Segunda-feira, 10 de Novembro de 2014

AQUELE A QUEM POUCO FOI PERDOADO, POUCO AMA

Lucas 7:47                                                 Lucas 7:36-50

 

"Aquele a quem pouco foi perdoado, pouco ama" -  Jesus disse estas palavras em casa de um fariseu que convidou o Mestre para uma refeição. Enquanto o repasto decorria, veio uma mulher (não  Maria Madalena, que era possessa - Lucas 8:2), que ungiu os pés de Jesus, enxugando-os com seus cabelos, em acto de contrição e fé.

 

É um erro atribuir a Maria Madalena o pecado da prostituição. Ela foi alguém de quem Jesus expulsou sete demónios e que, por gratidão, seguiu a Jesus em todo o Seu ministério (Lucas 8:2), tendo sido uma das pessoas que esteve Jesus até à morte, sendo quem primeiro O contactou após a Sua ressurreição.

 

A mulher que, neste contexto, ungiu os pés de Jesus, era uma mulher da rua, uma prostituta (Lucas 7:7-39). Fê-lo certamente arrependida dos seus pecados e em busca de perdão.  Quem se chega a Jesus com este propósito é, sem dúvida, perdoado e abençoado. Neste caso, a mulher foi perdoada e salva. Não sabemos quem era, nem o seu nome, mas vamos encontrá-la nos céus, junto com Jesus.

 

Jesus, depois de contar uma parábola em que põe em evidência que são os que se assumem como pecadores, e que confessam os seus pecados, que são perdoados. Não os que se julgam a si mesmos bons, sem pecados, porque não há ninguém bom, mas "todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Romanos 3:23).

 

Esta mulher sofreu muito. Arriscou-se a ser apedrejada publicamente, mas foi a Jesus confessar os seus pecados e pedir perdão. Ela amou muito, por isso, o Mestre e Senhor lhe perdoou os seus pecados (Lucas 7:47).

 

Os sacerdotes espancavam, apedrejavam, prendiam, zombavam dos pecadores, julgando-se sem pecado. Que pena! Estavam cegos, nus e perdidos. Também fizeram isso com Jesus, mas Ele os amou e pediu perdão, para eles,  ao Pai: - "Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem".

 

Busquemos e encontraremos. Jesus nos perdoará dos nossos pecados, abrindo-nos os olhos e mandando-nos amar muito todos os homens que andam cegos em seus pecados.

 

Obrigado, Senhor, porque me abriste os olhos, me levaste a encontrar-me Contigo e me tornaste filho de Deus.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 9 de Novembro de 2014

GLORIFIQUEI-TE NA TERRA, CONSUMANDO A TUA OBRA

João 17:4                                                         João 17:1-10

 

Estas palavras foram ditas pelo Senhor Jesus, no discurso sacerdotal, feito aos Seus discípulos, já à sombra dos sofrimentos da cruz - "EU glorifiquei-te na terra, Pai, consumando a Obra que Tu me deste para fazer".

 

Nada ficou por fazer. Toda a obra de ensino de discipulado, da prática da misericórdia, do verdadeiro cumprimento da Lei. ESTÁ CONSUMADO! O homem tem agora o caminho aberto para o céu. É só crer na suficiência da Obra feita e ENTRAR.

 

A dívida do homem está paga. A redenção está consumada. O caminho de ligação entre a terra e o céu está concluído ("Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida").É só crer, entrar e auferir as bem-aventuranças, prometidas aos que, pela fé, foram feitos filhos de Deus (João 1:12).

 

"Entrega o teu caminho ao Senhor (rende-lhe a tua mente e coração), confia n'Ele e Ele tudo fará", para teu bem, tua paz, tua salvação.

 

Rende-te ao Senhor para que Ele seja tudo em ti. Não interpretes o drama de um religioso, um santo. Que aconteça em ti e em mim "ser não mais eu, mas Cristo viver em mim". Rende-te a Ele para a tua plena libertação ("sereis verdadeiramente livres se Eu vos libertar" - João 8:36). Rende-te a Jesus para seres seu verdadeiro discípulo (... deixando pai, mãe, irmãos... sigam-Me - Marcos 8:34-35). Rende-te a Jesus para uma verdadeira união, como aquela que a videira tem com as varas (João 15:1-7).

 

Rendidos para glorificar o Seu Nome em toda a nossa vida - quer sejam palavras, quer sejam boas obras, quer seja levar por todo o mundo a realidade desta Redenção que Jesus fez por nós na cruz.

 

Esta é a nossa responsabilidade - glorificá-lO, como Jesus glorificou o Pai, pagando a nossa dívida e abrindo-nos o caminho para o céu.

 

Queres ser cooperador de Jesus no acto de glorificar o Pai, fazendo a Sua vontade?

 

Isaías disse: - "Eis-me aqui, Senhor, envia-me (Usa-me) e mim" . E nós, que diremos?

 

 

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 8 de Novembro de 2014

ELE NOS CONSOLA EM TODA A TRIBULAÇÃO... PARA QUE CONSOLEMOS OS QUE ESTIVEREM EM TRIBULAÇÃO

II Coríntios 1:3-4                                          II Coríntios 1:3-11

 

Que bom sabermos que temos um Deus que nos consola em todas as tribulações - na doença, na falta de emprego, na fome, nos problemas familiares, nas tentações e tribulações, etc..

 

Que Deus maravilhoso o nosso! Nunca falha.

 

Ele é o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação. Nós, que fomos consolados, confortados e tivemos em Deus solução para os nossos problemas, porque Ele esteve ao nosso lado, devemos consolar, confortar, animar, aqueles que agora estão passando pelo mesmo.

 

Fomos salvos para servir. Fomos ajudados com amor para ajudarmos em amor todos os que estão a sofrer ao nosso lado.

 

Olhemos ao redor e encontraremos alguém que precisa da nossa ajuda. Talvez o jovem adolescente. Nós já passámos essa fase difícil. Talvez o jovem casal, que chegou à conclusão que o casamento não é um vale de rosas. Ajudemo-los com a nossa experiência de vida. Talvez o desempregado. Será que não podemos fazer algo por ele?

 

Nós já fomos tão consolados, tão ajudados e orientados por Deus. Será que não podemos fazer algo por aqueles que agora estão desorientados no mar desconhecido?

 

Talvez já tenhamos passado por problemas com os nossos filhos adolescentes. Talvez sejamos sobreviventes de uma doença incurável. Talvez já tenhamos passado pela experiência da morte de um familiar. Talvez... talvez...

 

Agora temos o privilégio e a obrigação de consolar e reconfortar com toda aquela consolação com que Deus nos consolou, por meio de um amigo ou por meio da consolação do Espírito Santo ou de Jesus, o amigo mais chegado que um irmão.

 

Sejamos fiéis no nosso ministério de confortar, usando, particularmente, a Espada do Espírito - a BÍBLIA.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 7 de Novembro de 2014

GRAÇAS A DEUS QUE SEMPRE NOS FAZ TRIUNFAR EM CRISTO

II Coríntios 2:14                                          II Coríntios 2:14-17

 

Os salvos por Cristo Jesus estão em constante triunfo. Ele sempre nos faz triunfar, ou transporta em triunfo constante com o doce e reconfortante cheiro da vitória.

 

Paulo recorda, neste texto, os cortejos triunfantes das legiões romanas, que entravam em Roma para celebrar as suas vitórias. Eram as marchas militares, era o compasso de milhares de soldados marchando, era o cheiro dos sacrifícios feitos em honra dos seus deuses, eram as honras militares, etc.. Era a glória por uns dias.

 

Paulo afirma que os soldados de Cristo manifestam o seu triunfo em todo o lugar e continuadamente. Que diferença! Triunfos e celebrações passageiras versus triunfos e celebrações para todo o sempre!

 

Nestas manifestações que as legiões romanas celebravam, traziam os prisioneiros de guerra para que todos vissem a grandeza do seu triunfo. Nós estamos aqui como prisioneiros de Cristo para manifestar o Seu triunfo, a Sua vitória sobre Satanás e sobre a morte.

 

Nós somos cativos vencedores. Somos presos alegres e vitoriosos, pois agora Cristo nos libertou. A vitória é sempre do general vencedor - Cristo Jesus - e nós somos sempre mais que vencedores por Ele, que nos cativou em amor.

 

Agora nós somos para com Deus "o bom  cheiro de Cristo". Somos o perfume da santidade de Jesus, lavados do cheiro nauseabundo do pecado.

 

Cuidado, não voltemos "como o cão ao seu vómito, nem como a porca lavada ao espojadouro". (II Pedro2:22).

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Novembro de 2014

EDIFICANDO-VOS SOBRE A VOSSA SANTÍSSIMA FÉ

Judas 20                                                      Judas 20-24

 

Judas é uma das cartas do Novo Testamento que não sabemos exactamente quem escreveu. Quem, de facto, escreveu esta carta? Teria sido Judas, irmão do Senhor Jesus e de Tiago? Na verdade, o Senhor Jesus teve quatro irmãos carnais - Tiago, José, Simão e Judas (além de irmãs - Mateus 13:55-56). Mas, seria este Judas?

 

Não interessa. Era alguém que servia a Jesus, o Senhor, e que foi chamado para escrever esta carta sobre a necessidade de batalharmos pela "fé que uma vez foi dada aos santos".

 

Fê-lo com sabedoria, graça e objectivos concretos, de tal maneira que ainda hoje fala aos nossos corações.

 

Judas, o servo do Senhor, exorta-nos a que nos edifiquemos sobre a nossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, e conservando-nos a nós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de Jesus para a vida eterna.

 

Reparemos que:

  • não podemos edificar sobre outro fundamento, além do que já está posto - Jesus Cristo, o Senhor
  • temos que orar continuamente no Espírito Santo
  • temos que nos conservar no amor de Deus
  • temos que esperar confiadamente em Cristo Jesus, para a vida eterna
  • temos que nos apiedar dos mais fracos e duvidosos, ajudando-os a andar no caminho da salvação

Isto não é fácil. Às vezes é mais fácil andar impulsivamente sobre as águas, como Pedro, que em terra firme, como discípulo fiel de Jesus. Não devemos seguir a Jesus de longe, mas seguir na Sua peugada, fazendo o que Ele fez e agora nos manda : - "edificarmo-nos sobre a nossa santíssima fé..."

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2014

O SENHOR ME GUIOU NO CAMINHO

Génesis 24:27                                        Génesis 24:22-28

 

A história narrada no capítulo 24  de Génesis fala  do envio de Eliazer, mordomo de Abraão, à Mesopotâmia, para procurar, entre os familiares do velho patriarca, uma mulher para esposa de Isaque, seu filho.

 

Deus abençoou a missão de Eliazer, pois ia em nome do Senhor,  cumprir a Sua missão específica. Deus o guiou ao lugar certo, no tempo próprio, para completar a sua tarefa.

 

É necessário verdadeira comunhão  com Deus e maturidade espiritual para  que vejamos o Senhor e o caminho que Ele preparou para nós para que andemos nele sem desvios. Isto aconteceu com Eliazer, porque orou: - "Meu Deus, dá-me hoje um bom encontro e faz beneficência a meu senhor Abraão... estou aqui diante da fonte, na hora das donzelas virem buscar água". Dá-me a conhecer aquela que queres que seja a mulher do filho do meu senhor.

 

Eliazer agradeceu a Deus por o ter posto no caminho certo  e ter conduzido até ele Rebeca, a escolhida pelo Senhor.

 

Deus tem traçado um caminho para cada um dos Seus filhos e quer que andemos seguros nele, sem dúvidas, nem temores. É isto que está a acontecer connosco. Já encontrámos o caminho - JESUS. Ele é o caminho, a verdade e a vida. Andemos nele e seremos vencedores.

 

Estejamos atentos porque o Senhor tem preparado um alto caminho, um caminho que se chamará o caminho santo, onde não haverá leão, nem animal selvagem subirá a ele, mas os remidos andarão por ele... os resgatados do Senhor voltarão e virão a Sião com júbilo.  Alegria eterna haverá sobre as suas cabeças, gozo e alegria alcançarão e deles fugirão as tristezas e os gemidos (Isaías 35:8-10).

 

Este é o caminho que o Senhor preparou para nós, os filhos. Já o encontraste?

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 4 de Novembro de 2014

TOMA AGORA O TEU FILHO, O TEU ÚNICO FILHO, E OFERECE-O EM HOLOCAUSTO

Génesis 22:2                                         Génesis 22:1-14

 

Que terrível dor terá cortado o coração de Abraão ao ouvir de Deus semelhante ordem: - "... Abraão...toma, agora, o teu filho Isaque, a quem tu amas, e vai-te à terra de Moriá e oferece-o ali em holocausto, sobre uma das montanhas que eu te direi".

 

Que dor para Abraão! O seu único filho e herdeiro! A sua única esperança, por quem tinha orado por longos anos!

 

Tinha de ser "agora", sem tempo para despedidas. Não mais logo, não daqui por algum tempo, mas agora! Se fosse eu, contestava. Daria desculpas, diria que não era justo, diria que Isaque era o meu tesouro, diria que estava pronto a dar outra coisa, a pagar, a fazer sacrifício em seu lugar...

 

Mas Abraão não contestou a decisão de Deus, por mais que lhe custasse. Levantou-se de madrugada, fez os preparativos e obedeceu. Que grande fé a de Abraão! Certamente ele cria no poder de Deus para levantar  o seu filho das cinzas do holocausto (Hebreus 11:17-18).

 

Tem que ser assim também connosco. Temos que CRER EM DEUS. Ele fará sempre o melhor para nós. Quando menos esperarmos, Ele operará. Foi assim com Abraão (Génesis 22:10-13). Creiamos e Deus operará com Sua graça.

 

Façamos como Abraão. Não consultemos a carne, nem o sangue, não esperemos pelos nossos discernimentos, preferências ou qualquer outra coisa, mas obedeçamos e Deus erá glorificado.

 

Reparemos que Abraão não escolheu o sacrifício. Foi Deus que escolheu o sacrifício, o lugar e o tempo. Cuidado para não cairmos no erro de oferecermos a Deus um sacrifício que nós escolhemos, para nossa vanglória (jejum, autoflagelo, doações, etc.). Deixemos Deus escolher e fazer a Sua vontade em nós. Se o caminho que Deus quer que percorramos é fácil e doce, caminhemo-lo com gratidão e louvor. Se é duro e espinhoso, andemos nele em comunhão com Deus, não desanimando, porque Ele está connosco.

 

Sempre procurando a glória do Senhor e fazendo a Sua vontade. Deus escolherá o que devemos fazer. A nós compete-nos crer e esperar, sem objecções a Sua vontade.

 

É obedecendo-Lhe que aprenderemos a fazer a Sua vontade, a conhecê-lO melhor e a vermos a força do Seu poder e amor.

 

 

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Novembro de 2014

SE EU VOS LAVEI OS PÉS...

João 13:14                                               João 13:1-15

 

O ministério da Palavra é um sacerdócio. Ai daquele que, por interesses menos altruístas, queira entrar sem uma chamada específica. Será sempre um mercenário e nunca um pastor das ovelhas do Senhor.

 

Ministrar é servir, é lavar os pés, não só aos discípulos, mas aos outros, para ganhá-los para Cristo. Jesus operou sempre da maneira mais simples, mais amorosa, mais doce, embora com ordem e disciplina.

 

Jesus lavou os pés aos discípulos, mostrando exemplo de amor e humildade. Ele não era do tipo "não estás, não fazes falta". Ele era o pastor que, embora amando e  preocupando-Se com as  noventa e nove ovelhas, deixou-as no curral, para ir em busca da ovelha perdida.

 

Nós somos capazes de nos rebaixar  usando a bacia com água para lavar os pés aos nossos condiscípulos, usando a toalha do amor para os consolar, cuidar e preparar para a caminhada?

 

Bacias, toalhas, sandálias são aquelas coisas banais com que melhor podemos ajudar os irmãos, mostrando que fomos salvos para servir.É preciso termos Deus no coração, sermos não mais nós, mas Ele em nós para podermos realizar as mais humildes tarefas, sofrer as ironias e acusações, blasfémias, ,etc. e ainda estarmos prontos a lavar os pés.

 

"Eu vos dei o exemplo para que, como Eu fiz, façais vós também". É um serviço universal, para todos, ricos ou pobres, recalcitrantes ou humildes. Não pode haver segregação de pessoas, mesmo que não tenham sido simpáticas para nós. Mesmo que nos tenham traído, como Judas, ainda são dignas do nosso amor e de nos curvarmos para lhes lavar e enxugar os pés. Somos servos e não senhores.

 

Temos que andar a segunda milha. Temos que dar-lhes as nossas "capas". Temos que os amar como Jesus amou a Pedro, que O negou, e até a Judas, que O traiu. Jesus sabia isso, mas lavou-lhe os pés.

 

Não vos canseis de fazer o bem.  Negais-vos a vós mesmos; dai de comer e beber aos vossos inimigos. não vos deixeis vencer pelo mal, mas vencei o mal com o bem (Romanos 12:17-21). Tomai a bacia com água, cingi-vos da toalha e lavai os pés uns aos outros.

 

Assim fez Jesus. Assim nos mandou Jesus. Assim devemos nós fazer, como servos que somos.

publicado por archote às 07:00

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 2 de Novembro de 2014

CRISTO NOS AMOU E SE ENTREGOU POR NÓS

Efésios 5:2                                          Efésios 5:1-6

 

Qual será o tamanho do amor de Deus?

 

Certo poeta escreveu que "o amor de Deus é mais alto que os céus, mais fundo que os mares e mais vasto que o mundo". Isto quer dizer que o amor de Deus não se pode medir. É infinito, como também Deus é imensurável.

 

Esse amor é de tal que "Deus deu o Seu Filho Unigénito para que todo aquele que n'Ele crer não morra, mas tenha a vida eterna".

 

Jesus morreu por nós, em nosso lugar, para pagar a nossa dívida para com Deus. Saí pelas ruas estreitas da velha Jerusalém, segui o caminho do monte do Calvário, vede as marcas do sangue que deixou, pensai na cruz onde Jesus Se deu por nós, pensai no alto preço que Ele pagou e avaliai quão grande é o Seu amor.

 

Certa vez, uma senhora mandou a sua filha comprar um pedaço de sabão. O merceeiro embrulhou o sabão numa página de uma Bíblia onde estava escrito: - "Deus amou o mundo de tal maneira que deu...". Não se podia ler mais, mas, mesmo assim, aquela criança deduziu que se Deus deu tinha sido alguma coisa boa. Isto levou-a a procurar saber o que é que Deus deu. Então, veio a saber que Deus deu o Seu Filho para salvação do mundo. A criança creu em Jesus e também levou a sua mãe e seus dois irmãos a Cristo.

 

Isto é o amor de Deus em acção. Uns rejeitaram e deitaram fora. Alguém leu e, mesmo pouco, entendeu pelo Espírito Santo que se Deus tinha dado tinha sido algo bom. Procurou e encontrou a salvação, por Cristo.

 

A Bíblia ensina: - procura, busca e encontrarás: bate e abrir-se-te-á a porta; pede e receberás. (Mateus 7:7-8).

 

Amigo, Deus ama-te com Seu imenso amor. Com um tão grande e verdadeiro amor, Ele só pode ter coisas boas para te dar. Busca e encontrarás, porque Cristo nos amou e Se entregou a Si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus. Não haverá mais condenação, mas justificação para todos os que, pela fé, se chegam a Jesus.

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 1 de Novembro de 2014

NINGUÉM TEM MAIOR AMOR DO QUE ESTE

João 15:13                                                 João 15:10-16

 

No mundo da carne "ninguém tem maior amor do que este - dar a sua vida pelos seus amigos". Mas Jesus nos amou ao ponto de dar a Sua vida por nós, quando nós ainda éramos seus inimigos.

 

É interessante. Jesus não nos pede que morramos por Ele, mas pede-nos que demos a nossa vida para Ele. Muitos dizem quer darão a vida por Jesus, mas, depois, negam-nO e fogem. Tu, eu, o que é que estamos a fazer?

 

Jesus quer a nossa vida para que Ele seja visto no mundo. Não serão as imagens, nem as representações feitas pelos homens, que nunca O viram, que podem fazê-lO brilhar. Somos nós, os que Ele transformou e passou da morte para a vida. Temos que ser capazes de ser luz neste mundo.

 

Serás capaz de dar a tua vida por Jesus? É muito mais fácil morrer do que dar a vida diariamente com a convicção de uma chamada de amor da parte d'Ele.  Não fomos feitos para os momentos de glória (essa é toda d'Ele), mas temos que caminhar na Sua luz, praticando as obras do amor.

 

Se somos amigos de Jesus (sereis Meus amigos se fizerdes o que Eu vos mando) temos que dar a nossa vida, cada dia, para fazer a Sua vontade, dar a nossa vida pelos irmãos.

 

Jesus é nosso amigo. Sejamos-Lhe leais, pondo, em cada dia, a nossa vida de trabalho e de luz nas Suas mãos, para que os homens, vendo a luz de Jesus em nós, dobrem os seus joelhos em adoração ao nosso Pai do céu.

 

Jesus mostrou o  maior amor por nós morrendo pelos nossos pecados, quando nós estávamos contra Ele. Façamos agora o nosso dever de amar os nossos amigos, mas também os nossos inimigos.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds