Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2015

ELE ESTÁ ORANDO

Actos 9:11b                                            Actos 9:1-18

 

Saulo, o orgulhoso fariseu, o perseguidor dos cristãos, está prostrado em oração! Que milagre, meu Deus! Como Tu transformas e mudas os corações! Saulo em oração...

 

A oração é mais que palavras.  Oração é atitude de humilhação, arrependimento. Qual seria a oração de Saulo? Pelo perdão dos seus pecados? Por louvor a Deus, que tinha operado nele tão profundamente? Por orientação para a sua nova vida? Certamente por todas estas coisas, pois Saulo já sentia que fora salvo com um propósito - SALVO PARA SERVIR.

 

Quem sabe se aquele momento em que guardou as capas dos assassinos de Estêvão (Actos 7:58) não estava agora a angustiá-lo? Ou a perseguição a todos quantos seguiam a Jesus? Neste momento de contrição e oração, Saulo lançava sobre Jesus todos os seus pecados e tomava consciência da operação salvadora realizada por Jesus na sua vida.

 

Já sentiste o peso dos teus pecados? Já os confessaste a Jesus? Já te arrependeste de todo o mal que tens praticado? Já vives em paz com Deus e contigo mesmo, porque Cristo te salvou? Tens permanecido aos pés de Jesus em oração? Paulo (Saulo) fê-lo, e como Deus o abençoou, fazendo dele um vaso escolhido para anunciar o Nome de Jesus aos homens de todo o mundo - gentios, reis e filhos de Israel (Actos 9:15).

 

Saulo orou e Deus logo ouviu a sua oração. Deus enviou Ananias, Seu servo, para o esclarecer, dar-lhe vista  e para que fosse cheio do Espírito Santo. De perseguidor tornou-se  um perseguido, mas valeu a pena pela garantia do prémio da soberana vocação que há em Cristo Jesus (Filipenses 3:14).

 

Oremos sem cessar, pois este mesmo prémio nos é garantido em Cristo, o nosso Salvador.

publicado por archote às 07:02

link do post | comentar | favorito
Domingo, 11 de Janeiro de 2015

QUE QUERES QUE EU TE FAÇA?

Lucas 18:41                                    Lucas 18:35-43

 

Se Jesus nos fizesse, a nós, esta pergunta, o que é que pediríamos? Senhor, que eu seja muito rico? Senhor, que eu tenha toda a sabedoria do mundo? Senhor, que eu nunca morra?, Senhor, que eu tenha saúde física para viver feliz para sempre?

 

O cego que mendigava às portas de Jericó pediu a Jesus - "Senhor, que eu veja". Antes, ele clamava, com todo o coração, "Jesus, Filho de David, tem misericórdia de mim". Muitos o repreendiam pelo seu clamor. Muitos, não entendendo a sua dor, ordenavam que se calasse, pois o Mestre tinha mais em que pensar e que fazer do que cuidar de um mendigo cego.

 

Não. Não é assim. Para Jesus todos os homens têm o mesmo valor. Ele veio para todos e não para uma casta especial. Por isso, mandou que levassem o cego até junto d'Ele. Jesus chama a Si os aflitos, os contritos de coração, os doentes, para os ajudar. Todos merecem os Seus cuidados especiais, até mesmo eu, pobre e miserável pecador. Havia um impossível para que aquele homem tivesse uma vida digna - era cego.

 

Quando há impossíveis temos que recorrer a Jesus. Ele veio para resolver os nossos impossíveis e tornar-nos felizes. Ele é o Deus dos impossíveis.

 

Talvez na tua vida estejas com problemas de saúde, de falta de emprego, matrimoniais, com os filhos. Vai a Jesus e conta-Lhe o que te aflige e Ele vai ajudar-te. Jesus disse ao cego: - "Vê, a tua fé te salvou!". E logo viu e seguia-O, glorificando a Deus.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Janeiro de 2015

SE QUISER VIR APÓS MIM... TOME A SUA CRUZ E SIGA-ME

Lucas 9:23                                          Lucas 9:23-27

 

Há pouco tempo, visitando uma irmã doente e que tem um filho nos caminhos da droga, chorando, dizia-me: - É esta a cruz que Deus me deu... é o meu calvário!

 

Saí da casa daquela irmã pensando com os "meus botões": - será que Deus nos dá uma cruz assim para O seguirmos? Será que esta é uma boa interpretação das palavras de Jesus? O nosso trabalho pesado será a nossa cruz? Serão as nossas doenças a nossa cruz? Será que a nossa cruz são as adversidades da vida, em virtude da existência do pecado? Será que o desajustamento da vida conjugal, o desvio dos nossos filhos, a morte dos nossos queridos, etc., etc., constituem a cruz que Jesus disse que devíamos tomar para O seguir?

 

Será que Deus distribui "cruzes" aos Seus filhos como o carcereiro distribui castigos aos seus presos? Será  a cruz que Jesus nos mandou carregar um castigo ou uma bênção, um privilégio?

 

Não. Eu não creio que Deus tenha distribuído cruzes, castigos, fardos, lutas e quejandos aos Seus filhos. Tribulações neste mundo em virtude do pecado sim, mas não castigos aos que O servem. A cruz, neste contexto, significa muito mais do que isso. Significa o conjunto de dons abençoados e úteis para a divulgação do plano redentor de Deus. Significa as capacidades que Deus nos deu para sermos uma bênção nas Suas mãos.

 

Carregar a cruz e seguir a Cristo é levar sobre nós a mensagem da salvação para os perdidos. Temos cruzes diferentes uns dos outros, como também somos diferentes uns dos outros. Contudo, somos um em Cristo para levar mais e mais longe a mensagem da cruz.

 

Cada um tem a sua própria tarefa para fazer, dada por Deus. Carreguemo-la com alegria e não como peso dado por Deus. Jesus já levou o nosso castigo.

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Janeiro de 2015

SE ALGUÉM ESTÁ EM CRISTO NOVA CRIATURA É

II Coríntios 5:17                                                 II Coríntios 5:16-19

 

Aquele que está em Cristo tem que ter uma nova vida, longe das coisas velhas que já foram. Tem que viver uma vida transformada por Cristo, de tal maneira que todo o mundo veja nele, não mais o velho homem, mas Cristo.

 

O cristão tem que viver uma vida de salvo. Mas, o que é a salvação? É ter uma vida de tal maneira identificada  com Cristo que todos vejam que estamos aos pés do Mestre. A vida do salvo é uma vida em que tudo mudou e se fez novo - hábitos, pensamentos, vida exterior e interior.

 

Na tua vida nota-se que não és a mesma pessoa, mas uma nova criatura? Ainda anseias as coisas velhas ou suspiras pelas coisas novas em Cristo? Já nasceste de novo? Já estás na família de Deus, por Cristo Jesus? Quando te vem a tentação como reages? Lutas sozinho ou buscas a ajuda e o saber do Espírito Santo?

 

A evidência da nossa salvação tem que ser vista por todos quantos estão de fora. Será que os estranhos descobrem em nós a nossa filiação na família de Deus?

 

Às vezes pergunto-me: - Como é que eu me sinto diante da santidade de Deus? (Isaías 6:1-6). E diante dos parâmetros do amor mencionado e caracterizado em I Coríntios 13? Isso mexe comigo ou não? Leva-me à contrição e à busca de novas experiências com Cristo?

 

Queira o Senhor que sim. Que eu me sinta bem com a nova vida que tenho em Cristo Jesus.

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 8 de Janeiro de 2015

FAZEI TUDO PARA GLÓRIA DE DEUS

I Coríntios 10:31                                          I Coríntios 10:29-31

 

Eis aqui um bom lema para a nossa vida - viver para fazer tudo para glória de Deus. Não é preciso que outras pessoas fiquem admiradas com o que fazemos, mas é preciso que vejam e saibam que queremos fazer tudo para glória de Deus.

 

Tudo o que se desviar deste alvo não é bom, pois fomos "criados para o louvor da Sua glória".  Menos do que viver desta maneira é insuficiente.

 

Em Corinto havia uma celeuma entre os crentes, porque uns achavam que não fazia mal (não era pecado) comer da carne sacrificada aos ídolos e outros achavam que isso era pecado, pois alimentava  a idolatria. A verdade, porém, era aquilo que lhes era imposto pela consciência.  Os que achavam que não era mau, pois poupavam o seu dinheiro para coisas mais úteis, poderiam comer dessa carne, dando, por isso, graças a Deus. Os que achavam que era mau, pois escandalizavam os mais fracos, alimentavam a idolatria e a sua consciência os acusava, não deviam comer, dando graças a Deus por salvaguardarem os direitos dos mais fracos. Hoje o problema põe-se com outras coisas, como o uso do vinho, do tabaco, de cabelos curtos ou compridos, etc.. Devemos parar diante de Deus e saber o que é que Ele quer, o que é para Sua glória, o que é bom para o nosso corpo, etc.. Só devemos fazer aquilo que a nossa consciência não condena. Tudo devemos fazer para glória de Deus.

 

Um dia, convidaram um grande servo do Senhor Jesus para um jogo de cartas. Sentados à mesa do jogo, e antes de começarem, o servo do Senhor pediu silêncio para fazer oração e dar graças a Deus por aquele jogo e desperdício de tempo. Os comparsas, admirados, perguntaram: - então vamos fazer oração pelo jogo de cartas? - Sim, disse o pastor. Mas, uma vez que acham que não se deve orar pelo jogo e pelo tempo gasto nele, eu acho que também não posso jogar. - Pediu licença, levantou-se e foi embora.

 

Então, "quer comais, quer bebais, quer façais qualquer outra coisa, EM TUDO DAI GRAÇAS!"

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2015

O DEUS DE TODA A GRAÇA VOS CHAMOU À SUA ETERNA GLÓRIA

I Pedro 5:10                                     I Pedro 5:10-11

 

Na conclusão desta Carta, Pedro deixa mais uma mensagem de consolação aos crentes dispersos pelas províncias romanas, da Ásia, Capadócia, Bitínia, etc.. "O Deus de toda a graça que, em Cristo Jesus, vos chamou à Sua eterna glória, depois de haverdes padecido... Ele mesmo vos aperfeiçoará, confirmará e fortalecerá".

 

Deus tem-Se revelado como o Deus de toda a graça para connosco, miseráveis pecadores. Como é difícil entender que Deus nos dê, a nós pecadores, toda a Sua infinita graça.

 

Graça significa Deus passando por cima dos nossos pecados sem os ver, nem nos atribuir responsabilidade, porque já fez cair sobre o Seu Filho todas as nossas iniquidades. Graça é um favor não merecido, que só nos é atribuído porque Cristo morreu e pagou por nós.

 

Deus conhecia a plena extensão e miséria dos nossos pecados e, por isso, por Seu grande amor, nos deu Jesus, o Deus de toda a graça.

 

Irmãos, a carga dos nossos pecados pode ser grande. Pode acontecer que estejamos afundando-nos, chafurdando nas areias movediças do pecado, mas o Deus de toda a graça - Jesus Cristo - está estendendo para nós a Sua mão de amor e segurança. Seguremos na Sua mão graciosa. Creiamos no poder da Sua graça e saiamos para luz  e para a alegria.

 

Só Jesus pode fazer isto, porque só Jesus deu a Sua vida pelos nossos pecados.

publicado por archote às 07:00

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 6 de Janeiro de 2015

LEVANTAR-ME-EI E IREI TER COM MEU PAI

Lucas 15:18                                       Lucas 15:11-32

 

Esta foi a melhor, mais sábia e  mais correcta resolução do filho perdido - levantar-se do lodaçal do pecado em que tinha mergulhado e ir ter com seu Pai, confessando-Lhe os seus pecados.

 

Ele conhecia bem o coração amoroso do Pai. Sabia que se voltasse, arrependido e contrito dos seus pecados, o Pai o receberia sem nenhuns ressaibos. Pai é pai, mas o nosso Pai do céu é Pai pleno de amor, compreensão e perdão.

 

Por este conhecimento do Pai, este jovem, que tinha descido até ao fundo do poço do pecado, levantou-se, deixou para trás a vida de rebelião e foi para seu Pai, abrindo-Lhe o coração, arrependido e pronto a aceitar o querer d'Aquele que tanto o amava e queria junto de Si.

 

A figura do Pai, nesta parábola, representa Deus na plenitude do Seu amor, esperando e esperando que "caiamos em nós" e voltemos ao redil das ovelhas do Bom Pastor. Ele quer que regressemos a "casa" e vivamos em completa felicidade.

 

Possivelmente, muitos do que lêem este simples devocional estão na mesma situação do pródigo. Sem bens, sem posição, sem comida, ou comendo as alfarrobas dos porcos porque ninguém lhes dá nada. É tempo de rever as suas vidas. É tempo de se decidirem a voltar para a casa do Pai, que os está esperando com ansiedade, desejoso de dar aos Seus filhos a multiforme graça do Seu amor.

 

Deus está esperando por ti, como o pai da parábola esperando pelo filho perdido. Deus ama-te e quer salvar-te. Deus quer pôr fim ao teu cativeiro, ao teu martírio. Volta para o Pai, que te receberá de braços abertos e tornará a dar-te a dignidade, a honra e todas as coisas boas que perdeste quando escolheste ir para o mundo gastar a tua vida.

 

Volta, que o Pai está à espera para te dar as boas vindas e reintegrar-te na família do céu.

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Janeiro de 2015

VÓS, QUEM DIZEIS QUE EU SOU?

Mateus 16:15                                          Mateus 16:13-23

 

Desde sempre se especulou  muito sobre a Pessoa de Jesus. Sobre essa Pessoa bendita têm recaído os mais variados epítetos, muitos negativos, mas também muitos positivos. Jesus foi o Nome dado pelo anjo Gabriel (por incumbência de Deus) ao Filho do Altíssimo. Jesus, porque Ele veio para salvar o Seu povo dos seus pecados (Mateus 1:21).

 

Deixando de lado os impropérios ditos acerca do Mestre (enganador das gentes, beberrão, etc.), porque "vozes de burro não chegam ao céu", detenhamo-nos nas qualificações que a Bíblia Lhe atribui:

  • Filho do Deus vivo
  • Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo
  • Ressurreição e vida
  • Luz do mundo
  • Água viva
  • Pão que desceu do céu
  • Estrela da manhã
  • Alfa e Ómega (princípio e fim)
  • Salvador do mundo
  • Bem aventurada Esperança
  • Grande Deus, Jesus Cristo (Tito 2:14)
  • Messias de Israel

Que nomes consoladores e cheios de verdade! São nomes lindos e significativos, mas creio que nenhum deles, nem todos juntos, O poderão qualificar tal como Ele é. Jesus, o Salvador do mundo, que veio buscar e salvar o que se havia perdido.

 

As pessoas iam até Ele, de dia e de noite, para que curasse as suas doenças, expulsasse seus demónios e temores, ressuscitasse seus mortos. Iam até Ele e Ele os recebia e a todos confortava, compreendia e amava.

 

Ainda hoje Jesus, o Santo Filho de Deus, está chamando "vinde a Mim todos os que estais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei".

publicado por archote às 07:05

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 4 de Janeiro de 2015

DAMOS GRAÇAS AO PAI PORQUE ELE NOS QUALIFICOU PARA BRILHARMOS COM OS SANTOS NA LUZ

Colossenses 1:12                                  Colossenses 1:12-14

 

Deus, por Sua graça, nos qualificou, nos fez idóneos para participarmos da herança dos santos na luz, tendo-nos arrancado, com a força do Seu domínio, do reino das trevas, transportando-nos para o Reino do Filho do Seu amor.

 

Não há palavras humanas que cheguem para descrever tão maravilhosa operação da graça de Deus. Nós estávamos inabilitados por causa dos nossos pecados, mas Ele lavou-nos com Seu sangue expiatório e nos habilitou, nos deu qualidades para brilharmos na herança dos santos na luz.

 

Fomos habilitados para brilhar por Jesus! Qualificados para estarmos entre os salvos, brilhando, testemunhando de Jesus. Fomos qualificados, mas será que estamos a usar dessas qualificações para brilharmos? Estamos a ser faróis acesos ou faróis sem luz?

 

Outrora éramos trevas, mas agora somos luz. Temos que mostrar as nossas habilitações para que todos vejam quem nós somos - luz do mundo  que deve resplandecer entre as trevas do mundo. É que brilhar nessa herança é glória, é bênção, é demonstrar que somos de Deus (Daniel 12:3; Mateus 13:43).

 

Que maravilhas Deus tem operando a favor dos salvos! Eles podem e devem gozar dessas bênçãos já neste mundo, brilhando para testemunho de Jesus.

 

Lembremo-nos que fomos salvos e qualificados para servir a Jesus. Demos testemunho, em nossas vidas, do que Ele fez por nós. Brilhemos para que o mundo veja a luz de Jesus e glorifique a nosso Pai que está nos céus (Mateus 5:16).

 

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito
Sábado, 3 de Janeiro de 2015

ELE NOS PREDESTINOU PARA SERMOS COMO A IMAGEM DO SEU FILHO

Romanos 8:29                                     Romanos 8:24-30

 

Em esperança somos salvos (v. 24) para sermos conforme a imagem do Filho de Deus.

 

Não por nossa, mas pela Sua graça. Deus, em vez de nos ordenar para sermos conforme a imagem do Seu Filho, mudou-nos (II Coríntios 5:17). Transformou-nos radicalmente. Não fomos nós que nos limpámos da nossa imundície, mas Ele, segundo a Sua graça (Tito 2:11), nos lavou, limpou e preparou para estarmos com Ele (Tito 3:5-7).

 

Foi pela graça de Deus que fomos levados à Palavra. Foi pela Palavra que fomos levados à fé. Foi pela fé que fomos salvos. Tudo é Obra d'Ele. Numa palavra, o desejo de Deus não era apenas levar-nos para o céu, mas colocar o céu dentro do nosso coração!

 

Que bom sabermos que pela graça de Deus (favor não merecido) não só fomos resgatados para o céu, mas sentimos que com  Jesus já temos o céu na nossa vida. Por isso, não odiamos, não mentimos, não roubamos, não somos idólatras, nem efeminados, nem feiticeiros, nem invejosos, nem adúlteros, mas mostramos o fruto do Espírito, que é amor, gozo, paz, bondade, longanimidade, mansidão e temperança.

 

Que diferença entre aquele que tem e vive na graça de Deus e aquele que não tem (por ter rejeitado) a graça de Deus!

 

Graça e vida com Cristo é vida em função da fé no amor de Deus e na fé na Obra vicária de Cristo Jesus.

 

Atentai para esta bênção - "Ele nos predestinou para sermos conforme a imagem do Seu amado Filho Jesus". Aleluia!

publicado por archote às 07:01

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds