Quarta-feira, 12 de Setembro de 2007

UM AMIGO, MAS TAMBÉM UM ADVOGADO

I João 2:1

 

                         Conta-se que certo homem, tendo sido chamado a tribunal por causa dos seus confusos negócios, se viu na contingência de ser condenado à pena capital.

                          Aflito, foi ter com os seus três melhores amigos, expôs-lhes a situação e pediu-lhes ajuda.

                          O primeiro amigo, dengoso, com palavras muito bonitas, disse-lhe: - olha, meu amigo, o mais que te posso dar é um fato novo para tu compareceres no tribunal e impressionares bem os juízes. Penso que vai ser útil.

                           - Eu, acrescentou o segundo amigo, irei contigo até à porta do tribunal, dar-te-ei todo o meu apoio para que todo o mundo saiba que tu és bom, respeitável e que tens muitos amigos e influências.

                           - Quanto a mim, disse o terceiro (aquele com quem ele menos contava) - entrarei contigo no tribunal e defender-te-ei perante o juiz. Assim fez e falou de tal maneira que o réu foi absolvido e mandado viver em paz.

 

                           Esta história tem uma aplicação prática. Um amigo, o dinheiro, dar-vos-á o último trago, isto é, a linda mortalha que para nada aproveita.  É o mais que o amigo dinheiro pode fazer.  O amigo que vos acompanhará até à porta do tribunal, são os que acompanharão o vosso préstito fúnebre até à porta do cemitério. É o mais que podem fazer.

                          Jesus é o nosso advogado, que estará ao nosso lado em pleno tribunal, pleiteando a nosso  favor. Se pecarmos, temos um advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o Justo. Ele nos defenderá, porque nos comprou com Seu sangue e é, agora, a propiciação pelos nossos pecados. 

                          Amai e servi a Jesus, porque Ele é o Único que vos pode perdoar os vossos pecados e salvar-vos realmente.

 

(Fonte: "Tesouro de Ilustrações" , de N. B . Almeida)

publicado por archote às 08:35

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds