Quarta-feira, 20 de Abril de 2011

UMA POBRE VIÚVA DEU, PARA A ARCA DO TESOURO, DOIS CENTAVOS

Marcos 12:41-44                                           Marcos 12:42

 

 

Este episódio da viúva pobre também teve lugar na terça feira da semana santa e mereceu o elogio do Senhor Jesus, pois, tendo dado tão pouco, apenas dois centavos, deu mais do que todos os outros que contribuíram naquele dia. Possivelmente houve quem tivesse dado moedas de ouro ou de prata, mas aquela mulher, dando as mais insignificantes moedas do sistema, deu mais do que eles, porque ele deu tudo quanto tinha.

 

Naturalmente Deus não olha tanto à quantia que nós damos para o Seu trabalho, mas olha à fidelidade com que damos. A mulher descrita no texto deu do que lhe fazia falta para o seu sustento, enquanto outros deram daquilo que lhes sobrava. Uma deu tudo, os outros deram os restos, as sobras, que lhes não faziam falta.

 

Jesus louvou esta mulher pelo que deu para o Senhor e pela sua forma humilde de dar. Deu o que tinha, sem ostensão, não para ser vista, mas com fidelidade e para se sentir bem consigo própria e para com Deus. Não é preciso dar muito, mas é preciso dar com amor, fidelidade e cumprimento do nosso privilégio de dar a Deus o que é de Deus e aos homens o que é dos homens.

 

Como é que nós nos sentimos quando contribuímos para a Obra do Senhor? Felizes? Com o sentimento do nosso dever cumprido? Com a ideia de que o que demos nos vai fazer falta? Ou com a certeza de que Deus proverá sempre tudo o que precisarmos nas nossas vidas?

 

A minha experiência de mais de sessenta anos a procurar ser fiel a Deus é que Ele é FIDELÍSSIMO e nos dá sempre cem vezes mais do que o que nós damos.

 

Vinde e experimentai hoje a fidelidade do Senhor, nosso Deus, e vereis que Ele vos abrirá as janelas do céu a fará da vossa vida um jardim regado.

publicado por archote às 07:25

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Abril de 2011

MESTRE, QUAL É O GRANDE MANDAMENTO DA LEI?

Mateus 22:34-40                                               Mateus 22:36

 

 

Entre as muitas perguntas especulativas feitas a Jesus encontramos esta: - "Mestre, qual é o grande mandamento da Lei?" No que concerne aos mandamentos da Lei, não há grandes nem pequenos mandamentos. Todos os mandamentos são grandes e de muita importância. Daí a resposta que Jesus deu, resumindo todos os mandamentos ao amor --  "amarás o Senhor teu Deus de todo o coração, alma e entendimento e amarás o próximo como a ti mesmo".

 

Esta questão foi posta a Jesus na terça feira da semana chamada santa, que foi um dos dias mais movimentados do ministério do Senhor Jesus. Acopla tudo o que está escrito desde Mateus 21:18 até Mateus 25:46. Foi uma longa maratona, começada com a maldição da figueira, parábola dos dois filhos, dos lavradores maus, das bodas, questões sobre o divórcio, do tributo, da ressurreição, do grande mandamento, até ao maravilhoso e enigmático sermão profético.

 

Nesta  resposta ao doutor da Lei, Jesus põe a claro os nossos deveres e responsabilidades para com Deus e para com os homens --  amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a nós mesmos. Se fizermos isto estamos a cumprir toda a Lei.

 

O amor é o segredo, a chave da obediência aos preceitos divinos. Ninguém serve com tanta fidelidade como aquele que AMA DE CORAÇÃO.

 

Como adquiriremos este amor para com Deus? A fé em Cristo leva-nos ao conhecimento do amor de Deus. Pela fé nós saberemos que Ele nos ama, e nós O amaremos porque Ele nos amou primeiro. Recebendo a Jesus pela fé, seremos regenerados (novamente nascidos) pelo poder do Espírito Santo e, então, teremos em nós o fruto do Espírito - o AMOR.

 

Nesta terça feira santa aproximemo-nos da vida de amor que houve em Cristo, que deixou Seu lar lá na glória e veio morrer pelos nossos pecados. Sigamos o Seu exemplo, amando como Ele ama, e amemos nós também a Deus de todo o coração e o próximo como a nós mesmos.

 

O amor cobre uma multidão de pecados e aproxima-nos de Deus.

publicado por archote às 07:25

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Abril de 2011

MESMO QUE SEJA EU A SER OFERECIDO POR LIBAÇÃO SOBRE O SACRIFÍCIO... ALEGRO-ME COM TODOS

Filipenses 2:16-18                                          Filipenses 2:17

 

 

Entramos na semana em que Jesus Se ofereceu a Si mesmo, em sacrifício vivo, para lavar e purificar os nossos pecados. É preciso revestirmo-nos do sentimento de gratidão e louvor a Deus, que nos deu Jesus.

 

Jesus deu-Se a Si mesmo por nós. Será que nós estamos dispostos a nos oferecermos para serviço dos fiéis, para ajudar no crescimento da sua fé? Estamos disponíveis para Deus ou recusamo-nos a servir os irmãos na fé? Paulo estava pronto para que Deus o usasse por libação sobre o sacrifício e serviço da fé dos irmãos. E nós, qual é a nossa disposição? Queremos escolher o nosso caminho ou queremos deixar que Deus escolha por nós? Queremos dispor da nossa vida ou deixar que Deus disponha dela?

 

Uma coisa é seguirmos a nossa rota com heroísmo e devoção, outra é seguir a rota traçada por Deus, que pode passar pela aniquilação do nosso "eu", pelo ser pisado pelos outros, ser humilhado e perseguido, por amor do crescimento dos irmãos. Isto é difícil, mas é agradável a Deus.

 

Estamos prontos a ser "nada" para que Cristo seja "tudo" em nós? "Vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim". Estamos prontos a deixarmo-nos gastar pelos perdidos?  Não a ser servidos, mas a servir, a morrer como uma vela  que morre brilhando e iluminando o caminho das trevas?

 

Há quem pense que só deve fazer os trabalhos que dão prestígio e que são apreciados pelos outros. Nós, os salvos, devemos mortificar-nos a nós mesmos e fazer os trabalhos que ninguém quer fazer, mas que Deus quer que façamos. A recompensa será dada pelo Justo Juiz que, a Seu tempo, nos dirá: - " Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre o muito te colocarei.  Entra no gozo do teu Senhor".

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 17 de Abril de 2011

BENDITO O REI QUE VEM...

Lucas 19:27-44                                          Lucas 19:38

 

 

Estes versículos descrevem a entrada triunfal de Jesus, o Rei de Israel, na cidade santa de Jerusalém. Este evento é de tal maneira importante que todos os evangelistas (Mateus, Marcos, Lucas e João) o descrevem, com maior ou menor minúcia.

 

Há alguma coisa de extraordinário neste episódio da vida de Jesus, pois Ele, que sempre foi esquivo a manifestações públicas, desta vez não só o permite como parece que até lhe dá a Sua completa aprovação, tendo mesmo predito onde deveriam ir buscar o jumentinho e os demais acontecimentos que se seguiriam.

 

Jesus cooperou para o cumprimento da profecia de Zacarias 9:9, que diz: - "Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém, pois o teu Rei virá a ti, Justo, Salvador, pobre e montado sobre um jumentinho, filho de jumenta..." De facto, nada faltou no cumprimento da profecia. Ele chegou Justo (não houve ninguém que O pudesse acusar de pecado algum -- nem a religião instituída, nem as forças políticas vigentes, nem mesmo as massas heterogéneas), Salvador, pobre e montado num jumentinho.

 

Pensamos que a razão porque Ele permitiu esta manifestação pública, além do cumprimento da profecia, foi o facto de Ele saber que o fim da Sua missão estava próximo e que era preciso que o Seu sacrifício fosse público, conhecido de todos. Não era mais preciso que ficasse na penumbra, mas, pelo contrário, era preciso dar publicidade e solenidade à Sua entrada como Rei, em Jerusalém, a cidade onde seria sacrificado pelo mundo perdido.

 

Era preciso que todos soubessem que estavam a crucificar o Rei de Israel, desprezado e ridicularizado, mas, contudo, o Rei, o Profeta e também o Sacerdote que a Si mesmo Se oferecia, como vítima perfeita e capacitada para a salvação do mundo. Nele se  cumpriam as profecias do Antigo Testamento.

 

Os judeus, embora O aplaudissem e glorificassem com os "hosanas" dos seus lábios, tinham os seus corações longe d'Ele, porque os seus olhos estavam fechados para a realidade do momento.

 

Jesus foi o Rei enviado dos céus para reinar sobre o Seu povo. Foi rejeitado quando diante de Pilatos eles pediram: - "solta-nos Barrabás e a este crucifica-O... crucifica-O e o Seu sangue caia sobre as nossas cabeças". Esta rejeição já custou muito sofrimento à descendência de David; ainda está a sofrer e sofrerá muito mais por causa disto. Contudo, isto não renega a grande verdade de que só Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai e que toda a língua O confessará e todo o joelho se dobrará diante d'Ele em adoração.

 

Bendito o Rei que vem em Nome do Senhor! Glória nas alturas!

publicado por archote às 07:19

link do post | comentar | favorito
Sábado, 16 de Abril de 2011

PELOS SEUS FRUTOS OS CONHECEREIS

Mateus  7:15-20                                         Mateus 7:16

 

 

Estes ensinos do Senhor Jesus alertam-nos para a necessidade de darmos bom testemunho, como escolhidos e salvos que somos. Infelizmente, nem sempre estamos atentos e envergonhamos o Nome Santo de Jesus com as nossas vidas de pecado. Há mesmo muitos "crentes" que têm uma vida dupla  --  a vida de santos, quando vestem o fato de ir à igreja, e a vida secular, quando, despido o fato domingueiro,  envergam a "fatiota" dos crentes mornos e de mau testemunho.

 

Bom testemunho não quer dizer vida de fanático, nem de religiosidade exterior, mas significa praticar, com honestidade e verdade,  os ensinamentos bíblicos. Sem exageros, sem demonstrações públicas, sem muitas palavras, mas muitas obras, ou seja, mostrar na nossa vida os frutos do Espírito --  amor, gozo, paz. benignidade, mansidão, fé, temperança.

 

Conta-se que, um dia, há muitos e muitos anos, um certo comerciante, tendo necessidade de transferir algumas preciosidades para uma distante cidade, tomou consigo o seu sobrinho e lá foram eles por montes e vales. Quando chegou a noite, encontraram uma humilde casa de lenhadores e pediram que os deixassem pernoitar ali.

 

O idoso casal de bom grado lhes cedeu o seu próprio quarto, tendo-se disposto a ficar na velha tarimba da cozinha.

 

Os viajantes combinaram descansar por turnos, para que um ficasse sempre de vigia, dado o tesouro que transportavam. No render do primeiro turno, o tio disse para o sobrinho: - "Não vale a pena vigiar. Aqui, estamos em segurança, pois vi pelo buraco da fechadura que os velhotes, antes de se deitarem, leram um capítulo da Bíblia e oraram pedindo a protecção de Deus para nós, os seus hóspedes.

 

Isto é dar bom testemunho, pois, se o tio, em vez de ter visto ler a Bíblia e ouvir orar, tivesse visto uma caçadeira e ouvido de um plano de roubo, seria bem diferente.

 

Não vistamos a capa de santos, mas sejamos santos, como é santo nosso Pai que está nos céus.

publicado por archote às 07:40

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 15 de Abril de 2011

LANÇA O TEU PÃO SOBRE AS ÁGUAS... DEPOIS DE MUITOS DIAS, O COLHERÁS

Eclesiastes 11:1-4                                             Eclesiastes 11:1

 

 

Estas palavras do sábio Salomão são um desafio à fé. Segundo elas, o semeador deveria lançar a semente do seu trigo nas impetuosas correntes do Nilo, que as iria depositar numa terra pronta para produzir.

 

Podia não ser aquele semeador a colher as maravilhosas "messes", mas isso pouco importava. A semente seria depositada algures, nasceria, cresceria e, a seu tempo, produziria para alguém colher.

 

É assim com a Palavra de Deus, que os santos devem semear em suor e lágrimas, na certeza de que alguém irá beneficiar dela. Uma coisa é certa, "lança o teu pão sobre as águas" e essa semente não deixará de produzir, ainda que seja uma só alma, que é bem valiosa para Deus -- vale mais que o mundo inteiro.

 

Alguém colocou o Evangelho de João num frasco vazio. Tapando-o e isolando-o convenientemente, lançou-o no mar Mediterrâneo. Depois de boiar dias e dias, percorrer centenas de quilómetros, o frasco parou numa praia da Albânia, onde foi encontrado por um homem que estava para pôr fim à vida, por afogamento. Quando ele lia João 11:25-27, abriu o seu coração para Jesus, creu n'Ele e acabou por se tornar um missionário ao seu povo oprimido pela ideologia comunista. Muitos creram em Jesus por meio da mensagem que ele recebeu, vinda das águas.

 

Vale sempre a pena! "Lança a tua semente sobre as águas, pois, depois de muitos dias, a acharás".

publicado por archote às 07:23

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Abril de 2011

ESTOU HÁ TANTO TEMPO CONVOSCO E AINDA NÃO ME CONHECEIS?...

João 14:1-9                                          João 14:9

 

 

Estas palavras do Mestre aos Seus discípulos não são uma censura, nem exprimem uma surpresa para Jesus; são, pelo contrário, um incentivo a Filipe e aos demais apóstolos para que reflectissem e se chegassem mais para o âmbito de influência do grande Rabi.

 

Não é fácil conhecer Jesus intimamente. É sempre possível conhecer mais e mais de Cristo, mais do Seu amor, do Seu poder, da Sua bondade e da paz doce do Seu coração. Ele é Deus, fonte inesgotável de tudo o que é bom, portanto, devemos querer mais e mais da Sua vida, do Seu Espírito; devemos querer ser mais como Ele para reflectir ao mundo o Seu amor.

 

Antes do Pentecostes, os discípulos conheciam Jesus como Aquele que lhes dera o poder de expulsar os demónios e curar os doentes. Era um excelente nível de conhecimento de Jesus. Mas agora, nas "mãos" do Espírito Santo, tinham que partir para um nível mais elevado! "Eu vos chamei amigos". A verdadeira amizade é cada vez mais rara neste mundo, mas ela tem que existir entre os irmãos, bem visível,  para que todos glorifiquem o Pai. Essa situação advém-nos de conhecermos melhor e mais intimamente a Jesus.

 

"Convém que Eu vá para o Pai", para que possais  subir de patamar no conhecimento de Cristo. Jesus já foi. E nós? Subimos para outro piso superior ou desprezamos o dom do Espírito que nos foi concedido? É uma grande alegria para Jesus ver que os Seus discípulos crescem no conhecimento da "PALAVRA" e que mantêm uma íntima e perfeita união com Ele (João 15:1-4).

 

Quando nos tornarmos íntimos de Jesus nunca mais nos sentiremos sós. Ele, que é a nossa paz, está connosco para acalmar os nossos corações em todas as situações.

 

Qual o teu grau de comunhão com Jesus? É como a união das varas na videira ou como varas secas fora da "união" à videira verdadeira? "Estai em Mim e Eu em vós, para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça e as vossas preces sejam ouvidas" (João 15:16).

publicado por archote às 08:33

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 13 de Abril de 2011

BENDITO SEJA O DEUS E PAI... QUE NOS GEROU DE NOVO PARA UMA VIVA ESPERANÇA

I Pedro 1:1-5                                                   I Pedro 1:3

 

 

Existe dentro de cada um de nós um natural desejo de sobrevivência, de vida para sempre. É natural. Nós fomos criados à imagem e semelhança de Deus, que é eterno. Ele insuflou em nós o fôlego da vida e, se não fora a nossa desobediência ao Criador, a nossa ânsia de vida seria desnecessária.

 

Pecámos, morremos em delitos e pecados e, por isso, ficámos separados e longe de Deus. Para o homem, se não fora o insondável amor de Deus que, ainda antes da fundação do mundo, preparou uma tão maravilhosa salvação, o problema estava arrumado, melhor, a guerra estava perdida. Mas, "bendito seja Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a Sua grande misericórdia, nos gerou de novo, para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus de entre os mortos"! Em Cristo podemos ter vida e vida abundante, porque Ele nos resgatou da maldição do pecado, oferecendo-se Ele mesmo por nós.

 

Estamos a chegar à Páscoa. A Páscoa fala-nos da morte do Cordeiro, do sangue derramado, da libertação para uma nova vida. O Cordeiro foi morto, mas ressuscitou para nos proporcionar salvação. Essa vida que ansiávamos é nos dada como herança em Cristo. Fomos gerados de novo para auferirmos essa herança.

 

Este é um tempo especial para dobrarmos os nossos joelhos em adoração ao Pai que "nos amou de tal maneira que deu Seu Filho Unigénito para que todo aquele que n'Ele crê não morra, mas tenha a vida eterna". Agradeçamos ao Pai que nos deu Jesus. Agradeçamos a "Jesus (o Filho) que, sendo Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas despojou-se da glória que tinha no céu, tomando a forma de servo, humilhando-se até à morte e morte de cruz". Agradeçamos ao Espírito Santo que nos gerou de novo e nos tem guardado nos Seus santos caminhos.

 

Glorificado seja Deus que nos tirou da morte para a vida, satisfazendo, assim, a nossa grande ansiedade de viver.

publicado por archote às 07:25

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Abril de 2011

NO PRINCÍPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA

Génesis 1:1-21                                             Génesis 1:1

 

 

Não. O Universo não apareceu por acaso, por um "bang" qualquer, nem por um fortuito choque de nebulosas (mesmo assim seria preciso o Criador para as mesmas), nem por qualquer outro sistema apresentado pelos homens.

 

O Universo foi criado por Deus Todo Poderoso, de uma forma ordenada, decisiva.  Do nada veio a luz e da luz veio o dia, os céus, a terra, as galáxias, com suas estrelas de luz, seus sistemas planetários...

 

Sobre tudo isto estava uma mão poderosa e uma mente Omnisciente - DEUS !

 

No princípio criou Deus os céus e a terra... Que harmonia...  que ordem... que qualidade... Luz, céu, mares, terra seca, águias na expansão superior e na expansão inferior, erva verde e erva que dê sementes, grandes luminares nos céus para alumiar a terra, noites e dias em sucessão ininterrupta, peixes nos mares, aves nos céus, toda a sorte de animais na terra e, finalmente, como coroa dessa maravilhosa criação, o homem.macho e fêmea, com a capacidade de se reproduzir e encher a terra.

 

Só um Grande e Poderoso Deus podia fazer do nada tantas e tão maravilhosas coisas. Ele o fez e eis que tudo era muito bom.

 

Adoremos a Deus e glorifiquemos o Seu Nome Santo, porque só Ele é Senhor, Criador e Sustentador dos universos. Adoremos a Deus e demos-Lhe glória, porque Ele nos fez à Sua imagem e semelhança, seres espirituais. Não nos criou "robots", mas espíritos viventes para sempre. Louvemos a Deus pela livre capacidade de escolha com que nos dotou, mesmo sabendo que a íamos usar para o mal.  Louvemos a Deus porque mesmo antes da fundação do mundo preparou, por Si mesmo, uma tão grande salvação para o homem.

 

Prostremo-nos, adoremos e demos-Lhe gória porque só Ele é Senhor, pleno de amor  e de graça salvadora.

publicado por archote às 07:13

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 11 de Abril de 2011

JÁ TENHO OITENTA E CINCO ANOS... MAS DÁ-ME ESTE MONTE QUE O SENHOR FALOU

Josué 14:6-14                                 Josué 14:10-12

 

 

Calebe estava agora com 85 anos, mas não tinha perdido a visão, nem a fé que o Senhor lhe dera, quando tinha 40 anos e foi enviado por Moisés a espiar a terra de Canaã.

 

Há 45 anos atrás, ele e Josué tinham dito: "Subamos, porque o Senhor nos tem dado esta terra" (Números 14:6-9). Era uma visão de grande fé, pois os habitantes de Canaã eram muitos e gigantes, e a suas cidades eram fortificadas, mas Josué e Calebe criam num Deus invencível -- um Deus que tinha derrotado o Faraó do Egipto, que tinha rasgado ao meio o Mar Vermelho, que os tinha alimentado e dessedentado no deserto, e também iria vencer aqueles filhos de Enaque. Para o Deus de Josué e Calebe não havia gigantes. Com Deus, eles venceriam.

 

Eis que agora, passado tanto tempo, Calebe não tinha perdido a fé em Deus. Ele cria que, com 85 anos, faria daquela terra a sua bênção. "Dá-me este monte...", porque a minha força no Senhor é como a de então e eu farei sair daqui estes idólatras e consagrarei ao Senhor esta terra.

 

Deus precisa, hoje, de homens com a visão e a fé de Calebe para desbravar esta terra e levar Cristo aos pecadores e os pecadores a Cristo. Não vai ser fácil, porque os gigantes mandados e comandados por Satanás estão aí, mas "com Cristo somos mais que vencedores". Deus é fiel e não deixará de nos dar mais e mais almas para Ele, pois para isso Ele nos tem enviado ao mundo.

 

Deus é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Tão somente espera que nós Lhe sejamos fiéis e obedientes.

publicado por archote às 07:42

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds