Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

TU DESTE-ME TRABALHO COM OS TEUS PECADOS

Isaías 43:24-26                                                    Isaías 43:24

 

 

                     Desde o princípio que o homem tem dado "trabalhos" ao Senhor com os seus pecados e O tem fatigado com as suas maldades. Mas Deus tem permanecido fiel ao Seu plano de graça de apagar as  transgressões do homem, porque Deus é amor.

 

                     Mas, o que é o pecado? O conceito da ideia de "Hamartia" é o de errar o alvo. O homem errou o alvo, pois deveria amar, servir e honrar a Deus e acabou no caminho da desobediência e a fazer tudo quanto desonra Deus e é mau aos Seus santos olhos. Pecado, pois, é um conceito moral e não significa apenas transgressão ou desobediência simples, mas acopla toda a sorte de erro e oposição a Deus. É algo de terrível.

 

                     Talvez por isso, muita gente gostaria de banir esta palavra do dicionário, tendo-a como ofensiva, magoante, obsoleta, mas a verdade é que ela define exactamente o que nós fazemos contra Deus. Há quem queira substituir a palavra pecado por "erro", desvio, inclinação, etc..

 

                     Mas, pecado é mesmo pecado, e implica, caso não haja pagamento adequado, morte eterna, total e definitivo afastamento de Deus.

 

                     Fugi do pecado. Abandonai os vossos pecados, lançai-os sobre Jesus, o Único Deus que pode perdoá-los e lavá-los no Seu sangue que foi vertido na cruz do Calvário (I João 1:7).

 

                    Os nossos pecados e  maldades têm dado muitos "trabalhos" e dolorosas dores a Deus, mas Ele está pronto a perdoá-los. Ele é mesmo Aquele que apaga as nossas transgressões, mas só o faz mediante algumas condições prévias:

  • que cada um de nós reconheça os seus pecados, cometidos contra Deus, contra o seu próximo e contra a natureza que Deus criou
  • que cada um de nós se arrependa dos seus pecados e os confesse a Deus, o Único que pode perdoar e apagar os nossos pecados
  • que cada um de nós esteja disponível a abandonar os seus pecados, como prova do seu arrependimento
  • que cada um de nós confesse a Jesus como Único e suficiente Salvador e creia na Sua Obra vicária

                     Se assim fizermos, então, ainda que os nossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, eles se tornarão brancos como a lã lavada (Isaías 18).

 

                     Se o fizermos, diz Deus: - "dos teus pecados me não lembrarei mais" (Jeremias 31:34).

publicado por archote às 07:36

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds