Sexta-feira, 25 de Abril de 2008

A MIM O FIZESTES...

            Mateus 25:31-46                                                       Mateus 25:40

 

                         O cristão é salvo para servir. Deve servir o seu próximo em todas as ocasiões e oportunidades, qualquer que seja a sua aparência.

                         Conta-se a seguinte história, que gostaria de usar como ilustração:

 

                         --- Maria tinha uma só carta na Caixa do Correio. Não tinha selo, nem as marcas do correio. Tinha somente o seu nome e endereço. A carta dizia:

 

                        "Querida Maria:

                        Estarei próximo de sua casa no próximo sábado à tarde e passarei para visitá-la.

                        Com amor,

                                                         Jesus"

 

                        Com as mãos a tremer, pousou a carta sobre a mesa e disse para si: - Porque será que o Senhor vai querer visitar-me? Não sou ninguém especial e não tenho nada para Lhe oferecer... Terei de ir comprar alguma coisa para o jantar. Só tenho 5,40 €, mas comprarei pão e alguma coisa mais.

                        Saiu e comprou um pão, um pouco de perú e um pacote de leite.

                        Ficou somente com 12 cêntimos, mas, mesmo assim, ficou feliz a caminho de casa, com a sua humilde compra.

                        Porém, alguém lhe saiu ao encontro, pedindo ajuda.

                        Um homem e uma mulher, vestidos com pouco mais que farrapos.

                        -- Não tenho emprego e eu e a  minha mulher temos vivido ali na rua. Temos frio e estamos sentindo fome. Se pudesse ajudar-nos, ficar-lhe-íamos muito agradecidos.

                        Maria olhou para eles. Estavam sujos e mal cheirosos.

                        -- Eu queria ajudar, mas eu mesma sou uma mulher pobre e estou à espera de alguém.

                        -- Sim, entendo. De qualquer maneira, muito obrigado.

                        O homem colocou o braço sobre a mulher e retiraram-se.

                        Ao vê-los ir, Maria disse: - Espere! Querem aceitar este lanche? Conseguirei algo para a minha visita.

                         Eles aceitaram e agradeceram. Entretanto, tendo Maria reparado que a mulher tremia de frio, deu-lhe também o seu casaco, dado que tinha outro em casa.

                         O casal agradeceu e retirou-se.

                         Quando Maria chegou a casa tinha outra carta na Caixa do Correio.

                         A carta dizia:

 

                         "Querida Maria:

                          Foi bom vê-la novamente.

                          Obrigado pelo delicioso lanche e pelo esplêndido casaco.

                          Com amor,

                                                        Jesus"

   

                         Quantas vezes Jesus espera ajuda nas pessoas necessitadas que nos rodeiam e pelas quais passamos de largo!

                          "Tudo quanto fizeres a um desses pobrezinhos, a mim o fizestes". Estejamos atentos e cumpramos o nosso privilégio.  

publicado por archote às 08:55

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds