Sábado, 29 de Setembro de 2012

O SENHOR O DEU, O SENHOR O TOMOU...

Job 1:122                                                    Job 1:21

 

Normalmente, Job é tido como o símbolo da paciência, mas, se estudarmos a sua vida, temos muito mais que aprender. Ele é também o paradigma da sinceridade, da rectidão, da piedade e do louvor a Deus (1:1). Não terão sido muitas as pessoas que passaram tão rapidamente da riqueza para a pobreza.

 

Job não recalcitrou, nem acusou ninguém, antes, compreendeu que fora a mão de Deus que o enriquecera, assim como fora pela vontade de Deus que ficou pobre. Deus o deu, Deus o tomou, bendito seja o Seu Santo Nome. Ninguém tinha culpa. Fora a vontade de Deus e contra a vontade de Deus não há argumentos.  Só há que aceitá-la. Embora não compreendamos, é sempre o melhor para nós.

 

Job conhecia e amava a Deus, para aceitar, sem problemas, a Sua vontade. A sua prosperidade viera do Senhor, não apenas pelos seus esforços. A sua pobreza viera por permissão de Deus, que está no controlo de tudo, até do querer de Satanás. Ele não acusou os ladrões, nem o temporal, nada, apenas disse: - recebemos o bem de Deus e não receberíamos também o mal? (Job 2:10). As tribulações, provas,  problemas e catástrofes têm sempre ensinamentos para tirarmos. Será que somos capazes de ver isso?

 

Devemos aceitar o que vem a nós, com louvor a Deus e resignação para continuarmos no caminho do bem e do louvor ao Seu Santo Nome. Ele está no controlo, no comando, das nossas vidas.

 

Confiemos no Senhor, pratiquemos o bem e sejamos zelosos no cumprimento da Sua vontade e Ele tudo fará, pois nenhum dos que n'Ele confia será condenado (Salmo 34:22).

 

Na angústia clamei ao Senhor e Ele, como ouviu a Job, também me ouviu a mim e respondeu ao meu clamor.

publicado por archote às 07:07

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds