Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

POR FAVOR, NÃO MEXA AÍ...

Isaías 1:6-18

 

                         Fora um acidente rodoviário terrível. Dois automóveis tocaram-se a alta velocidade e despistaram-se, atirando, rapidamente, um homem para a morte, outro para o hospital com vários traumatismos, que o marcariam para o resto da vida, e ainda outro que, no alcatrão manchado de sangue fresco, pedia socorro com voz cada vez mais fraca.  O médico com um outro ajudante estudavam a situação para causarem menos danos possíveis. Puseram-no, com muito cuidado, na maca, viram-lhe as mãos com dedos decapitados e procuravam proteger a cabeça, que já nem força tinha para gritar.

                        De repente começou a gritar - "não mexa aí... não aperte aí... parece que a minha cabeça se está a derreter... - Era o ponto nevrálgico do problema! Depois de conferenciarem entre eles, lá arranjaram maneira de o transportar até ao hospital mais próximo.

 

                        Não sei se sobreviveu ou não, mas sei que as suas dores e gritos representam bem o doente espiritual, enfermo desde a coruta   da cabeça até à planta dos pés, mas que não quer que lhe falem de Deus, nem da vida eterna, nem de salvação. Só grita que lhe dói, que não quer que lhe mexam.

                          Deus não vai forçar, mas vai fazer todos os esforços, mesmo que doa agora, para que fique curado depois; mesmo que seja doloroso agora, tenha paz e felicidade depois.

                         É aquele ponto na cabeça, centro da vida, que Deus quer curar. É lá que estão os preconceitos, a religião de palha, as idolatrias, etc.. É lá que dói e é lá que é preciso curar. É de lá que o pecado opera (Romanos 3:23)  e onde Deus quer aplicar o remédio - o sangue  do Senhor Jesus Cristo, que tira o pecado do mundo.

publicado por archote às 09:11

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds