Domingo, 31 de Maio de 2009

SONDA-ME, Ó DEUS, E CONHECE O MEU CORAÇÃO

Salmo 139:1-12                                                    Salmo 139:23-24

 

                    Há coisas, nesta vida, que são muito difíceis de suportar e ultrapassar. Entre elas, está, sem dúvida, a solidão. É difícil viver em solidão, sem a ajuda e o apoio de um amigo, de um pai, uma mãe, um irmão sincero.

 

                     Quando David escreveu este Salmo, foi até ao fundo da questão. Reflectiu na forma como Deus nos criou e nos acompanhou desde o ventre da nossa mãe. Como Deus se preocupou, desde bem cedo, com as nossas mais íntimas necessidades - de conforto, de companhia da nossa mãe, dos seus afagos e palavras.

 

                      Sempre fomos acompanhados pela nossa hospedeira querida - a nossa mãe - e pelos cuidados pródigos do nosso Pai do céu.

 

                      Agora, na súplica final, o salmista ora para que Deus nos continue a falar através das Suas obras, da Sua Santa Palavra e que não afaste de nós  a Sua  Santa presença. "Não saias nunca do meu peito, não quero ficar sozinho".

 

                      Para que Ele fique, é preciso que reconheçamos os nossos pecados - "Sonda-me, ó Deus... Faz-me conhecer os meus pecados, os meus maus pensamentos, e ajuda-me a tirá-los de mim, para que sempre siga no Teu caminho eterno".

 

                     Só os salvos, com um coração limpo pelo sangue de Jesus, poderão ter a doce, santa e constante comunhão com Deus.

 

                     Já és um salvo? Já aceitaste Jesus como teu Único Senhor e Salvador? Porque esperas? Hoje é o dia próprio para a tua salvação.

 

publicado por archote às 07:54

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. LEMBRA-TE DO DIA DE SÁBAD...

. ANTES QUE FOSSES FORMADO ...

. SE ALGUÉM QUISER SER O PR...

. ALI HAVERÁ UM CAMINHO QU...

. O SENHOR FAÇA A ESTA MULH...

. VINDE E ANDEMOS NA LUZ DO...

. RECORDO-ME DA FÉ NÃO FING...

. AQUIETAI-VOS, SABEI QUE E...

. EM TUDO DAI GRAÇAS

. SENHOR, SE TU QUISERES, B...

.arquivos

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds