Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

QUE NINGUÉM VOS ENGANE...

 

Colossenses 2:1-7                   Colossenses 2:4
 
                  Quando Paulo escreveu esta carta estava preso em Roma, mas nem por isso se deixava de preocupar com a situação difícil de algumas igrejas expostas a todo o tipo de perigos.
                  Nesta altura, tanto a igreja de Colossos, como a de Laodiceia, e outras, estavam a ser assediadas por lobos devoradores que as queriam destruir com suas filosofias pseudo-espirituais, como o gnosticismo e outras.
                  Paulo exortou-os : -“que ninguém vos engane, pois ninguém pode pôr outro fundamento além daquele que já está posto, o qual é Cristo Jesus”              (I Coríntios 3:11).
                  Ninguém vos engane. Cristo não é uma espécie de Deus, nem um deus menor, nem um anjo criado, nem a Sua morte foi aparente! Ele é o Criador de todas as coisas, e não coisa criada. Ele é antes de todas as coisas e todas as coisas subsistem por Ele. N’Ele habita toda a plenitude de Deus. O sangue da Sua cruz foi uma realidade que nos traz o perdão, a paz e a salvação plena. N’Ele estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência.
                 Ninguém vos engane com doutrinas bonitas, razoáveis à mente do homem. “Ninguém vos domine a seu belo prazer, com pretextos de humildade, culto de anjos, metendo-se em coisas que não viu e não conhece” (Colossenses 2:16-18), porque essas coisas perecem e só têm aparência de verdade (Colossenses 2:22-23).
                 Não vos contenteis com menos do que isto: - Cristo é o Filho que nos tirou das trevas e nos transportou para o Reino do Seu amor. N’Ele temos a redenção pelo Seu sangue, a saber, a remissão dos pecados. Ele é a expressa imagem do Deus invisível, a razão criadora de tudo quanto existe (Colossenses 1:12-18)
                Ninguém vos engane. Consolai-vos na maravilhosa certeza de que Cristo é Deus connosco e que está ao alcance de cada um de nós, mediante a fé.
                Ninguém vos engane, Jesus é o Deus que precisais.
publicado por archote às 08:00

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 20 de Maio de 2008

NÃO VEJO NELE CRIME ALGUM

 

Lucas 23:13-25                             Lucas 13:22
 
                Pela própria boca de Pilatos foi dito: - “Que mal fez Ele? Não vejo n’Ele crime algum, digno de morte”. Jesus morreu sem qualquer culpa ou pecado. Morreu por causa dos pecados dos homens!
                Jesus perguntou certa vez: - “Quem é que, de entre vós, me convence de pecado?” (João 8:46). Toda a multidão ficou calada. Ninguém podia acusar Jesus de pecado! Ele foi concebido sem pecado, nasceu, viveu e morreu, sem pecado, para poder pagar os nossos pecados! Graças a Deus pela vida imaculada e santa de Jesus.
                Dois condenados estavam crucificados ao Seu lado. Ambos ali deram a conhecer os seus pecados, um pela confissão que fez dos mesmos, o outro pelas suas pragas e ódio demonstrados. Jesus, ao contrário, pediu perdão a Deus para os seus algozes! “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem”.
               Ali, naquela cruz, estava expressa a justiça e o grande amor de Deus que, em Jesus, veio buscar e salvar o que se havia perdido. Ele morreu pelos nossos pecados, para levar-nos para Deus. É urgente que creiamos no Seu sacrifício e Lhe entreguemos o controlo da nossa vida.
               Por natureza, todos estamos na posição de Barrabás, isto é, todos somos culpados e condenáveis, mas, por amor de nós, Deus fez cair a iniquidade de nós todos sobre Jesus, para que, mortos para os pecados, vivamos agora para a Justiça.
“Pelas Suas pisaduras fomos sarados…”
publicado por archote às 08:00

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 19 de Maio de 2008

NÃO CANTARÁ O GALO, ANTES QUE TRÊS VEZES ME TENHAS NEGADO

 

Lucas 22:34, 54-61                                                       Lucas 22:34
 
               Se a Bíblia não fosse a inspirada Palavra de Deus jamais encontraríamos aqui esta narrativa triste da história de Pedro. Encontraríamos as suas palavras na pesca maravilhosa; encontraríamos o seu discurso em que disse que só Jesus tinha as palavras de vida eterna; encontraríamos as palavras  que disse “ainda que todos Te neguem, eu nunca Te negarei”; encontraríamos a descrição da sua entrada ousada no sepulcro vazio; o seu discurso no dia de Pentecostes, mas NUNCA esta passagem denigrativa do carácter de Pedro, que prepararam para ser “Papa”.
               Mas a Bíblia é assim. Diz sempre a verdade, doa a quem doer. Falou da mentira de Abraão acerca da sua mulher; falou do orgulho de Moisés ao ferir a rocha, em vez de lhe falar, para que brotasse água; falou do pecado do grande rei David com Batseba, mulher de Urias; falou da negação de Pedro na noite da prisão de Jesus; falou das discórdias de Evódia e Sintique, de Paulo e Barnabé, etc.. A Bíblia fala de tudo o que é preciso que nós saibamos.
              Não encobre, nem desculpa, este porque é grande. Não acusa ou denigre aquele porque é pobre e pequeno. Trata os homens segundo a Sua Omnisciência e soberania de eterna verdade. Não encobre os pecados e omissões, como também não sublima o que não é de fazer ressaltar. A Bíblia trata todas as coisas com verdade e objectividade.
             Neste contexto vemos Pedro a confiar demasiado nas suas próprias forças; vemos Pedro a descorar o ministério da oração; vemos Pedro a seguir Jesus de longe e envergonhado; vemos Pedro na roda dos escarnecedores e a blasfemar como eles; vemos Pedro a mentir e a negar o Mestre, que tanto o amava e até já o tinha avisado de que o diabo ia cirandá-lo e tentá-lo!
             Atentemos para a triste experiência de Pedro e tomemos as devidas precauções – orando a tempo e fora de tempo; não confiando na carne, que é fraca, e nunca nos assentando na roda dos escarnecedores.
              Não percamos Jesus de vista (não O sigamos de longe) e com Ele seremos vencedores.
publicado por archote às 08:00

link do post | comentar | favorito
Domingo, 18 de Maio de 2008

RICO, MAS PERDIDO

 

Lucas 18:18-30                  Lucas 18:23
 
                Um homem rico foi ter com Jesus em busca de salvação, vida eterna e paz para o coração, mas retirou-se triste, vazio, amargurado e em guerra com a sua consciência.
               Era muito rico e confiava mais nas riquezas que em tudo na vida, por isso, voltou triste e pobre das riquezas da vida eterna.
               O que é interessante é que ele era mesmo um bom religioso. Praticava os ritos, as orações, as ofertas da praxe, os festejos próprios, etc.. Contudo, não tinha nada no coração. Honrava a Deus com os lábios, mas o coração estava nas riquezas.
               Os valores importantes aos olhos dos homens (porque muitas vezes hipócritas e fingidos) nem sempre têm valor aos olhos de Deus. Parece que este homem queria negociar com Deus – “Que hei-de fazer (que hei-de dar), para obter a vida eterna?”
               Não há, neste mundo, valores que cheguem para comprar a vida eterna. Queres ser salvo? Dá teu coração a Jesus. “Dá-me, filho meu, o teu coração” ou “entrega o teu coração ao Senhor, confia n’Ele e Ele tudo fará”. Este é o caminho, tudo para Jesus!
               De todo o Novo Testamento é a única pessoa que vai a Jesus e volta triste, e isto porque era muito rico e amava mais as riquezas do mundo do que a Deus. Esqueceu-se que, naquela hora, Deus podia pedir a sua alma e o que tinha para que serviria?
              Nunca sacrifiquemos o bem da nossa alma pelas riquezas do mundo, porque elas são do mundo e no mundo ficarão, mas nós partiremos a prestar contas da nossa mordomia a Deus.
             “Quão difícil é aos ricos, que confiam nas suas riquezas, entrarem no reino dos céus… é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que eles entrarem no céu”.
“CRÊ NO SENHOR JESUS CRISTO E SERÁS SALVO”
publicado por archote às 08:00

link do post | comentar | favorito
Sábado, 17 de Maio de 2008

VIGIA, POIS, ORANDO EM TODO O TEMPO

 

                 O nosso tema, vigiar em oração, é já bem comum e debatido, mas, como é tão importante, não o podemos deixar passar em vão.
                 A vigilância sobre a nossa vida deve ser tema dominante, daí Paulo dizer: - “perseverai na oração; orai sem cessar; orai uns pelos outros e por mim, para que, no abrir da minha boca, me seja dada graça…”
                 A oração é muito importante. É a nossa arma de defesa, mas também o é de ataque, pois, enquanto estamos em oração, estamos imunes aos ataques do inferno.
                 O irmão costuma orar todos os dias? Muitas vezes ao dia? Vive mesmo toda a sua vida em espírito de oração? Faz bem, porque o Senhor há de recompensá-lo por isso.
                 No nosso texto de hoje, Jesus estava no fim do Seu sermão profético. Em breve Jesus os deixaria, por isso, o Seu pedido de vigilância em oração para que pudessem resistir firmes às astutas ciladas de Satanás. Os tempos seguintes seriam maus, era necessária muita vigilância e oração.
                 Irmãos, olhemos ao nosso redor e vejamos. Tempos de grande aflição, fome, angústia e dor estão aí bem perto de nós. Por isso, estejam de sobreaviso e orem, vigiando, porque, se não for assim, nem os próprios escolhidos escaparão.
                 Nos tempos de Noé, os seus contemporâneos desprezaram o aviso do Senhor e, por isso, apenas oito almas se salvaram! Vigiai porque a hora, o dia, o minuto está próximo. Orai e humilhai-vos debaixo da portentosa mão de Deus, para que Ele nos acomode e ponha em bom refúgio (I Pedro 5:5-7).
                Ora, se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as praticardes (João 13:17) e as demonstrardes como caminho de salvação aos perdidos, para que ninguém se perca, mas todos venham ao arrependimento.
publicado por archote às 08:00

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Maio de 2008

DEUS DE VIVOS

 

Lucas 20:27-40                 Lucas 20:38
 
                   Temos mesmo um Deus vivo que se preocupa com os vivos e é, exclusivamente, Deus de vivos e não de mortos. Os mortos não entram no Seu Reino. Só os vivificados por Cristo entrarão no Seu Reino de Vida.
                   No entanto, há milhões que não terão parte neste reino de vida feliz, antes, permanecerão nas trevas da morte e do eterno afastamento do Reino dos vivos.
                   Se hoje morreres (fisicamente) para onde irás tu? Onde viverá o teu espírito? Na luz de Jesus ou nas trevas de Satanás? Não te deixes iludir, isto não é uma brincadeira. A vida no além é uma realidade.
                   Prepara-te para te encontrares com Deus! Ele espera, amorosamente, para ser o teu Deus, como  foi de Abraão, Isaque, Paulo, Pedro, Huss e tantos outros que O escolheram como refúgio e protecção.
                  Todos morrem quando cessam os sinais vitais do corpo, mas os que morrem na fé em Cristo suas almas são levadas pelos anjos para a presença do Deus vivo, enquanto os outros vão acordar no inferno, onde permanecerão em sofrimento eterno, juntamente com o diabo e os seus anjos.
                  Depois da morte não há mais solução. Perderam-se, na bocarra do mundo, todas as oportunidades. Esta que Deus te está concedendo agora pode ser a tua última oportunidade de salvação.
publicado por archote às 08:00

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Maio de 2008

SENHOR FAZ-ME VER OS CAMINHOS DA VIDA

 

Salmo 16
 
                  Às vezes, o diabo cega-nos! Nada mais vemos que o caminho largo, das facilidades, que tem no seu fim a morte e o eterno afastamento da Luz – DEUS.
                  Na verdade, a vida está cada vez mais confusa e embrulhada nas filosofias, conselhos e religiões do mundo. É difícil ver o pequeno e apertado caminho, por isso, nada mais próprio do que orarmos: “guarda-me, ó Deus, no Teu refúgio e faz-me ver sempre os caminhos da vida, porque na Tua presença há abundância de alegrias e, à Tua direita, delícias perpetuamente”.
                   Que, na confusão dos louvores do mundo, possamos sempre divisar e caminhar pelo rumo de Deus – a Sua Lei – o Seu caminho, que é a verdade e a vida. Ninguém tem outro caminho que conduza à vida – só Jesus é o Caminho.
                   Claro, Deus não força ninguém a andar no Seu caminho, nem a calcorrear a apertada vereda que vai para o céu, mas Ele veio para que tenhamos vida e a tenhamos com abundância. Ele não nos força, mas convida-nos a andar por Ele e com Ele.
                   Gostaria de deixar aqui um pensamento: - Este caminho que é Jesus está devidamente assinalado com o sangue do próprio Jesus e com o sangue de muitos mártires que O seguiram. Lá está o nome e o sangue do grande Paulo, do impulsivo Pedro, de Policarpo, João Crisóstomo, João Huss, Baltazar Hubmaier, Martin L. King, etc..
                   Não há que enganar. As marcas são iniludíveis, marcantes, ameaçadoras e, simultaneamente, desafiantes. Para eles, valeu a pena seguirem esse caminho, por isso, foram capaz de dar o seu sangue. Para nós serão recompensadores, pois Cristo promete nunca nos deixar.
“Senhor, faz-me ver e andar pela vereda da vida,
pois eu sei que, na Tua presença, há abundância de alegrias
e, à Tua mão direita, há delícias perpetuamente”.
Salmo 16:11
publicado por archote às 08:00

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

SENHOR. NÃO TE LEMBRES DOS PECADOS DA MINHA MOCIDADE

 

Salmo 25:7
 
               O salmo 25 consta de uma longa oração de David, para que o Senhor esquecesse e perdoasse os seus pecados e transgressões da sua mocidade e que olhasse para a sua vida com a Sua grande bondade e infinitas misericórdias.
               Bem precisamos da bondade, da misericórdia e da imensa graça de Deus para que sejam cobertos os nossos pecados!
               “Contra Ti, contra Ti somente pequei e fiz o que era mau aos Teus olhos, Senhor, por isso, tem misericórdia de mim e apaga todas as minhas transgressões”.
                David reconheceu e confessou as suas culpas, como também pediu ajuda ao Senhor. Pois, a quem havemos de recorrer nós? Só Ele pode perdoar, lavar e esquecer os nossos pecados! Só Ele é Deus perdoador, por nosso Senhor Jesus Cristo. Que bênção deveria ter sido para aquele paralítico de Cadernaum, quando Jesus lhe disse: - “filho, perdoados estão os teus pecados…” e, logo a seguir: - “a ti te digo, levanta-te, toma a tua cama e vai para tua casa…” (Marcos 2:5-11).
                Que alegria e que bênção teriam sido para aquela mulher adúltera, apanhada no seu acto de adultério: - “também eu te não condeno, vai e não peques mais…” (João 8:11).
               Já ouviste de Jesus “filho, perdoados estão os teus pecados”? Vai agora ter com Jesus, pede-lhe perdão dos teus pecados, roga-lhe que tenha misericórdia de ti, segundo a multidão das Suas misericórdias, e, hoje, tu será a pessoa mais feliz e aliviada do mundo, porque em Cristo temos garantia de perdão e a certeza de estar com Ele no céu (Lucas 23:43).
publicado por archote às 08:00

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Maio de 2008

PEDI E DAR-SE-VOS-Á, BUSCAI E ACHAREIS

 

    Mateus 7:1-7                                                                              Mateus 7:7
 
              A vida de Jesus foi uma vida de oração. Não nos admira, pois, que Ele nos exorte à oração.
              A Oração é uma maravilhosa bênção que Deus colocou ao alcance do crente e, simultaneamente, uma arma poderosa para lutar contra o mundo e contra as hostes espirituais da maldade (Efésios 6:12).
              Quando oramos, falamos com Deus, que não podemos ver, mas cuja acção sentimos na nossa alma; confiamos-Lhe os nossos problemas, confessamos-lhe as nossas culpas e pecados, louvamo-lO e agradecemos-Lhe por tudo o que nos tem feito.
              Quem ora a Deus nunca está só. Ainda que se encontre à beira da morte e suas palavras já não possam ser ouvidas, ainda que se encontre perdido numa grande cidade, ainda que não tenha ninguém fisicamente por perto, DEUS ESTÁ PRESENTE e responde da mesma maneira.
 
              A Oração é mesmo uma bênção que não podemos descorar na nossa vida.
              Lembremo-nos que a oração não é usar de vãs repetições, nem chantagear Deus. A oração pode ser feita em qualquer lugar, circunstâncias ou tempo e deve ser feita com fé na fidelidade de Deus.
              A oração deve ser dirigida a Deus o Pai em nome de Seu Filho Jesus, pois tudo o que pedirmos em Seu Nome Ele o fará.
              A oração não deve ser negligenciada pelos crentes (I Tessalonicenses 5:15, 17), nem feita só quando precisamos de alguma coisa de Deus, mas também para louvá-lO, aclamá-lO e proclamar a Sua glória.
               Procuremos ter uma vida de oração e, sem dúvida, o nosso “fardo será mais suave a dois”.
 
 
publicado por archote às 08:00

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Maio de 2008

ALEGRAI-VOS POR ESTAREM VOSSOS NOMES ESCRITOS NO CÉU

 

 Lucas 10:17-24                                                                                 Lucas 10:20
 
               Naqueles dias, os discípulos de Jesus voltaram muito felizes porque tinham visto os demónios sujeitarem-se à palavra que pronunciavam. Teriam também visto curas e milagres, sinais e maravilhas pelo Santo Nome de Jesus.
              É bom, reconfortante, desafiante mesmo, ver e sentir que a Palavra de Jesus é poderosa e, quando usada por servos credenciados e humildes, pode mudar o ciclo da vida.
              Mas há coisas ainda mais confortantes e importantes para nós –sabermos que Jesus é o Salvador, sabermos que Ele inscreveu os nossos nomes no Livro da Vida, sabermos que, um dia, iremos estar para sempre com o Senhor.
              Aleluia! Jesus venceu a morte e destruiu o aguilhão do pecado. Nem a morte, nem o pecado, nem Satanás terão jamais qualquer poder nas nossas vidas!
              Por vezes, o sucesso sobe-nos à cabeça e toma o lugar que não é o seu. Claro que todos queremos ter sucesso na vida profissional, empresarial, familiar ou eclesiástica. Mas não podemos medir o nosso crescimento por esses objectivos, como ganhar fama, dinheiro, estatuto de “grandes” aos olhos dos homens. Isso é bom, mas não chega! É preciso termos sucesso aos olhos de Deus – “alegrai-vos porque o Senhor inscreveu o vosso nome nos céus”!
              Jesus não quis destruir a alegria dos discípulos por aquilo que já tinham alcançado, quis apenas corrigir a ideia de que isso era tudo. Havia mais e melhor para alcançar
              Correi de tal maneira que alcanceis o melhor e que a graça de Jesus sempre esteja convosco, pois os objectivos de Cristo são bem maiores e há que chegar lá.    
publicado por archote às 08:00

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds