Quinta-feira, 7 de Abril de 2011

GRANDE É A TUA MISERICÓRDIA PARA COMIGO

Salmo 86                                            Salmo 86:13

 

 

A misericórdia do Senhor para com aqueles que O temem é imensurável. Na verdade, não há medida humana para a comparar.

 

Neste Salmo, David implora ardentemente o socorro do Senhor que, segundo ele, tardava em chegar. Deus pode demorar, mas nunca falta e faz sempre o que é melhor para nós. Basta que sejamos confiantes.

 

Li algures que uma mãe levou consigo às compras o seu filho, que tinha apenas sete anos. Depois de várias compras, ela entrou com ele na frutaria. O dono do estabelecimento, num acto de cortesia, disse ao menino : "podes tirar um punhado de cerejas. São muito boas a fazem muito bem ao organismo". O Carlinhos hesitou, mas não tirou qualquer fruto. "Então não gostas de cerejas?", perguntou o dono da frutaria. "Sim, gosto, gosto muito..."

 

Então o dono da loja, vendo o acanhamento da criança, estendeu as mãos para a caixa dos frutos, tirou um bom punhado e disse: "dá cá o teu boné". O menino não se fez rogado e o homem colocou no boné um bom punhado de suculentos frutos. "Muito e muito obrigado", disse o menino.

 

Mais tarde, a mãe do rapaz perguntou-lhe: "então, filho, porque não tiraste tu próprio as cerejas da caixa?"

 

"Bem, mãe, é que a mão dele é muito maior do que a minha!"

 

Que grande lição para nós, cristãos!  Os que esperam no Senhor recebem sempre mais e melhor, já que a mão de Deus é maior do que a nossa e a Sua misericórdia não tem fim.

 

"Abre a tua boca e Eu ta encherei" (Salmo 81:10)

publicado por archote às 07:14

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds