Sábado, 31 de Maio de 2014

LEMBRA-TE DO TEU CRIADOR NOS DIAS DA TUA MOCIDADE

Eclesiastes 12:1                                              Eclesiastes 12:1-14

 

Há jovens que pensam que vão  ser sempre jovens. Sempre fortes, sempre capacitados para a resposta rápida, sempre na plenitude de todas as suas faculdades, sempre capazes de tudo. A verdade, contudo, é bem diferente. Hoje aparecerão umas rugas, amanhã uns cabelos brancos, no outro dia uma artrose no joelho ou nos dedos, mais tarde esquecimentos esporádicos e, quando ainda pensam na juventude, já passaram pela maturidade e estão entrando na velhice.

 

O tempo voa. Passa tão rapidamente que nós nem damos pela sua passagem, tão ocupados estamos com as coisas desta vida - o curso universitário, o emprego, o casamento, com todas as suas alegrias e problemas, a chegada dos filhos, e mais alguns problemas, e... já passou tanto tempo, não tardam os netos, e... nós sempre ocupados e, às vezes, esquecidos do principal - lembrarmo-nos do nosso Criador para O adorar, amar e servir.

 

O sábio Salomão, consciente de como a vida é breve, exortou: - "Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: não tenho neles contentamento".

 

Jovem, lembra-te do teu Criador enquanto és novo, pois amanhã serás velho, irás morrer e, olhando para trás, nada verás. A mocidade é o tempo oportuno para te lembrares do Criador e investires a sério para glória do Seu Nome. Levanta-te, "lança o teu pão sobre as águas", faz o que é bom, escolhe, por guia da tua vida, Deus, o teu Criador. Ele sabe o que deves fazer e como o deves fazer. Busca agora a Sua orientação, antes que seja tarde, antes de tremerem as "colunas da casa" (pernas), antes que cessem os moedores (dentes), antes que se escureçam os teus olhos, antes que se quebre a "cadeia da porta" (cérebro), antes que o pó volte ao pó, de onde veio, e o espírito volte a Deus, que o deu (morte). Faz a tua obra com alegria e entrega completa, sob a orientação de Deus, o teu Criador.

 

Aproveita a tua juventude, a tua maturidade, a tua vida, para servir ao Senhor com todo o teu coração e no tempo próprio. Ele te dará a recompensa (I Coríntios 15:58).

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Sexta-feira, 30 de Maio de 2014

NOUTRO TEMPO ÉREIS TREVAS, MAS AGORA SOIS LUZ

Efésios 5:8                                            Efésios 5:1-8

 

Vivemos nas trevas, sob a "batuta" e orientação de Satanás, que faz de nós verdadeiros farrapos. Mas o Pai (Deus) nos tirou das potestades das trevas e nos transportou para o Reino do Filho do Seu amor (Colossenses 1:13). Agora, por Ele e n'Ele temos a redenção dos nossos pecados. Nós, que estávamos no reino das trevas, fomos transportados para a luz e podemos resplandecer a sua luz!

 

Já vimos bem o que Cristo fez por nós? Já pensámos bem na graça que Ele nos deu? "Éramos trevas, mas agora somos luz". Andamos na luz, vemos plenamente o Caminho e podemos desviar-nos do mal. Podemos ver os obstáculos, os problemas que Satanás veio pôr no caminho para nos afastar de Deus, escapando, assim, aos seus embustes, fraudes, medos, etc.

 

Agora estamos no reino da luz. No reino onde Cristo, a Luz do mundo, ilumina e nos faz satélites da Sua luz, para que o mundo veja, por nós, a Sua luz e glorifique a nosso Pai que está nos céus (Mateus 5:16).

 

Assim iluminados, não comuniquemos mais com as obras  infrutíferas das trevas, mas condenemo-las, porque o que elas representam até dizê-lo é torpe.

 

Procuremos remir o tempo para glória do nosso Salvador, para que não sejamos insensatos, mas aprendamos qual é "a boa, santa e agradável vontade de Deus" para cumpri-la.

 

Como luz que somos, em Cristo, procuremos cumprir o nosso ministério de brilhar e iluminar a todos, para que ninguém fique nas trevas por termos ofuscado e escondido a nossa luz. Que os homens, por nós, vejam a Jesus, O amem, O aceitem como Salvador e O sirvam, como Mestre e Senhor.

 

Qual é a via do teu caminho? A das trevas, que conduz à perdição, ou a da luz, que conduz à vida?

publicado por archote às 07:07

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Maio de 2014

VEDE PRUDENTEMENTE COMO ANDAIS

Efésios 5:15                                              Efésios 5:6-16

 

Hoje, a vida é um "regabofe" de luxúria, vaidade, mentira, adultério, homicídios, infanticídios, pedofilia, etc.. Não há princípios, nem respeito por ninguém, nem pelo próprio Deus. O homem vive como uma fera contra o seu próximo.

 

Contudo, isto vai acabar, pois vai chegar o dia em que Deus vai dizer: - basta! Deus vai chamar cada um de nós a assumir as responsabilidades daquilo que fez e exercer justiça, condenando o pecado e o deboche a que nos temos entregue.

 

Já Paulo exortava os leitores do seu tempo: - "Vede prudentemente como andais". De Deus e com Deus não se brinca. "Horrenda coisa é cair nas mãos do Deus vivo".

 

Que não seja fingida a nossa fé, nem falso e aparente o nosso arrependimento, nem impura a nossa confissão, porque Deus não é homem para que se deixe enganar, pelo que, a Seu tempo, cada um receberá segundo a vida em que andou.

 

Deus é luz e todos quantos não forem para a luz de Cristo morrerão em seus pecados. O seu castigo será terrível (vede Lucas 16:19-31). Portai-vos dignamente. Deixai os vossos pecados e ide para a luz enquanto é tempo. Amanhã pode ser tarde e estareis irremediavelmente perdidos.

 

Reparai no apelo da Palavra - "Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda a imundície" (I João 1:9).  Confessai-Lhe os vossos pecados e ainda que eles sejam negros como o carvão ou vermelhos como o carmesim, se tornarão mais alvos que a neve", porque "o sangue de Jesus Cristo, o Seu Filho, nos purifica de todo o pecado".

 

Vede como andais. Ide  para a luz, abandonando para sempre os vossos pecados.

publicado por archote às 07:08

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Maio de 2014

VASO DE BARRO SOU...

"...Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós"

 

Vaso de barro sou, pronto a quebrar

Mas TU, ó Deus, és o Sábio Oleiro,

Que, por certo, de mim irás cuidar

Para que, ao fim, possa chegar inteiro!

 

Mui diversas são as tribulações,

Que têm provocado alguns danos...

Porém Tu, meu Senhor, tens restaurado,

Meu pobre vaso, ao longo dos anos.

 

Macio barro, seja, em Tua mão

E me submeta, sempre, ao Teu moldar,

Alegre ou triste, que o meu coração

Possa, em tudo, a Ti glorificar.

 

.......................................

 

Protege, ó Pai, minha fragilidade...

E atenua, em mim, esta saudade.

Faz-me paciente na tribulação,

Dá-me saber em toda a decisão.

 

Vem, vem de tal maneira me amparar,

Que possa esquecer a minha dor,

É meu desejo, a Ti glorificar,

Que ver em mim, se possa, Teu Amor.

 

Ó frágil vaso, bênçãos possas ter,

Para todos que estão ao teu redor:

Que, de algum modo, possam em mim ver,

Que a minha força está, em Teu Amor.

 

                                                                         in "DESABAFOS"

                                                                                   de

                                                                     Maria Arlete Santos

 

 

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 27 de Maio de 2014

DIGNO ÉS SENHOR... DE ABRIR OS SEUS SELOS

Apocalipse 5:9                                             Apocalipse 5:1-14

 

Este capítulo consta da descrição da abertura do LIVRO SELADO com sete selos. Não havia ninguém digno, no céu ou na terra,  para abrir o LIVRO e quebrar os selos (v. 3), o que levou João, o vidente, a chorar muito.

 

Foi então que um dos anciãos apresentou o Leão de Judá, a raiz de David, que venceu e que tinha poder e dignidade para abrir o LIVRO e quebrar os seus sete selos. João viu, então, o Cordeiro de Deus, que tinha os sete Espíritos de Deus e que tinha autoridade, dignidade e poder para abrir o Livro  e quebrar os selos.

 

Era o Cordeiro de Deus, dignificado, rodeado de glória e sobre quem os anjos cantavam um novo cântico - "Digno és de tomar o Livro, de abrir os seus selos, porque foste morto e com Teu sangue compraste, para Deus, homens de todas as tribos, línguas e nações e para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes, que reinarão sobre toda a terra".

 

Jesus dignificado e adorado por todos, incluindo pelos anjos do céu, porque Ele venceu a morte, o pecado e  o gerador de todo o pecado - Satanás. Então, não haverá mais morte, nem mais pecado, nem mais tentador, porque foram vencidos de uma vez por todas pelo Leão de Judá, da tribo de David - JESUS , o Messias de Deus.

 

Jesus venceu e foi dignificado no céu pelos Seus anjos. Dobremos os nossos joelhos e adoremo-lO como Senhor e Salvador, Sacerdote, que Se deu a Si mesmo por nós, e Rei, que, por fim, reinará sobre todos os Seus e para todo o sempre.

 

Glória seja dada a Deus, aleluia.

Glória ao Pai, Espírito e Filho, aleluia.

Glória à una Trindade, aleluia.

Nós cantamos-Te louvor, aleluia.

publicado por archote às 07:00

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 26 de Maio de 2014

NÃO ESTEJAIS INQUIETOS POR COISA ALGUMA, ANTES AS VOSSAS ORAÇÕES SEJAM CONHECIDAS DIANTE DE DEUS

Filipenses 4:6                                     Filipenses 4:1-9

 

As nossas orações devem subir simples, honestas e sinceras perante Deus, para que possam ser ouvidas. Deus não responde a orações egoístas, egocêntricas e que não tenham por alvo a glória do Pai e a bênção do nosso próximo. Estas orações Ele nunca deixará de ouvir e responder (João 14:13). Esse foi o caso de  Abraão, que orou por Ló nas cidades condenadas de Sodoma e Gomorra; o caso de Ana, que pediu a Deus um filho para que ficasse para sempre ao Seu serviço; o caso de Eliseu, que pediu a Deus que abrisse os olhos a Geazi, para que visse a Sua protecção; o caso de Simeão, que pediu para viver até que os seus olhos vissem a salvação de Deus, enviada ao mundo e para sua redenção. Deus responde sempre a orações que sejam feitas segundo a Sua vontade.

 

No caso presente, Paulo pede que os crentes de Filipos não estivessem gastando o seu tempo em questiúnculas, crimes, invejas, inquietações, etc., mas que se juntassem em amor, para que as suas orações fossem ouvidas diante de Deus e houvesse paz entre eles, espírito de serviço para fazerem a Obra, amor para ultrapassarem todas as questões e problemas, e o DEUS DE PAZ pudesse guardá-los para grandes coisas, e eles pudessem ser cheios de tudo o que é bom, santo, agradável a Deus. Assim, o mundo poderia ver que eles não eram desta terra má e peçonhenta, mas de Deus, do céu.

 

Como são as nossas orações? Mesquinhas? Egoístas, só a pensar em nós e nos nossos? Ou a pensar no bem e na salvação do mundo?

 

Oremos sempre, a tempo e fora de tempo, mas oremos com corações cheios de graça e piedade para com este mundo perdido. Oremos pelos doentes, pelos desempregados, pelos famintos, pelos presos, etc.. Oremos pelo trabalho missionário no nosso país e no mundo inteiro, especialmente nos países onde a perseguição é cruel. Oremos pelos políticos e governantes, para que sejam revestidos da sabedoria de Deus para governarem com justiça.

 

Oremos sempre, pedindo a Deus com singeleza e honestidade de coração.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Maio de 2014

VÓS QUE AMAIS AO SENHOR, ODIAI O MAL

Salmo 97:10                                                 Salmo 97

 

Que grande máxima para a vida de um crente! Chegai-vos a Deus e aborrecei o mal!

 

Gostarias de tomar  para a tua vida esta divisa - AMAR MAIS AO SENHOR E ABORRECER O MAL? Eu já li este Salmo umas dezenas de vezes. Talvez mesmo centenas. Mas hoje esta mensagem tocou particularmente o meu coração. Vou procurar fazer o que Deus me manda; filtrar todos os dias da minha vida por este filtro especial - amar mais a Deus e odiar cada vez mais o mal.

 

Hoje, há técnicas de filtragem avançadíssimas. De tal maneira que a água de um rio poluído pode vir a tornar-se potável, pois os potentes e sofisticados filtros não deixam passar as bactérias contagiantes, nem os pesticidas venenosos, nem mesmo os vírus  mortais. Tudo é retido pelos filtros.

 

Infelizmente, na área da saúde moral, os homens não têm conseguido inventar filtros que retirem da raça humana o ódio venenoso, a cólera maléfica, a idolatria peçonhenta, os adultérios subtis, a homossexualidade vergonhosa, a sodomia porca e nojenta, a avareza mesquinha, a bebedice, a glutonaria, a ladroíce (I Coríntios 6:10), a inveja malvada, os homicídios ultrajantes, as feitiçarias exploradoras, as inimizades, as porfias, as heresias, as guerras assassinas, a prostituição, a lascívia, a exploração do homem pelo homem (Gálatas 5:19-21), a blasfémia, a ingratidão, a traição e um sem número de venenos dos mais tóxicos para a alma.

 

Os homens têm tentado, mas, de tudo o que têm feito, só os tem levado de mal a pior. Nunca, como hoje, o homem precisou tanto de um filtro, de um freio para parar o mal,  o pecado.

 

Só a Bíblia nos dá um filtro capaz de fazer parar essa miséria moral e de dar água pura aos homens - "Chegai-vos a Deus e Ele Se chegará a vós". "O sangue de Jesus Cristo, o Seu Filho, nos purifica de todo o pecado". "Amai ao Senhor e odiai o pecado, e Ele guardará as vossas almas... das mãos dos ímpios".

 

Água pura e purificadora só a que desceu do céu em Cristo Jesus. Vinde às águas e saciai as vossas almas nas águas puras e tranquilas do Bom Pastor.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 24 de Maio de 2014

CONHECEMOS QUE AMAMOS OS FILHOS DE DEUS, QUANDO AMAMOS A DEUS

I João 5:2                                                  I João 5:1-5

 

Isto de dizer que amamos a Deus, que todos somos Seus filhos e que, no fim, todos seremos salvos, carece de fundamento bíblico. Não pode ser dito só de língua, aereamente, para defendermos um ponto de vista que está absolutamente fora do seu contexto. Deus é amor. Deus ama a todos os homens, com um profundo e insondável amor. Deus quer salvar todos os homens. Não quer que ninguém se perca. Mas só salva os que O amam de todo o coração, entendimento e alma, e, por isso, aceitam Jesus Cristo como seu único e suficiente Salvador.

 

"Deus amou o mundo de tal maneira que enviou ao mundo o Seu Filho Unigénito, para que todo aquele que n'Ele crer não morra, mas tenha a vida eterna". É preciso crer no sacrifício vicário feito por Jesus para sermos salvos por Ele.

 

"Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus (o próximo como a nós mesmos) quando amamos a Deus e guardamos os Seus mandamentos e fazemos a Sua vontade.

 

Se amamos a Deus e fazemos a Sua vontade, também amamos o próximo como a nós mesmos. O meu amor a Deus é demonstrado no meu amor ao próximo.

 

Ele nos amou quando nós ainda éramos pecadores e Seus inimigos. É um amor puro, desinteressado, santo, tal qual o nosso amor deve ser para com o nosso próximo, porque o amor do Pai já está em nós.

 

O amor do Pai já está em ti? És capaz de perdoar a quem te tem ofendido? Não ficam restos de rancor em ti? Amas mesmo aos teus irmãos? Então é verdade. O amor do Pai está em ti e tu és um filhinho de Deus, não pelo que tu fizeste, mas pelo que Cristo fez por ti.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Maio de 2014

JESUS MOSTROU-LHES AS MÃOS E O LADO

João 20:20a                                              João 20:19-24           

 

 Jesus mostrou aos Seus discípulos as marcas do Seu sacrifício na cruz do Calvário. Só dois evangelistas fazem menção do facto (João 20:20; Lucas 24:39-40). João diz que Jesus lhes mostrou as Suas mãos, que tinham sido atravessadas pelos cravos, e o lado perfurado pela lança do soldado romano. Lucas complementa dizendo que Jesus também mostrou as marcas deixadas nos pés. Isto é maravilhoso, pois mostra  que as  Escrituras não se contradizem, mas  completam-se.

 

O mestre não fez   isto   para que tivessem pena d'Ele, nem para Se apresentar como mártir, mas fê-lo para convencer os Seus discípulos de que não era um enganador, nem um fantasma, mas que era Ele mesmo, que tinha ressuscitado dos mortos. E para que eles ficassem mesmo convencidos de que não era um fantasma, Jesus pediu que Lhe trouxessem alguma coisa que comer. Trouxeram-lhe "parte de um peixe assado e um favo de mel", que Ele comeu na sua frente. Então eles creram que era mesmo Jesus, que tinha ressuscitado. Estava vivo.

 

Esta é a primeira grande verdade que o cristão precisa crer. Jesus ressuscitou, está vivo.  Houve testemunhas oculares que O viram ressuscitado. Jesus comeu com eles, falou-lhes, deu-lhes directrizes para o futuro. Eles creram no Jesus ressuscitado, vivo. Nós também precisamos de crer nesse Deus vivo e pleno de poder, ou então estaremos irremediavelmente perdidos.

 

Jesus vai voltar outra vez. Não acrediteis quando vos disserem "este é o Cristo", está aqui ou está ali, mas vede se aquele que se vos apresenta como tal traz ou não nos seus pés e nas suas mãos as marcas do sacrifício feito para a salvação dos homens (Apocalipse 1:7). Todo o olho O verá.

 

Ele morreu na cruz, mas ressuscitou e está vivo, junto de todos os que O temem. Temos um Deus vivo e não um deus de pedra, madeira, ouro, prata ou farinha. Ele traz Consigo as marcas do castigo que nos traz a paz.

 

Ele é único, "porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com os ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de Ti, que trabalhe para aquele que nele espera" (Isaías 64:4)                               

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Maio de 2014

INSTRUI O MENINO NO CAMINHO EM QUE DEVE ANDAR

Provérbios 22:6                                                Provérbios 19:18

 

Todos os pais crentes devem preparar os seus filhos convenientemente para que também eles sejam servos de Deus, devolvendo-os, assim, ao Senhor, que os deu. Isto não é coisa fácil.  Deus entrega-nos uma jóia de valor incalculável para que a preparemos, lapidemos e devolvamos ao Pai. Só mesmo com muita oração e a ajuda de Deus nós seremos capazes.

 

Não devemos desejar que os nossos filhos sejam um sucesso de acordo com as normas da sociedade em que estamos inseridos, mas que sejam uma bênção para o mundo e um motivo constante de glória para o Senhor, que os confiou à nossa guarda. Não devemos trabalhar para que eles sejam só um motivo de alegria e orgulho para nós, mas, sim, que sejam para o louvor da glória do Senhor, na busca e salvação das almas perdidas.

 

Procuremos instruir os nossos filhos nos "princípios e ensinos da Palavra de Deus". Este esforço deve ser desenvolvido neles desde a mais tenra idade. Que neles brilhe a glória de Deus, porque ela já brilhou em nós. Sejamos o exemplo dos nossos filhos. Ensinemo-los por aquilo que fazemos.

 

Requeiramos dos nossos filhos obediência, de acordo com aquilo que eles vêem em nós. A obediência não deve ser imposta pela força, mas explicada  e nunca egoísta e titânica. Não deixemos de ser disciplinadores dos nossos filhos, mas com disciplina explicada e aplicada com peso, conta e medida.

 

Lembremo-nos que não é a melhor educação familiar, nem a melhor instrução que preparam os nossos filhos para os devolvermos, salvos,  a Deus. É preciso ensiná-los a ler   e a praticar a Palavra do Senhor, aceitando Jesus como seu único Salvador pessoal.  Penso mesmo que este deve ser o principal propósito, pois, tendo Cristo no coração, com facilidade atingirão todos os outros itens.

 

"Filho meu, ouve a instrução do teu pai e não desprezes os ensinamentos da tua mãe", mas permanece nos caminhos do Senhor, na obediência à Sua Palavra, e tu serás o diamante lapidado e preparado para reflectir, neste mundo, toda a glória do Senhor.

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds