Domingo, 1 de Fevereiro de 2015

JOSÉ ACHOU GRAÇA AOS SEUS OLHOS

Génesis 39:4                                         Génesis 39:1-15

 

José é uma das figuras mais maravilhosas do Velho Testamento. Sua vida, recheada de episódios específicos, torna-o um protótipo da pessoa do Senhor Jesus.

 

O estudo da vida de José, desde o seu nascimento até à sua morte,  como grande senhor do Egipto, é digno de ser feito, meditado, para levar-nos a crescer espiritualmente.

 

Querereis pensar por uns minutos, comigo, na vida de José? Vinde daí, debrucemo-nos sobre o que a sua vida nos ensina.

 

O nascimento de José foi resultado da oração insistente de Raquel, a qual Deus ouviu depois de muita angústia dela - "Deus ouviu a sua oração e abriu a sua madre e ela concebeu e teve um filho a quem deu o nome de José..." (Génesis 30:32-33). Deus responde às nossas orações. É preciso não desistir, nem desanimar, mas perseverar sempre em oração. Deus tem o Seu tempo para responder. Esperemo-lo com paciência e certeza da vitória. Se perseverarmos firmes, a Seu tempo Deus nos dará a vitória.

 

Deus agraciou José, dando-lhe sonhos muito específicos do que seria a sua vida, os quais Jacob guardava no seu coração (Génesis 37:11; Lucas 2:19), interrogando-se sobre quem viria a ser José. Não obstante ser agraciado por Deus, seus irmãos o aborreciam e procuraram matá-lo (Génesis 37:8-11), acabando por vendê-lo como escravo, a uma caravana de ismaelitas (Génesis 37:20, 27).

 

No Egipto, José foi vendido ao eunuco da casa de Faraó. Ali trabalhou tão honestamente perante o seu senhor que "achou graça aos seus olhos", pelo que Potifar colocou tudo nas suas mãos, nada lhe vedando, senão a sua própria esposa.

 

Tentado por Satanás, na pessoa da mulher de Potifar, resistiu firme e foi fiel ao Senhor, acabando, injustamente, na prisão (também Jesus foi preso injustamente, por aquilo que não tinha feito, mas nós, pecadores, tínhamos praticado).

 

Na prisão, José achou graça aos olhos do carcereiro-mor do rei do Egipto, sendo abençoado e posto sobre todos os outros presos (Génesis 39:21-22).

 

Ainda na prisão, a graça do Senhor foi sobre José e ele interpretou os sonhos do padeiro e do copeiro de Faraó, pelo que foi chamado à presença da corte  e foi constituído o segundo sobre toda a terra do Egipto.

 

E a graça do Senhor foi sempre sobre a sua vida, de tal forma que haveria de vir a estar sobre os seus irmãos, que a ele se tiveram de humilhar, livrando-os da morte pela fome, assim como a seu pai.

 

É assim  quando a graça do Senhor é sobre as nossas vidas. Nós, os que cremos em Jesus, a quem fomos levados pelo Espírito Santo, somos agraciados por Deus, tornados Seus filhos (João 1:12), feitos herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo Jesus.

 

Que grande bênção é a graça do Senhor nas nossas vidas! Deixa-te prender pela  graça  de Jesus e serás um bem-aventurado de Deus.

publicado por archote às 07:04

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

. PARE, MEDITE E ORE

.arquivos

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

blogs SAPO

.subscrever feeds