Sábado, 20 de Novembro de 2010

QUÃO BOM É QUE OS IRMÃOS VIVAM EM UNIÃO

Salmo 133                                                         Salmo 133:1

 

 

                     O Salmo 133, bem como os Salmos 134 e 120, é um hino que era entoado quando os israelitas rumavam para o lugar onde estava a Arca da Aliança e, mais tarde, quando peregrinavam para as festas que se realizavam em Jerusalém.

 

                     Naqueles tempos de peregrinação, era bom e salutar que todos estivessem em união, não só porque o objectivo era adorar e servir a Deus, mas também porque havia tarefas em que era preciso cooperação para serem realizadas. Era o caso do cuidado com as crianças que iam pela primeira vez à festa (Ler Lucas 2:43-46) e o caso da vigilância, por causa dos ladrões e dos inimigos que se podiam aproveitar dos descuidos, contendas, falta de união,  para atacarem. Era preciso ser um por todos e todos por um, porque o que nós podemos fazer Deus não faz.

 

                    "Oh quão bom e quão suave é que os irmãos vivam e estejam em união". A união faz a força. A união é agradável aos olhos de Deus, tanto no passado como hoje, no meio das Igrejas de Cristo. É preciso que as Igrejas vivam em união de louvor e em paz para fazerem a Obra (Actos 9:31).

 

                     Oh Deus, concede-nos que sejamos um corpo saudável, alimentado só por Ti e que "contendas, malícias, longe de nós vão..." (ver hino  C.C. 381 - 1ª estrofe). Não gastemos o nosso tempo com desavenças, discussões de genealogias e coisas que não sabemos, mas vivamos remindo o tempo, porque os dias são maus.

 

                     Fortaleçamos os nossos laços de fraternidade, ajudando-nos uns aos outros e praticando o bem na pessoa do nosso próximo. Nesta união de propósitos, de trabalho e de vida cristã teremos maiores bênçãos para nós, e que também podem atingir muitos outros.

 

                     Unidos seremos mais fortes!

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 19 de Novembro de 2010

DEUS NUNCA FOI VISTO POR ALGUÉM

João 1:15-23                                                   João 1:18

 

 

                    Deus é Espírito e não poderá ser visto pelos nossos olhos físicos. Ele habita na luz inacessível e nenhum humano O viu ou poderá ver (I Timóteo 6:16).

 

                    No entanto, embora não O possamos ver fisicamente, Deus Se fez revelar através do Seu Filho Unigénito, que, sendo Deus, Se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade. Jesus mostrou os Seus atributos, o Seu poder, a Sua sabedoria, a Sua justiça e o Seu amor infinitos. Jesus é o Verbo que se fez carne, é Criador, é Deus connosco, para que melhor O compreendamos, amemos e sirvamos.

 

                   Em Jesus nós vemos Deus revelado em toda a Sua plenitude. Jesus é Deus acessível a todos os homens e pronto para salvar a todos quantos creiam  que ELE É . Sim, Jesus é o "EU SOU" (João 8:58), o mesmo "EU SOU" que enviou Moisés ao Egipto, para tirar o povo da escravidão faraónica, veio na pessoa de Jesus buscar e salvar a todos que estavam nas garras da escravidão diabólica.

 

                   Assim, não precisamos ver a Deus com os olhos da nossa carne, mas tão somente receber a Jesus, verdadeiro Deus, Todo Poderoso, verdadeiro e perfeito homem, sem pecado, pois a Palavra diz que "a todos quantos O receberam deu-lhes  o poder de serem feitos filhos de Deus", por crerem no Seu Nome, "o Nome que é sobre todo o nome" (João 1:12; Actos 4:12; Filipenses 2:8-10).

publicado por archote às 07:13

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

MORREU TAMBÉM O RICO E FOI SEPULTADO

Lucas 16:19-31                                        Lucas 16:22

 

 

                     "Aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo" (Hebreus 9:27). Nesta lógica, morreram as duas personagens principais desta parábola. Morreu o mendigo Lázaro e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; morreu também o rico e foi sepultado.

 

                     É interessante notar a linguagem usada para cada um. Acerca do rico diz-nos que foi sepultado. Possivelmente teve um grandioso funeral, acompanhado de muitos magnatas da cidade, marcha fúnebre, urna de madeira bonita e cara, colocado num sepulcro de mármore ou outros materiais raros e especiais. Quanto ao mendigo, que também morreu, não nos diz nada acerca do seu sepultamento. Não foi importante para ninguém, não teria tido acompanhantes, seu corpo teria sido lançado na "vala comum", ou talvez nem isso, apenas foi deixado aos cuidados dos necrófagos.

 

                     No entanto, e num outro aspecto, o espiritual, o texto diz-nos que o mendigo foi levado pelos anjos para o seio de Abraão, lugar de bênção, de alegria, de banquete espiritual; o rico, porém, acordou no Hades (lugar de mortos) em tremendo sofrimento. Hades não significa inferno, mas lugar de mortos e, neste caso, de mortos conscientes dos seus pecados e em terríveis tormentos.

 

                     Para além desta vida, depois da morte física, há o Hades para onde vão todos : - os ímpios para o sofrimento;os salvos, crentes na eficácia do sacrifício de Jesus, para o Hades, seio de Abraão, em pleno gozo, como que em antecipação do céu.

 

                    Na vida além da morte física há sofrimento e gozo. Qual é a parte que escolheste? A do rico, que só pensou em si próprio e não se preparou, ou a de Lázaro, que escolheu pensar e preparar-se para o além?

publicado por archote às 07:29

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 17 de Novembro de 2010

QUE HEI DE FAZER PARA ME SALVAR?

Actos 16:28-34                                             Actos 16:30

 

 

                    Esta foi a pergunta do carcereiro de Filipos a Paulo e a Silas -- "Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar?" O carcereiro, atónito perante o milagre acontecido e perante a calma dos servos de Deus, julgava mesmo impossível ser salvo. Contudo, os enviados do Senhor demonstraram que era a coisa mais fácil do mundo alguém ser salvo.

 

                   Jesus, o Filho de Deus, já tinha pago o preço total da salvação dos homens perdidos. Agora, bastava crer n'Ele e na Sua Obra na cruz. Eles responderam ao carcereiro: - "crê no Senhor  Jesus Cristo e serás salvo".

 

                  Salvação do pecado e vida eterna feliz são ofertas graciosas de Jesus para todo o ser humano, sem excepção, desde que abra o seu coração para a fé. Nós não nos podemos salvar a nós próprios, já que estamos mortos em ofensas e pecados. Mas Deus pode  -   "porque pela graça sois salvos, por meio da fé; isto não vem de vós, é dom de Deus. Também não vem das obras, para que ninguém se glorie, mas é dom de Deus" (Efésios 2:8-9).

 

                  A porta para o céu já está aberta por Jesus e ninguém pode fechá-la  --  "Eu sou a porta, se alguém entrar por Mim salvar-se-á; entrará e sairá e achará abundância" (João 10:9). Agora, neste tempo da graça de Deus, "invoca o Nome de Jesus e serás salvo" (Romanos 10:13).

 

                  Podes entrar pela Porta (Jesus) que ainda está aberta e dessedentar-te com a Água viva (João 4:14), alimentar-te com o Pão que desceu do céu (João 6:51), ser protegido pelo bom Pastor (João 10:11). Só precisas crer, entrar pela porta estreita e andar no caminho que leva ao Pai (João 14:6).

 

                  Mas, repara bem,  "aquele que crê no Filho, Jesus, tem a vida eterna, mas aquele que não crê não verá a vida e a ira de Deus sobre ele permanece" (João 3:36).

publicado por archote às 06:59

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 16 de Novembro de 2010

MELHOR É PARA MIM A LEI DA TUA BOCA QUE INÚMERAS RIQUEZAS DE PRATA OU OURO

Salmo 119:65-72                                                  Salmo 119:72

 

 

                     "A Lei do Senhor é perfeita e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel e dá sabedoria aos símplices; os preceitos do Senhor são rectos e alegram o coração; os mandamentos do Senhor são puros e iluminam os olhos; os preceitos do Senhor são mais desejáveis do que o ouro fino e mais doces que o mel... (Salmo 19:8-10). "A Lei da Tua boca (Senhor) é melhor do que inúmeras riquezas em prata ou ouro" (Salmo 119:72).

 

                     Os tesouros da Palavra são incomparáveis e inesgostáveis. Basta que os procuremos com afinco e sinceridade e cedo os encontraremos. Lembra-te que aquele que busca encontra; o que pede recebe.

 

                     Buscai na Palavra e encontrareis tesouros muito mais valiosos que a prata ou o ouro.

 

                    Conta-se que um casal, a braços com uma inesperada dívida,  se viu confrontado com a dureza de uma penhora judicial. Depois de penhorado o casebre em que vivia com seus filhos, o oficial de justiça, achando insuficiente, entrou na humilde casa e penhorou a cama do casal, o fio de ouro que a esposa tinha ao pescoço, com a medalha comemorativa do casamento, e até a velha arca onde guardavam as mantas de inverno e algumas outras velharias, lembranças de família.

 

                    Nesse conjunto de reminiscências encontrava-se um velho e amarelecido maço de cartas enviadas de França, e outros países, onde o avô da esposa tinha estado ao serviço do exército português. O meirinho, que também era coleccionador de selos, ao ver alguns dos que ali estavam, disse: - Não precisamos de mais nada, e ainda podem ficar com a casa e os móveis, pois só alguns destes velhos selos chegam e sobram para pagar a dívida.

 

                    Que alegria foi para toda a família o aparecimento deste tão grande tesouro, no meio de tantas velharias.

 

                    Naquela arca, além dos selos valiosos, o casol encontrou também uma velha Bíblia, onde sobressaía à vista uma marca no Salmo 103:2, que diz : - "Bendize, ó minha alma, ao Senhor e tudo que há em mim bendiga o Seu Santo Nome... Bendize ao Senhor e não te esqueças de nenhum dos Seus benefícios (Salmo 103:1-3).

 

                    Este casal encontrou os selos, que saldaram a sua dívida perante os credores, mas encontrou também os preceitos do Senhor, que lhes ensinou o caminho da salvação (João 14:6; Actos 4:12).

 

 

                      

publicado por archote às 07:28

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Novembro de 2010

A PALAVRA DA CRUZ É LOUCURA PARA OS QUE PERECEM...

I Coríntios 1:17-19                                               I Coríntios 1:18

 

 

                     "Cristo Jesus enviou-me... para evangelizar, não em sabedoria de palavras, para que a cruz de Cristo se não faça vã, já que a Palavra da cruz é loucura para os que perecem, mas para nós, os que fomos salvos, é poder de Deus.

 

                     O que é a cruz para ti? Escândalo, loucura, ridículo, ou poder de Deus para salvação de todo aquele que crê? Os judeus achavam que era um escândalo, pois está escrito "maldito todo aquele que for pendurado no madeiro" (Gálatas 3:13); os gregos entendiam que era uma loucura; mas nós, os que fomos salvos, cremos que é poder de Deus. Mas, tu, que estás a fazer do Cristo crucificado?

 

                     Não vos esqueçais que a loucura de Deus é mais sábia do que a sabedoria dos homens; que a fraqueza de Deus é mais forte que toda a fortaleza dos homens; por isso, irmãos, não sejais sábios segundo a carne, nem poderosos segundo a "bitola do poder dos homens", mas fortes em Cristo. Só Nele seremos verdadeiramente vitoriosos.

 

                    Deus escolheu as coisas fracas e desprezíveis (segundo o mundo) para confundir as fortes e as aniquilar totalmente.

 

                   Lembrai-vos, vós não sois deste mundo, mas sois de Cristo, que vos comprou por bom preço, fazendo-Se maldição aos olhos dos homens, mas sabedoria, justiça, santificação e redenção para que obtenhais a bênção e a glória de estar habilitados para o Reino.

 

                     A Palavra da cruz é, para nós, bênção e salvação maravilhosa, que excede todo o entendimento.

publicado por archote às 07:45

link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Novembro de 2010

EM TUDO DAI GRAÇAS, ORAI SEM CESSAR, REGOZIJAI-VOS SEMPRE

I Tessalonicenses 5:12-23                                        I Tessalonicenses 5:16-18

 

 

                    O contexto deste texto apresenta-nos uma série de exortações para as quais bem faríamos estar atentos.

 

                    Vede que bênção --  alegrai-vos sempre; orai sempre; dai graças sempre; tende paz entre vós sempre; tende sempre grande estima e amor pelos que trabalham entre vós!

 

                    Se isto acontecesse, teriam disposição para examinar as Escrituras e reter o bem; não desprezariam as profecias, mas estariam atentos à sua mensagem; viveriam no Espírito, longe até da aparência do mal.

 

                    É assim que devem viver os santos de Jesus, na plenitude do Espírito, sempre alegres, sabendo que todas as coisas contribuem juntamente para o bem dos que amam a Deus, dando-Lhe graças por tudo o que vem d'Ele e orando,  louvando e salmodiando ao Senhor pelo que Ele é e pelo que Ele tem feito nas nossas vidas.

 

                    Não podemos compreender crentes macambúzios, sempre tristes, resingões, insatisfeitos com o que Deus lhes dá. O santo é feliz porque vive o presente de salvo e não teme o futuro, porque o futuro pertence a Deus que, no final, é o nosso Deus.

 

                    Em tudo dai graças, não pagando a outrem mal com o mal, mas seguindo sempre o bem, pois isso dar-nos-á um índice de satisfação e alegria ímpar.

publicado por archote às 07:20

link do post | comentar | favorito
Sábado, 13 de Novembro de 2010

CADA UM DARÁ CONTAS DE SI MESMO A DEUS

Romanos 14:11-12                                      Romanos 14:12

 

 

                    Esta é uma verdade impossível de contornar. Todos teremos que dar contas a Deus. Não importa o que cremos, esta é a verdade de Deus. Pode demorar mais ou menos tempo; podemos crer ou não crer; podemos estar à espera ou não. Quando Deus quiser, será.

 

                    Mediante isto, queremos dizer-te: - prepara-te para te encontrares com Deus. Pode ser hoje, amanhã ou daqui por alguns anos, mas acontecerá. E, que contas vais tu dar a Deus? Que fizeste à Obra de Jesus, chamado o Cristo? Viveste segundo os divinos ensinos de Deus ou segundo a mentira diabólica? Arrependeste-te e abandonaste teus pecados ou viveste engalfinhado neles?

 

                    Diante do tribunal de Deus não podes arranjar desculpas. Ou creste ou permaneceste nos teus pecados e impiedade. Só há um Advogado habilitado para te defender, mas, para isso, precisas de O contactar nesta vida. Depois será demasiado tarde. Aqui, e pela justiça da terra, muitos crimes ficam impunes, mas não será assim no tribunal de Deus. Ali, quem transgride paga.

 

                    As leis humanas são imperfeitas, têm escapatórias diversas, mas as leis de Deus são inflexíveis. Por isso, pode-se escapar às primeiras, mas não às segundas. Todas as coisas estão descobertas e nuas diante de Deus (Hebreus 4:13). Ele sabe das nossas transgressões.

 

                    Contudo, Deus não nos destinou para a ira, mas para termos a salvação por Jesus (I Tessalonicenses 5:9). Por isso, todas as nossas falhas estão a coberto pelo sangue da cruz, sendo uma tremenda insensatez recusar a salvação que o Senhor nos oferece.

publicado por archote às 07:03

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 12 de Novembro de 2010

TEMOS PAZ COM DEUS POR JESUS CRISTO

Romanos 5:1-8                                      Romanos 5:1

 

 

                     Nestes dias, conturbados pelas guerrilhas, disputas, invejas e ambições desmedidas, nada mais doce do que saber que, crendo em Jesus, somos justificados pela fé e temos paz com Deus por nosso Senhor Jesus Cristo. Que consolação, pois, ter paz com Deus é ter  paz com o próximo e paz connosco mesmos!

 

                     Li, algures, uma história de um chefe de família que, depois de  assinado o armistício da grande guerra mundial, passeava com seu filhinho de 6 anos pelas ruas de uma grande cidade norte-americana. Era noite e a grande maioria das janelas das casas tinham uma ou duas pequenas lâmpadas dependuradas. A criança perguntou a razão daquelas pequenas velas acesas por detrás dos vidros e o pai respondeu: - meu filho, aquelas luzes indicam-nos que, naquelas casas, se sofre com a morte de um ou mais soldados naquela grande guerra.

 

                      A criança começou a contar: - um, dois, três... dez... vinte... e, de repente, ele viu uma estrela cadente, que cortou o céu rapidamente. Papá, papá, olha aquela grande estrela no céu. Será que Deus também perdeu o Seu Filho na guerra?...

 

                      Comovido, o pai apertou a mãozinha da criança e disse: - Sim, meu filho. Deus também deu o Seu Único Filho para a nossa salvação. Deus sabia que era preciso paz e libertação na terra, por isso, deu o Seu Filho para morrer pelos nossos pecados. Assim como aqueles soldados morreram nos campos de batalha para que tivéssemos paz, assim Deus deu o Seu Filho para que fôssemos salvos do maligno e tivéssemos o caminho aberto para o céu.

 

                      "Deus prova o Seu amor para connosco em que Cristo morreu por nós, quando nós ainda éramos pecadores", Seus inimigos (Romanos 5:8).

 

                       Tu, meu amigo que lês esta reflexão, já tens a paz com Deus por Cristo Jesus ou ainda vives nas trevas do pecado, guerreando ao lado de Satanás?

publicado por archote às 07:11

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Novembro de 2010

O CORAÇÃO DO SÁBIO DISCERNIRÁ O TEMPO

Eclesiastes 8:5

 

 

                    O tempo é uma das coisas mais importantes que Deus nos dá e, no entanto, tantos de nós o malbaratam. Há uma má mordomia deste bem precioso e, por isso, tantas vezes ouvimos a queixa -- não tenho tempo;  o tempo não me chega para nada.

 

                    Deus concede-nos tempo para tudo quanto é bom (Eclesiastes 3:1-8), mas nós o desperdiçamos com coisas mesquinhas, maledicências, promoção de guerrilhas e guerras sanguinolentas. Porque não nos entregamos à prática do bem? Porque não buscamos a Deus para servi-lO, honrá-lO e glorificá-lO?

 

                    Tenhamos em conta que o tempo passa e nunca mais volta. É um bem que, quando se perde, não tem recuperação, por isso, tenhamos parcimónia no seu uso. Semeemos a semente do bem enquanto temos tempo; busquemos a Deus enquanto se pode achar. Agora é tempo de buscar ao Senhor (Oseias 10:12), até que venha e chova a justiça sobre nós.

 

                    Conheci um homem que se dizia cristão, mas que nunca tinha tempo para Cristo. Sempre me dizia: tenho que ir para a horta, tenho os animais para tratar, tenho as rendas para receber, etc.. Um dia este homem foi encontrado morto junto da sua escada de serviço. Escorregou, bateu com a cabeça num degrau e logo se encontrou com a eternidade!

 

                    Sede sábios no uso do tempo, aproveitando-o bem.

 

                   Não desperdicemos o tempo que Deus nos dá. Especialmente, usemo-lo para nos encontrarmos com Deus e viver uma vida agradável aos Seus olhos. Quando nos chamar iremos receber o galardão do trabalho que tivermos feito para Ele.

 

                   Agora é tempo de buscar e servir a Deus, amanhã pode ser tarde.

publicado por archote às 07:08

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds