Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2007

A MORTE É UMA REALIDADE

                   Eclesiastes 12:7;   Hebreus 9:17

                   Morrem, no mundo, 40 milhões de pessoas por ano, ou seja, mais de 3.300.000 por mês, 109.000 por dia, 4500 por hora!

                   A morte é uma dura e terrível realidade e é tanto mais terrível e trágica quando atinge também o espírito, tornando-se morte eterna! Morte para sempre!

                   Esta é a situação descrita em Apocalipse 21:8, onde os pecadores impenitentes, sem Cristo, ficarão para todo o sempre.

                   Amigo, "Jesus morreu pelos nossos pecados" (I Coríntios 15:3-4). Jesus morreu na cruz, onde pagou a nossa pena (João 19:28-30), para que  todos aqueles que Nele crêem não morram, mas tenham a vida eterna (João 3:16).

                   Lázaro morreu, mas foi levado pelos anjos para o seio de Abraão (Lucas 16:22);  o ladrão morreu crucificado ao lado de Jesus, mas, naquele mesmo dia, encontrou-se com Jesus no paraíso (Lucas 23:43); Paulo foi arrebatado ao paraíso e ouviu palavras de inefável gozo que aos homens não é lícito falar (II Coríntios 12:14).

                    A morte é uma trágica e terrível realidade, mas a vida eterna é uma maravilhosa dádiva de Deus a todos quantos aceitem  a Jesus como seu Único Senhor e Salvador (João 1:12)

publicado por archote às 10:14

link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds