Sábado, 21 de Abril de 2012

OLHA, JOSUÉ, TENHO DADO NA TUA MÃO A CIDADE DE JERICÓ

Josué 6:1-10                                          Josué 6:2

 

O Senhor Deus disse a Josué que entregaria nas suas mãos a forte e orgulhosa cidade de Jericó, que apoiava a sua segurança nas fortes e altas muralhas que a circundavam. Fortes, altas, grossas, mas que iriam abaixo com o toque de algumas trombetas sacerdotais e o grito ordenado de um pequeno povo.

 

Quão frágeis e débeis são as defesas humanas ante o poder do Deus dos céus e da terra! Não confieis em muralhas, cavalos, aviões e mortíferas bombas termonucleares, porque, aos olhos do Deus Poderoso, não valem nada. Ficam  avariados, inutilizados e sem qualquer poder.

 

Ao ler este texto com um pouco de atenção, pensei no quão ridículo e ineficaz deve ter parecido aos senhores de Jericó aquelas marchas diárias, com trombetas, ao redor da cidade. Aqueles milhares de "fraldisqueiros" sem armas, sem munições, sem escadas para subir as muralhas, sem catapultas para a destruição dos muros, sem... deveriam ter enlouquecido, certamente. Mesmo tomados de medo pelo que os israelitas tinham feito aos reis do outro lado do Jordão, aquilo tocava as raias da insanidade.

 

E no sétimo dia? Foi marcha após marcha desde a madrugada até à tarde, num "silêncio ensurdecedor". Que queria aquilo dizer?

 

Os habitantes de Jericó não sabiam que o Deus do céu e da terra escolhia as coisas fracas para confundir  e envergonhar as fortes  (I Coríntios 1:27). Eles não sabiam que a fé age de uma maneira diferente da força; eles não conheciam a força da fé, nem o que Deus faz a quem n'Ele confia.

 

E foi assim que, naquele dia, à sétima volta à cidade, o povo parou, voltado para as muralhas,  as trombetas soaram e o povo gritou com grande voz, e as muralhas, como se fossem uma simples vedação de caniços, caiu e o povo do Senhor entrou na cidade, destruindo-a por completo.

 

Não há Jericós, Lisboas (1755) ou Jerusaléns (70 DC) que resistam ao poder do Senhor. Quando Deus quer, faz.

 

Irmãos amigos, eis aí diante de vós tantas e tantas cidades e vilas afundadas na lama do pecado. Há que usar as armas da fé, da oração e do trabalho, para que as suas muralhas venham abaixo e Cristo reine no coração dos homens.

 

Para nós é impossível, mas para Deus não é. Ergamos as nossas vozes, em uníssono, a Deus e, como em Jericó, Ele vencerá.

publicado por archote às 07:12

link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Blanda Camilo a 21 de Abril de 2012 às 13:56
Paz irmao, maravilhosa mensagem de Deus!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds