Quinta-feira, 1 de Julho de 2010

TU, NEM MESMO ASSIM TEMES A DEUS, ESTANDO NA MESMA CONDENAÇÃO?

Lucas 23:33-41                                                            Lucas 23:40-41

 

 

                    Jesus foi condenado e crucificado entre dois salteadores. Um, mesmo vendo a injustiça que faziam ao Filho de Deus, não creu, pelo que morreu na sua impiedade; mas o outro, caindo em si, creu em Jesus e, tendo morrido fisicamente, o seu espírito foi estar com Cristo no paraíso - "Senhor, lembra-te de mim quando entrares no Teu Reino. Jesus disse-lhe: em verdade, em verdade te digo que hoje estarás Comigo no paraíso".

 

                    Este homem também criticou e blasfemou de Jesus, conforme afirma a Escritura em Mateus 27:44 - "o mesmo Lhe lançaram em rosto os salteadores que com Ele estavam crucificados".

 

                    Porém, um deles, vendo a injustiça, a farsa diabólica de julgamento e condenação de Jesus, arrependeu-se e creu no Filho de Deus. A sua fé teria sido gerada pelo Espírito Santo nos minutos finais da sua vida, mas ainda em tempo de se arrepender, confessar e pedir perdão para os seus crimes (Lucas 23:40-41).

 

                   Enquanto há vida há possibilidade de salvação, por isso, "hoje, se ouvirdes a Sua voz, não endureçais os vossos corações..."; "arrependei-vos e crede no Evangelho, que é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê".

 

                   Na última hora da vida, este homem teve tempo para ganhar, das mãos de Jesus, a vida eterna. Roubaram-lhe a vida física, mas Jesus deu-lhe vida abundante e eterna.

 

                  Jesus dá vida e liberdade aos cativos, com plena autoridade (Lucas 4:18-19).

 

                  Conta-se que certo imperador germânico (Frederico, o Grande - 1712/1786), tendo ido visitar uma prisão, perguntou a muitos dos presos a razão de estarem ali. Todos os que interrogou procuraram desculpar-se, dizendo que fora erro da Justiça, acusações falsas, invejas da sua vida pessoal, etc.. Todos se afirmaram inocentes. Já no fim da sua visita à prisão, ele encontrou um jovem que admitiu seus crimes e a desonra que tinha dado à Pátria e à família. Com grande espanto de todos os que acompanhavam o imperador, e ainda mais espanto do prisioneiro, o régio senhor mandou abrir a porta da cela daquele condenado, dizendo : - "ó homem, que fazes tu aqui no meio de todos estes homens justos, impecáveis e inocentes? Vai-te embora. Por minha autoridade te declaro livre, pois confessaste teu pecado".

 

                  Jesus tem autoridade para perdoar pecados e soltar todos os agrilhoados da Satanás, desde que reconheçam, confessem e abandonem os seus crimes.

publicado por archote às 07:18

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds