Domingo, 21 de Outubro de 2007

O DIABO ANDA AO REDOR DE NÓS

I Pedro 5:8

 

                        "A Bíblia é muito clara quando nos diz que o diabo anda ao redor de nós, buscando a quem possa apanhar", enfatizava o professor da Escola Bíblica Dominical à sua classe de meninos entre os dez e os doze anos.

                          - Ele quer apanhar-nos a todos?

                          - Bem, esse é o seu desejo, mas sabemos que o Senhor Deus nos ajudará a resistir-lhe, firmes (Tiago 4:7).

                          - Às vezes penso nisso e não sei como lhe hei de resistir - disse a Joana, uma azougada menina de olhos azuis...

                          - E tu, Luís, se o diabo te for bater à porta, com suas propostas tentadoras, que farás?

                          - Bem, eu já sou crente, salvo por Jesus, mas, como sou muito fraquinho, oraria a pedir ao Senhor Jesus para Ele abrir a porta em meu lugar! Estou certo de que o diabo, ao ver Jesus, "meteria o rabo entre as pernas" e diria: - desculpe, Senhor, mas enganei-me no número da porta! Eu ficaria salvo.

 

                         Isto pode ser apenas fruto de uma imaginação fértil, mas não deixa de  conter uma verdade muito grande - não há diabo, Satanás, Lúcifer , Potestades do Inferno que possam resistir à Pessoa divina de Jesus.

                         "Sujeitai-vos a Deus, resisti ao diabo e ele fugirá de vós" (Tiago 4:7).

 

 

publicado por archote às 08:51

link do post | comentar | favorito
Sábado, 20 de Outubro de 2007

QUEM PODE ENTENDER OS SEUS PRÓPRIOS ERROS ? SENHOR, EXPURGA-ME DOS QUE ME SÃO OCULTOS!...

Salmo 19:12

 

                        Há pessoas que não se consideram culpadas dos seus pecados, porque não viram, nem sentiram esses pecados. No entanto, todos nós pecamos por pensamentos, palavras e obras.

                       "Senhor, expurga-me dos pecados que me são ocultos!.

                        Escudam-se no argumento de que Deus não pode condená-los pelos pecados que cometem debaixo da ignorância, contudo, a verdade é que ninguém pode ser desculpado por não conhecer a lei! A lei é lei para ser cumprida - "dura lex , sed lex ".

                        Deus deu-nos a consciência para denunciar em nós o que está errado; não podemos desculpar-nos. Se alguém é ignorante no que respeita à lei, nem por isso é desculpável.

                       Deus providenciou uma lei para cobrir os pecados cometidos por ignorância, por isso, o homem é sempre responsável perante Ele. A ignorância nunca pode ser uma desculpa. Aos olhos de Deus, o pecado tem que ser castigado. Foi, por isso, que "Cristo morreu pelos nossos pecados".

                      Coloca a tua fé no sacrifício expiatório de Jesus e todos os teus pecados serão perdoados.  O Senhor Jesus é o teu substituto perfeito.  Crê n'Ele com o coração.

                       Crê no Senhor Jesus Cristo, que levou, Ele mesmo, em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que, mortos para o pecado, vivamos para a justiça. (I Pedro 2:24).

publicado por archote às 09:02

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2007

TEMPLO DO ESPÍRITO SANTO

I Coríntios 6:15

 

                        "Não sabeis  que sois o templo do Espírito Santo que habita em vós?"  Se sabeis, tendes de o amar, respeitar, preservar e conservar em pureza e santificação. E se não sabeis, aprendei o que o Senhor vos diz e manda: "sede santos, porque Eu sou santo".

                       Temos visto na TV o anúncio de um artista, bem conhecido do país, afirmando que foi ao médico e que este lhe disse que "fumar mata", por isso, ele deixou de fumar. Quer conservar mais tempo o seu corpo saudável.

                       Será que alguns crentes não vêem isto? Será que alguns crentes não vêem que fumar envenena, destrói e degrada o seu corpo, que é o templo do Espírito Santo? Isto  não é apenas uma questão espiritual, que o é, pois Deus habita em nós, mas é também uma questão de saúde, para a qual é preciso atentar com o coração. Não damos o nosso corpo à prostituição, nem à devassidão, porque o daremos ao veneno do cigarro?

                       Não vamos aqui dizer que Deus castiga a alma de alguém por fumar ou que a condena ao infortúnio eterno. etc.. A verdade é que a pessoa está a juntar lenha para se queimar, pois, quando acordar, está com um cancro no pulmão, um problema respiratório ou cardíaco, quando podia ter uma boa qualidade de vida!

                      Irmão, por amor à sua saúde, não destrua o seu corpo que é o templo do Espírito Santo.

publicado por archote às 08:43

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Outubro de 2007

ATÉ O MEU AMIGO ÍNTIMO ME TRAIU E LEVANTOU CONTRA MIM O SEU CALCANHAR

Salmo 41:9

 

                         A traição é algo de terrível, abjecto, nojento mesmo! Infelizmente, o homem não tem aprendido como é prejudicial a traição e, por isso, ela multiplica-se cada vez mais.

                         O texto em referência parece focar a pessoa de Judas, o traidor de Jesus, que vendeu o seu Mestre  por trinta moedas de prata, após ter partilhado, com o Galileu, da última ceia. Foi baixo e sujo o golpe do falso apóstolo.

                         Jesus sabia o que ia acontecer, por isso, fez tudo para despertar a consciência de Judas e levá-lo a arrepiar caminho. Ele disse durante a Ceia "em verdade vos digo que um de vós me há de trair. Eles entristecendo-se, perguntaram: por ventura sou eu, Senhor (incluindo Judas)? É o que mete comigo a mão no prato. Esse me vai trair..." (Mateus 26:21-23). O que me vai trair é aquele a quem eu der o bocado molhado; "...e molhando o bocado o deu a Judas Iscariotes, dizendo-lhe: o que fazes fá-lo depressa..." (João 13:26-30).

                        Jesus fez tudo para salvar Judas da traição, do suicídio e do inferno, incluindo no Getsemani, quando lhe perguntou: "a que vieste, amigo? Com um beijo trais o Filho do homem?" (Lucas 22:47-48).

                         Nada demoveu Judas. O amor ao dinheiro era maior que tudo. Naquela hora ele trairia pai, mãe, Mestre, tudo e todos, porque "o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males e, nessa cobiça, muitos se desviaram e se trespassaram a si mesmos" (I Timóteo 6:10).

                         Traição! Coisa miserável, que a todos devia envergonhar. Contudo, quantas vezes, na obscuridade da nossa vida, também nós teremos traído Jesus? É que há muitas maneiras de trair e não apenas "por dinheiro à vista".

                         Examinemo-nos a nós mesmos e, se for o caso, confessemo-lo a Jesus e busquemos o Seu perdão.

 

publicado por archote às 09:07

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Outubro de 2007

NÃO SE ILUDA

Hebreus 12:29

 

                         Deus é amor, mas Ele é, também, um fogo devorador.

                         Ele revelou o Seu grande e incomensurável amor em Jesus, mostrando que não quer que alguém se perca, mas que todos venham ao arrependimento e à salvação, mas isso não Lhe retira o Seu atributo de justiça, que julgará e condenará todo o pecado. Ele não fecha (nem pode) os olhos aos nossos pecados. Só quem crê no sacrifício vicário do Filho será salvo, mas quem não crê já está condenado (João 3:36; I João 5:12).

                        Deus enviou o Seu Filho em amor, mas não às custas da Sua santidade, pois, para que sejamos salvos pelo Filho, foi necessário que Ele morresse na cruz e pagasse ali os nossos pecados com a Sua vida. Deus é amor, mas, simultâneamente, é justiça e "um fogo consumidor". Ele não abrogou das Suas exigências de santidade.

                        Como pode Deus ser amor e justiça? Como pode perdoar quando a Sua santidade exige todos os seus direitos? 

                        Apenas porque Jesus, Seu amado Filho, se fez homem e nosso substituto, suportando e pagando todas as consequências dos nossos pecados na cruz do calvário. Assim, Deus oferece perdão numa base justa a todos quantos crerem na eficácia do Seu sacrifício e aceitem o Seu perdão.

                        Cristo nos resgatou da maldição, fazendo-se maldição por nós, portanto crê e vive na fé do Filho de Deus, o qual te amou e se entregou e Si mesmo por ti (Gálatas 2:20b).

publicado por archote às 08:49

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Outubro de 2007

O SALÁRIO DO PECADO É A MORTE...

.

Romanos 6:23

 

                         Hoje, parece que temos vergonha de falar desta realidade - "todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" e "o salário do pecado é a morte".

                         Mas, afinal o que é o pecado?

                         Aparecem-nos vários conceitos de pecado, mas todos eles aligeirando a sua natureza e as suas terríveis consequências. Pecado não pode ficar reduzido a uma mera transgressão da lei, a uma quebra de direitos humanos, a um sequestro, adultério ou qualquer outro acto de imoralidade. Pecado é tudo isso, mas muito mais do que isso, pois é uma rebelião contra Deus, o Santo dos Santos. Pecado é acto de rebelião e iniquidade (I João 3:4). Pecado é como "errar o alvo" e partir para um estado de alma condenada.

                         Não temos oportunidade, aqui, de tratar de todos os aspectos profundos da doutrina do pecado, mas mencionaremos a verdade bíblica - o pecado é universal. "Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus". O pecado tem como consequência (ou salário) a morte eterna.

                         Só tens um caminho para saíres desse estado de morte: é "o dom gratuito de Deus é a vida eterna por Cristo Jesus, nosso Senhor" (Romanos 6:23).

                          Não encubras os teus pecados, porque "o que encobre as suas transgressões (pecados) nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia"(Provérbios 28:13). "Se confessarmos os nossos pecados (grandes ou pequenos), Ele (Jesus) é fiel e justo para nos perdoar..." (I João 1:9).

                          O pecado não é brincadeira, nem para brincadeiras, por isso "entrega o teu caminho a Jesus, confia n'Ele e Ele limpará a tua alma e salvará a tua vida".

 

publicado por archote às 08:23

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

PASTOR... JÁ PERDI A MINHA FÉ...

João 3:16

 

                        Muitas vezes tenho sido confrontado com esta frase: - "pastor, perdi a minha fé; estou cheio de dúvidas; não posso aceitar certas coisas; desisti da carreira cristã, porque aquele líder fez isto, disse aquilo, não pagou suas dívidas; aquele deu mau exemplo, roubou, apoderou-se da mulher do próximo..."

                       É um rol sem fim de queixas, de dúvidas, de incoerências, de acusações, lamentações, etc..

                        Pessoalmente, não tiro a razão a quem quer que seja. Muitas destas queixas são justas. Muitas destas acusações são razoáveis e fundadas. Muitas das  dúvidas apresentadas têm razão de ser. Eu também tenho dúvidas! Também tenho perguntas para as quais não obtenho resposta, pelo menos agora (... o que Eu faço tu não o sabes agora, mas tu o saberás depois [João 13:7] ). Também conheci líderes que não foram coerentes. Também tenho conhecido vidas (ditas cristãs) mais sujas do que a vida de certos incrédulos. Mas, nada disso me faz perder a minha fé em Jesus!

                        Aliás, o que é que eu ganharia em abandonar a minha confiança em Jesus? Mais liberdade para quê? Para fazer mais disparates, dizer mais aberrações e blasfémias? Para me entregar à fraude, ao engano do próximo, à mentira, devassidão, etc.? Para ter a "triste honra" de dizer que  não tenho fé?

                      Nada disso me aproveitaria!

                      Eu tenho fé em Jesus, Deus verdadeiro e Senhor da glória, que me estimula a fazer o bem, a amar o próximo como a mi mesmo, a fazer aos outros o que desejo que me façam a mim. Estimula-me a esperar uma nova vida para além desta, em que campeia o ódio, o crime, a cobiça, a guerra, etc. e a esperar uma vida em que tudo é paz, harmonia. amor, justiça e luz.

                      Será isto mau? Pode ser utópico, mas não é mau. Se for utópico, no fim, eu acabo sempre a ganhar, pois vivi uma vida com esperança, com objectivos, com alegria de fazer o bem e não prejudicar ninguém.

                       Além disso, deixai-me dizer, a fé que se perde é a fé intelectual, emocional, materialista e não a fé que nos chega pela aplicação da Palavra pelo Espírito Santo. Essa é resistente às desilusões, às dúvidas e aos choques traumáticos.

                        Que fé é a tua?

publicado por archote às 08:39

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 14 de Outubro de 2007

DOMINGO, DIA DO SENHOR

Apocalipse 1:10

 

                         Segundo Apocalipse 1:10, João, o apóstolo do amor, foi arrebatado em espírito, no dia do Senhor, para um grandioso tempo de louvor, onde as vozes eram como que as de uma grande multidão.

                          O domingo é o dia principal da semana. Nele celebramos o dia da adoração a Deus, porque nele Jesus ressuscitou dos mortos e apareceu, triunfalmente e vitorioso sobre a morte, aos Seus discípulos.

                          Naquele primeiro domingo da ressurreição,  Jesus fez despertar a alegria e a vida em muitos dos Seus discípulos, incluindo os dois que iam em fuga para o campo, a fim de fugirem à tristeza e à morte que se cheirava na cidade (Lucas 24:13-35). Nesse dia, Ele encheu de gozo e de paz os que estavam escondidos no cenáculo em Jerusalém (João 20:19-26). Fez bater de contentamento o coração de Maria Madalena (João 20:1-18). Deu novas esperanças ao coração acelerado de Pedro e João, que foram visitar o sepulcro (João 20:3-10).

                         Este primeiro dia da ressurreição foi um dia em cheio, pleno de alegria, esperança, novas emoções, expectativas, etc.. Foi um dia como não haverá outro, por isso celebramos nele o dia da nossa vitória com Cristo.

                          Este é, pois, o dia especial, peculiar dos cristãos para o culto de louvor, para celebração do partir do pão [Ceia do Senhor] (Actos 2:42; 20:20; I Coríntios 11:23-33).

                         Domingo, dia de reunião à volta do Senhor, com todos os Seus remidos, para cantar o Seu louvor e celebrar o Seu amor por nós.

                         Pode haver outros dias de descanso como o "sabaton" dos judeus, mas nós, os salvos pelo sangue da cruz, sentimo-nos felizes e realizados dando-lhe o melhor, o primeiro dos dias da semana (não as sobras do nosso tempo) para o louvor da Sua glória.

                        Façamo-lo com espírito de entrega, adoração e verdadeira gratidão e veremos que nos sentimos gratificados.

publicado por archote às 08:02

link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Outubro de 2007

DORCAS

Actos 9:36-46

 

                         Dorcas, nome grego de uma mulher, que em aramaico é Tabita, era alguém cuja vida estava adornada com as boas obras e esmolas que fazia. Muitas eram as viúvas que vestiam túnicas e outras peças de roupa feitas pelas mãos dadivosas de Dorcas. Era uma verdadeira "gazela" no trabalho.

                         Um dia, enfermando, ela morreu, exactamente como há de acontecer a todos os homens, porque "aos homens está ordenado morrer uma vez, vindo, depois disso, o juízo (Hebreus 9:27). Dorcas descansou dos seus trabalhos aqui (Apocalipse 14:13), mas as suas obras continuaram a falar por ela.

                        Bem-aventurados aqueles cujas boas obras ficam falando por eles. As boas obras feitas pelos crentes, embora não sirvam para a sua salvação, pois somos salvos pela graça de Deus, mediante a fé em Jesus, atestam, contudo, que somos nova criaçao em Cristo (II Coríntios 5:17).

                         As boas obras de Dorcas eram como um doce perfume que impregnava a sua passagem pela terra. Felizes os que deixam após si o doce perfume de Cristo. As suas obras os seguem.

                        Se hoje eu morrer qual testemunho que fica de mim? Que boas obras? Que vida?

"Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor,
para que descansem dos seus trabalhos
e as suas obras os sigam".

Apocalipse 14:13

 

publicado por archote às 08:33

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

SE CONFESSARMOS OS NOSSOS PECADOS ELE É FIEL

I João 1:9

 

                         Nestes dias de infidelidade, desonestidade e mentira, é bom e reconfortante saber que há Alguém fiel e justo, que não pode negar-se a Si mesmo e que está sempre pronto a assumir os Seus compromissos para cumpri-los... Aleluia, graças a Deus! (II Timóteo 2:11-13).

                         Neste caso, Ele é fiel e justo para nos perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda a injustiça (I João 1:9).  Não falha, desde que nós confessemos os nossos pecados, arrependidos,  contritos e com a disposição de não voltarmos ao espojadouro da lama, como a porca que foi lavada (II Pedro 2:22).

                         Sem confissão do pecado a Deus, nada feito, mas, caindo em nós (Lucas 15:17) e abrindo o nosso coração para a confissão, seremos perdoados, aliviados e ficaremos alegres, como alegres ficaram Zaqueu , o filho pródigo, o paralítico trazido por quatro (Lucas 19:8-10; 15:17-23; 5:17-24).

                         Queres ser perdoado e purificado dos teus pecados? Queres ser salvo e habilitado para viver no céu, sem a tua alma manchada ?

                          -   Crê no Senhor Jesus Cristo

                           -  Confessa-Lhe os teus pecados

                           -  Aceita-O como Senhor e Salvador

                      

publicado por archote às 08:51

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds