Quinta-feira, 26 de Setembro de 2013

SE UM HOMEM TIVER CEM OVELHAS E UMA SE DESGARRAR, NÃO IRÁ ELE PROCURÁ-LA?

Mateus 18:12                                               Mateus 18:11-13

 

Claro que o pastor deixa as noventa e nove outras ovelhas, seguras no curral, e parte, por montes e vales, em busca da ovelha desgarrada. Ele ama todas as suas ovelhas  e ama a cada uma delas.

 

Aqui, o homem ou o pastor representa Deus, que ama o mundo de tal maneira que dá o Seu Filho Unigénito para vir buscar as Suas ovelhas. Mas, se uma delas se desgarrar, Ele sai em busca da ovelha perdida e não pára até a encontrar e trazer de volta para a segurança do redil. Foi assim comigo, quando Ele me salvou. Tem sido assim comigo, ao longo dos anos, quando, por minha vaidade e egoísmo, fiquei para trás, perdido nas malhas perigosas do inimigo. Foi então que Ele veio, amoroso, sem acusações, sem condenação, e me tomou pela mão. Algumas vezes levou-me ao colo, quando desgastado e cansado de andar nos caminhos do meu próprio egoísmo.

 

Deus é bom, muito bom! Deus é amor. Contudo, não pensemos que o atributo do amor apaga o facto de Ele ser justo.  Porque Ele nos ama e é justo, Ele corrige-nos. É bom que assim seja. Qual é o pai que ama o seu filho e não o corrige? Por vezes Deus precisa de nos corrigir e nós, em vez de ficarmos revoltados, devemos agradecer-Lhe pela Sua corecção, que provém do grande amor que Ele nos tem.

 

Estive a falar com uma senhora que, amarguradamente, me falava da sua desestabilização material e, como consequência, do desequilíbrio da sua vida espiritual. Agora, dizia-me, nem sempre vou aos cultos dominicais, pois tenho de trabalhar. Deixei de me envolver no trabalho das senhoras, porque não tenho tempo. Não dou o dízimo porque o dinheiro não chega, nem para comer. Por vezes até se passam dias sem ler a Bíblia e as minhas orações, quando as faço,  parecem-me o eco de uma vida vazia e sem norte. Que hei-de fazer?

 

Bem, antes de mais, vamos orar os dois, pois estou a sentir que preciso orar por uma irmã que sabe onde está (na mó de baixo) e que sabe também para onde quer ir, para a vida de comunhão com o Senhor.

 

Orei eu primeiro e apresentei a Deus os meus problemas, as pedras do meu caminho, os Golias das minhas guerras de todos os dias, as dívidas do meu coração. Também dei graças por tudo isso, que me tinha tornado mais fiel. Dei graças por aquela irmã que tinha tido a coragem de confessar a sua decadência espiritual e pedi a Deus que nos ajudasse a levantar o "nosso moral" e a buscar primeiro o   Seu Reino e a Sua justiça, pois ambos confiamos sinceramente em Jesus.

 

Depois, orou a nossa irmã, que deu graças por Jesus Salvador, pediu perdão dos seus pecados e ajuda para vencer, tudo isto em nome de Jesus.

 

Passámos a uma breve conversa.

  • Quando tinha trabalho, tinha tempo para Jesus, para trabalhar na Igreja, para convívio com os irmãos.
  • Quando tinha dinheiro, dava o dízimo para Obra de Deus?
  • Sim, dava.
  • Quando estava bem, sentia que Jesus ouvia as suas orações?
  • Sim, sentia.
  • Então, minha irmã, faça tudo isso com um coração inteiro e sincero e a sua vida voltará ao normal, porque Deus a ama muito e anda à sua procura, como a ovelha que se desgarrou. Ele quer trazê-la de novo para o redil do Pai, onde há alegria, pão, paz, segurança. Não fuja mais do Senhor. Procure-O com diligência e Ele a encontrará

 

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds