Domingo, 23 de Novembro de 2014

A VIDA É COMO UM NEVOEIRO, QUE APARECE E LOGO DESAPARECE

Tiago 4:14                                         Tiago 4:13-17

 

A vida do homem na terra é breve. Mesmo aquelas vidas longas como a de Metusalém (969 anos - Génesis 5:27), ou outras que hoje sejam mais compridas (110/120 anos), o que é isso comparado com a eternidade? São simples gotas de água no oceano, ou pequeníssimos grãos de areia na praia.

 

E o que é que se tem nessas longas vidas? Canseiras e enfados, porque, na maior parte dos casos, não se soube aproveitar o tempo concedido por Deus.  

 

Tiago escrevia, não só a jovens, mas também a pessoas amadurecidas e a outras já envelhecidas, avisando que esta vida é breve, é como uma neblina que aparece e logo desaparece (Tiago 4:14). Também é como a erva que de manhã cresce e floresce e à tarde seca-se e morre (Isaías 40:7-8), e como um sopro que vem a vai rapidamente.

 

No plano de Deus a nossa vida é o que Ele quer. Pode parecer longa ou curta, mas é o tempo que Ele nos dá para realizarmos a Sua vontade. É, sem dúvida, o tempo de vida que é o melhor para nós. Só Deus sabe o que é bom.

 

Se partirmos em Cristo, salvos pela Sua cruz, iremos para junto de Deus continuar a viver e a glorificar o Seu Nome. Se Deus  chama alguém antes de O aceitar como Deus e Salvador é também porque Ele sabe que esse alguém nunca O aceitaria. Faz terminar a sua carreira aqui na terra. Faz o que é melhor.

 

Não questionemos Deus pelo que Ele faz. Aceitemos o Seu plano de salvação pela fé em Cristo e estejamos sempre preparados para partir.

 

Hoje é o dia da salvação. Hoje é o tempo da graça de Deus para que deixes teus pecados e sigas a Cristo de alma e coração. Lembra-te que amanhã pode ser tarde.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds