Segunda-feira, 21 de Abril de 2008

O MEU SOCORRO VEM DO SENHOR

                  Salmo 121                                               Salmo 121:1

 

                         Temos assistido, ultimamente, a uma polémica sobre o tempo de prestar socorro aos doentes, sobre a forma, onde e como, etc..

                         O crente em Jesus não tem esses problemas. O seu socorro vem do Senhor dos céus, na hora certa, no tempo próprio e sempre com a maior eficácia. Nunca falha!

                         O nosso Senhor sabe das nossas necessidades. O diagnóstico está sempre feito correctamente e a medicação é sempre a mais eficiente e completa, ou não fosse o nosso Senhor o Médico de todos os médicos.

                         Qual é o teu problema hoje? Estás triste? Estás amargurado? Estás zangado  com alguém? Estás infeliz por quaisquer dores que te afligem? Estás desanimado perante a falta de condições económicas, desemprego, família, etc.?

                        Volta a ler o Salmo 121, com muita calma e espírito de dependência do Senhor e:

  • Conta a Deus o que te aflige...   
    o teu fardo é mais suave a dois   
    Ele responderá
  • Conta as bênçãos, conta quantas são
    recebidas da divina mão
  • Não consintas tristezas
    dentro do teu coração
    tem fé firme no Mestre,
    segue-O sem hesitação
  • Ele te guardará, dando-te paz divinal
    com Ele sempre serás vencedor
  • Ele te valerá
    Seu amor por ti não muda
    sim, Ele te valerá

 

publicado por archote às 08:53

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds