Domingo, 27 de Janeiro de 2008

EIS AQUI ÁGUA, QUE IMPEDE QUE EU SEJA BAPTIZADO?

               Actos 8:26-40                                                             Actos 8:36

 

                        Para que alguém seja baptizado não é penas necessário que exista água. É preciso muito mais.

                        O baptismo é uma das duas ordenanças deixadas à Igreja, mas, para que seja viável, são indispensáveis alguns requisitos.

                        O etíope do texto, alto funcionário da rainha Candace , teve necessidade de ser evangelizado e de crer, de todo o coração, que Jesus era o Filho de Deus, enviado para a salvação do homem - "é lícito que sejas baptizado se crês de todo o teu coração". O eunuco respondeu: - "Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus".

                        O baptismo só deve ser administrado a quem crer em Jesus de todo o coração, como o eunuco, o carcereiro de Filipos , etc..

                        O baptismo não lava pecados, nem salva ninguém, mas traz-nos a consciência do dever cumprido, pois Jesus mandou baptizar os crentes ( Mateus 28:19-20).

                       "Quem crer e for baptizado será salvo, mas quem não crê será condenado" (Marcos 16:16).

                         Que impede que tu sejas baptizado? O medo? A falta de fé? Crê, sê salvo e deixa-te baptizar e experimentarás quão bom e quão suave é viver na comunhão do Senhor.

publicado por archote às 08:33

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds