Quarta-feira, 28 de Julho de 2010

OS CÉUS SE ABRIRAM...

Mateus 4:13-17                                  Mateus 4:16

 

 

                    Devia ter sido um momento maravilhoso aquele em que, aquando do baptismo de Jesus, os céus se abriram e o Espírito Santo, em forma corpórea,  desceu sobre o Unigénito Filho de Deus.

 

                    Ali estava, de uma forma presente, a Santíssima Trindade - Pai, Filho e Espírito Santo unidos, pondo o selo da Sua aprovação da Obra Redentora que Jesus vinha realizar a este mundo -- "buscar e salvar o que se havia perdido".

 

                   Os céus estiveram fechados por longos séculos e milénios, por causa do pecado da humanidade. Mas agora,  porque "Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho Unigénito para que quem n'Ele crer não morra, mas tenha a vida eterna", os céus se abriram para falar desse grande amor.

 

                   Os céus se abriram,  Jesus começava a Sua maravilhosa Obra de Evangelização e os homens veriam os céus abertos e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem (João 1:51). Daqui em diante, pela fé verdadeira posta em Jesus, seria possível ver os céus abertos e receber chuvas de bênçãos de Deus.

 

                   Só àqueles que nascerem da água e do Espírito, que forem feitos nova criação em Cristo, será concedido este privilégio de verem os céus abertos e os anjos de Deus subirem e descerem, trazendo o que de bom há no céu para os que são chamados filhos de Deus.

 

                    Responde ao "vinde" de Jesus, responde à chamada de amor do Mestre e os céus se abrirão para ti, a fim de que caminhes sob a luz da glória de Deus.

publicado por archote às 07:03

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds