Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2010

A LÍNGUA ESTÁ CHEIA DE PEÇONHA MORTAL

Tiago 3:5-10                                                       Tiago 3:8

 

 

                    A língua é um pequeno órgão do nosso corpo, que tanto pode ser uma bênção, como também uma maldição. Tiago, escritor sagrado, ensina que a língua é algo com que devemos ter muito cuidado, pois é como um fogo, como um mundo de iniquidade; pode contaminar todo o corpo e inflamar o curso da natureza da nossa vida, abrindo-nos o caminho para o inferno. Tenhamos cuidado, muito cuidado, com o uso da nossa língua.

 

                    Reparemos que Tiago diz que a língua "é um mal que não se pode refrear, está cheia de peçonha mortal" (3:8). Ela mente, calunia, enxovalha o irmão, diz palavras maliciosas que, uma vez pronunciadas, nunca mais se podem recolher.

 

                    Entreguemo-nos ao Senhor, demos morada ao Espírito Santo no nosso coração, consagrando-Lhe a nossa língua, para que, em vez de fonte de maldição, seja fonte de bênção e de honra. Só o Espírito Santo pode controlar uma língua envenenada pelo pecado.

 

                    Lembremo-nos de Miriam, quando mentiu invetivando Moisés, o Senhor a castigou com lepra. Quando Ananias e Safira mentiram dizendo que tinham vendido uma propriedade por um preço falso, Deus os castigou com a morte (Actos 5:1-16).

 

                    Roguemos ao Senhor que use a nossa língua para o louvor da Sua glória (Salmo103), para anunciar as doces palavras de salvação, para proferir sempre as bênçãos de Deus.

 

                    Que a nossa língua seja sempre uma fonte de água doce e fertilizante, que leve a vida a muitas pessoas.

publicado por archote às 07:35

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds