Quinta-feira, 20 de Junho de 2013

ACASO SOU EU GUARDADOR DE MEU IRMÃO?

Génesis 4:9                                             Génesis 4:1-11

 

Eis aqui uma pergunta pertinente: - sou eu responsável por meu irmão? O que é que tenho a ver com meu irmão? Aqui, cada um que se arranje.

 

Este raciocínio é dos mais baixos e frios que podemos ter. Nunca jamais deveria encher os nossos corações, porque todos nós, humanos, somos dependentes uns dos outros e nos devíamos preocupar com o bem estar do nosso próximo. O que for menos do que isto é puro egoísmo, condenável aos olhos de Deus, o Justo Criador.

 

Paulo ensinou que nenhum de nós deve viver para si mesmo (Romanos 14:7), mas devemos viver para Deus, que nos criou,  e em função do bem do nosso semelhante. Já algum dia pensaste que és responsável, perante Deus, pelos outros que vivem ao teu redor? Responsável pelo seu bem estar, pela sua segurança, pela sua vida de bem.

 

Somos membros de um só corpo, portanto, se um sofre, logo todos sofrem; se um tem fome, os outros estão famintos; se um anda mal, todos andam mal. Somos responsáveis pela vida do nosso irmão, e , por ela, devemos responder perante o Deus Supremo Juiz. Estou eu disposto, durante a minha peregrinação na terra, a ser "pão partido" para os meus irmãos se alimentarem, e "vinho derramado" para consolo dos meus irmãos caídos nas mãos dos salteadores? Jesus quer que o sejamos. E nós, estamos disponíveis para fazer a Sua vontade?

 

A vida que eu agora vivo na carne é a maneira como digo "obrigado" ao meu Deus por tudo o que Ele fez por mim? A vida responsável que agora vivo diante de Deus é a forma expressa de amar os meus irmãos e, até mesmo, os meus inimigos, como forma expressa de mostrar o amor de Deus, meu Pai, que me amou e a Si mesmo Se entregou para me  lavar dos meus pecados, perdoá-los e esquecê-los?

 

Milhões à tua direita e à tua esquerda clamam por ajuda, por uma mão amiga, por um pedaço de pão para a boca, por uma palavra de carinho... e tu... tu passas ao lado, impante no teu egoísmo - "por ventura sou eu guardador do meu irmão?"

 

És responsável pelo teu irmão e, em tempo, serás condenado pela tua falta de amor para com ele! Serás condenado por nem ao menos deixares que eles tivessem as migalhas caídas da tua mesa de fartura. Não te comove isto? Não abala isto a tua consciência?

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 19 de Junho de 2013

ENTREGA O TEU CAMINHO AO SENHOR, CONFIA N'ELE E ELE TUDO FARÁ

Salmo 37:5                                                      Salmo 37:1-16

 

Nunca faças planos para a tua vida sem levares Deus em conta, pois, planos sem Deus, são planos falidos, planos que nunca se concretizarão.

 

Deus tem um bom plano para a tua vida. Já procuraste descobri-lo?  Está disponível para, juntamente com Deus, edificares a casa? Olha! "Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam". Não entres em situações que não foram determinadas por Deus, pois, de um momento para o outro, perdem a base, por não estarem assentes sobre Deus.

 

Deus não deve ser um fortuito na nossa vida, mas uma realidade proeminente, pois só assim acertaremos o passo com Ele no caminho da vitória. "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n'Ele " e deixa que Ele faça tudo na tua vida, usando a tua mente. Verás que vai dar certo. Não sejamos "santos domingueiros", mas filhos tomados totalmente pela Sua vontade. Assim dará certo.

 

Entrega o teu caminho ao Senhor e nunca faças planos sem Ele, nem planos que tenham, por finalidade o mal, pois, quando reparares, "Deus já saiu". Estás a dar razão ao egoísmo do teu coração. Deixa Deus operar como só Ele sabe. Entrega o teu caminho ao Senhor e lembra-te que Ele é amor e o amor não considera o mal quando faz planos. Se ignorarmos Deus estaremos sempre com o mal e faremos nossos planos fora do âmbito da Sua vontade.

 

"Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n'Ele " e não se turbe o teu coração. Deus proteger-te-á. Basta que acertes as tuas atitudes com a vontade de Deus. Ele tudo fará.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 18 de Junho de 2013

UNE-TE A DEUS E GOZA PAZ

Job 22:21                                               Job 22:19-23

 

Conheces alguma maneira de gozar paz, no íntimo do teu coração? Paz com Deus, paz com os homens e paz contigo mesmo, isto é, com a tua consciência? Eu só conheço uma maneira - "une-te a Deus e terás paz e te sobrevirá o bem".

 

A paz é um bem essencial, provindo de Deus como uma dádiva graciosa para o nosso bem.  Se, de facto, não fizermos as pazes com Deus, quer queiramos quer não, a nossa vida não está bem.  Busca a Deus, une-te a Ele e goza a vida na sua plenitude. Jesus ensinou: - "a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá; não se turbe o vosso coração, nem se atemorize".

 

A Bíblia ensina que "justificados pela fé temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo", e, nessa qualidade de justificados,  temos acesso a Deus e auferimos para sempre a Sua paz.

 

É muito importante que conheçamos a paz de Cristo e que sejamos pacificadores sobre a terra - "Bem aventurados os pacificadores porque eles serão chamados filhos de Deus". Não é fácil ser pacificador entre partes rivais, mas é urgente que cada filhinho de Deus se esforce por cumprir essa santa missão.

 

Entre os filhinhos de Deus não deve haver rixas, lutas, ódios e divisões. Quando o diabo espalhar entre nós a cizânia da discórdia, devemos recorrer à oração a Deus, para que nos dê forças para acabarmos rapidamente com essa semente diabólica e, em seu lugar, cresça o amor de  uns pelos outros, a concórdia e a união, porque "a união faz a força" para vencermos Satanás.

 

Abandonemos o orgulho, os interesses mesquinhos, os complexos de superioridade e demos lugar à humildade e ao amor, porque este cobre uma multidão de pecados, gera a paz e faz que o espírito de cooperação se desenvolva entre nós e os interesses de Cristo sejam a nossa prioridade.

publicado por archote às 07:08

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Junho de 2013

PORQUE TEMEIS, HOMENS DE POUCA FÉ?"

Mateus 8:26                                                            Mateus 8:23-27

 

Quando estamos possuídos pelo medo, o melhor que temos a fazer é pararmos , dobrarmos os nossos joelhos e colocarmos aos pés do Senhor todos os nossos temores. Ele responderá! É preciso confiar, pois Ele está de vigia sobre as nossas vidas.

 

Deus espera que confiemos em todas as circunstâncias e crises, pois tudo quanto nos acontece contribui juntamente para bem dos que O amam.   Não esqueçamos que, mediante a nossa oração, Ele indica sempre o caminho a seguir. Jesus, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar. Seguiu-se uma grande bonança e logo o barco chegou ao destino para onde iam (João 6:21).

 

"Homens de pouca fé!"... Que grande baque no coração devem ter sentido aqueles homens quando ouviram aquelas palavras! Tantas coisas que eles já tinham visto, ouvido e passado, e... no final, tinham uma fé tão fraca, tão pequenina! Não é isto que acontece connosco? Que tristeza para nós quando podíamos ter dado uma tão grande alegria a Jesus e... ficamos pela "pouca fé", pelo medo e pela timidez.

 

Há fases na vida em que não fomos capazes de fazer melhor, mas, se tivéssemos confiado em Cristo, se tivéssemos levantado os nossos olhos para o Senhor e confiado... quanto teríamos feito? Quanto teríamos alegrado o nosso Senhor? Mas, ficámo-nos pela timidez, limitámo-nos a nós mesmos, quando podíamos ter subido com "asas, como águias" para os píncaros da vitória.

 

As turbulências da vida, as tempestades da nossa peregrinação tendem  a aumentar. Há que não desanimar. Há que não perder a fé, nem o rumo. Há que lutar e confiar, pois a vitória está ao nosso alcance. Deus o prometeu e Ele não falha. Estendamos a mão e aceitemos a graça.

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 16 de Junho de 2013

HÁ CAMINHO QUE AO HOMEM PARECE DIREITO, MAS O SEU FIM É A MORTE

Provérbios 14:12

 

Hoje o mundo é um mundo de ilusões. O que parece ser não é, e o que não parece ser é. É um mundo labiríntico, enganador, superficial. Há caminhos que ao homem parecem direitos, mas o seu fim são caminhos de morte.

 

Cuidado, porque só há um caminho certo para o céu. Não é esta ou aquela religião; não é este ou aquele "guru", nem aqueles que  aqui e ali se levantam dizendo: - eu sou o sucessor de Cristo; eu tenho a verdade; eu dou a vida eterna. Errado. Não vades por aí, pois esses são caminhos que conduzem à morte eterna.

 

Jesus é o único caminho, a única verdade e o único que dá a vida eterna. Ele o disse há mais de 2.000 anos. A Sua mensagem tem sido comprovada por milhões e milhões que experimentaram vida em Seu Nome.  Tudo o resto tem-se demonstrado caminho de morte.

 

Só Jesus é o caminho, a verdade e a vida. "Nenhum outro nome há, dado debaixo dos céus, pelo qual possamos ser salvos". A Sua mensagem,  o "Evangelho é o poder de Deus para a salvação e todo aquele que crê", quer judeu, quer gentio. Jesus é o Grande Deus e nosso Senhor, que "Se deu a Si mesmo por nós, para nos remir de toda a iniquidade e purificar para Si um povo especial e zeloso das boas obras". Ele (Jesus) "nos comprou, não com coisas corruptíveis, como o ouro ou prata, mas com o Seu sangue, como de um cordeiro imaculado e incontaminado". Só "Ele levou em Seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, vivamos para a justiça", porque só "o sangue de Jesus Cristo, o Seu Filho, nos purifica dos nossos pecados". "Só Ele é digno de tomar o livro e de abrir os selos, porque foi morto e com Seu sangue comprou, para Deus, homens (perdidos) de toda a tribo, língua e nação..."

 

Só há um caminho que leva ao céu - JESUS, que é o caminho, a verdade e a vida. Outros caminhos são ilusórios, falsos, perigosos, pois levam à morte eterna.

 

"Crê no Senhor Jesus Cristo - AGORA - e serás salvo".

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 15 de Junho de 2013

OS QUE ESPERAM NO SENHOR...

Isaías 40:31                                                    Isaías 40:28-31

 

Os que esperam no Senhor, andarão. Andar é uma coisa normal, comum. Salvo os primeiros passos, na nossa meninice, ou os passos dados depois de um acidente, ou uma doença nos ter feito parar por algum tempo, nada tem de especial. Andar é um teste para os atributos da estabilidade e do equilíbrio. Andar é bom, é especial, pois se, por qualquer razão, não pudermos andar, ficamos tristes, diminuídos, ressentidos com a nossa "sorte".

 

A Bíblia manda andar. Não apenas no sentido de nos deslocarmos de um lado para o outro, para fazermos coisas, mas também no sentido de andar na "presença de Deus", que significa andar no caminho do aperfeiçoamento (Deus é perfeito, bom, santo, justo). Quem O segue, caminha na direcção do que é perfeito.

 

Os que esperam no Senhor, mesmo doentes, renovarão as suas forças, subirão com asas, como águias, caminharão e não se cansarão, porque Deus jamais os abandonará e renovará as suas vidas, até ao clímax da felicidade. Com Deus não há más condições físicas, não há falsas manifestações de poder, mas há verdadeira vitória.

 

A realidade da presença do Senhor não depende do lugar onde estamos, mas da determinação de colocarmos Deus sempre diante de nós, pois assim não temeremos, ainda que a terra se  mude, ainda que os mares se embraveçam ou que os ventos e as chuvas caiam. Com Cristo no barco chegaremos ao fim sem cansaço e vitoriosos.

 

Bem aventurados e felizes os que confiam no Senhor, porque caminharão e não se fatigarão, correrão e não se cansarão, na persecução de Deus, que é Omnipotente.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Junho de 2013

O SANTO QUE DE TI HÁ DE NASCER SERÁ CHAMADO FILHO DE DEUS

Lucas 1:35b                                                                Lucas 1:26-38

 

Como Maria de Nazaré se devia sentir feliz, bem aventurada, por ter sido escolhida por Deus para ser o receptáculo do corpo do Deus feito homem! Não que ela se sentisse digna, melhor que as outras mulheres, mas alegre por poder entregar o seu corpo e vida a Deus para uma tão maravilhosa obra! Esta foi a grande tarefa de Maria,  poder albergar em seu corpo o Filho de Deus, poder partilhar numa tão grande tarefa de gerar, dar à luz, educar, ensinar a seu Filho a santa Lei, alimentá-lO, torná-lO homem e de pois, com sacrifício, dor, sofrimento intenso, tornar a devolvê-lo a Deus para que Ele permitisse a Sua morte na cruz!

 

Não é salvadora do mundo. Não é co-redentora da humanidade. Não é para ser adorada nos altares, pois "só a Deus adorarás e a Ele servirás", mas, como diz o texto sagrado, é "bendita entre as mulheres", porque só o seu ventre carregou o bendito fruto - JESUS - para nossa salvação.

 

Penso que nenhuma outra mulher no mundo, nem nenhum homem desta terra se deve sentir desconfortável, nem diminuído por não lhe ter sido dada a tarefa bendita de Maria.  Ela recebeu-a com humildade e prontidão - "Eis aqui a escrava do Senhor, faça-se em mim conforme a Tua palavra". Ela cumpriu com amor, dedicação, a sua tarefa, por isso, é bem aventurada entre as mulheres, como serão felizes, muito felizes, todos os homens e mulheres que cumprirem, da mesma maneira e com a mesma dedicação e prontidão, as tarefas que lhes forem confiadas por Deus.

 

Deus tem tarefas específicas para todos os Seus filhos na terra, e ao longo dos anos. Procuremos saber o que Deus quer de nós - Senhor, que queres que eu faça? - e, obtida a resposta, cumpramos, como servos de Deus, o que Ele quer de nós.

 

O "Santo de Deus", que entrou em nós, fará e nos ajudará a fazer o que os céus tem preparado como tarefa glorificante para o Senhor.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Junho de 2013

NÃO SABEIS QUE ME CONVÉM TRATAR DOS NEGÓCIOS DO MEU PAI?

Lucas 2:49b                                                                           Lucas 2:39-52

 

Jesus viveu em Nazaré uma infância como qualquer outra criança. Voltou do Egipto para Nazaré, cresceu e fortalecia-se em espírito, cheio de sabedoria, e a graça de Deus era com Ele. Seus pais iam todos os anos a Jerusalém, à festa da Páscoa, como convinha a bons servos do Senhor.

 

O menino Jesus ficava em Nazaré, com familiares, que tomavam conta das crianças ainda incapazes de irem à Festa. Contudo, a Bíblia Sagrada não nos fala de quaisquer milagres, extravagâncias ou demonstrações especiais. Jesus era, em tudo, normal.

 

Quando Jesus fez doze anos, Seus pais levaram-nO com eles a Jerusalém. Devia ter sido uma grande alegria!  Como Jesus assumia o Seu papel de ir à "Casa do Pai". Não se contentou com a Festa, os cânticos, os sacrifícios, as orações, etc..  Quando tudo terminou, Ele procurou os doutores da Lei para lhes falar e saber mais da "Tora", das tradições judaicas, dos mandamentos da Lei, etc.. Todos ficaram admirados com a sabedoria de Jesus. Ele era o Deus connosco. Ele estava na casa do Seu Pai, não aprendendo mas ensinando!

 

Será que nós deixamos Jesus entrar em nós, a Sua casa, para nos ensinar, orientar, alimentar espiritualmente? Está Ele a viver em nós para fazer a Sua Obra? Ou só clamamos a Ele quando temos problemas e as coisas estão mal? Vive Ele na sua "casa", no nosso coração, ou só nos momentos perturbadores é que O convidamos a vir estar connosco? Podemos dizer "Cristo vive em mim" ou Jesus é nosso convidado nos momentos de trovoada, tempestade e guerra? Isto é pouco. Jesus quer ser residente em nós e não inquilino de passagem.

 

Jesus disse aos Seus pais adoptivos, Maria e José : - Porque me procuráveis noutros lugares? Não sabeis vós que me encontraríeis na casa de Meu Pai, tratando dos Seus negócios?

 

Procurai Jesus em espírito e verdade e  encontrá-lO-eis sempre no lugar certo, tratando dos negócios do Pai.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 12 de Junho de 2013

QUANDO O VI, CAÍ COMO MORTO AOS SEUS PÉS

Apocalipse 1:17                                             Apocalipse 1:9-18

 

Qual é o grau de conhecimento que tu tens de Jesus? Conhece-lO tão bem que O reconhecerias no meio de uma grande multidão? Se Ele te aparecesse de repente, conhecê-lO-ias a ponto de a tua alegria ser tão grande que cairias como morto aos Seus pés? Reparemos que Ele  não apareceu a João com sinais de flagelação, nem com as vestes com que andava neste mundo. Mas João conhecia-O tão bem, tinha uma comunhão com Ele tão grande que O conheceu e caiu como morto de alegria a Seus pés!...

 

Há momentos em que Deus não pode revelar-Se de nenhuma outra maneira a não ser pela Sua glória e majestade, e isso leva ao clímax da alegria, que não podemos permanecer de pé ante Ele. Caímos por terra assombrados, deslumbrados de alegria. Só depois de estarmos por terra diante d'Ele, Ele nos estenderá a Sua mão  para nos erguer.

 

E que bom é sermos levantados por Deus! Que alegria é ouvirmos da Sua boca : "sobe mais para cima" (Lucas 14:10), toma o lugar que preparei para ti... "Não temas, Eu sou o primeiro e o último. Eu tenho as chaves, com que abro e ninguém fecha".

 

Que bom é conhecer a Jesus, nunca tirar d'Ele os olhos e viver sempre na Sua alegria, que é eterna e permanente!

 

Alegro-me muito por saber que há em mim algo que me obriga a cair, prostrado diante do meu Deus, quando Ele Se manifesta na plenitude da Sua glória, para depois me erguer com Sua mão e me fazer assentar nos lugares celestiais, por Seu imenso e infinito amor.

 

Anseio o momento de O ver na plenitude da Sua majestade para ser chamado por Ele para o tempo de adoração contínua e eterna, no Pai, com Seus santos anjos.

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 11 de Junho de 2013

NÃO TE FAÇAS NENHUM MAL, QUE TODOS ESTAMOS AQUI...

Actos 16:28b                                                                Actos 16:12-34        

 

Era noite. A cidade de Filipos tremeu e muitas casas ruíram. A própria prisão da cidade, embora fosse  uma construção robusta, , como se impunha, também ruiu e as paredes caíram, as portas se abriram, os grilhões soltaram-se das paredes e uma liberdade inesperada veio  para todos os presos.

 

Quando Deus quer, tudo pode acontecer, mesmo o impossível aos nossos olhos. Foi o que aconteceu naquele dia, lá em Filipos. Os presos ficaram livres e o carcereiro responsável só encontrou uma solução - puxar da espada e suicidar-se.

 

Mas, Deus tinha outro plano para ele e para a sua família. Deus queria salvá-lo, a ele e aos seus. Por isso, preservou-os de um suicídio colectivo e  juntou-os, entre destroços e ruínas, para que ouvissem a mensagem do Evangelho, mais poderoso que a  própria natureza - o  Evangelho de Cristo.                                      

 

O carcereiro de Filipos e sua família ouviram esta boa Nova, creram nela e foram salvos. Isto não foi a brincar, mas a sério, pois logo começaram a dar frutos de que eram novas criaturas. Tiraram para fora os servos do Senhor, lavaram-lhes os vergões e sentaram-nos à sua mesa, comungando com eles, com alegria e singeleza de coração.

 

O Evangelho de Cristo é assim. Opera com poder, dignidade e eficiência. Foi assim naquela noite, na cidade de Filipos. Destruição do que era velho, sujo e injusto, e regeneração dos homens tocados por Deus.  Ainda hoje tem que ser assim, porque se não for assim não é a operação do Evangelho de Cristo.

 

Aquele foi o começo de uma grande obra na cidade de Filipos, só porque o carcereiro ouviu a Palavra, não atentou contra a sua vida e deixou que Deus operasse da mesma maneira. Escuta a voz do céu, põe a Palavra de Deus em prática e tu serás uma bênção.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds