Sábado, 21 de Dezembro de 2013

A SUA ORAÇÃO CHEGOU ATÉ À SANTA HABITAÇÃO NOS CÉUS

II Crónicas 30:27b                                         II Crónicas 30:22-27

 

Creiam, meus queridos leitores, que uma grande parte das orações feitas pelos "crentes" nunca chegam à santa habitação de Deus, lá no céu. Não passam do teto, do lugar onde são feitas. E porquê?

  • Porque são orações que visam tornar Deus nosso criado e não O têm como Senhor
  • Porque são orações egoístas, feitas só a pensar em nós, não nas necessidades do nosso próximo, nem da glória de Deus
  • Porque são orações feitas para prejuízo de terceiros
  • Porque são orações imbecis, a pedir que nos saia o Euromilhões, a lotaria, o totoloto, esquecidos que esse dinheiro é o dos mandriões que querem enriquecer sem trabalhar
  • Porque são pedidos para satisfação dos nossos deleites e prazeres, não tendo em conta a glória de Deus, nem as necessidades do próximo
  • Porque são orações lascivas, luxuriosas, com pedidos contra a natureza bondosa e pura de Deus
  • Porque são orações que não contemplam a vontade de Deus

Ao contrário destas orações que não chegam ao céu, as orações da comunidade judaica do tempo de Ezequias chegavam à santa morada de Deus, porque eram orações puras e santas, que se encaixavam na vontade de Deus e visavam o louvor da Sua glória. Eram orações alegres e de gratidão por tudo aquilo que o Senhor lhes tinha dado. Eram orações que chegavam à santa habitação do Altíssimo, porque continham todos os elementos válidos que uma oração deve ter:

  • Invocação ao Santo Pai do céu
  • Louvor e adoração a Deus
  • Confissão de pecado e arrependimento do mesmo
  • Perdão para o próximo
  • Petição das necessidades espirituais
publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Dezembro de 2013

NÃO VOS ASSUSTEIS! A PELEJA NÃO É VOSSA, MAS DO SENHOR

II Crónicas 20:15 b                                          II Crónicas 20:1-6, 14-17

 

Quantas vezes nos assustamos sem razão? Acontece ou pela nossa falta de fé, ou porque o pecado nos colocou longe do Senhor, ou porque nos esquecemos que somos pertença especial do Senhor. Na verdade, aquele que está em Cristo é mais do que vencedor, e nem a fome, nem a nudez, nem a tribulação, nem a angústia, nem o perigo, nem a espada, nada, nem ninguém nos separará do amor de Cristo (Romanos 8:31-35). Quem nos vencerá, uma vez que podemos todas as coisas em Cristo Jesus? Não há mal, doença, morte, Satanás com as suas hostes, que nos vençam. Nascemos em Cristo para vencer.

 

Que nada nos angustie ou meta medo. Mesmo que o inimigo seja muito poderoso, o nosso Deus tanto pode vencer os poucos como os muitos ( II Crónicas 20:6). Não há Deus poderoso como o Senhor dos Exércitos, que é o nosso Deus. Crês n'Ele e no Seu poder de salvar? Eu creio. Sei que a peleja que tenho de travar não é minha, mas do Senhor.

 

Fomos enviados por Jesus  como cordeiros  ao meio dos lobos, com uma tarefa para cumprir. Temos que a concretizar, na certeza de que foi o Todo Poderoso que nos enviou, conscientes que a peleja não é nossa  mas d'Ele e que Ele está pelejando ao nosso lado, até à consumação dos séculos (Mateus 28:16-20).

 

Eu não me envergonho de ser soldado de Jesus. Não me envergonho do Evangelho da salvação, que Ele me enviou a pregar a todas as nações. Sei que a peleja não é minha mas d'Ele que, como Pastor, tem uma "vara" para nos guiar pelos caminhos da vitória e um "cajado" para nos defender dos inimigos, por mais poderosos que eles sejam. Josafat, o rei de Judá, creu no Senhor Bom Pastor e foi à peleja, de onde voltou vitorioso.

 

Se cremos, como Josafat e como tantos milhões que nos antecederam na batalha, voltaremos vencedores no Nome que é sobre todo o nome - JESUS.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Dezembro de 2013

O CORAÇÃO DE ASA FOI PERFEITO TODOS OS SEUS DIAS

II Crónicas 15:17                                             II Crónicas 15:1-19

 

Asa foi um dos bons reis de Judá. Foi de tal maneira fiel ao Senhor que foi capaz de destronar a rainha Maaca, sua  mãe, por causa da sua idolatria. A idolatria não tinha lugar no reino de Asa, de maneira que o ídolo feito em honra de Asera foi totalmente despedaçado e os seus cacos, restos, queimados como lixo, junto do ribeiro de Cedron (15:16). Deve ser este o fim de todos os ídolos, grandes ou pequenos, das grandes catedrais ou das pequenas ermidas. Devem ser destruídos, queimados e considerados como lixo do mais tóxico. Assim pensava Asa, e pensava segundo o mandamento do Senhor.

 

O coração de Asa foi perfeito diante do Senhor, todos os dias da sua vida. Isto não quer dizer que não tivesse pecado, pois todos nós somos pecadores (Romanos 3:23), mas porque buscava ao Senhor para confessar os seus pecados, pedir perdão e louvar o Nome de Jeová. Esta tem que ser a atitude de todos os homens - reconhecer seus pecados, confessá-los a Deus e abandoná-los para sempre, louvando a Deus pelo Seu perdão.

 

A Bíblia diz que do coração procedem todas as saídas da vida" (Provérbios 4:23). Jesus confirma esta verdade quando diz, em Mateus 15:18-20, que do coração procedem os maus pensamentos, os ódios, os adultérios, as prostituições, os furtos, a idolatria, as blasfémias, etc., etc., coisas estas que contaminam o homem e o tornam reprovável aos olhos de Deus.

 

Devemos esvaziar o nosso coração (pensamento) de todas essas coisas, promessas de Satanás, e enchermo-nos de tudo o que é bom, tudo o que é de boa fama, amável e que possa servir e não magoar o nosso próximo ou a nós mesmos. Um coração cheio do fruto do Espírito Santo não tem lugar para albergar mais nada. É um coração ao serviço de Deus.

 

Asa teve um coração perfeito todos os dias da sua vida e, por isso, Deus o usou para destruir a idolatria e proclamar o Nome do Senhor por todo o Reino de Judá. E não houve guierras até ao ano trigésimo quinto do seu  reinado.

 

Que bom não só a ausência de guerra, mas a paz, no coração, para com Deus, consigo próprio e com o seu próximo!

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2013

A CASA QUE EU EDIFICAR HÁ DE SER GRANDE... PORQUE O NOSSO DEUS É O MAIOR

II Crónicas 2:5                                                 II Crónicas 2:4-9

 

Salomão fazia planos e preparativos para a construção da "Casa do Senhor", a edificar em Jerusalém. Ele tinha tido uma experiência maravilhosa com Deus. Sabia da Sua grandeza, da Sua magnificência e da Sua unicidade. Por isso, a casa que queria construir para o Senhor Jeová tinha que ser grande, sumptuosa, única, porque o Senhor é Único. Não há quem se Lhe possa comparar.

 

O templo de Salomão, em Jerusalém, seria único, não só pela sua grandeza, pelas suas riquezas, pela sumptuosidade do Culto a prestar nele, mas pelo Deus que ali Se revelaria, com toda a Sua glória. Nunca se tinha construído outro igual e nunca jamais se construirá, aqui na terra, outro com o mesmo significado - "a manifestação da presença e da glória do grande e único Deus dos universos, Criador e Sustentador dos mundos e da vida".

 

Contudo, e não obstante a sua grandeza, o seu significado, a natureza do culto prestado, ele foi destruído, não havendo pedra sobre pedra que não tivesse sido derribada. Acabou-se a glória do primeiro templo às mãos dos babilónicos, e o segundo templo, construído no tempo de Ageu, remodelado durante mais de quarenta anos, nos tempos da pré-vinda de Jesus, foi totalmente reduzido a escombros pelas tropas romanas.

 

Desde então, "Deus habita" não em templos grandiosos, feitos pelas mãos dos homens (Actos 17:24), mas, sim, no coração dos santos, salvos por Jesus (I Coríntios 3:16).  Agora, o nosso corpo (dos salvos e santificados em Cristo) é o templo do "Deus Espírito Santo" ( I Coríntios 6:19).

 

Que grande responsabilidade nós, os salvos, temos neste mundo! A grande casa de Deus, construída por Salomão, era o centro de atracção espiritual de todo o povo. Era lugar onde aparecia a glória de Deus. Era ali que o Senhor se revelava. Tanto significado! Agora, somos nós o templo do Espírito Santo, a casa do Deus vivo, aqui na terra. Somos o meio através do qual Deus se revela e fala a Sua Palavra de verdade. Não podemos falhar.

 

Para não falhar temos que manter  limpa, santificada, pura e atraente, a santa casa de Deus - a nossa vida. Deixemos de fora toda a devassidão, luxúria, idolatria, ladroíce, fingimento, avareza, bebedice, maledicência, heresia, feitiçaria, ira, pelejas, dissensões, invejas, homicídios. Devemos fazer brilhar a nossa casa com a luz de Jesus, Seu amor, bondade, mansidão, paz, fé, longanimidade e tudo o que for compatível com a pessoa de Jesus -  Deus Filho - , Deus Pai e Deus Espírito Santo, pois somos o grande e maravilhoso templo de Deus.

publicado por archote às 07:07

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 17 de Dezembro de 2013

DAI AO SENHOR A GLÓRIA DO SEU NOME... TRAZEI PRESENTES E VINDE ADORÁ-LO NA BELEZA DA SUA SANTIDADE

I Crónicas 16:29                                          I Crónicas 16:24-30

 

Quando nasceste foi com um propósito - louvar a Deus na beleza da Sua santidade. Como fazê-lo? Podemos fazê-lo através da nossa obediência a Deus. Podemos fazê-lo cantando o Seu louvor, com honestidade e verdade.

 

Há quem pense que o "LOUVOR" é exclusivamente cantar. Não é assim. Louvar é obedecer, é respeitar o meio ambiente que nos rodeia, é estar na congregação dos justos com um  espírito de gratidão, é não esquecer nenhum dos Seus benefícios e ser agradecidos. É, sobretudo, agradecer a Deus pela dádiva do Seu Filho, o Senhor Jesus Cristo, que veio pagar as nossas dívidas ao Pai com o Seu próprio sangue.

 

Se temos razões  para louvar é, sem dúvida, porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho Unigénito para que, crendo n'Ele, tenhamos a vida e não fiquemos antecipadamente condenados.

 

O nosso texto de hoje insere-se no contexto do Culto de Acção de Graças diante da Arca do Senhor. Levitas, sacerdotes, o rei David e o povo estavam nesse culto. Não podia haver leviandade, nem superficialidade na oração, mas todos deviam cantar, presentear, alegrar-se e servir a Deus na beleza da Sua santidade.

 

"Louvai ao Senhor porque Ele é bom, porque a Sua bondade é perpétua" e porque o Seu Nome é digno e não há outro igual , a quem possamos adorar.

 

Como é que tens louvado a Deus? Com honestidade e verdade? Com palavras vazias ou com mensagem vinda do coração? Com prendas de gratidão ou com um espírito "sovina" e egoísta, que se julga dono do mundo, quando nada é nosso, mas tudo é d'Ele?

 

Aceita, Senhor, a nossa gratidão e o nosso louvor por todas as bênçãos que nos tens dado, especialmente Jesus, que veio buscar e salvar o que se havia perdido - TODO O HOMEM.

publicado por archote às 07:00

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Dezembro de 2013

O ANJO DISSE A PEDRO:- VESTE-TE, CALÇA-TE, PÕE A TUA CAPA E SEGUE-ME

Actos 12:8                                             Actos 12:1-17

 

Este foi um grande milagre feito por Deus na pessoa de Pedro, quando Herodes se preparava para o levar a julgamento fantoche e condená-lo à morte, como já havia feito com Tiago, irmão de João (Actos 12:2). Reparemos que os julgamentos fantoche e de conveniência foram muitos.  Foi o da mulher apanhado no acto do adultério (João 8:1-17); foi o julgamento e condenação à morte do Senhor Jesus; foi o de Estevão (Actos 6:8 - 7:60); teria sido o de Tiago e de Pedro (Actos 12:1-17); seria mais tarde o de Paulo, perante o Sinédrio (Actos 23); também perante o governador romano Félix e Porcio Festo (Actos 24 e 25). O que os homens são capazes de fazer para atingirem os seus diabólicos objectivos!

 

Aqui, Deus salvou Pedro das garras de Herodes Antipas. Pô-lo a salvo:

  • por causa das orações contínuas da Igreja (Actos 12:5)
  • porque Pedro fez a sua parte. Deus quer que sejamos interactivos com a Sua vontade. Pedro obedeceu à ordem do anjo. Vestiu-se, calçou as suas alparcas, lançou a sua capa às costas e seguiu-o 
  • o que nós podemos fazer, Deus não faz
  • Pedro creu que era o anjo de Deus e assumiu que era um milagre de Deus, livrando-o de quatro quaternos de soldados (Actos 12:4) e abrindo todas as portas.
  • Pedro aceitou o milagre de Deus  (Actos 12:11)
  • Pedro foi ao lugar onde a Igreja estava reunida em oração, atestando, aos servos de Deus, o milagre. Agora, era preciso dar graças e louvor a Deus.
  • Pedro não ficou mais ao alcance das mãos criminosas de Herodes. "Partiu para outro lugar".  Devemos ser sempre "símplices como as pombas e prudentes como as serpentes".

Não temamos as acções criminosas de Satanás, antes, "lancemos sobre o Senhor todas as nossas ansiedades (problemas, pressões, medos), pois Ele tem cuidado de nós" (I Pedro 5:7). Pedro tinha confiança e experiências em Deus para dizer isto, tão grande fora o livramento de Deus.

 

Olhai para os montes (céus), porque de lá vos virá o socorro;  Deus não deixará vacilar o vosso pé; Ele não dormirá, nem tosquenejará na Sua vigilância por vós. É Ele quem vos guarda, quer na vossa entrada como na vossa saída  (Salmo 121).

publicado por archote às 07:06

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 15 de Dezembro de 2013

DAVID FEZ COMO DEUS LHE ORDENARA

I Crónicas 14:16                                          I Crónicas 14:12-17

 

Eis aqui o segredo para uma vida vitoriosa - fazer tudo como Deus manda!

 

Isto não significa que David não tivesse sido pecador, desobediente, homicida e, até, adúltero. "Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Romanos 3:23). "Como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram" (Romanos 5:12). "Não há um justo, nem um sequer" (Romanos 3:10). "Não há quem faça o bem, nem um só" (Romanos 3:12; Salmo 14:3). Portanto, David também era um pecador.  Mas foi um pecador que soube reconhecer e confessar os seus pecados a Deus, abandonando-os (Salmos 32 e 51).

 

David abandonou os ídolos. David reconheceu, confessou e pediu perdão pelos pecados relacionados com Betseba (Salmo 32 e 51). David procurou andar sempre no caminho dos justos, louvar ao Senhor e obedecer-Lhe em tudo. Devíamos seguir-lhe o exemplo e, assim, seríamos vitoriosos e o nosso trabalho não seria vão no Senhor, porque Ele recompensa os que O servem.

 

David obedeceu em tudo ao Senhor. Compôs-Lhe inúmeros hinos de louvor. Fez um tabernáculo novo para a Arca e fê-la transportar da casa de Obede-Edom para Jerusalém (II Samuel 6:12). David instituiu um verdadeiro culto a Jeová e teve mesmo o propósito de edificar o templo, só que Deus não lho permitiu. David foi "um homem segundo o coração de Deus" (I Samuel 13:14).

 

Não obstante as suas fraquezas, David foi um dos mais notáveis reis de Israel. Seu nome  está na genealogia de Jesus, o Rei Salvador do mundo, e isto porque fez o que o Senhor lhe ordenou.

 

O Senhor deixou-nos a Sua Palavra, inspirada pelo Espírito Santo de Deus aos Seus santos, para nos conduzir nos Seus  santos e rectos caminhos. Palavra completa, perfeita, santa e apta para preparar os filhos de Deus (os salvos) para serem justos e perfeitamente instruídos para toda a boa obra.

publicado por archote às 07:07

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 14 de Dezembro de 2013

PARA MIM O VIVER É CRISTO E O MORRER É GANHO

Filipenses 1:21                                                  Filipenses 1:19-25

 

Será que o morrer é ganho para alguém? "À priori", o cessar de todas as funções vitais e consequente sepultamento não será ganho para ninguém. Contudo, Paulo ensinou, na carta aos Filipenses 1:21, que "o morrer é ganho".

 

Para todos aqueles que aqui, na vida terrena, já morreram para o  mundo e suas concupiscências, quando morrerem na carne isso lhes será muito melhor do que viver nesta vida de guerras, ladroíces, ódios, avareza, etc., etc., pois irão ficar com Cristo. É bom ir participar , no céu, na adoração a Jesus, juntamente com os anjos e todos os santos.

 

Não erreis, todos vão morrer, porque "aos homens está ordenado morrerem uma  vez, vindo, depois disso, o juízo".

 

Eu direi como Paulo "para mim o viver é Cristo, mas o morrer é ganho". Paulo não vivia  faustosamente e nem sequer era rodeado de afectos familiares. Para ele só valia a pena viver se vivesse em Cristo e para Cristo. Estava numa cadeia em Roma, mas sentimos o gozo que tinha por viver em Cristo. Se não fosse assim, melhor lhe seria morrer e estar com Cristo lá no céu. Aos olhos dos seus contemporâneos a vida de Paulo aqui na terra era considerada um fracasso, mas para ele era ganho, glória e alegria morrer, pois iria estar com Cristo.

 

Jesus ( a pessoa de Cristo, não a religião) era  a resposta e a solução para todos os seus problemas e necessidades do coração. Por isso, ele queria sempre estar com Cristo, quer no presente ou no porvir. No presente por causa de poder pregar o Evangelho e ajudar o seu próximo. No porvir porque seria viver a plenitude da glória de Cristo.

 

Esta doce experiência de "estar em aperto de ambos os lados", ficar aqui ou ir para Jesus, também pode ser nossa, desde que vivamos em Cristo e esperemos (pela fé) n'Ele para o além, após a morte do nosso corpo. Precisamos de viver a experiência de sermos de Cristo neste mundo, para termos a certeza de estar com Ele além da morte.

 

Irmãos, cumpramos com alegria o resto das aflições de Cristo (Colossenses 1:24) e participemos da Sua glorificação lá no céu.

 

"Para mim o viver é Cristo e o morrer é ganho". E para ti? Para quem é o viver do teu dia a dia? E amanhã,  será ganho ir  à presença de Cristo ou será juízo de condenação?

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2013

PELA MANHÃ OUVIRÁS A MINHA VOZ, PORQUE PELA MANHÃ A TI ME APRESENTAREI

Salmo 5:3                                                Salmo 5

 

Qual é a primeira coisa que fazes quando acordas? Espreguiças-te? Tratas da tua higiene? Comes? Fazes alguns exercícios de alongamento? O salmista parece ter tido o bom hábito de se dirigir ao Senhor. Talvez uma breve palavra de gratidão. Talvez uma prece específica. Talvez uma interjeição de louvor.

 

Não sabemos, mas, pelas palavras deste salmo, parece que, pela manhã,  ele se apresentava a Deus, disponível para vigiar e para O louvor pela noite de descanso. É "de manhã que se começa o dia" e nada melhor do que remir o tempo (Efésios 5:15-16), andando prudentemente diante de Deus, não como néscios, mas como sábios.

 

Para o crente em Jesus nada melhor do que pela manhã se apresentar diante de Deus, louvando o Seu Nome e pedindo-Lhe que o ajude a vigiar, firme, contra as astutas ciladas de Satanás, que anda ao seu redor, buscando a quem possa tragar, especialmente a mim e a ti.

 

Isto não significa que só de manhã devemos estar vigilantes, mas, sim, a toda a hora, orar sem cessar, na certeza de que Deus está perto daqueles que O invocam em verdade, para lhes responder e ajudar. De manhã, ao meio dia, à tarde e à noite. É sempre tempo de orar.

 

Devemos orar a sós com Deus, em casa com a família, na rua com e pelos amigos e também na casa do Senhor, no conjunto dos fiéis, como nos ensinam os Salmos 27:4 e 122:1. Orar sempre numa doce comunhão com o Senhor.

 

A oração não deve ser apenas passiva, mas interactiva. Devemos orar, mas devemos também fazer a nossa parte. Devemos orar e buscar a vontade de Deus, mas também devemos fazê-la. "Esforça-te, tem bom ânimo, não te afastes  da lei do Senhor, nem para a direita, nem para a esquerda, e Eu serei contigo por onde quer que andares". Oremos com verdadeira fé e busquemos o que pedimos com a mesma fé e esforço.

 

Lembremo-nos de buscar ao Senhor pela manhã, porque "as misericórdias do Senhor são novas cada manhã" (Lamentações de Jeremias 3:22).

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2013

NÃO AJUNTEIS TESOUROS NA TERRA... MAS AJUNTAI TESOUROS NO CÉU...

Mateus 6:19-20                                            Mateus 6:19-24

 

Acabei de ouvir uma entrevista televisiva em que o entrevistador perguntava às pessoas o que fariam com o "jackpot" de mais de  setenta milhões de euros, que estariam em jogo no sorteio seguinte. Foi enorme a variedade de respostas, como também foi enorme a quantidade de disparates ditos - eu viajaria pelo mundo inteiro comendo e bebendo regaladamente; eu compraria uma luxuosa vivenda à beira mar, onde viveria com os meus, sem jamais pensar em trabalhar; compraria uma boa casa e investiria na Bolsa para ganhar muitos mais milhões;  desapareceria para uma terra onde ninguém me conhecesse, para gastar à minha vontade, etc., etc...

 

Que "pobreza franciscana"! Que egoísmo terrível  crassa na nossa sociedade! Já repararam que não houve ninguém que investisse num Lar de idosos, num orfanato, num hospital, na ajuda a terceiros? As respostas foram todas para o "eu", para mim, para gastar à "tripa forra".

 

Fez-me lembrar a parábola que Jesus contou sobre o homem rico, cujos campos tinham, produzido muito naquele ano. Ele também decidiu: - "deitarei abaixo os meus celeiros, edificarei outros maiores e depois direi à minha alma: tens que comer para muitos anos; descansa, come, bebe e folga..."

 

Contudo, naquele momento Deus lhe disse: - "Louco, esta noite te pedirão a tua alma e o que tens preparado para quem será?" É assim. As mansões luxuosas caem, as viagens podem dar em acidentes, a comida pode causar uma indigestão mortal, a luxúria mata e a preguiça enfada.  O que tens preparado para quem será?

 

"Não ajunteis tesouros na terra, onde a ferrugem destrói, os ladrões minam e roubam, mas ajuntai tesouros no céu", que permanecem para sempre.

 

Ajuntai tesouros, ajudando o vosso próximo, louvando e adorando a Deus com os vossos bens. Estes tesouros no céu não acabam e encherão de alegria a vossa alma.

 

Sede ricos com as riquezas amealhadas nos céus, e ficai certos que elas não se esgotarão, nunca vos serão tiradas e muitas pessoas louvarão a Deus pela vossa disposição de servir com os vossos bens.

 

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds