Quarta-feira, 11 de Agosto de 2010

AMAR, MESMO NO MEIO DO SOFRIMENTO E DA INJUSTIÇA

I Pedro 4:12-14

 

 

                    Quando Pedro escreveu esta sua primeira carta, os crentes da Ásia Menor, Bitínia, Capadócia, Galácia e Ponto estavam a sofrer terrivelmente às ordens do imperador romano.

 

                     Pedro faz-lhes sentir que não deveriam espantar-se porque também Jesus sofrera e jamais voltara o rosto ao sofrimento. As aflições de Cristo devem abundar em nós, como testemunho da nossa fé. O desafio deixado pelo Apóstolo é que os seus leitores permaneçam firmes e não se deixem vencer pelo pecado, nem tão pouco enfraqueçam por causa da dor. As aflições por Cristo devem refinar a nossa fé e aproximar-nos mais e mais do ideal cristão.

 

                    O desafio é válido para hoje e para cada um de nós. O momento histórico é diferente, mas o inimigo das nossas almas é o mesmo, embora com métodos diferentes.

 

                   Nem sempre é fácil aceitar o sofrimento e a dor como uma componente da nossa carreira para o céu, mas, se fizeram o que fizeram ao madeiro verde - Cristo - que não farão aos gravetos ressequidos, que somos nós?

 

                   A forma de vencermos essa batalha é pelo amor, por dar a outra face, por praticar o bem em troca do mal com que nos magoam. Praticar o amor verdadeiro no mundo, continuar a caminhada iniciada por Jesus e alcançar, pelo amor, o clímax da vitória.

 

                   Leia, com muita atenção e submissão ao Espírito Santo de Deus, I Pedro 4:12-16.

publicado por archote às 07:34

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 10 de Agosto de 2010

O ESPÍRITO DA VIDA, EM CRISTO JESUS, ME LIVROU DO PECADO E DA MORTE

Romanos 7:24 - 8:2

 

 

                    "Todos nós éramos, noutro tempo, insensatos, escravos de várias concupiscências e deleites, a que servíamos, mas, vindo a graça de Deus, por Cristo Jesus, nosso Senhor, deixou de haver condenação para os que estão em Cristo e que não andam mais segundo a carne, mas segundo o Espírito, porque a lei do Espírito de vida, em Cristo, nos livrou do pecado e da morte..."

 

                    Finalmente livres, verdadeiramente livres das paixões pessoais, do pecado, da morte, do inferno e das suas potestades. Graças a Jesus! Livres por Jesus, para a vida eterna feliz! 

 

                   Somos livres por Cristo, embora vivendo no meio de milhões de pseudo livres. Cristo nos libertou, por isso, somos verdadeiramente livres, vivendo na dependência do Espírito Santo e fazendo o que agrada a Deus.

 

                   Em Cristo também somos livres do nosso "ego" que, embora não o pareça, é um tremendo e terrível ditador.

 

                  Queres ser verdadeiramente livre? Renuncia-te a ti mesmo, toma cada dia a tua cruz e segue a Jesus integralmente (Mateus 16:14).

 

                  A nossa liberdade não se fundamenta no que os homens pensam, mas na maravilhosa redenção operada por Jesus na cruz, na plenitude dos tempos.

 

                  Sê livre, seguindo a Jesus, o verdadeiro paladino da liberdade.

publicado por archote às 07:09

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 9 de Agosto de 2010

SERVI AO SENHOR COM TEMOR E ALEGRAI-VOS COM TREMOR

Salmo 2:1-12                                             Salmo 2:11

 

 

                     Há dias, talvez por causa da tremenda vaga de calor que se tem feito sentir, acordei totalmente encharcado de suor e sob os tremores de um terrível pesadelo que acabara de ter. Segundo o meu pesadelo, eu estaria num campo ceifando trigo com um grupo de crentes da minha igreja, sob a orientação de um furibundo capataz que, com horrível gritaria e azorrague em punho, nos forçava a um ritmo de trabalho impossível de suportar. Era horrível a sensação de cansaço que sentia, como também a inquietante lembrança da figura sinistra do terrível chefe que nos comandava.

 

                     Embora não acredite em sonhos, nem me deixe dominar pelas sensações que trazem, fiquei com a ideia de que algo pairava no ar, para eu aprender e tomar as devidas providências. Lembrei-me, então,  que, dias antes, um problema na igreja me tinha feito sofrer muito e me deixara um amargo ressaibo de tristeza no coração. Era tristeza diabólica que levava de mim a alegria de servir, coisa que raramente me acontece. Era isso mesmo. O capataz furioso, as suas pragas e gritaria, o azorrague na sua mão, as suas ordens  furibundas, as suas exigências impossíveis de alcançar, só podiam vir do príncipe do inferno - Satanás - que estava metendo a foice na seara alheia, querendo desmotivar, dividir e pôr uns contra os outros - os ceifeiros da seara santa".

 

                     Levantei-me, mudei de pijama e fui para o meu gabinete. Abri a minha Bíblia e os meus olhos caíram sobre o Salmo 2:11 - "Servi ao Senhor com temor e alegrai-vos com tremor", sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.

 

                    O diabo, por vezes, quer dar-nos a  ideia que a sega do Senhor é tão dura, tão machucante que a não podemos fazer. Isto não é verdade. "Alegrai-vos com tremor"; servi ao Senhor com alegria e apresentai-vos a Ele com cânticos.

 

                    Mantenhamo-nos unidos e demos o nosso melhor para o Senhor. Ele não exige, nem quer sacrifícios. Isso já Ele fez por nós. Ele quer que nos sintamos confortáveis, consagrando-Lhe o melhor da nossa vida. Sê fiel no pouco e o Senhor te confiará o muito. Na Obra do Senhor não há escravidão imposta pelo açoite, mas há trabalho voluntarioso, alegre, digno e orientado por um Senhor que é amor, paz e bondade.

 

                    Aprendamos a confiar e a esperar somente em Deus, não permitindo que o inimigo nos perturbe com fardos pesado, que Deus não colocou sobre os nossos ombros. Nunca, jamais, Deus porá sobre os nossos ombros tarefas impossíveis para as nossas posses.

publicado por archote às 07:30

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 8 de Agosto de 2010

AQUELES SOBRE QUEM CAIU A TORRE DE SILOÉ TERÃO SIDO MAIS CULPADOS?...

Lucas 13:1-5                                         Lucas 13:4-5

 

 

                     Na verdade, só na mentalidade humana há mais ou menos culpados, grandes ou pequenos pecadores. Para Deus há pecadores que precisam de arrepender-se de todos os seus pecados, pois, se não se arrependerem, todos de igual modo serão condenados.

 

                     Na sociedade moderna só é considerado pecado o assassínio, a violência física, em alguns casos o crime contra a propriedade alheia, desde que praticado por pessoas sem "nome" ( a alta corrupção, os biliões desviados pelos grandes deste mundo têm sempre uma cobertura), a pedofilia (por enquanto), tudo o resto da lei moral é considerado de somenos importância, sem direito a julgamento ou a qualquer condenação. Somos livres para adulterar, para roubar a mulher ou o homem do próximo, cobiçar as coisas alheias, maltratar, desrespeitar, roubar escandalosamente o pai e a mãe, mentir e levantar falso testemunho (desde que não seja contra os "barões das massas"), porque isso não é crime atribuível. Podemos ser idólatras, politeístas, adorar bonecos de barro, ouro ou madeira talhada; segundo o código penal humano não é pecado. Podemos tomar o Nome de Deus em vão, jurar e perjurar enganosamente, mas isso é tomado como coisa de pouca importância. Podemos roubar o Senhor Deus no Seu dia, nos Seus dízimos e ofertas alçadas, mas ninguém repara nisso. Desde que não toque nos interesses físico-económicos dos grandes deste mundo, tudo vai bem! Irá mesmo?!...

 

                    Não. Não vai bem porque, perante Deus, haveremos de comparecer a juízo e não só os ditos "grandes pecados", mas também os que são tidos em menos conta serão julgados e terão a justa retribuição. Deus julgará justa e rectamente, sentenciando à morte todos os pecadores (Romanos 3:23; 6:23). Por isso, pelos "grandes" ou "pequenos" pecados, arrependei-vos, porque, caso contrário, todos de igual modo perecereis.

 

                    Podes ser descriminado e rejeitado pela sociedade, pela posição a que desceste em virtude do teu pecado, mas Jesus morreu pelos nossos pecados e não veio para acusar ou rejeitar. Ele é sensível à tua posição e, se reconheceres os teus pecados, te arrependeres deles e os abandonares, Ele te receberá como filho e te justificará, pela fé, de todos eles.

 

                   Pensa nisto: - todo o pecado tem a sua condenação (tanto o dito grande pecado com o dito pequeno pecado). Vai ter com Jesus pela fé. Ele espera-te para te salvar, reabilitar, não só aos olhos dos homens como, especialmente, aos olhos de Deus.

 

                   Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n'Ele e Ele te salvará.

 

                   

publicado por archote às 07:13

link do post | comentar | favorito
Sábado, 7 de Agosto de 2010

DAI HONRA, RESPEITAI E AMAI AS VOSSAS MULHERES, PARA QUE NÃO SEJAM IMPEDIDAS AS VOSSAS ORAÇÕES

I Pedro 3:1-7                                               I Pedro 3:7 

 

 

                      Hoje, vivemos num contexto social totalmente diferente do que se vivia no tempo em que Pedro escreveu, mas a verdade bíblica é a mesma.

 

                      Nos tempos de Pedro vivia-se numa sociedade machista, em que a mulher não tinha qualquer valor para além de ser objecto para a vida social. Ela era pouco mais que uma escrava. No entanto, a ética cristã apontava num sentido diferente, sendo que o nosso texto exorta os maridos a terem uma boa vivência com sua esposa, pois o contrário impedirá também o mais eficiente relacionamento com Deus, que todos nós devemos procurar.

 

                       Jesus, na Sua doutrina social, veio repor uma verdade muito importante, que  o homem, ao longo dos séculos, tinha esquecido -- a mulher não é uma escrava do homem! Ela foi criada para ser companheira, adjutora, partilhante da vida do seu marido, por isso, quando Deus a criou não a tirou da sola dos pés do homem, nem da cabeça, mas do lado, para ser a sua companheira amada de todos os dias.

 

                       Todos os ciclos que a mulher tem passado - escrava, deusa, objecto de prazer, à frente ou atrás do homem, perto ou longe - são produto da acção do pecado no coração  do homem. A mulher foi criada para ser a companheira do homem e andar lado a lado com ele para a realização dos ideais da vida. Jesus veio repor esta verdade.

 

                       No nosso texto, Pedro exortava os maridos a terem em conta o valor da mulher, a  respeitarem-na, a amarem-na e a coabitar com elas em entendimento, pois quaisquer outros relacionamentos prejudicariam a sua vida de oração.

 

                      Ainda hoje isto é verdade e deve ser observado. Os casais devem coabitar em entendimento, concordância e amor autêntico para que as suas vidas de oração não sejam prejudicadas.

                      

                     

 

 

                                                                                                                                                                                                                                                      

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por archote às 07:00

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Agosto de 2010

BENDITO O DEUS QUE NOS GEROU DE NOVO PARA UMA VIVA ESPERANÇA

I Pedro 1:3-12                                       I Pedro 1:3

 

 

                     Há que dobrar os nossos joelhos em agradecimento ao grande Deus e Pai que nos gerou de novo, pela Sua grande misericórdia, para uma viva esperança e para sermos herdeiros de uma herança incorruptível, santa  e imarcescível, guardada nos céus para nós, e já prestes a revelar-se pelo poder de Deus, nestes últimos tempos.

 

                    Alegremo-nos por essa bênção, embora saibamos que ainda temos que passar e sofrer algumas provações e tentações. Pela força da nossa fé, que é muito mais preciosa e valiosa que o ouro que perece, nós venceremos e receberemos das Suas mãos o prémio dos vencedores.

 

                    Por agora, há provações, lutas, tentações, tropeços, que Satanás lança no caminho da nossa peregrinação. É a sua maldita tarefa. Mas, é nosso privilégio revestirmo-nos de toda a armadura de Deus (Efésios 6:10-18), pegarmos na espada do Espírito e lutar contra ele, ao lado do nosso Capitão - Jesus.

 

                  Quando se tornar menos promissora para nós, "lancemos sobre Ele (Jesus) toda a nossa ansiedade, na certeza de que Ele tem cuidado de nós" (I Pedro 5:8).  Fiquemos certos que o diabo e as suas potestades serão derrotados.

 

                   Mantenhamos viva a certeza da vitória (I Pedro 1:9), pois, nesta certeza, venceremos.

 

                   A nossa esperança está firmada em Jesus, que venceu o diabo e a morte quando ressuscitou dos mortos, depois de oferecer a Deus o Seu sangue (Sua vida) pelos nossos pecados. Ele foi vencedor , nós seremos vencedores por Aquele que nos ama.

publicado por archote às 07:28

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 5 de Agosto de 2010

JOSÉ DE ARIMATEIA, O ANJO BOM DO SINÉDRIO

Marcos 15:42-46;  João 19:38-40                                            Marcos 15:43

 

 

                     O Sinédrio era o Supremo Tribunal Judaico, composto por 71 senadores, que decidia sobre a vida ou a morte dos arguidos tidos como criminosos. Na altura de Jesus, dois destes 71, eram cidadãos justos e tementes a Deus -- José de Arimateia e Nicodemos -- os quais não apoiaram a morte  de Jesus.

 

                     No processo que envolve a morte de Jesus, vemos a face hedionda, injusta e vingativa da nossa humanidade -- traição, negação, gritarias (para que se não ouvisse a voz da justiça e da razão). No meio deste panorama triste, Deus revela pequenos focos de luz -- José de Arimateia e Nicodemos -- tudo fazendo para impor a ordem e a justiça.

 

                    Ninguém ouviu a voz da razão, antes, na vozearia do "crucifica-O, crucifica-O", Jesus foi mesmo para a cruz, onde morreu pelos pecados da humanidade. "Pai, nas Tuas mãos entrego o Meu espírito, e, havendo dito isto, inclinou a cabeça e morreu"

 

                   Foi então que José e Nicodemos, corajosamente e cheios de amor a Jesus, foram a Pilatos e pediram o Seu corpo, para o sepultarem dignamente.  Compraram lençóis de linho, ungiram o Seu corpo com unguentos próprios e sepultaram-nO num sepulcro novo de José, onde ainda ninguém tinha sido sepultado (Marcos 5:16-42; João 19:38-40; Lucas 23:49-56).

 

                   Dentro da violência da história da crucificação, há um lampejo da sensibilidade humana para a sepultura de Jesus. O homem pode sempre escolher entre o amor, a justiça, o bem, e a crueldade e violência com que Satanás o marcou.

 

                  José de Arimateia foi a demonstração do que ficou em nós da imagem de Deus com que fomos  agraciados aquando da criação. Que estamos demonstrando em nossa vida?  A violência de um senhor sanguinário ou o amor de Deus que nos quer de volta?

publicado por archote às 07:10

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Agosto de 2010

NA SUA VELHICE... O SEU CORAÇÃO FOI PERVERTIDO

I Reis 11:1-25                                                    I Reis 11:4

 

 

                     Salomão é conhecido como um dos homens mais sábios da antiguidade. Porém, depois de um início brilhante e auspicioso, deixou-se seduzir pela fama, pelas riquezas, pelas conveniências políticas, pelas mulheres idólatras, que lhe perverteram e mudaram o coração, levando-o a seguir outros deuses (I Reis 11:4-5). Chegou a ter 700 mulheres princesas e 300 concubinas, as quais lhe arrasavam a vida, a razão e a alma.

 

                     É difícil compreender como alguém tão sábio, a quem Deus apareceu por duas vezes,  a quem Deus aconselhou tão sabiamente, a quem Deus deu preceitos tão explícitos quanto à vida espiritual e de adoração ao Altíssimo, tenha descido tão baixo e feito coisas tão execráveis aos Seus olhos. Por aqui podemos ver o que o diabo é capaz de fazer a uma pessoa que se esvazia do mal, mas não se enche imediatamente de Deus (Lucas 11:24-26).

 

                     Li, uma vez, uma história de um velho sábio que dizia: - dentro de mim existem dois possantes e dextros lobos. Um quer fazer o mal, o mais terrífico e prejudicial, e o outro quer fazer o bem, o melhor possível. Todos os dias eles lutam aguerridamente dentro de mim. Qual deles irá vencer? O vencedor será, sem dúvida, o que eu alimentar melhor.

 

                    É assim. Dentro do cristão existem duas vontades, a que chamamos do "mau e velho homem" e a que dizemos ser do "novo e regenerado homem". Qual vencerá?... A que for melhor alimentada. A do velho homem, com pensamentos invejosos, odientos, maus, irascíveis, glutões, etc.?  Ou a do novo com os ensinamentos do amor, fé, benignidade, bondade, mansidão, veiculados pela santa e inspirada Palavra de Deus?

publicado por archote às 07:20

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Agosto de 2010

ESFORÇA-TE E SEREI CONTIGO

Josué 1:1-8                                       Josué 1:8

 

 

                     Esta foi a ordem de Deus a Josué: - "esforça-te, faz a obra que Eu te mandei, tem bom ânimo, não pasmes, nem te espantes, e Eu serei contigo por onde quer que andares".

 

                     Ao rei Asa, diante da tarefa medonha de abolir do país a idolatria e acabar com os idólatras, Deus mandou: - "esforçai-vos e não desfaleçam as vossas mãos, porque a vossa obra tem uma recompensa" (II Crónicas 15:7).

 

                    A Paulo Deus disse: - "Fala e não te cales, pois tenho muito povo nesta cidade" (Actos 18:10).

 

                    Tudo tem que ser feito com trabalho afincado, tanto na vida secular, como na Obra do Senhor.

 

                    Conta-se que certo jovem, chamado Tristão, gostava pouco de trabalhar, inventando todos os estratagemas para não "dar o corpo ao manifesto". Um dia fazia-se doente, no outro tinha algo para fazer, noutro simplesmente desaparecia, e lá ia vivendo do esforço dobrado da família. Um dia, ao passear pela charneca para matar o tempo, encontrou uma raposa que, numa armadilha, perdera uma das pernas e ficara com outra bem danificada, impedindo-a de caçar.

 

                   Como é que ela sobrevirá? Interrogou-se o Tristão. Será que os outros animais repartem com ela as suas presas? Não precisou de esperar muito para compreender a estratégia da matreira raposa. Ela estava escondida no mato, esperando pacientemente que o "compadre" lobo terminasse a sua refeição de cordeiro tenrinho, arrebatado ao rebanho que pastava ali perto. Quando o lobo acabou, ela foi alimentar-se com as sobras que ele deixara.

 

                  Ora aqui está uma boa maneira de comer sem trabalhar muito. Deus é bom e sem dúvida vai cuidar de mim como cuida da incapacitada raposa!

 

                   O Tristão esperou, esperou, mas cada vez havia menos gente a deixar sobras aproveitáveis para ele. Então, naquele dia, quando o estômago gritava de fome, pareceu-lhe ouvir uma voz que lhe dizia: - Tristão, "vai ter com a formiga, olha para os seus caminhos, sê sábio" (Prov. 6:6), vai à luta, como o lobo, e come o teu pão, com o esforço do teu trabalho.

 

                   Deus ajuda, mas espera que não nos acomodemos na preguiça, que sejamos sábios, façamos a Obra que Ele nos deu para fazer.

 

                   "Trabalha, esforça-te, tem bom ânimo e Eu te ajudarei", dando-te o pão de cada dia.

publicado por archote às 07:42

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 2 de Agosto de 2010

OUVI A TUA SÚPLICA, QUE FIZESTE PERANTE MIM

I Reis 9:1-5                                                               I Reis 9:3

 

 

                    Deus promete ouvir as nossas súplicas que, com sinceridade, fizermos subir perante a Sua face. Isto é ponto assente - "Ouve, então, Tu, nos céus, assento da Tua habitação e faz conforme a Tua vontade..." (I Reis  8:22-50). "A um coração contrito e quebrantado Tu não desprezarás, ó Deus" (Salmo 51:17).

 

                   Mas, será que Deus ouve todas as orações? Sim. Deus não só ouve, mas responde a todas as orações. As orações feitas segundo a Sua vontade e de acordo com o Seu querer santo Ele ouve e  responde positivamente. As orações egoístas e feitas fora do âmbito da Sua vontade, Ele ouve e responde negativamente.

 

                  No nosso texto de hoje Deus prometeu cuidar do templo e responder às orações que dali fossem dirigidas ao Senhor dos céus, mas sob algumas condições muito específicas:

  • se me ouvirdes com um coração sincero e honesto
  • se obedecerdes sempre aos Meus mandamentos, que não são pesados ( I João 5:3)
  • se orardes e pedirdes segundo a Minha vontade
  • se pedirdes para glória de Deus e não para satisfação dos vossos próprios deleites (Tiago 4:3)
  • se não estiverdes no maligno mas em Deus ( I João 5:19)

                  Orai e Deus responderá positivamente às vossas orações, se orardes segundo a Sua vontade. Ele não se deixa enganar, nem sequer vale apena tentar fazê-lo.

 

                  Deus atende-nos, mas espera que vamos à luta contra Satanás; não nos acomodemos às circunstâncias. Façamos a nossa parte, Deus fará o que não formos capazes de  fazer.

publicado por archote às 07:58

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds