Sábado, 22 de Junho de 2013

VERDADEIRAMENTE ESTE HOMEM (JESUS) ERA O FILHO DE DEUS

Marcos 15:39                                                    Marcos 15:34-41 

 

As palavras que encimam a nossa meditação de hoje foram pronunciadas por um centurião romano, homem duro e acostumado a cenas muito duras, como a crucificação. Contudo, diante do que os seus olhos viram, do que os seus ouvidos ouviram e diante do que sentiu quando Jesus expirou no alto daquela cruz de maldição (nela estavam cravados os nossos pecados - Gálatas 3:13), não pôde deixar de expressar o que pensava - ... "verdadeiramente este homem era o Filho de Deus".

 

Era o Filho de Deus, estava inocente. Foi condenado inocentemente. Ele não devia estar pendurado, mas, sim, os seus injustos juízes, que O acusaram por ódio, ciúme e sede de poder.

 

Durante o ano de 1997 o Parlamento Federal da Alemanha suspendeu e revogou o mandato a 500 mil juízes que, durante o período injusto do nacional socialismo (regímen Hitleriano) condenaram milhares e milhares de pessoas por razões políticas, militares, racistas, ideológicas e religiosas. Não eram dignos de ser juízes. O juiz deve ser imparcial, justo. Não deve julgar delitos de opinião, nem direitos de pensar.

 

Contudo, que diremos dos desonestos, impudicos e parciais juízes que julgaram e condenaram à cruz Jesus, o Filho de Deus, mesmo perante o "veriditum" do Presidente do tribunal - "Não acho n'Ele crime alguma"? Eles eram réus de despromoção e de morte, mas Jesus orou ao Pai: - "Perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem".

 

Só Deus poderia agir assim, por isso, o centurião romano creu n'Ele como Filho de Deus, e voltou dando glória a Deus e batendo com suas mãos no peito (Lucas 23:45-48).

 

Um tribunal nunca pode funcionar sob pressões de inveja, parcialidade, motivos políticos ou religiosos. Todos esses julgamentos, como o julgamento de Jesus, são injustos, condenáveis e sem valor.

 

Olhai para Jesus morrendo pelos nossos pecados!  Fazei como o centurião romano, crede no sacrifício vicário de Jesus Cristo e sereis salvos. Ele foi julgado, condenado e morto para nos salvar dos nossos pecados.

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds