fonte de água pura, que é a minha luz, o meu socorro, o meu médico assistente... Ele é tudo para mim!

 

Mas,  que quereis? A minha carne é fraca, a minha fé mais pequena que um grão de mostarda, a minha vida nem sempre está tão limpa como Ele quer e eu desejaria. Oro a Deus para que aumente a minha fé e me dê forças e ânimo para continuar.

 

A Bíblia, pelo profeta Isaías, aconselha-nos: - "Os que esperam no Senhor renovarão as suas forças, subirão com asas como águias, correrão e não se cansarão, caminharão e não se fatigarão". Não podemos desanimar, porque o desânimo é uma das mais terríveis armas diabólicas. O diabo a usa sem descanso e alguém já disse que ela é a arma mais desgastada do inferno mas que ainda faz muitos danos entre os filhos de Deus. Esperemos somente em Deus, pois d'Ele vem a nossa força contra o desânimo (Salmo 62).

 

Permaneçamos aos pés do Senhor, em oração, para que aumente a nossa fé, purifique as nossas vidas e nos dê forças para vencermos a tentação (leiamos  Efésios 6:10-18).

 

Oremos para que o Senhor multiplique as nossas forças, para que corramos sem cansaço e caminhemos na senda que vai para os céus, sem fadiga.

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds