Sábado, 8 de Abril de 2006

ANSIEDADE

000014fxA ansiedade é um estado de angústia psico-nervosa, normalmente causado por um desejo veemente de possuir algo e, ou, ver algo, etc.. (dicionários)

A ansiedade é perigosa e pode degenerar em grave doença, com consequências presentes e futuras, por isso, "não andeis ansiosos por coisa alguma, nem pelo que haveis de comer, beber, vestir, morar, etc., porque basta a cada dia o seu mal".

Lançai sobre Deus toda a vossa ansiedade e sabei que Ele tem cuidado de vós.

Não ansieis coisas altas, mas acomodai-vos às pequeninas, tendo por certo que muita gente obteria sucesso em pequenas coisas se não se preocupasse tanto com as coisas onde não pode chegar.

Conta uma lenda muito antiga que um certo camponês vivia frustrado porque não tinha uma casa como o do seu rei, nem vestes bonitas para envergar, nem pratos delicados para degustar, nem criados para o servirem, nem campos, pomares e vinhas para produzirem suculentos frutos.

Era tão pobre, tão andrajoso, tão infeliz, tão infeliz que só pensava em ter o que não tinha...

Apiedado com o drama do homem angustiado, um anjo veio em seu auxílio e concedeu-lhe tudo o que desejava aquele inquieto e ambicioso campónio.
No princípio tudo bem. Parecia que o homem estava satisfeito com a sua riqueza e posição social. Era feliz, dizia com os seus botões e aos seus amigos, cheio de bazófia.

Passado algum tempo começou e novo a estar inquieto e a querer hoje uma coisa, amanha outra, e depois outra e outra.

O anjo, que era complacente, foi-lhe fazendo todas as vontades, mesmo vendo que as coisas ainda iam "dar para o torto" e acabar mal.

Quem não pensava assim era o ambicioso novo rico, que um dia quis ser imperador de muitas terras, noutro dia quis lua para saber o que se passava de noite nas propriedades dos seus súbditos, noutro dia quis ser sol e, ainda noutro, quis ser uma nuvem carregada de chuva que escurecesse o sol das outras pessoas...

Foi nesta situação que o anjo, já cansado de tantas ambições exibicionistas, soprou a nuvem para um espaço de temperatura diferente e a mesma logo se condensou e caiu na terra, espalhda em forma de chuva, tendo o camponês ambicioso acordado no seu velho casebre, com todas as suas limitações.

Quem tudo quer tudo perde. Não ambicioneis coisas altas, mas usai os bens que Deus nos dá em cada dia.

publicado por archote às 09:09

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds