Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

SONDA-ME, Ó DEUS, E CONHECE O MEU CORAÇÃO

Salmo 139:23-24                                                             Salmo 139:23

 

                   Uma das grandes necessidades que todos nós temos é a de ir perante o altar do Senhor e pedir-Lhe : - "Sonda-me, ó Deus, conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelos caminhos da Tua eterna justiça".

 

                   Sonda-me, ó Deus, e expurga-me de todos os meus pecados e dá-me o perdão do Teu amor sem fim, para que eu possa gozar a alegria da vida que Tu me dás e, depois, anunciar aos pecadores os Teus caminhos e eles a Ti se convertam...

 

                   Sonda-me, ó Deus, e arranca de mim o espírito de ódio, suspeição, inveja e ciúme e dá-me um coração cheio do Teu amor e da capacidade de perdoar a todos que me têm ofendido.

 

Senhor, eu quero sentir

a Tua presença no meu coração.

Oh! faz-me puro e sincero,

de Ti eu quero o poder.

Senhor, eu quero sentir

a Tua presença em todo o meu ser!

 

publicado por archote às 07:54

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2010

E JESUS, VENDO A FÉ DELES...

Marcos 2:1-12                                                          Marcos 2:5

 

                   Aquele fora um dia de grande alvoroço, em Cafernaum. Jesus voltava de novo à cidade e a notícia correra célere, de tal maneira que, em pouco tempo, não havia mais espaço nem na casa onde o Mestre estava hospedado, nem mesmo em toda a rua. O Senhor dos milagres voltara, era preciso aproveitar a oportunidade.

 

                    Todos vieram para serem curados, para obterem uma bênção, ou, talvez mesmo, para ouvirem as Sua palavras de consolação, amor e perdão. A Sua boca era uma boca cheia de graça.

 

                    Foi então que, no meio daquele burburinho de apertos, palavras, gritos e empurrões, aconteceu o inesperado -- quatro homens, subindo ao telhado da casa onde Jesus estava, abriram um buraco e fizeram descer, mesmo na frente de Jesus, uma maca com um homem totalmente paralisado.

 

                     Alguns dos presentes ficaram irritados por lhes tirarem os primeiros lugares; outros, perturbados e admirados pela audácia daqueles homens: outros ainda, curiosos pelo que iria acontecer.

 

                      Jesus, contudo, "viu a fé deles".

 

                      E, naquela fé, Jesus viu o espírito de solidariedade e cooperação, o espírito de amor e compaixão e ainda a disponibilidade para o trabalho esforçado de abrir o buraco no telhado para Lhe apresentarem aquele pobre doente necessitado. "Vendo a fé deles", Jesus operou milagrosamente -- "sem fé é impossível agradar a Deus".

 

                      Jesus agradou-se da fé destes homens e disse ao paralítico: - "filho, perdoados estão os teus pecados..."  O primeiro passo para a cura e reabilitação completa deste homem -- o  perdão dos seus pecados, facto que alguns doutores e escribas não compreendiam. Mas, esta é a grande verdade!

 

                     Mas Jesus não se ficou por aqui; disse também: - "ora para que todos saibam que o Filho do homem tem na terra poder para perdoar pecados (disse ao paralítico), a ti te digo, levanta-te, toma a tua cama e vai para tua casa".

 

                     Jesus veio como o médico da alma e do corpo, pelo que se interessou em curar a alma do paralítico e depois o seu corpo.

 

                      Eles foram com fé a Jesus e Jesus, vendo a sua fé, curou integralmente o paralítico da alma e do corpo.

 

                       Se tens fé, vai, agora mesmo, a Jesus, o médico dos médicos, e Ele perdoará os teus pecados e sarará o teu corpo.

 

publicado por archote às 07:26

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

ESQUECERAM-SE DE DEUS, SEU SALVADOR

Salmo 126:16-23                                               Salmo 126:21

 

                   A memória dos homens é, realmente, curta. Os israelitas são, de facto, a prova disso. Como Deus tinha actuado no meio deles! Quantos milagres tinha feito, não só na terra do Egipto, como também, posteriormente, na peregrinação pelo deserto!

 

                    Desde as pragas que vieram sobre os egípcios, à forma como Deus os enchera das riquezas daquela terra, passando pela travessia maravilhosa do Mar Vermelho, à purificação das águas de Mara, à carne de codornizes, ao maná que caía dos céus diariamente para saciar a sua fome, à água que brotou miraculosamente da rocha, aos sapatos e vestidos, que não se envelheceram durante 40 anos, à derrota  dos amalequitas, até à conquista da terra da promessa - "a terra de leite e mel", toda a vida dos judeus foi uma manifestação da presença contínua de Deus.

 

                   Mas, cedo eles se "esqueceram de Deus, o seu Salvador" para se apegarem às religiões da terra, aos ídolos da prostituição e aos deuses de sangue, como Moloque, Marduc e outros, que têm boca, mas não falam, pés, mas não andam, mãos, mas não apalpam, nem fazem nada. Triste escolha a deste povo!

 

                   Porque se esqueceram do "Deus seu Salvador", também Deus os deixou entregues a si mesmos e aos seus inimigos, que devoraram os seus bens, que espezinharam os seus direitos e os deixaram nas "ruas da amargura" (Leia-se o Livro de Lamentações de Jeremias).

 

                  Ainda hoje é assim. Esquecemo-nos do Deus da nossa salvação e, depois, colhemos as terríveis consequências, em fomes, guerras, detracção moral. injustiças, mortes aos milhares.

 

                   Voltai-vos para o Senhor e o Senhor se voltará para vós com chuvas de bênçãos e vossas vidas se transformarão em jardins regados com a graça de Deus.

 

publicado por archote às 07:14

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

SÃO MUITOS OS CONVIDADOS

Lucas 14:15-24                                                   Lucas 14:21-23

 

                   Jesus conta-nos, neste texto, a parábola da grande ceia, com o propósito de demonstrar que os principais convidados (os judeus) não eram dignos e que, por isso, as portas se abriam para todos - citas, bárbaros, gentios, grandes e pequenos, etc..

 

                   São muitos os convidados, pois o convite de Deus é abrangente para todos os homens de todas as nações, tribos, línguas, raças e estratos sociais.

 

                   Jesus convida a todos, dizendo : - "vinde a Mim todos que estais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei"... Ninguém fica fora deste convite.

 

                   Deus convida todos os homens para a bem-aventurança eterna de estarem em festa, na Sua divina presença. Hoje, se ouvires a voz do Senhor, não endureças o teu coração. Vem à festa de amor preparada especialmente para ti. A decisão é tua; o Pai não vai forçar-te a aceitares o convite.

 

                    Ninguém teve tempo para Jesus! Uns tinham seu tráfico, seus negócios, seu ouro para ganhar; outros tinham as suas  próprias festas e devaneios; outros ainda, ostensiva e brutalmente, desprezaram o convite do Senhor e ainda ultrajaram os servos que  levavam o convite. Infelizmente, o cenário não mudou dos tempos de Jesus para hoje --  quase ninguém tem tempo!

 

                      Muitos os convidados, mas poucos os que têm tempo para Deus. Àmanhã, quando a venda lhes cair dos olhos e eles quiserem entrar, a porta estará fechada. Perderam a sua oportunidade.

 

                      Hoje é o tempo de aceitares o convite de Deus. A decisão é tua, mas sempre te avisamos, àmanhã será tarde.

                      

 

publicado por archote às 07:00

link do post | comentar | favorito
Domingo, 17 de Janeiro de 2010

JESUS DEU-SE A SI MESMO PARA NOS LIVRAR DO PRESENTE SÉCULO MAU

Gálatas 1:3-5

 

                   Jesus não o fez por menos! Deu-se a Si mesmo na cruz para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus, nosso Pai.

 

                    Não podia ser de outra maneira; só o sangue do Cordeiro de Deus nos purifica de todo o pecado. A grandeza do nosso pecado exigia um grande resgate e uma salvação da qual se não pudesse sair. Foi isso que Jesus fez.

 

                   Conta-se que um certo adolescente, filho de pais crentes e criado na Igreja, quando tinha os seus quinze anos, e depois de ouvir um bem elaborado e melhor estruturado sermão, foi para sua casa, fechou-se no seu quarto e aceitou Jesus como seu Senhor e Salvador.

 

                   De joelhos, aos pés da sua cama, ele confessou seus pecados  - mentiras, agressões a colegas de escola e aos seus irmãos, pequenos desvios de dinheiro do lugar onde a mãe guardava o que podia poupar, faltas injustificáveis às aulas, falsificação da assinatura da mãe (que era também sua encarregada de educação), e até a experiência com tabaco e algumas drogas. Ele sabia que era errado e, por isso, com emoção, lágrimas e arrependimento, ele confessou seus pecados a Deus e pediu forças para não tornar a fazer as  mesmas coisas.

 

                    Ao sair do seu quarto, com seus olhos macerados pelo choro, ele contou à sua mãe a experiência que tivera com Cristo e prometeu que, com sua mesada, iria repor o que tinha retirado da caixa das economias da família.

 

                    É assim o arrependimento - retornar do mau caminho e caminhar, depois, no caminho do bem e do amor.

 

                   Foi assim que o Guilherme procedeu. Confessou e arrependeu-se dos seus pecados, crendo no poder de Cristo para o ajudar a andar nas veredas da justiça, vivendo e pregando o Evangelho da sua salvação.

 

                    Passaram-se mais de 15 anos e o Guilherme tornou-se um industrial de nome, no estado onde vivia. Caminhou bem, praticou as boas obras, pregou muitos sermões, mas, a pouco e pouco foi deixando de cumprir, tornando-se um empresário duro, explorador dos seus empregados, mais preocupado com as aparências do mundo do que com a prática do Evangelho, que dizia ter aceite e ser a sua religião.

 

                    É verdade, a Palavra deixou de ser, para ele, pão da vida para se tornar "religião", dar aos pobres com ostentação, ir à igreja nas festas especiais, etc., etc..

 

                    O Guilherme (agora o sr. Dr. Guilherme) caiu muito, muito fundo. Tornou a beber, tornou a drogar-se, tornou a roubar, não as economias da pobre mãe, mas os que para ele trabalhavam, a roubar na qualidade da mercadoria que vendia, etc..

 

                     Tornou-se céptico. Acreditava que, com o seu dinheiro, podia tudo. Chegou mesmo à blasfémia e à impiedade.

 

                     Mas então, e a sua fé? E a salvação que é para sempre? E a vida eterna que Deus lhe deu? Muitos julgavam que tudo tinha sido uma farsa. Só a sua velhinha mãe continuava a confiar, a chorar e a orar pelo retorno do seu filho Guilherme à Casa do Pai. Ela sabia que Deus não falha.

 

                     Um dia, numa cidade distante, onde fora tratar de salvar alguns dos seus negócios, Guilherme passou por uma rua onde ouviu velhos hinos, que ele já quase esquecera. Entrou e ouviu!

 

                      Ouviu o mesmo velho pregador, que ali fora pregar, ouviu a exposição do mesmo texto de há 40 anos, e, ali mesmo, reencontrou-se com o Pai, na Sua Casa.

 

                      A conversão, quando acompanhada da regeneração, nunca deixa de produzir os seus frutos. Podem demorar, mas chegam.

 

                      "Aquele que vem a Mim de maneira nenhuma o lançarei fora".

 

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
Sábado, 16 de Janeiro de 2010

PALAVRAS DE CONTRIÇÃO

 

 

 

  • Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a Tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das Tuas misericórdias.
  • Lava-me completamente das minha iniquidade e purifica-me do meu pecado;
  • Porque conheço as minhas transgressões e o meu pecado está sempre diante de mim;
  • Contra Ti, contra Ti sòmente pequei e fiz o que aos Teus olhos parece mal, pois em iniquidade fui formado e em pecado me concebeu a minha mãe.
  • Purifica-me com hissope e ficarei puro; lava-me e ficarei mais alvo do que a neve... esconde a Tua face dos meus pecados e apaga todas as minhas transgressões.
  • Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito recto; não me lances fora da Tua presença, nem retires de mim o Teu Espírito Santo.
  • Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, para que a minha alma entoe o Teu louvor para sempre.

(Versos chave do Salmo 51)

 

publicado por archote às 07:24

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2010

PALAVRAS DE VIDA

Na verdade, na verdade, vos digo que

quem ouve a Minha Palavra e crê Naquele que Me enviou

tem a vida eterna, não entrará em condenação,

mas passou da morte para a vida.

João 5:24

 

* * * * *

 

Disse Jesus:

Eu sou a ressurreição e a vida.

Quem crê em Mim, ainda que esteja morto, viverá.

Todo o que vive e crê em Mim

nunca morrerá.

João 11:25-26

 

* * * * *

 

Disse Jesus:

Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida;

ninguém vai ao Pai senão por Mim.

João 14:6

 

* * * * *

 

O salário do pecado é a morte,

mas o dom gratuito de Deus

é a vida eterna, por Cristo Jesus, nosso Senhor.

Romanos  6:23

publicado por archote às 07:14

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

PALAVRAS DE FÉ

A FÉ é o firme fundamento das coisas que se esperam

e a prova das coisas que se não vêem.

Hebreus 11:1

 

* * * * *

 

 Pela graça sois salvos,

por meio da FÉ,

e isto não vem de vós é dom de Deus.

Efésios 2:8

 

* * * * *

 

Agora, permanecem  FÉ, a Esperança e o AMOR,

estas três,

mas a maior destas é o amor.

I Coríntios 13:13

 

* * * * *

 

Tomai sobre vós o escudo da Fé,

com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.

Efésios 6:16

 

* * * * *

 

Se tiverdes Fé como um grão de mostarda,

direis a este monte passa daqui para acolá,

e há de passar e nada vos será impossível.

Mateus 17:20

 

* * * * *

 

Tudo o que pedirdes em oração, crendo (com Fé), o recebereis.

Mateus 21:22

 

publicado por archote às 07:52

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010

PALAVRAS DE ESPERANÇA

Terás confiança porque haverá esperança;

olharás em volta e repousarás seguro (Job 11:18)

porque o teu Redentor vive!"

 

 * * * * *

 

Nós, pela fé (em Cristo), aguardamos a esperança da justiça.

                                                                                                                       Gálatas 5:5

 

* * * * *

 

A esperança dos justos é alegria,

mas a expectação dos ímpios perecerá.

                                                                                                                Provérbios 10:28

 

* * * * *

 

Esperei, com paciência, no Senhor

e Ele se inclinou para mim e ouviu o meu clamor.

                                                                                                                             Salmo 40:1

 

* * * * *

Bendito o varão que confia no Senhor

e cuja esperança é o Senhor.

                                                                                                                          Jeremias 17:7

 

 * * * * *

 

Sendo, pois, justificados pela fé,

temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo

e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.

                                                                                                                          Romanos 5:1-2

publicado por archote às 07:37

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010

TESTEMUNHANDO QUE DEUS ESTÁ NO NOSSO MEIO

I Coríntios 14:20-25                                           I Coríntios 14:25

 

                   Será que Deus está mesmo no nosso meio? Será que os estranhos conseguem vislumbrá-lO por entre as nossas discussões e disputas de superioridade? Será que Ele está presente ou nós já O expulsámos do nosso meio com nossas atitudes, desobediências e obras menos próprias?

 

                    Quando penso nisto, sempre me vem à memória uma piada que um velho professor costumava contar na nossa aula de ética e boas maneiras. Dizia ele: - um dia um amigo meu, que se dizia muito fiel e obediente à Bíblia, convidou-me para o acompanhar a uma outra cidade, onde tinha uns assuntos a tratar. Metemo-nos no potente "Buick" de oito cilindros e eis-nos a caminho da "cidade dos doutores" O meu amigo conversava muito, gesticulava com frequência e conduzia o automóvel a uma velocidade muito acima daquela que a sinalização indicava. A páginas tantas,  eu, muito encolhido e agarrado ao rico estofo de cabedal, disse-lhe: - irmão... não acha que vamos depressa demais? pode acontecer-nos alguma!...

                   - Não tenha medo, irmão, Deus vai connosco...

                   - Bem, eu acho que já não vai, pois Ele saiu lá atrás quando o irmão ultrapassou os 60 Kms que a lei lhe impõe...

 

                   Isto era apenas uma ilustração para vos chamar a atenção para o facto de que, em todas as coisas, devemos dar bom testemunho, até mesmo no cumprimento das leis civis.

 

                   Qual é o testemunho que estamos a dar do nosso Deus de paz e amor? O que é que o mundo vê em nós?

 

publicado por archote às 07:26

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds