Sexta-feira, 27 de Março de 2009

JESUS AMOU OS SEUS ATÉ AO FIM

João 13:1b

 

                    A vida de Jesus foi um desempenho total de amor, desde a Sua encarnação (Filipenses 2:6-8) até à Sua morte (João 13:1b). Foi por amor a nós que Cristo veio a este mundo, nasceu pobre, viveu humilde, não tendo onde reclinar a cabeça, e morreu abandonando, na horrível cruz do Seu sofrimento. Tudo isto porque nos ama com insondável e profundo amor.

 

                    Jesus amou e serviu os Seus até ao fim. por isso O vemos cingido de uma toalha e com uma bacia de água lavando os pés aos discípulos...

 

                   É que amar é servir, e muita gente não está disposta a servir porque, na verdade, não ama com honestidade e verdade.  Quando o amor é uma hipocrisia, indisponível para servir, cedo se nota nos frutos produzidos.

 

                    O amor que Cristo trouxe, viveu e pregou está desaparecendo do mundo, porque muitos crentes, que foram salvos para servir, antes querem estar em evidência e mandar os outros. Assim não vamos lá.

 

                    Amai-vos uns aos outros, como Eu vos amei a vós; nisto conhecerão que sois Meus discípulos. Nisto demonstrareis a vossa identificação com Cristo. Não seremos mais nós, mas Cristo a viver e a refulgir em nós.

 

                    É que o amor de Cristo em nós transmite vida, desperta gratidão, descobre novo sentido para a nossa vida.

 

                    Não é fácil, mas somos convocados para praticar o amor, que se traduz em louvor a Deus, serviço ao próximo e salvação de perdidos.

 

                    Vamos adornar a nossa vida com o AMOR que serve sem esperar recompensa.

 

 

publicado por archote às 07:52

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds